O seu cãozinho está com problemas comportamentais?
Pergunte para o Alexandre Rossi e Cão Cidadão
Agressividade
16 jan 2019
Comportamento:
Tutor(a): Thalita Miguel, | O cachorro: Joy
Agressividade contra crianças. Pode ser ciúmes?

“Tenho uma salsichinha (Dachshund) de 11 anos, e nunca tivemos criança em casa. Porém, em 2014 o meu filho nasceu. Desde então a preocupação foi grande, pois ela nunca gostou de criança, mas tentamos uma aproximação gradativa. Hoje, meu filho tem quatro anos e ela ainda não o aceita. Ele é extremamente carinhoso com ela e nunca a maltratou! Ele tenta se aproximar, faz carinho, dá petiscos, mas ela sempre rosna para ele e já chegou a dar umas mordiscadas. Ontem, para a nossa surpresa, ela realmente o atacou, ele deu um beijo nela e acabou levando uma mordida no rosto. Não sei mais o que fazer para que ela o aceite.”

Por Samantha Melo, franqueada e adestradora da Cão Cidadão.

Ver resposta

Necessidades no lugar errado
10 dez 2018
Comportamento:
Tutor(a): Adriano, | O cachorro: Torresmo
Encontrando o problema para resolvê-lo

“Venho pedir ajuda para lidar com um comportamento estranho do meu Pug. Ele sempre faz as suas necessidades no tapete higiênico, porém, de vez em quando, ele resolve fazer xixi na sua própria caminha, fazendo com que ela fique molhada e fedidinha. Já comprei três caminhas e ele sempre faz xixi nelas. Lavei todas com sabão neutro, com ‘anti-odor’ e já passei até produtos enzimáticos, mas, mesmo assim, ele continua urinando nelas. Acabei de trocar a cama dele por uma limpinha e ele urinou nela novamente. Não sei mais como resolver isso. Me ajude, por favor!”

Por Camila Mello, adestradora e franqueada da Cão Cidadão.

Ver resposta

lambedura em excesso
30 nov 2018
Comportamento:
Tutor(a): Andréa Trevisan, | O cachorro: Toddy
Compulsão: lambedura em excesso

“Toddy é um Yorkshire Terrier muito querido. Ele é companheiro e paciente com os meus filhos. Mas ele tem lambido/mordido as patas excessivamente, chegando a se machucar. Ele também “mordisca” o corpo todo. Já tentamos diversos tratamentos: pomadas, sprays, remédio orais e compramos ração especial para pele, as de primeira linha.  Gostaria de saber se existe alguma coisa que podemos fazer para melhorar esse hábito dele. Quando saímos de casa, deixamos petiscos escondidos pela casa, aqueles brinquedos que tem os compartimentos para colocar petiscos, ossinhos e brinquedos, mas nada parece melhorar. Precisamos de ajuda. Desde já, agradeço!”

Ver resposta

Possessividade
11 out 2018
Comportamento:
Tutor(a): Roseli Pinto, | O cachorro: Hércules
Cães possessivos: como lidar?

“Hércules aparentemente é manso. O problema dele é a possessão. Temos outra cadela, a Morgana, de oito meses, e ele não a deixa fazer nada. Se ela pega um brinquedo que está jogado no chão, ele avança nela para pegá-lo. Ele também acha que o espaço debaixo da mesa é só dele. Outro dia estávamos todos sentados à mesa e ele estava embaixo da mesma, quando Morgana entrou, ele mordeu o rosto dela (abaixo do olho), tirando sangue. Ele é assim, se eu pego a bolinha dele, ele avança, se ele quer comer a comida da Morgana, não a deixa comer e, se eu vou corrigi-lo e mandá-lo comer a dele, ele rosna para mim ficando em posição de ataque. Ele só obedece e sai de perto quando pego a vara e a bato no chão ou no portão. Às vezes, fico com medo dele.”

Por Amagoya Garcia, franqueada e adestradora da Cão Cidadão.

Ver resposta

adestrar um pet surdo
17 set 2018
Comportamento:
Tutor(a): Nelly e Lucas, | O cachorro: Maria
Ensinando um cão surdo

“Meu filho, Lucas, adotou um Bulldog Francês fêmea que tem dois meses e é surda. Por conta disso, ele não sabe como ensiná-la a fazer as necessidades no lugar certo. Ele já tem dois cães da mesma raça que fazem suas necessidades no jornal. Todos moram em apartamento. O que fazer? Desde já agradeço a ajuda.”

Por Samantha Melo, franqueada e adestradora da Cão Cidadão.

Ver resposta

Latidos excessivos
20 ago 2018
Comportamento:
Tutor(a): Ludmila Brisolla Mattedi, | O cachorro: Gaia
Enriquecimento ambiental durante a viagem

“Viajamos todos os fins de semana para Monte Verde, em Minas Gerais, e costumamos levar a nossa cachorra junto. Gaia sempre é a primeira a entrar no carro, fica desesperada para ir. Porém, assim que o carro entra em movimento ela começa a latir sem parar. São duas horas de viagem com a Gaia latindo. Temos a impressão de que ela late para os carros, mas também late para o nada. Já tentamos dar o medicamento Dramin, Passiflora, Anizen, esguicho de água no focinho, entre outros. Já ficamos bravos, sentamos atrás com ela, agradamos, mas nada até agora funcionou. No mais, ela é uma cachorra meiga, dócil e tranquila. Só no carro que se transforma. O que mais podemos fazer?”

Ver resposta

Destruição de objetos
13 jul 2018
Comportamento:
Tutor(a): Aline, | O cachorro: Belinha
Cães destruidores: como eliminar o problema?

“A Belinha veio para a minha casa de forma provisória, mas não tive coragem de mandá-la embora depois. No entanto, ela é muito arteira, puxa as minhas roupas do varal e rasga várias peças. A última arte que ela aprontou foi comer a tomada da minha máquina de lavar. Ela destrói tudo! Não sei mais o que fazer. Achei que depois de castrada ela melhoraria, mas foi inocência minha. Me ajuda!”

Ver resposta

Coprofagia
13 jun 2018
Comportamento:
Tutor(a): Thaís Jester, | O cachorro: Amora
Como lidar com a coprofagia?

“Olá! Tenho uma cachorrinha da raça Shih Tzu que se chama Amora. Já levei ela no veterinário e eles costumam dizer que o fato de ela comer as próprias fazes é normal, mas fazendo algumas pesquisas vejo que não é normal um cachorro ter esse comportamento.

Moramos somente eu e o meu marido, então Amora fica muito tempo dentro de casa comigo. Não são todas as vezes que ela come, mas gostaria de saber o que posso fazer para que ela pare com isso. Desde já agradeço.”

Ver resposta

Siga o Portal do Dog