Dias longos e clima quente significam mais tempo brincando ao ar livre para nossos filhotes, e eles adoram aproveitar o sol e perseguir qualquer coisa que esteja circulando, seja uma borboleta, joaninha ou uma abelha. Então, o que você deve fazer no caso de picada de abelha em cachorro?

Se o seu filhote enfiar o focinho na flor errada, tente manter a calma.

Embora o pensamento de algo que prejudique seu amigo provavelmente faça seu sangue ferver, as picadas de abelha, embora desconfortáveis, raramente são fatais com as devidas precauções.

Para proteger seu animal de estimação, siga estas etapas simples.

cachorro picado por abelha

Foto: Freepik

Meu cachorro foi picado por uma abelha isso é sério?

Não, se o cão não for alérgico a abelha. A picada  causará um inchaço localizado simples no local da mordida. Mas se o cão é alérgico a picada de abelha, isso pode ser grave.

O risco é que ele desenvolva edema facial chamado angioedema e choque anafilático, duas emergências que, se não forem atendidas a tempo por um veterinário, podem ser fatais para o seu animal de estimação.

Tais reações alérgicas ocorrem quando o sistema imunológico do cão já foi sensibilizado ao antígeno.

Em outras palavras, isso significa que esse tipo de reação alérgica extrema geralmente não se manifesta desde a primeira picada de um inseto.

Sintomas de uma picada de abelha em cachorro

Dizemos que o inchaço é o primeiro sintoma que pode nos fazer entender que o cachorro foi picado pela abelha.
Outros sintomas, especialmente se ocorrer uma reação alérgica ao veneno de abelha, são:

  • Dificuldade em respirar;
  • Um estado de fraqueza;
  • Inchaço.

O que devo fazer se meu cachorro foi picado por abelha?

cachorro picado por abelha

Foto: Freepik

No caso da maioria da picada de abelha em cachorro, haverá vermelhidão e inchaço muito leve. Seu cão pode repentinamente mancar e/ou favorecer uma pata ou ter uma mancha vermelha e inchada no local.

O tratamento inicial para uma picada dessa gravidade pode consistir em repouso e uma compressa fria para aliviar o inchaço e a dor.

Não administre medicamentos de venda livre; estes geralmente não são seguros para cães.

Se você está preocupado com o fato de seu cão sentir dores significativas, entre em contato com o veterinário para discutir uma estratégia de controle da dor.

Cachorro picado por abelha: passo a passo do que fazer

1 – No caso de picada de abelha em cachorro: remova o ferrão

Se o seu cão foi picado por uma abelha, é necessário primeiro remover o ferrão usando uma pinça.

Esses insetos são os únicos na família dos himenópteros a deixarem o ferrão preso na pele da vítima.

Sendo assim, tome cuidado para não pressionar a glândula de veneno, que geralmente permanece presa ao ferrão, para não injetar o restante do veneno no seu cão.

Esta operação pode ser particularmente delicada, dependendo da localização da picada (a picada pode ser muito difícil de ver se a picada foi em uma área muito peluda).

Alguns cães podem ser particularmente agressivos quando estão com dor. Se esse for o caso, amordace seu cão para evitar ser mordido ou não insista e deixe o veterinário fazer o trabalho.

cachorro picado por abelha

Foto: Freepik

2 – Desinfete o local da picada com uma solução antisséptica sem coceira

Se possível, aplique uma bolsa de gelo no local da picada para reduzir a inflamação associada à picada.

3 – Coloque seu cão sob vigilância rigorosa

Observe o cão e ao menor sinal de alergia, leve seu cão ao veterinário mais próximo sem demora.

Mesmo que o seu cão não mostre qualquer sinal de alergia, ainda é necessário consultar um veterinário caso o inseto tenha picado um local embaraçoso ou perigoso para o seu animal: nariz, língua, pálpebras ou nariz.

Reações graves de picada de abelha em cães

Nos casos mais graves, os cães podem desenvolver choque anafilático. Nos cães, o órgão de choque é o trato gastrointestinal (em contraste com gatos e humanos, nos quais são os pulmões).

Cães em choque anafilático não necessariamente desenvolvem dificuldade em respirar. Eles são muito mais propensos a desenvolver súbito vômito e diarreia.

A diarreia e o vômito podem ser extremamente sangrentos, em alguns casos.

Esta é uma emergência e deve ser tratada como tal. Uma vez avaliado por um veterinário, seu cão será tratado com fluidos intravenosos, epinefrina, possivelmente esteroides, oxigênio e monitoramento muito próximo.

Os testes de diagnóstico provavelmente incluirão monitoramento da pressão arterial, exames de sangue e talvez um ultrassom abdominal.

Quando seu cão sofre várias picadas de abelha

abelhas

Foto: Freepik

Os sintomas iniciais em cães que sofreram múltiplas mordidas incluem: dor e inchaço acentuados, hipertermia, batimentos cardíacos acelerados e, em alguns casos, tremor muscular.

Então, como não existe antídoto, o tratamento é voltado para cuidados de suporte.

Um cenário diferente e menos comum é uma picada no interior da boca ou da língua. Essas picadas podem ser mais graves devido à quantidade de dor e inchaço.

Mas em casos raros, o inchaço na boca pode levar a inflamação das vias aéreas, obstrução e dificuldade de respiração. Embora isso não seja comum, pode acontecer.

Se você sabe que seu cão foi picado na boca ou na língua, monitore atentamente todos os sinais de problemas respiratórios.

Isso inclui chiado ou outra respiração barulhenta, tosse e dificuldade em puxar o ar para os pulmões. Sendo assim, procure atendimento veterinário!

A maioria das reações às picadas de abelha é leve, mas é importante reconhecer os sintomas mais graves para que o tratamento imediato possa ser iniciado e os efeitos minimizados.

E as picadas das abelhas assassinas?

Uma nota especial sobre abelhas assassinas africanizadas deve ser feita. Estas são um híbrido de duas abelhas:

  • a abelha ocidental e;
  • a abelha ibérica.

Elas foram hibridizados no Brasil na década de 1950, com esperanças de aumentar a produção de mel. Infelizmente, os enxames escaparam da quarentena e migraram pela América Central para o sudoeste e a Flórida.

Essas abelhas podem ser facilmente agravadas e agressivas e até perseguir vítimas. Quando irritadas, elas tendem a atacar em grandes enxames.

Curiosamente, o veneno é o mesmo que outras abelhas, que raramente são fatais. Mas são as múltiplas picadas que podem ser fatais para animais e humanos.