O que o cachorro pode e não pode comer? Existem comidas humanas que podem ser oferecidas tranquilamente para os animais. Outras de maneira nenhuma. Assim sendo, se você quer entender o que o cachorro pode ou não comer, continue a leitura deste artigo. Temos certeza que você sairá daqui com ótimas ideias de comidas para dar e não dar ao seu cão. 

Acompanhe!

O que o cachorro pode e não pode comer

Oferecendo comida diferente ao cão – Foto: Freepik

O que o cachorro pode comer?

Os cães são verdadeiros comilões. Disso, não há dúvidas. Basta você pegar algo para comer, que lá estão eles com os olhinhos vidrados e salivando para o que você pegou. Independente do que for! Apesar da ração sem corante ser um alimento saudável e recomendado para os pets, existem alimentos naturais que também ajudam no organismo e estética do cachorro.

Diante disso, para não deixar seu amigo peludo na vontade de saborear uma comida natural, separamos alguns alimentos que o cachorro pode comer sem problemas. Veja abaixo.

Banana

A banana possui grande fonte de potássio, vitamina B6 e Magnésio. Além de fibras e antioxidantes que colaboram com a dieta do animal. No entanto, ela deve ser oferecida em poucas quantidades. Afinal, contém frutose e outros açúcares que podem causar diabetes canina.

Goiaba

A goiaba é um alimento que você pode dar ao cachorro. Ela pode ser consumida com casca e com as sementes. É uma ótima maneira de ajudar a combater a diarreia.

Kiwi

O kiwi é um fruto que auxilia na digestão dos alimentos, inclusive é rico em vitamina C. Não que o cachorro precise ingerir este nutriente, mas essa pode ser uma opção bem saborosa.

O que o cachorro pode e não pode comer

Cão em meio a alimentos diferentes – Foto: Freepik

Maçã

Você pode oferecer maça para cachorro, mas sempre retire o talo e a cascas. Ofereça em pequenas quantidades. Assim, você previne as doenças que o alto teor de açúcar da maçã pode causar.

Manga

A manga é uma fruta docinha e muito saborosa. Você pode dar para o cachorro sem problemas. É só descascar e retirar a semente.

Melancia

Uma ótima sugestão para os dias quentes é a melancia para o cachorro. Ela ajuda a refrescar e também hidratar o seu pet.

Morango

Com benefícios para o sistema imunológico e ação antiinflamatória, o morango pode ser dado ao seu cãozinho. Sirva em pequenas quantidades, como aperitivo.

Tomates

Os tomates também podem ser servidos para os cães, desde de que estejam maduros e sem sementes ou folhas. Uma dica é optar pelo tomatinho cereja. Principalmente se forem cultivados na horta de casa, visto que será livre de agrotóxicos.

Abóbora

A abóbora para cachorro deve ser preparada, cozida e sem nenhum tempero (como sal). Aliás, ao servir, prefira cortar em pedaços. A abóbora é rica em fibras e nutrientes, ajudando a regular e controlar problemas no intestino canino. Além  disso, ajuda a prevenir o câncer.

Beterraba

As beterrabas têm vitaminas dos complexos A, B e C que contribuem para a imunidade do seu cãozinho. Mas para os cães diabéticos ela não é a melhor opção. Para preparar para seu pet, cozinhe a beterraba em pedaços sem adição de temperos. Ofereça como petisco, pois o legume contém grandes quantidades de açúcar.

Brócolis

O brócolis é um dos vegetais preferidos pelos cachorros. Traz muitos benefícios através de nutrientes que se inserem na dieta canina. Além disso, ajuda no controle arterial do seu cachorro com sobrepeso ou idoso. Sirva sempre cozido e como aperitivo entre a ração.

O que o cachorro pode e não pode comer

Tigela cheia de ração – Foto: Freepik

Batata Doce

A batata doce é um alimento que age como antiinflamatório para os cães. Possui manganês, que ajuda na saúde das articulações do seu amiguinho.

Cenoura

A cenoura age como antioxidante no organismo dos cães, além de contribuir para a saúde da pele, visão e atuante contra os radicais livres com a função da vitamina A. Para limpar os dentes e estimular a mastigação saudável do dog, ofereça a cenoura crua. Mas retire toda a casca, ok?

Veja também: Cenoura para cachorro: fatos que valem a pena conhecer

Chuchu

Rico em nutrientes e fibras, o chuchu é liberado para os cachorros. Mas, desde que seja cozido sem casca e nenhuma adição de tempero. Ele serve para ajudar na sensação de saciedade do animal, sendo indicado para cachorros com dietas restritivas.

Couve Flor

A couve flor também ajuda os cães que estão acima do peso. Contém fibras que funcionam como uma espécie de alimento que causa saciedade no animal. O que é ótimo para que um cão obeso se sinta satisfeito.

Manteiga de Amendoim

A manteiga de amendoim é um dos alimentos que o seu cão pode comer, desde que seja em menor quantidade e de marcas mais naturais. Não pode ter adição de açúcares ou adoçantes, como o xilitol.

O que o cachorro não pode comer?

Depois de conhecer as comidas que o cachorro pode comer, é hora de saber quais são as proibidas. Ou seja, aquelas que fazem mal ao organismo animal. Veja abaixo.

Doces

Na lista dos queridinhos entre os humanos e proibidos para os cachorros, estão os chocolates, bolos, bolachas e outros doces.

Frutas que seu cão não pode comer

Algumas frutas como uva, abacate, carambola, maracujá e açaí você não deve dar de jeito nenhum para o cachorro comer. Outras que trouxemos acima, podem ser consumidas pelo seu amigo de quatro patas, desde que sejam em poucas quantidades.

Já as nozes e amêndoas devem ser evitadas, pois o estômago do seu cachorro não está preparado para digerir este alimento.

Veja aqui: Frutas que o cachorro pode comer sem riscos – E as proibidas!

mesa com comida de cão

Tipos de comida para cachorro – Foto: Freepik

Café e temperos caseiros

O delicioso café de todas as manhãs e temperos como alho, cebola e cebolinha verde da maioria das comidas salgadas, também devem ser evitadas. Esses tradicionais temperos são bem tóxicos para os animais, e podem danificar a parede estomacal canina.

Alimentos gordurosos e industriais

Os alimentos gordurosos e congelados, podem causar mal estar ao cão, levando a vômitos, diarreia e inflamações no pâncreas. A cervejinha de domingo, também está proibida para os cachorros. Ao invés disso, ofereça uma cerveja para cachorro especialmente desenvolvida para ele.

Ao falar em alimentação canina saudável, as rações são as mais indicadas, sempre. Afinal, elas possuem todos os nutrientes que os cães precisa. Mas, caso você queira oferecer uma alimentação mais “humanizada” ao seu dog, opte pelas frutas e legumes orgânicos. São os mais indicados para petiscos, sendo livres de agrotóxicos e devem ser oferecidos ocasionalmente.

Existem muitos alimentos bons que seu cachorro pode comer. Por isso, invista neles na hora de saborear um momento ao lado do seu cão. E sim: Evite alguns alimentos que o seu cachorro não pode comer. Dessa forma, você cuida da saúde dele e previne doenças causadas pela comida humana.

Nunca deixe de consultar um profissional de nutrição canina para elaborar uma dieta balanceada e dedicada ao seu melhor amigo. Afinal, cada cão é único. E esta é a melhor forma de interpretar e entender as necessidades e vontades do seu cachorro, de uma maneira racional e controlada.

Cuidar da alimentação do seu cachorro é também uma maneira de alongar a vida dele, com mais qualidade e saúde.