Investir em práticas para aumentar a imunidade do cachorro é crucial para garantir a longevidade do pet, e assim, ter muitos anos de vida ao lado dele.

Para isso, pequenas mudanças na rotina e investimentos corretos poderão elevar a qualidade do sistema imunológico do cachorro, garantindo momentos mais felizes e saudáveis.

Para lhe ajudar nessa tarefa, fizemos este conteúdo completo com informações importantes para você. Acompanhe e entenda.

Como aumentar a imunidade do cachorro? Veja as nossas dicas!

Para aumentar a imunidade do cachorro, é preciso pensar em uma rotina completa. Você deve estimular os exercícios físicos, garantir uma alimentação adequada e investir na hidratação do pet. Mas os cuidados não devem parar por aqui. Se você quer oferecer mais qualidade de vida para o seu amigo de quatro patas, veja as nossas sugestões logo abaixo:

como aumentar a imunidade do cachorro

Cachorrinho triste deitado. Foto: Freepik

Pratique atividades físicas regularmente

Assim como nós seres humanos precisamos praticar atividades físicas regularmente, os cachorros também precisam. Apenas com uma vida ativa é que eles poderão se manter saudáveis, fortes e felizes, garantindo assim a longevidade do animal.

A prática de exercícios promove diversos efeitos positivos na vida do cachorro, mas os principais são:

  • Melhora na circulação sanguínea, devido à intensidade dos movimentos.
  • Combate doenças, a partir do momento em que o sangue flui melhor e entrega, com mais facilidade, diversos nutrientes e oxigênio para as células.
  • Promove o gasto calórico, importante para que o cachorro não sofra de obesidade.
  • Gasta energia ao longo do dia, permitindo que o cão tenha um descanso melhor na hora de dormir.
  • Diminui casos de agressividade e irritabilidade, tirando o pet do tédio e impedindo que ele destrua materiais e objetos.
  • Promove uma interação entre o tutor e o cachorro, a fim de que ambos estarão se divertindo juntos.

Viu só como os exercícios são importantes? Então antes de fazer qualquer outra coisa, procure estabelecer uma rotina de cuidados que priorize atividades ao ar livre.

Mantenha sempre a vacinação em dia para aumentar a imunidade do cachorro

A vacinação do cachorro também é outro ponto chave muito importante que deve ser seguido à risca. Da mesma forma, de nada adianta vacinar o cachorro “de vez em quando” ou apenas quando ele adoecer e estiver no veterinário. É preciso garantir que anualmente o seu pet receba as vacinas que são destinadas ao porte, idade e necessidades do cachorro.

como aumentar a imunidade do cachorro

Menina abraçando o seu cachorro. Foto: Freepik

Apenas desse modo é que você conseguirá aumentar a imunidade do cachorro de uma maneira muito efetiva, afinal, ele estará recebendo doses capazes de impedir o desenvolvimento de doenças graves.  Lembre-se sempre da frase que diz que “prevenir é melhor do que remediar”.

Cuidado com a vermifugação

A vermifugação também deve acontecer dentro de um tempo hábil para que o organismo do pet consiga se proteger contra vermes. Afinal, esse tipo de parasita é capaz de desencadear diversos efeitos nocivos no organismo do cachorro, inclusive dificultando a sua nutrição e desencadeando uma queda intensa na imunidade.

De toda forma, é imprescindível que você converse com o seu veterinário de confiança para estabelecer uma rotina de vermifugação. Embora, de maneira geral, a vermifugação deva acontecer pelo menos a cada quatro meses. Passado esse período a contaminação poderá estar muito intensa, levando vermes para outros animais e até mesmo trazendo problemas para a saúde humana.

Por isso, não hesite na hora de garantir a vermifugação do seu cachorro.

como aumentar a imunidade do cachorro

Cachorro ao ar livre, em frente a um arco-íris. Foto: Freepik

Leia também: Qual o melhor vermífugo para cães?

Estimule o bem-estar e cuide da saúde mental do cachorro

Você sabia que uma das formas de aumentar a imunidade do cachorro é simplesmente proporcionando a ele uma vida mais leve e feliz? Pois é!

Apesar de muitas pessoas ainda não pensarem na importância da saúde mental dos pets, muitos estudiosos desenvolvem pesquisas voltadas para o tema. Com isso, percebem que assim como acontece com os seres humanos, o cachorro também sofre com depressão, estresse e ansiedade. E quando esses desequilíbrios surgem, muitas funções do organismo podem ficar comprometidas.

como aumentar a imunidade do cachorro

Mulher abraçando o seu cachorro. Foto: Freepik

Por conta disso, garantir uma vida feliz para o cão é fundamental. Mas como fazer isso?

Existem formas simples de melhorar a qualidade de vida do cachorro, como por exemplo:

  • Criar um vínculo mais próximo com o pet, demonstrando que ele é importante para você. Para isso, dê carinho, faça-o dormir, brinque, converse, dê mimos de vez em quando, etc.
  • Permita que o cão também tenha os seus momentos sozinhos, para descansar e pensar na própria vida (sim, eles gostam desses momentos a sós consigo mesmo). Assim o pet não se sentirá estressado por conta do contato direto e ininterrupto com seres humanos.
  • Crie desafios para o cachorro sempre ter desejo de explorar novos espaços, como por exemplo, mudando os móveis da casa, investindo em cores estimulantes na decoração, etc.

Veja também: Cães Hiperativos – Como acalmá-los?

como aumentar a imunidade do cachorro

Mulher abraçando o seu cachorro. Foto: Freepik

Cuide da alimentação e da hidratação do seu pet

Não é nenhuma novidade o quanto a alimentação do pet é capaz de aumentar ou diminuir a sua imunidade. Afinal, o organismo dele necessita de nutrientes específicos para que tudo funcione adequadamente.

Por isso, evite dar alimentos humanos para o pet, sem a devida preparação (higienizado, cozido e sem tempero). Além disso, procure sempre investir em uma ração que seja de qualidade e supra todas as necessidades físicas do cão.

Lembre-se ainda que a hidratação é indispensável para garantir o bom funcionamento de diversos sistemas do corpo do cachorro. Por isso, deixe água sempre disponível e estimule-o a beber enquanto vocês estiverem passeando e se divertindo ao ar livre.

Leia mais: Hidratação canina – Tudo que você precisa saber

Trabalhe o cognitivo para aumentar a imunidade do cachorro

Você sabia que o cognitivo também é capaz de aumentar a imunidade do cachorro? Isso mesmo! Afinal, ele se sentirá mais estimulado e o seu cérebro estará em constante desenvolvimento. Com isso, as chances de se deparar com o tédio são menores, garantindo uma vida mais equilibrada e feliz.

Casal feliz com o cachorro no colo. Foto: Freepik

Para isso, é preciso investir em atividades que façam com que o cachorro deva estimular a lógica diante das situações. Como por exemplo, utilizar bolinhas com ração dentro, para que o cão possa jogá-la até conseguir receber um petisco (de dentro da bolinha) como recompensa.

Além disso, você pode investir em outros brinquedos inteligentes, além de adestrar o seu cão da maneira correta, fazendo com que ele sempre aprenda algo novo.

Outra forma interessante de estimular o cognitivo do cão é levando-o para passear em lugares diferentes. Evite fazer com que ele interaja e caminhe apenas em locais repetidos, pois isso pode gerar desinteresse no cão. Sendo assim, leve-o sempre em locais diferentes, intercale trajetos mais curtos com mais longos, e assim por diante.

Afinal, assim como nós precisamos estimular nosso cérebro para evitar doenças, gerar bem-estar e desencadear efeitos incríveis em nossas vidas, os cachorros também precisam desse cuidado para que o seu sistema imunológico seja mais eficiente.

Leia também: Cuidados com Cães: 10 dicas de saúde para cachorro

Mulher feliz segurando seu pet em pé. Foto: Freepik

Como saber se o cachorro está com a imunidade baixa?

Por fim, agora que você já aprendeu a como aumentar a imunidade do cachorro, deve estar se questionando: mas como saber se meu pet está sendo bem cuidado, ou não?

Para isso, você pode observar alguns sinais específicos do cachorro. Seu comportamento, sua forma de se alimentar e até mesmo a maneira de dormir podem denunciar desequilíbrios no organismo do pet.

Por exemplo, se ele demonstrar muita apatia para as brincadeiras e atividades, ou estiver com dificuldade para comer, pode ser que a imunidade não esteja das melhores. O cansaço excessivo também pode aparecer como um sinal importante de que o sistema imunológico está afetado.

Cachorro ao lado de um copo com suco de laranja. Foto: Freepik

Vale ressaltar ainda que a queda de pelo e outros sinais físicos anormais também podem nos dar pistas importantes. Entretanto, a melhor forma de saber se o cachorro está com a imunidade baixa, ou não, é levando-o ao veterinário. Assim o profissional poderá fazer o checkup que garante se o pet está saudável ou se precisa de alguma intervenção específica.

Por isso a visita ao veterinário é tão importante. Cuide do seu amigo!

Leia agora: Cachorro fuçando no lixo – Por que eles adoram fazer isso?