Neste artigo, você vai entender quantas vezes por dia o cachorro pode comer. Afinal, como você sabe, os cães também precisam ter um equilíbrio na alimentação, bem como nós, humanos. No entanto, isso nem sempre é fácil de ser assimilado ou colocado em prática, principalmente quando não há um esclarecimento adequado sobre o assunto.

Antes de mais nada, é importante entender que não existe uma receita ou uma quantidade exata de quantas vezes por dia o cachorro pode comer. Afinal, isso vai sempre estar relacionado a vários fatores da vida do animal. Por isso, cuidado com as “receitas prontas”, ok?

Com isso em mente, podemos prosseguir. Portanto, continue lendo e saiba quantas vezes por dia o cachorro pode comer, considerando a raça, tamanho, estilo de vida, condições e mais.

Quantas vezes por dia o cachorro pode comer?

Quantas vezes por dia o cachorro pode comer

Cão com sua tigela de ração – Foto: Freepik

Saber quantas vezes por dia o cachorro pode comer é essencial para saber como dar uma melhor qualidade de vida a ele. Afinal de contas, é imprescindível considerar uma alimentação balanceada para que o animal não sofra posteriormente com doenças e outros problemas relacionados a saúde.

Porém, é preciso entender que não há uma resposta pronta para entender quantas vezes por dia o cachorro pode comer. Isso dependerá de inúmeros outros fatores que estão relacionados com a vida do animal, como: porte, raça, saúde, etc. A melhor pessoa para indicar uma sequência de refeições saudáveis para o seu pet, é o veterinário.

Portanto, a nossa primeira dica, é: leve o seu pet ao veterinário para que o profissional possa avaliá-lo. Com uma análise precisa, individual e detalhada, será possível precisar quantas vezes por dia o dog pode e deve comer. Alguns podem comer até cinco vezes por dia de modo fracionado, outros podem comer duas vezes por dia com refeições integrais, e por aí vai.

Ou seja, tudo depende de como está a condição atual de vida e saúde do cão. E além disso, a fase da vida do animal é também considerada. Veja alguns exemplos abaixo.

Cachorros filhotes

Os cachorro filhotes tendem a ter muita energia pra gastar e, portanto, eles tendem a precisar de mais comida. No entanto, o “mais”, nesse caso, deve ser observado com relação as calorias. Afinal, quantidade não necessariamente é qualidade quando o assunto é alimentação. Lembre-se disso.

Se você tem um cachorro filhote, saiba que ele vai precisar de muito amparo no sentido da alimentação. Rações com energia, ajudam na fase de crescimento e fazem com que o cão não tenha nenhuma defasagem nutricional. Nessa idade, eles precisam repor a energia de maneira constante, pois estão gastando de maneira constante.

Quantas vezes por dia o cachorro pode comer

Cachorro comendo – Foto: Freepik

Cachorros adultos

Já os cães adultos, por sua vez, são muito mais equilibrados no sentido de alimentação. Eles não precisam ingerir uma alimentação absolutamente calórica, pois já estão em uma fase em que o gasto de energia é mais controlado. No entanto, ainda assim, é preciso considerar uma alimentação rica em nutrientes para oferecer subsídios aos passeios e brincadeiras em casa.

Além da fase adulta, é importante considerar também se o cão é castrado ou não. Cachorros castrados podem e devem comer menos calorias, pois a tendência de eles se tornarem obesos é maior. Por isso, a atenção do tutor com relação a alimentação deve ser redobrada. Não queira ter um cão obeso só porque é “fofo”. Fofo, até é. Porém, isso traz muitos problemas de saúde para o pet.

Veja quais são as raças com maior tendência de ficarem obesas.

Cachorros idosos

Os cães idosos, tendencialmente, precisam de mais nutrientes no dia a dia. Porém, isso não pode se confundido com acréscimos na alimentação. Ou seja, não pode ser compensado somente pela quantidade maior de ração. Mas sim, deve ser compensado com uma ração exclusiva para cães idosos. E se eles forem castrados, isso também precisa ser considerado.

Existem rações no mercado que são específicas para cães idosos. Afinal, os cães idosos podem ter algum tipo de defasagem nutricional que deve ser controlada com a ração. Rações com baixos níveis de nutrientes podem deixar o cão doente. E rações com altos teores calóricos, como as rações para cães filhotes, podem deixar os cães idosos obesos.

Portanto, para saber quantas vezes por dia o cachorro pode comer, você deve considerar, sempre, a fase da vida dele, a necessidade calórica de acordo com exame veterinário e a saúde do cão em si. Nunca escolha as quantidades na base do “achismo”, ok?

O que considerar na hora de dar comida para o cachorro

Além da idade e fase da vida do cachorro, você pode e deve considerar vários outros fatores na hora de entender quantas vezes por dia o cachorro pode comer. Afinal, como tudo está relacionado com a raça e condições de vida do cãozinho, não há uma receita pronta que te diga exatamente quantas vezes o cão deve ou não comer por dia.

Alguns critérios muito importantes a serem observados nesse processo, são esses aqui:

  • Hora do dia.
  • Porções inteiras ou fracionadas.
  • Idade do cachorro.
  • Problemas de saúde identificados.
  • A raça do cachorro.
  • Petiscos e alimentação convencional.

A seguir, entenderemos mais sobre cada um desses critérios para que você possa oferecer uma alimentação saudável e adequada para o seu cãozinho.

Quantas vezes por dia o cachorro pode comer

Cachorro roendo osso – Foto: Freepik

Hora do dia

Antes de mais nada, precisamos entender a hora do dia como um fator primordial na hora de alimentar o dog. Assim como nós, humanos, os cães também devem ter uma rotina adequada de alimentação. Nós temos o café da manhã, o almoço e o jantar como as três principais refeições do dia. E os cães, também devem ter horários com as principais refeições do dia.

De manhã e de noite são os dois horários mais comuns para dar alimento ao cachorro. A maioria dos tutores consideram esse como o “horário nobre” da alimentação canina. E geralmente, é bem por aí mesmo, desde que as quantidades estejam de acordo com a raça, porte e saúde.

No entanto, isso não significa que você não possa oferecer a ração em horários diferentes. Entenda abaixo.

Porções inteiras ou fracionadas

O cão pode comer apenas duas vezes por dia, conforme mencionamos anteriormente, ou ele pode comer mais vezes por dia. A quantidade de vezes que ele come, não é problema. O problema está na quantidade de comida que ele ingere. Portanto, se o seu cão vai ter uma dieta fracionada, é importante que ela seja adequada para o porte, raça, idade e condições de saúde.

Por exemplo, você pode tanto alimentá-lo de manhã e de noite, como pode alimentá-lo de três em três horas. Porém, as quantidades de comida no fim do dia, devem ser as mesmas. A alimentação fracionada está relacionada com algum tipo de indisposição ou dificuldade digestiva do pet. Geralmente esse tipo de alimentação é usada em cães em processo de recuperação.

Além disso, a alimentação fracionada também é ótima para cães que estão em processo de mudança de hábitos alimentares. Afinal, se você tem um cão obeso, simplesmente “cortar” a alimentação não é adequado. No entanto, oferecer comida com a mesma frequência, só que em porções menores, pode ser uma boa ideia.

Quantas vezes por dia o cachorro pode comer – Idade do cachorro

A idade do cachorro importa muito na hora de estabelecer uma rotina adequada de alimentação. Conforme entendemos anteriormente, a quantidade de ração que você oferece a ele, está totalmente condicionada a fase de vida do animal. Cães filhotes, precisam de mais energia. Cães adultos, de menos energia. E cães idosos e castrados, precisam de menos calorias ainda.

Com base nisso, você deverá estabelecer quantas vezes por dia o cachorro deve comer. Considere sempre uma ida ao veterinário para conseguir ter um melhor parâmetro sobre isso. Afinal, conforme mencionamos anteriormente, definir a dieta com base em “achismo”, é bastante problemático.

Leia mais sobre Tipos de Dietas para Cachorros.

cão comendo

Cachorro comendo ração – Foto: Freepik

Problemas de saúde identificados

Outro fator que está diretamente relacionado com a quantidade de ração que um cachorro pode comer, é a saúde. Quando o cachorro tem problemas de saúde identificados, ele deve receber uma atenção especial na sua alimentação. Afinal, é na alimentação que estão todos os nutrientes que o cão vai absorver para lidar com seu problema de saúde.

E isso, mais uma vez, nos indica uma coisa importante: o veterinário é indispensável no processo!

Quantas vezes por dia o cachorro pode comer – A raça do cachorro

Algumas raças de cachorro comem mais. Outras raças de cachorro comem menos. Por isso, antes mesmo de você adotar um cachorro, é fundamental que você entenda tudo e mais um pouco sobre a raça em questão. Consulte o nosso guia de raças para saber mais sobre a raça que você quer adotar e tenha todas as informações que você precisa sobre o pet.

Petiscos e alimentação convencional

Os petiscos muitas vezes passam despercebidos na alimentação do pet. Ou seja, muitas vezes, consideramos apenas a alimentação regular, aquela com ração, como sendo a alimentação do cachorro. Porém, não é bem por aí. Caso você ofereça petiscos ao pet, mesmo aqueles para adestramento, é fundamental considerar isso na hora de elaborar uma dieta balanceada para ele.

Se o pet comer dois, três ou quatro petiscos durante um período de treinamentos, ele já estará com a barriga cheia. Por isso, você precisará criar uma dieta equilibrada e em horários igualmente bem distribuídos. Lembre-se disso.

Rotina de alimentação do cachorro

Já entendemos que o cachorro pode comer várias vezes por dia, desde que com uma dieta equilibrada. No entanto, há aqueles que vão comer apenas duas vezes por dia, e também está tudo certo.

O mais importante disso tudo, é o equilíbrio e a rotina. A rotina, muitas vezes, é responsável direta pela absorção dos nutrientes de uma alimentação ou não. Veja algumas questões relacionadas a rotina de alimentação do cachorro:

  • Evite situações aleatórias.
  • Não deixe o cachorro comer o quanto ele quiser.
  • Cuidado com a alimentação antes de sair com o dog.
  • Busque informações com o veterinário.

A seguir, entenda mais sobre cada um dos tópicos anteriores.

cão comendo

Cachorro roendo osso – Foto: Freepik

Quantas vezes por dia o cachorro pode comer – Evite situações aleatórias

As situações aleatórias são as maiores vilãs de toda alimentação errada e desequilibrada. Quanto mais aleatória for a alimentação do seu dog, mais problemas ele poderá ter, pois menos controle sobre a saúde dele você terá.

Por exemplo, se você oferece uma tigela grande de ração de manhã e no outro dia de manhã o cão ganha apenas alguns petiscos, isso é uma situação aleatória.

Cães não gostam de aleatoriedade. Eles gostam de ambientes controlados. Eles precisam saber “o que vai acontecer depois”. E com a alimentação, o mesmo acontece. Por isso, considere sempre criar uma rotina saudável para o seu dog.

Não deixe o cachorro comer o quanto ele quiser

Controle. Essa é uma palavra-chave importantíssima na hora de definir quantas vezes por dia o cachorro pode comer. Quanto mais controlada for a alimentação do pet, menos tendência a doenças ele vai ter. Porém, claro, o controle precisa ser saudável e adequado a raça, fase da vida e afins.

Nunca deixe o cachorro comer a vontade. Isso até pode trazer uma sensação positiva de cuidado e carinho com o animal. Porém, pode trazer muitos problemas de saúde a ele no médio e longo prazo. Lembre-se disso.

Cuidado com a alimentação antes de sair com o dog

Alguns cachorros sofrem de torção gástrica. Esse é um tipo de problema que ocorre no intestino do animal quando ele acabou de comer e já sai para fazer um exercício. Portanto, considere criar uma rotina saudável para o seu dog, caso ele tenha esse tipo de problema.

Nunca saia para passeios e exercícios pesados com o dog logo após ele ter se alimentado.

Busque informações com o veterinário

E por fim, a dica mais importante de todo esse artigo: procure sempre ajuda veterinária para todos os processos de rotina e alimentação do seu pet. O veterinário poderá indicar as melhores dietas de acordo com a raça, idade e potenciais problemas de saúde do cão.

Cuide sempre muito bem do seu dog!