Uma das dúvidas mais comuns dos tutores de primeira viagem e os mais experientes, é: será que cachorro pode comer pizza? Será que um pedacinho de pizza vai fazer mal para o cachorro?

E é justamente sobre isso que vamos falar no artigo de hoje. O Portal do Dog vai te ajudar a entender um pouco mais sobre por que você deveria repensar a ideia de oferecer pizza ao cachorro e como isso pode, sim, fazer muito mal a ele.

Continue lendo e saiba tudo sobre o tema.

Será que cachorro pode comer pizza?

cachorro pode comer pizza

Uma pizza – Foto: Freepik

Não, cachorro não pode comer pizza. Ou pelo menos, não deveria.

Afinal, a pizza é um dos alimentos mais calóricos da mesa dos humanos e, para os cães, estas calorias podem ser ainda mais prejudiciais. Além de fazer o cão engordar e potencialmente virar um cão obeso, o cão poderá sofrer diversos outros problemas relacionados ao organismo.

Por exemplo, se o seu cachorro for intolerante a lactose e comer uma pizza que, geralmente, vai ter queijo na composição, ele poderá passar muito mal.

No entanto, além do queijo, o cão poderá desenvolver outros tipos de complicações no organismo. Embora a pizza não seja tóxica, os alimentos podem desencadear reações.

Nós já escrevemos aqui no blog sobre alimentos proibidos para cachorros e, em alguns casos, estes alimentos estarão dentro da pizza – mesmo que de forma escondida. É o caso da cebola, do alho, pimentas e outros tipos de temperos e condimentos que, por sua vez, já são bem maléficos.

Por isso, a recomendação geral, sempre vai ser: não dê pizza para o seu cachorro. Ela pode fazer mal ao bichinho e não vale a pena “suprir” a vontade dele só por causa de um sabor diferenciado. É pra isso que existem os biscoitos caninos e petiscos esporádicos.

Não se deixe levar pela emoção. Nestes casos, aquela carinha “triste” do cachorro pode, sim, fazer a gente dar um pedaço de pizza ao dog. Mas isto não é recomendado!

Cachorro pode comer um pedacinho de pizza?

cachorro pode comer pizza

Fatia de pizza – Foto: Freepik

Ok, mas e só um pedacinho bem pequeno de pizza, só pra satisfazer a vontade do cão – faz mal?

Seja grade ou pequena, a pizza poderá, sim, fazer mal ao cão. A diferença é que um pedaço pequeno vai fazer menos mal do que um pedaço grande. No entanto, mal por mal, é melhor não dar nenhum pedaço.

Além dos malefícios relacionados ao organismo do cão, a pizza poderá trazer, também, malefícios relacionados ao comportamento do cão. Afinal, eles adoram comer algo diferente e com um sabor diferenciado.

E quando você cede e dá um pedaço de pizza a ele, as chances de ele condicionar este momento e ficar pedindo mais, são bem grandes.

E aí, o problema pode ser ainda maior.

Além de fazer mal para o organismo, a pizza começa a fazer mal para o comportamento do cão. Se ele ganhar uma vez, ficará pedindo pizza toda vez que você comer uma.

O cão ficará no pé da mesa, ficará chamando o tutor e ficará “chorando” para ganhar uma fatia ou um pedacinho. E isto, claro, é bem maléfico para a relação entre tutor e dog.

Por isso, evite dar pizza ao cão. Mesmo que apenas um pedacinho, a pizza pode fazer muito mal a ele. Inclusive, vamos entender um pouco mais quais são os malefícios físicos no organismo do animal. Continue lendo.

O que acontece se o cachorro comer pizza?

cachorro pode comer pizza

Comendo pizza – Foto: Freepik

Além de ficar feliz e satisfeito, o cão poderá sofrer vários problemas ao ingerir uma fatia ou um pedacinho de pizza. Ou seja, sempre que você se perguntar se cachorro pode comer pizza, lembre-se que ele é um animal e bons cheiros sempre vão atrair a atenção dele. E nem por isso o tutor deve ceder.

A alimentação natural e balanceada serve tanto para que o cão tenha saúde, quanto para satisfazê-lo. Por isso, oferecer a nossa comida aos cães não é nada recomendado – principalmente aquelas mais gordurosas e cheias de condimentos, como as pizzas.

Veja o que acontece depois que o cão come um pedaço de pizza:

  • Vômitos;
  • Diarréia;
  • Apatia;
  • Problema nos rins;
  • Pancreatite;
  • Gastroenterite;

Vamos entender um pouco mais sobre cada uma das reações para que você possa identificá-las no seu cão que eventualmente tenha comido (mesmo que escondido) um pedacinho de pizza. Acompanhe.

família comendo pizza

Comendo pizza – Foto: Freepik

Vômitos

Os vômitos são muito comuns e geralmente vão ser a reação número um de todos os cães. Afinal, o vômito é uma maneira de fazer com que o cão coloque pra fora aquilo que está fazendo mal. Então, não estranhe se o seu cão vomitar depois de abocanhar uma pizza cheia de queijo e cebola. Afinal, estes ingredientes fazem mal a ele.

Diarréia

Outra reação bastante comum nos cães que comem pizza, é a diarréia. Ela vai demorar um pouco mais, mas poderá acontecer ainda no mesmo dia. Afinal, a pizza é cheia de gorduras e óleos que fazem o intestino do animal apresentar sérios problemas para formação das fezes. E assim, o corpo “se livra” mais rapidamente dos ingredientes que estão fazendo mal.

Apatia

Se você está desconfiando que seu cão comeu um pedaço de pizza, mesmo que pequeno, observe para ver se ele está apático. Esta reação é muito comum, pois simboliza algum mal estar ou até mesmo uma forte dor de barriga. Observe se o cão está deitado por muito tempo, com a cabeça abaixada, sem ânimo, etc. Isto pode acontecer, inclusive, depois de ter diarréia ou vomitar.

Problema nos rins, pancreatite e gastrointerite

Problemas mais graves no organismo do cão também podem acontecer depois que ele comer pizza. Infelizmente, o cão pode sofrer com problemas nos rins, e isto vai acabar afetando todo o organismo, pois os rins são fundamentais para o correto funcionamento das funções do doguinho.

Além disso, o cão pode ter uma severa pancreatite e gastrointerite. Portanto, sempre que você se perguntar se cachorro pode comer pizza, saiba que ele poderá passar muito mal por conta disso.

Cuide do seu dog!