Embora geralmente passem despercebidos devido ao seu pequeno tamanho, a verdade é que os cachorro também tem mamilos e podem sofrer de anormalidades. Portanto, é recomendável revisá-los de vez em quando. Vamos entender o que um cachorro com mamilo inchado pode ter.

Mamilo inchado em cães

mamilo inchado

Cão deitado triste – Foto: Freepik

Tumores de mama tem sido cada vez mais diagnosticado em cães. Segundo as
estatísticas, cerca de metade dessas neoplasias são malignas. Nesse caso, não apenas as fêmeas, mas também os machos são suscetíveis à doença.

Embora nas fêmeas essa seja uma patologia bastante comum, a verdade é que nos machos esse tipo de sintomas é raro e aparece apenas em uma pequena porcentagem dos indivíduos.

Os poucos casos notificados correspondem a machos mais velhos.

Tumores

O mamilo inchado nos cachorros pode conter a presença de tumores como protuberâncias de tamanhos diferentes e, às vezes, a pele pode ulcerar.

O tratamento mais comum e recomendado, como acontece com cadelas, é a remoção cirúrgica. Depois disso, ele pode ser analisado em um laboratório de referência para saber exatamente que tipo de tumor é.

Além disso, como ocorre com os tumores de mama em cadelas, alguns cães podem tê-los novamente, portanto, todo o processo terá que ser repetido.

Infecção do mamilo inchado do cachorro

mamilo inchado

Segurando o cão – Foto: Freepik

Uma infecção mamária conhecida como mastite geralmente afeta cadelas durante a lactação.

Existem dois tipos, chamados galactostase e mastite séptica aguda, e ambos requerem intervenção veterinária.

No primeiro caso, ocorre um acúmulo de leite, que expande a mama, o que causa dor e febre. Além do período de lactação, também pode aparecer com falsa gravidez.

Na mastite séptica aguda, é feita uma distinção entre infecção ou abscesso em uma ou mais glândulas mamárias, causada por bactérias que penetram na mama por meio de uma ferida ou arranhão na pele.

Embora a mastite também possa ocorrer em um cão, se o macho tiver um mamilo inflamado, isso raramente acontece por esse motivo.

Sim, pode haver um abscesso, que é um acúmulo de pus sob a pele como resultado de uma infecção que pode ser vista como um caroço.

Os abscessos devem ser examinados por um veterinário, pois podem exigir drenagem, remoção de corpo estranho, eliminação completa ou tratamento com antibióticos.

Cachorro com mamilo inchado preto

mamilo inchado

Veterinário com o cão – Foto: Freepik

Existe uma condição chamada hiperestrogenismo, que, como o nome sugere, ocorre devido ao excesso de estrogênio. Isso acontece quando os machos superproduzem esses hormônios pelos testículos.

Isso se deve aos tumores dos testículos, que são frequentes, principalmente em indivíduos a partir dos seis anos e, principalmente, nos que já completaram dez anos.

Os sintomas indicativos de hiperestrogenismo incluem aumento das glândulas mamárias e mamilos inflamados.

Além disso, o prepúcio também parece caído e há mudanças simétricas na pele e nos pelos, principalmente na região genital, que se estendem até a parte inferior do abdômen.

A pelagem se rompe, cai e não cresce mais, a pele escurece, então podemos ver um ou mais mamilos do cachorro preto.