A chegada de um bebê na família é um momento de muita alegria e não deveria ser diferente. Porém, algumas mamães e papais ficam com medo que o cão não vá aceitar o novo bebê que está chegando. Tire suas dúvidas sobre a convivência do cachorro e o bebê!

Junto com toda a preparação comum para o neném chegar, é imprescindível que você ajude o seu cachorro a se ajustar com a chegada de um novo membro, que é ainda vulnerável.

Há ações que você pode tomar que vão construir um ambiente mais seguro para todos.

Situações comportamentais que podem acontecer na convivência do cachorro e o bebê

Foto: Freepik

  • Alguns cães mastigam itens dos bebê;
  • Podem começar a urinar em lugares inapropriados;
  • Podem se tornar temperamentais, menos dispostos a cooperar e eventualmente rosnar;
  • Por outro lado, há cães que naturalmente não têm ciúmes. Mas deve-se prestar atenção para proteger o bebê das entusiasmadas formas de demonstrar afeto.

Ajude o seu cachorro a se ajustar a chegada do novo bebê

Por não ter como prever a maneira que o seu cão irá se comportar e reagir com a chegada do bebê, há medidas que diminuem possíveis estranhezas com a novidade.

Introdução ou atualização de treinamento de obediência

Não deixe para depois o treinamento de obediência. Você pode começar aos poucos sozinha(o), introduzindo mais disciplina na relação, ou pedir o auxílio de um profissional em comportamento animal.

Mesmo que o seu cão já tenha recebido treinamento, pode ser uma boa ideia refrescar os ensinamentos e testar como ele tem respondido aos comandos. A estrutura extra pode ajudá-lo a se sentir mais seguro e no geral criar um ambiente mais sadio.

Reforçar o treinamento em casa na convivência do cachorro e o bebê

convivência do cachorro e o bebê

Foto: Freepik

Se o seu cão começar a urinar em casa em lugares inapropriados, o ideal é que você lide com o problema o mais rápido possível para não deixar que saia do controle.

  • Limpe a urina do cão com produtos desenvolvidos para remover qualquer traço do xixi;
  • Reforce o treinamento e leve-o para urinar no local certo, recompensando-o quando ele o fizer no lugar apropriado;
  • Se necessário, restrinja os locais que o animal pode circular, até que ele esteja treinado.

Desenvolva uma programação flexível para boa convivência do cachorro e o bebê

Quando um recém-nascido chega, é normal que se esteja operando em função dele. É uma boa ideia acostumar o seu cão a horários flexíveis.

  • Gradualmente mude o horário que o cachorro se alimenta, para que ele esteja mais flexível quando as mudanças de programação ocorrerem;
  • Exercite o seu cão em horários diferentes do que ele está acostumado, para que as mudanças não o aborreçam muito;
  • Considere instalar portas específicas para o seu cão, garantindo que ele não seja completamente dependente de você quando precisar sair.

Acostumando o seu cachorro ao cheiro do bebê

convivência do cachorro e o bebê

Foto: Freepik

Por sabermos que o cão percebe o mundo mais pelo olfato do que pela visão, introduza objetos com odores comuns à produtos voltados para bebês.

  1. Eventualmente dê banho com um shampoo de bebê para que ele se familiarize com o cheiro;
  2. Despeje um pouco de talco de bebê no pelo do cão;
  3. Lave os itens do seu cão (cama, lençóis) com detergente para roupa do bebê.

Use um bebê de brinquedo

É interessante acostumar o seu cachorro com a presença de alguém em seu colo. Tente segurar o boneco naquela hora clássica do carinho com o seu cachorro, para gradualmente ensiná-lo que ele ainda pode ficar próximo, portanto que ele se comporte calmamente na presença do bebê.

Essa é uma oportunidade para treiná-lo sem a presença de um neném de verdade, para que não haja nenhum risco para a criança.

A vida voltará ao normal, tenha paciência

convivência do cachorro e o bebê

Foto: Freepik

É importante que haja a compreensão que as mudanças que estão acontecendo enquanto sua gravidez progride e depois da chegada do bebê afetam a vida do seu cachorro. Tenha paciência e tranquilize o seu animal para que gradualmente ele vá se acostumando com as novas regras no cotidiano.

Você tem uma responsabilidade com o seu cachorro, e como dono, precisa tornar esse momento o mais indolor e natural possível para ele.

Não acredite nos que dizem que cães e gravidez não combinam, isso não poderia estar mais distante da realidade. Em um estudo da Universidade de Liverpool, donos de animais estão mais propensos a obter a quantidade recomendada de exercício diário.

Uma vez que o bebê chegar e a nova rotina estiver estabelecida, tanto os pais quanto o pet estarão acostumados.