Picada de escorpião: Os escorpiões são um dos animais mais misteriosos e lendários. Eles são mencionados em livros antigos e contos orientais, e suas imagens adornam as paredes das pirâmides egípcias.

Esses artrópodes às vezes são chamados erroneamente de insetos. Na verdade, o escorpião é cem por cento representativo da classe dos aracnídeos. Existem cerca de 1.750 espécies de escorpiões no mundo. E estão todos concentrados em países com climas quentes ou mornos.

O medo dos insetos é tão grande que as pessoas, ao vê-los, tentam imediatamente se afastar. No entanto, na verdade, apenas 50 espécies são perigosas para os animais e humanos.

Perigos do escorpião

escorpião

Escorpião. Fonte: Freepik

Os escorpiões se escondem sob as pedras, sob a casca das árvores caídas, mas podem rastejar para dentro de casinhas de cachorro e edifícios residenciais.

O maior perigo para o cão é o escorpião preto ou, como também é chamado, o escorpião de cauda grossa. Os escorpiões são mais perigosos à noite e durante o tempo quente.

Um escorpião geralmente pica um cachorro no lábio ou na pata. O cachorro grita de dor, começa a esfregar e lamber o local da mordida.

Quando mordido na pata, o local da picada incha gradualmente, após 1-1,5 horas o cão desenvolve claudicação severa, pressiona a pata mordida e geme.

Se a picada ocorrer no lábio, o inchaço aumenta muito mais rápido e é observada salivação abundante.

Depois de 1-1,5 horas, o cão ferido começa a ter cãibras musculares, então a agonia se instala: o cão cai de lado, grita, faz movimentos de natação; há uma perda de consciência de curto prazo (por 1-3 minutos) com micção e defecação involuntárias.

A morte geralmente ocorre por parada respiratória e paralisia cardíaca.

Descrição geral dos escorpiões

escorpião

Escorpião preto. Fonte: Freepik

O tamanho de um escorpião adulto pode variar de pequeno a bastante ameaçador. Os pequenos escorpiões chegam a 1,3 centímetros de comprimento, e os grandes representantes dessa ordem chegam a 20 centímetros.

Quanto a reprodução dos escorpiões, nascem um total de 5 a 20 pequenos escorpiões. As fêmeas mostram um cuidado especial com a prole – carregam consigo animais jovens. Mas há casos em que, por falta de alimento, a fêmea come um ou dois filhotes da ninhada.

escorpião

Escorpião no chão rosa. Fonte: Freepik

Os escorpiões são predominantemente noturnos. Durante o dia, eles se escondem da luz do sol e do calor em fendas entre as pedras ou em tocas de areia. E à noite eles saem para a superfície e se movem rapidamente em busca de uma presa.

Como predadores, os escorpiões devoram insetos. A dieta principal consiste em aranhas, centopeias e pequenos répteis. Os escorpiões também atacam filhotes de roedores.

Privados de comida, os escorpiões adultos são capazes de devorar uns aos outros.

Os biólogos acreditam que a tendência para o canibalismo contribuiu para a ampla distribuição desses predadores em todo o mundo – eles podem sobreviver em quase todas as condições.

Um escorpião tem uma vida útil de dois a oito anos.

Curioso! O pelo delicado que cobre as pinças e a cauda permite ao escorpião imperador detectar a presa por meio de vibrações no ar e no solo.

Sintomas de picada de escorpião

cachorro na grama

Cão deitado na grama – Foto: Freepik

O que procurar se seu cachorro for picado por um escorpião? Normalmente, a gravidade da picada e o prognóstico dependem do tamanho do seu cão, da rapidez com que você intervém e do tipo de escorpião.

Todas as picadas de escorpião tem um fator comum: são dolorosas. Isso se deve à presença de enzimas digestivas.

Se você não tiver certeza qual espécie de escorpião picou, é sempre melhor tratar todas as picadas de escorpião como se tivessem sido feitas por um escorpião perigoso.

cão deitado

Cão deitado – Foto: Freepik

Se você suspeitar de uma picada de escorpião, entre em contato com o veterinário imediatamente e se uma amostra estiver disponível e puder ser coletada com segurança, leve-a com você.

Observação: os sintomas de uma picada de escorpião podem frequentemente imitar outras condições médicas e, portanto, quando a exposição a um escorpião não é testemunhada, o cão pode ser mal diagnosticado como estando exposto a algo tóxico ou tendo uma convulsão epiléptica.

Sintomas de picada de escorpião em cães

cão e tutora

Tutora e cãozinho – Foto: Freepik

  • Dor manifestada por vocalização, lamber um ferimento, boca e claudicação se a área afetada for uma pata ou perna;
  • Edema local pode estar presente;
  • Problemas do sistema nervoso, como tremores musculares, pupilas dilatadas;
  • Respiração difícil;
  • Olhos lacrimejando;
  • Salivação;
  • O inchaço também pode ser um efeito colateral da picada de um escorpião;
  • Respiração difícil;
  • Morte do cachorro.

Tratamento para picadas de escorpião

convênio para cachorro

Veterinária com o cão – Foto: Freepik

Não existem remédios caseiros para picada de escorpião. É melhor entrar em contato com o veterinário para obter ajuda. Isso geralmente envolve fluidos intravenosos e alívio da dor.

Existem antídotos dos escorpiões para humanos, mas eles não são usados ​​em animais.

Os veterinários recomendam:

  • Remover o ferrão se estiver visivelmente alojado. Uma pinça ajudará a removê-lo.
  • Uma compressa fria pode então ser aplicada na área da picada. Esta compressa fria ajudará a retardar a absorção do veneno.
  • O cão afetado deve ser mantido o mais calmo possível para evitar um aumento da pressão arterial e uma maior disseminação do veneno.

Prevenindo a picada de escorpião

cachorro no veterinário

Cachorro no veterinário. Fonte: Freepik

Os escorpiões são aracnídeos que não vivem nas cidades, a menos que estejam em casas de jardim ou em áreas rurais periféricas. No entanto, algumas dicas que podem ser úteis para você são:

  • A primeira medida preventiva será evitar que o cão ande pelo jardim à noite, pois é quando saem dos ninhos para caçar insetos, aranhas, lagartos e todos os bichinhos que ele comer.
  • Não mantenha entulhos, madeira e outros objetos que você não usa empilhados no jardim, pois são um excelente refúgio para escorpiões.
  • Tenha os telefones do veterinário e do pronto-socorro veterinário à mão para qualquer eventualidade.
  • Proteja as janelas e portas com um spray à base de vinagre diluído em água. Os escorpiões não gostam do vinagre.

Os escorpiões mais venenosos do mundo

escorpião

Escorpião com garras levantadas. Fonte: Freepik

Ficar cara a cara com um escorpião pode ser uma experiência assustadora. Esses animais da família dos aracnídeos não apenas parecem intimidadores e ameaçadores, mas seu veneno pode ser perigoso para nossos animais de estimação.

Mas como já falamos anteriormente, tudo dependerá da espécie de escorpião em questão. Conheça os mais perigosos:

1 – Picada de escorpião dourado

Seu nome vem de sua cor quase transparente que o faz parecer dourado, embora também seja conhecido como um dos escorpiões mais perigosos do mundo.

Ao contrário de outras espécies, neste tipo de escorpião a fêmea costuma ser maior que o macho e atinge cerca de 10 centímetros, enquanto o macho não costuma ultrapassar oito.

Esta espécime vive no Oriente Médio e Norte da África e suas cores se adaptam de acordo com o ambiente ao seu redor, que geralmente é o deserto.

2 – Escorpião imperador

O escorpião imperador é uma das espécies mais famosas e também uma das maiores do mundo. Esta é uma das criaturas sobreviventes mais antigas. Os escorpiões estão no planeta Terra há quase 300 milhões de anos e não mudaram muito ao longo dos anos.

Seu tamanho é considerável, portanto, pode liberar uma quantidade maior de veneno, por isso talvez seja um dos escorpiões mais temidos. Pode medir até 17 centímetros, comprimento nada desprezível se comparado ao de outras espécies.

Apesar disso, este escorpião é pouco ativo e, de fato, a maioria das picadas que ocorrem nesta espécie estão sempre relacionadas a uma fêmea que teme por seus filhotes.

Apesar de ser um enorme escorpião com uma aparência formidável, seu veneno não é fatal para o homem. O veneno do escorpião imperador  é leve e tem toxicidade moderada.

Fato interessante! Algumas das moléculas que compõem o veneno estão sendo investigadas porque os cientistas acreditam que podem ter propriedades contra a malária e outras bactérias prejudiciais à saúde humana.

O que o escorpião imperador come?

Na natureza, os escorpiões imperadores consomem principalmente insetos como grilos e outros invertebrados terrestres, mas os cupins constituem a maior parte de sua dieta. Menos comumente, comem vertebrados maiores, como roedores e lagartos.

Os escorpiões imperadores se escondem perto de cupinzeiros a uma profundidade de 180 cm para caçar suas presas. Suas grandes garras são adaptadas para dilacerar as presas e a picada da cauda injeta veneno para ajudar a diluir a comida.

Os escorpiões filhotes dependem de seu ferrão venenoso para paralisar a presa, enquanto os escorpiões adultos usam mais suas garras grandes.

3 – Picada de escorpião da cauda grossa

Aqui está mais um rei do perigo com um veneno que causou várias mortes. A característica física que mais se destaca é, sem dúvida, a cauda grossa, que parece de plástico.

São animais únicos no mundo que vivem no Oriente Médio.

4 – Picada de escorpião de Nayarit

Considerado um dos escorpiões mais perigosos do México, também é possível encontrá-lo em algumas regiões do Chile.

É difícil identificá-lo, pois tem uma cor muito variada: desde tons verdes, passando por preto, amarelo e até marrom avermelhado.

Seu ataque leva à morte se não for tratado a tempo.