Alguns cães ingerem a comida praticamente como um aspirador de pó, apenas engolindo o conteúdo o mais rápido possível. Lidar com a hora da refeição com esse nível de excitação não é saudável e todo comportamento obsessivo pode ter ramificações na saúde física do cachorro, incluindo problemas na digestão.

Por que cães alguns cães comem tão rápido e o que fazer para diminuir a velocidade. Foto: Reprodução

Por que alguns cães comem tão rápido e o que fazer para diminuir a velocidade. Foto: Reprodução

Os motivos para essa anormalidade no comportamento do animal podem variar desde um sentimento de ansiedade individual, um passado de fome e negligência a um ambiente competitivo com outros animais.

É importante julgar quando a ingestão do alimento de fato está rápida demais e manter em mente que esse problema tem solução.

Separamos dicas que o ajudarão diminuir a velocidade da ingestão de comida de seu pet.

 

– Não dê atenção ao seu cachorro enquanto você estiver durante uma refeição. O melhor a fazer é ignorar as investidas e de maneira assertiva e calma, afaste o seu cão. Mesmo que ele continue pedindo, repita a ação até que ele entenda que com esse comportamento não irá ganhar mais lanchinhos.

– Separe uma área calma destinada para a alimentação do seu cão. Dessa maneira, trabalhará na ansiedade do seu animal, tornando o ambiente mais propenso para uma refeição tranquila.

– Em caso de outros animais na casa, deixe seu cachorro comer sozinho. Enquanto o seu cão não tiver aprendido a se relacionar melhor com o alimento, separe-o dos outros animais durante as refeições. Muitas vezes esse comportamento surge como uma proteção do animal para garantir que não ficará com fome. A presença de outros pets pode gerar competitividade.

– Só libere o seu cão para comer uma vez que ele estiver calmo. Colocou a refeição no comedouro e seu cão está pulando, fazendo um verdadeiro show? Com paciência, espere que se acalme e se sente. Coloque o comedouro no chão e só permita que o cachorro coma quando receber seu comando. Dessa maneira, já terá diminuído muito a ânsia inicial de engolir como se não houvesse amanhã o conteúdo.

– Não faça alarde quando oferecer comida. E isso inclui não só as principais refeições do dia, como os lanchinhos eventuais. Esse passo é importante pois visa remover a excitação associada ao momento de comer.

– Tenha um horário fixo para as refeições. No processo de tornar a hora da refeição em um momento mais tranquilo, separe uma hora exata no dia para dar o alimento, e repita o processo todos os dias, religiosamente.

– Não deixe a comida disponível 24 horas. Se o cão não comer toda a refeição na hora exata, retire o restante do alimento. Deixar o alimento disponível em todas as horas pode incentivar no cão um sentimento de possessão e proteção do conteúdo, causando não só ansiedade como uma possível agressividade. Além disso, ajuda a evitar que haja alguma contaminação na comida.

– Dê porções menores de comida. Não dê apenas uma grande refeição o dia inteiro, divida em menores porções. A voracidade que o cão lida com a comida pode indicar fome.

– Utilize um comedouro lento. Há disponível no mercado comedouros que possuem obstáculos que fazem com que o cão demore mais tempo para comer. Eles têm justamente a finalidade de diminuir o processo de ingestão do alimento.

 

 

– Utilize comedouros-brinquedos inteligentes. Há quebra-cabeças, bolas, jogos de xadrez e uma infinidade de opções que trabalham como um passa-tempo, aliviando estresse.

 

 

 

– Converse com um profissional. Em todos os casos, consulte um médico veterinário, assim como um especialista em comportamento, e peça auxílio para o seu caso em específico.

– Use a criatividade. Ainda não possui produtos que o auxiliem a diminuir a velocidade do animal ao comer? É possível achar dentro de casa possibilidades que desafiem e ofereçam um obstáculo na hora do seu cão se alimentar. Que tal uma bandeja de muffin?