Se o seu cão tem fezes duras e secas, você pode estar se perguntando qual poderia ser o principal motivo para essa mudança na aparência das fezes do seu cão. Os cães sofrem de prisão de ventre da mesma forma que os humanos? Vamos descobrir!

Em condições normais, as fezes do cachorro devem ser em forma de tronco (claramente cilíndricas) e não devem deixar sujeira quando coletadas. Em suma, as fezes ideais devem manter sua forma sem se dissolverem na superfície.

Como deve ser as fezes do cachorro?

como escolher o filhote de cachorro ideal

Filhote em pé – Foto: Freepik

Cada cachorro é único, por isso as fezes também variam de forma e textura. Mas aqui estão alguns sinais de fezes de cachorro saudáveis.

  • A cor ideal das fezes do cachorro deve ser marrom. Mas se o seu cão também comer alimentos de cores diferentes, não há problema se algumas dessas cores aparecerem em suas fezes.
  • As fezes do seu cão também devem ter a forma de um tronco. Além disso, deve manter sua forma.
  • A consistência das fezes do cachorro deve ser úmida e fácil de coletar. Quando esmagadas, parecem argila.
  • As fezes do cachorro saudável também têm o mesmo tamanho da comida que ele ingere. À medida que as fibras na comida do seu cão aumentam, o mesmo acontece com as fezes.

Fezes duras – Causas de fezes secas

cãozinho filhote

Filhote sentado – Foto: Freepik

Algumas das causas mais comuns de constipação ou fezes duras e secas em cães estão listadas abaixo.

Muitas vezes, as fezes duras e secas ocorrem quando o cão simplesmente não está recebendo líquidos suficientes.

Além disso, cachorros que comem grama ou material vegetal e outros materiais indigestos podem apresentar fezes duras e secas. Outro culpado pode ser, como mencionado, um cão que não bebe líquidos suficientes.

Certos medicamentos são conhecidos por causar fezes duras e secas em cães. Aqui está uma lista:

  • Anti-histamínicos;
  • Antiácidos;
  • Diuréticos;
  • Medicamentos anticâncer.

Fezes do cachorro: fezes anormais de acordo com a cor

fezes duras

Cão sentado – Foto: Freepik

  • Fezes brancas: quando você notar uma cor branca nas fezes do seu animal, pode ser devido a uma dieta que contém uma grande quantidade de cálcio. Porém, há casos em que a causa é a ingestão de um objeto impróprio devido a problemas de ansiedade ou estresse.
  • Fezes verdes: esta cor nas fezes do seu cão é um sinal de parasitas internos. Portanto, é necessário ir logo ao veterinário de confiança, fazer exames e fazer a desparasitação correspondente. No entanto, esse tom nas fezes do seu peludo também pode ser o resultado da ingestão de grama ou uma reação alérgica a algum componente da comida.
  • Fezes pretas ou muito escuras: Se seu cão apresenta fezes dessa cor, é um grande motivo de preocupação, pois são um indicativo da presença de sangue em seu trato gastrointestinal. Portanto, leve seu animal ao veterinário de confiança.
  • Fezes acinzentadas: este tom nas fezes do seu cão, como o preto, é preocupante. É um reflexo de um distúrbio na vesícula biliar, no pâncreas ou no fígado.
  • Fezes amarelas ou marrons claras: esse tipo de fezes é comum em uma dieta rica em laticínios, milho e grãos. No entanto, também pode ocorrer após uma inflamação ou infecção digestiva.

Veja também: Xixi e cocô no lugar certo para seu cão: 3 dicas para ensinar

Fezes anormais de acordo com seu conteúdo

fezes duras

Cãozinho dando a patinha – Foto: Freepik

  • Vermes nas fezes: quando as fezes do seu cão apresentam manchas brancas semelhantes a grãos de arroz, isso se deve à presença de vermes nas fezes. E isso ocorre porque os parasitas internos do seu animal são eliminados através de suas fezes.
  • Fezes com muco: O muco nas fezes do seu cão pode ser: transparente, amarelo ou gelatinoso. Se você notar, consulte o veterinário de confiança, pois seu animal de estimação pode estar sofrendo de alergia alimentar, parasitas ou síndrome do intestino irritável.
  • Fezes com sangue: embora pareça muito alarmista, a primeira coisa que você deve fazer se notar que seu cão defeca com sangue é manter a calma. Isso pode ser devido a diversos fatores, e para garantir que tudo esteja em ordem ou siga o tratamento indicado, é imprescindível que você leve seu animal rapidamente ao veterinário.

O que fazer se houver sangue nas fezes do cachorro?

Às vezes, a presença de sangue nas fezes do seu cachorro pode indicar a presença de um problema intestinal. Leve o seu cachorro ao veterinário que certamente saberá como intervir.

O cocô do cachorro pode mudar quando eu trocar o tipo de comida?

fezes duras

Cão com as orelhas de pé – Foto: Freepik

Se acontecer de você precisar trocar a comida do seu cão, a mudança pode afetar o cocô do cachorro, pelo menos por algum tempo.

Assim como nós, humanos, temos que nos adaptar a um novo tipo de culinária em um país estrangeiro, seu cão pode ter a mesma reação.

É essencial que a transição de seu antigo alimento para o novo ocorra gradualmente, por um período de 7 a 10 dias.

Remédios caseiros infalíveis para fezes duras do cachorro

A prisão de ventre não é apenas um problema humano, pois até o seu cão pode sofrer. Experimente um desses métodos, eles podem realmente ajudar na situação!

1. Muito exercício, água fresca e limpa

Para manter o sistema digestivo eficaz, você precisa ter certeza de que seu cão está ativo. A atividade física regular ajudará a mover as fezes para o cólon. Além disso, muito importante, certifique-se de que seu cão sempre tenha água fresca e limpa para beber.

Ambos os fatores podem ajudar a prevenir e tratar a constipação canina.

2. Adicione mais fibras à dieta do seu cachorro

Até os humanos se beneficiam de uma dieta rica em fibras. Para os cães, procure ingredientes que incluem:

  • Abóbora enlatada ou em purê (1 colher de chá por 4,5 kg de peso corporal);
  • Vegetais com folhas verdes picados/moídos (1 colher de chá por 4,5 kg de peso corporal);
  • Fibra/óleo de coco (1 colher de chá por 4,5 kg de peso corporal).

Quando entrar em contato com o veterinário

A constipação canina deve ser levada a sério, especialmente se você já experimentou os remédios descritos aqui e eles se mostraram ineficazes.

Se o problema persistir por mais de dois dias e se seu cão não evacuar por mais de alguns dias, chame o veterinário.