A febre maculosa em cachorros e gatos é uma doença séria e que pode ser fatal tanto para humanos quanto para animais de estimação.

Causada pela bactéria Rickettsia rickettsii, essa enfermidade é transmitida principalmente pelo carrapato-estrela ou carrapato do cão (Amblyomma cajennense e Rhipicephalus sanguineus, respectivamente).

No entanto, é importante notar que nem todos os carrapatos estão infectados e a transmissão geralmente ocorre após um período de algumas horas de contato do carrapato com o animal.

Portanto, a prevenção é crucial e está ao alcance de todos os donos de pets. Vamos entender melhor essa doença e como proteger nossos amigos de quatro patas.

Male veterinarian using stethoscope examining a beagle dog breed

Male veterinarian using stethoscope examining a beagle dog breed on vet table at vet clinic

Sintomas da febre maculosa em cachorros e gatos

Identificar os sintomas da febre maculosa em cachorros e gatos é crucial para um diagnóstico precoce e tratamento eficaz. Alguns dos sintomas comuns incluem:

  • Febre
  • Falta de apetite
  • Letargia
  • Rigidez ou dor muscular
  • Edema ou inchaço nos membros
  • Hemorragias ou manchas roxas na pele
  • Sinais neurológicos, como convulsões

Se o seu pet apresentar qualquer um desses sintomas, especialmente se você vive em uma área onde o carrapato-estrela é comum, procure atendimento veterinário imediatamente.

Diagnóstico e tratamento da febre maculosa em cachorros e gatos

Girl is sitting on a chair in the hospital and holding a beagle puppy in her arms.

Girl is holding a Beagle puppy in her arms. Dog in the hospital has a little mistress on her knees

O diagnóstico da febre maculosa é feito com base nos sintomas, histórico de exposição a carrapatos e pode ser confirmado com exames de sangue específicos que detectam a presença da bactéria ou anticorpos contra ela.

Quanto mais cedo a doença for diagnosticada, maiores são as chances de um tratamento bem-sucedido.

O tratamento usualmente envolve o uso de antibióticos e deve ser iniciado o mais rápido possível para evitar complicações graves. Em alguns casos, pode ser necessário o suporte com fluidoterapia e medicamentos para controlar a dor e a inflamação.

Prevenção da febre maculosa em cachorros e gatos

cachorro deitado no chão

Cão deitado no chão – Foto: Canva

A prevenção é a chave para manter seus animais de estimação seguros contra a febre maculosa. Aqui estão algumas dicas práticas que você pode seguir:

  • Controle de carrapatos: Mantenha seu animal de estimação livre de carrapatos. Use produtos anti-carrapatos recomendados pelo seu veterinário e verifique regularmente o pelo de seu pet após passeios ao ar livre.
  • Limpeza e manutenção do ambiente: Mantenha o ambiente onde seu animal de estimação vive limpo e livre de carrapatos. Isso inclui a área do quintal e a casa.
  • Consultas veterinárias regulares: Mantenha um calendário de consultas veterinárias regulares para que seu veterinário possa verificar a saúde do seu animal de estimação e fazer recomendações específicas de prevenção.
  • Conscientização sobre sintomas: Esteja atento aos sintomas da febre maculosa e leve seu animal de estimação ao veterinário se notar algum deles.
  • Vacinação: Consulte seu veterinário sobre a disponibilidade de vacinas contra a febre maculosa para seus animais de estimação. Embora a vacinação completa não esteja disponível para todos os tipos de animais, pode ser uma opção para alguns.

Cuidados com cachorros

as patinhas do cachorro aparecendo

Manter o cachorro sempre limpinho ajuda a deixá-lo mais confortável e tranquilo – Foto: Canva

Alguns cães, como o Pastor Alemão, podem ser mais suscetíveis à febre maculosa. Esteja especialmente vigilante se você tem uma raça mais propensa.

Seu cachorro adora passeios ao ar livre? Certifique-se de que ele esteja protegido contra carrapatos e verifique-o após cada passeio.

Mantenha seu cachorro bem hidratado, especialmente se ele estiver com febre. A hidratação é fundamental para a recuperação.

Cuidados com gatos

Gatos são aventureiros, gatos são exploradores naturais. Certifique-se de que eles não tenham acesso a áreas infestadas de carrapatos, como arbustos densos e áreas de matagal.

Fique de olho nas mudanças de comportamento, gatos são mestres em esconder desconforto. Esteja atento a quaisquer mudanças em seu comportamento, como a recusa em brincar ou a falta de apetite.

E mantenha seu gato dentro de casa, se possível, ou forneça um ambiente externo seguro e controlado. Isso reduz o risco de exposição a carrapatos.

Conclusão

A febre maculosa em cachorros e gatos é uma ameaça séria para nossos amigos de quatro patas, mas com cuidado e atenção adequados, podemos protegê-los.

Lembre-se de manter seu animal de estimação livre de carrapatos, fazer consultas veterinárias regulares e estar atento aos sinais de febre maculosa.

A prevenção é a chave para manter seu peludo companheiro saudável e feliz. Cuide bem deles, e eles retribuirão com amor e alegria incondicionais.