Entender se o beagle é bravo ou não, faz parte das análises que todo tutor deve fazer antes de adotar um cachorro. Independente da raça, entender mais sobre o temperamento e comportamento do animal, é importante para saber como você vai lidar com a adoção a partir do momento que o cão chega na sua casa.

Porém, antes de mais nada, é preciso deixar claro que todos os comportamentos de um cão, provém dos estímulos do tutor. A “popularidade” sobre determinados comportamentos, não pode ser levada em consideração. A exemplo do Pitbull, não há como simplesmente afirmar que Pitbull é bravo. Afinal, eles podem ser extremamente dóceis quando o tutor cuida direitinho do pet.

Com isso em mente, continue lendo e entenda mais sobre o comportamento do beagle. Afinal, o beagle é bravo ou não?

Beagle é bravo?

beagle é bravo

Tutora com seu beagle – Foto: Freepik

Não, o beagle não é bravo. Essa é a resposta mais rápida e objetiva sobre o temperamento do beagle. Porém, isso não é definitivo. Afinal, o beagle é bravo somente quando convém a ele ser. Ou seja, em situações de desequilíbrio emocional, ambiente com estímulos negativos, pouco ou nenhum adestramento, e por aí vai.

O beagle é bravo quando ele sente que precisa ser. Afinal, os cães têm instintos e, muitas vezes, é o instinto de defesa e proteção que vai falar mais alto na hora de reagir. As reações do beagle, quando encurralado, com medo ou ansioso, podem ser agressivas. Porém, é assim com qualquer cão: todas as raças possuem instintos de sobrevivência e defesa.

Se você quer adotar um beagle, não se preocupe. Ele é um cachorro extremamente dócil, companheiro e tem muita energia para gastar.

Porém, devido ao seu nível de inteligência não estar nas primeiras posições, ele pode ser bem teimoso. Essa teimosia pode ser confundida com braveza e, assim, alguns tutores podem achar que o beagle é bravo, quando na verdade ele não respeita os comandos por ser teimoso.

Então, se você está em dúvida entre adotar ou não um beagle quanto ao temperamento dele, não se preocupe: ele não é bravo. Porém, alguns cuidados específicos precisam ser considerados. Entenderemos quais são eles ainda neste texto. Portanto, continue lendo.

Beagle é bravo – O temperamento do beagle

O beagle é um cão extremamente divertido, alegre, brincalhão e, pelo seu porte, tem uma energia gigantesca para gastar todos os dias. Ou seja, ele é um cão para quem realmente consegue se divertir e dar atenção ao pet, de maneira ativa e constante.

Além disso, o temperamento do beagle faz ele ser um cão muito teimoso em alguns casos e, portanto, é preciso que haja uma adequação do ambiente e dos comportamentos do animal ainda em seus primeiros meses de vida.

Devido a sua teimosia e excesso de latidos, muitos tutores consideram o beagle como um cão bravo. Porém, não é bem por aí. Só porque o cão está latindo para um estranho ou para um outro animal na rua, não significa que ele é bravo. Mas pode significar, sim, que ele é extremamente desequilibrado e ansioso.

Entenderemos mais sobre isso, ainda neste texto. Mas antes, veja uma lista situações que podem resumir o comportamento do beagle:

  • O beagle é extremamente divertido.
  • Um cão que gosta de farejar.
  • Ele pode latir muito em algumas situações.
  • O beagle tem a tendência de comer bastante.
  • Ele não é um dos cães mais inteligentes do mundo.

A seguir, entenda em detalhes cada um desses itens da lista e veja como isso influencia diretamente no comportamento do dia a dia do seu pet.

beagle é bravo

Beagle no parque – Foto: Freepik

O beagle é extremamente divertido

Antes de mais nada, devemos considerar a alegria e diversão do beagle: ele é um cachorro extremamente brincalhão e que adora estar por perto de uma aventura ou brincadeira.

Ou seja, se você deseja adotar um beagle, já sabe que esse tipo de comportamento é comum e que, por isso, o seu pet vai precisar de muita atenção e dedicação sua todos os dias. Eles adoram brincar com os tutores.

Não é raro ver o beagle correndo pelo quintal o dia inteiro. E se você mora em apartamento, não é raro ver o dog correndo no corredor pra lá e pra cá sem parar. Eles são assim. Eles têm muita energia para gastar e, devido ao porte médio, eles se encaixam perfeitamente em qualquer ambiente.

Se o seu sonho é ter um cachorro brincalhão, deve considerar fortemente ter um beagle. Ele é realmente muito animado e consegue fazer todos no ambiente darem boas risadas por muito tempo.

Beagle é bravo – Um cão que gosta de farejar

Outra característica marcante de um beagle, é o fato de ele ser um farejador nato. Ou seja, é um cachorro que consegue facilmente passar boas horas do dia farejando o quintal ou o ambiente em que ele está. Suas células olfativas conseguem fazê-lo perceber o ambiente de maneira muito peculiar e detalhista. E isso, claro, ajuda ele a gastar muita energia física e mental.

Portanto, se você deseja adotar um beagle, saiba que ele é um cão que vai precisar de muitos estímulos olfativos. Você precisa prover a ele uma série de benefícios relacionados ao olfato. Levá-lo para passear é fundamental, pois isso fará com que ele tenha um gasto de energia muito grande só por conta do faro apurado.

Aqui no site, temos um artigo falando mais sobre a importância do estímulo olfativo para os cães, veja: Como estimular o faro do cachorro?

Considere, sempre, oferecer um ambiente repleto de curiosidades para o seu beagle. Porém, claro, com toda a segurança que ele precisa para que o ambiente seja propício para o gasto de energia.

beagle é bravo

Beagle sentado – Foto: Freepik

Ele pode latir muito em algumas situações

Essa é uma das características mais comuns e visíveis em um beagle: ele pode latir muito. Inclusive, esse tom de comportamento, faz com que algumas pessoas acreditem que o beagle é bravo. Afinal, muitas vezes os latidos tendem a demonstrar um cão bravo. Porém, não é bem por aí. Pelo menos, não com o beagle.

É claro que os latidos até podem simbolizar uma situação de ansiedade e isso pode refletir em agressividade. Porém, isso é a excessão. A regra, é: o beagle vai latir por tudo que achar diferente e estranho dentro e fora de casa. Eles são cães que podem vocalizar muito e o tempo todo – principalmente se não forem muito bem treinados.

Portanto, se a sua primeira impressão com um beagle foi de uma situação assim, saiba que é normal. O beagle late muito. Mas nem sempre, isso significa que ele está bravo ou vai agir com agressividade. O que ele quer, é chamar a atenção dos tutores para a situação estranha que está acontecendo naquele momento.

O beagle tem a tendência de comer bastante

Outro fator que está relacionado com a rotina e dia a dia do beagle, é o fato de que ele gosta de comer muito. Sim, o beagle é um cão comilão e que, se o tutor não intervir, ele pode facilmente devorar tigelas e mais tigelas de ração, uma atrás da outra. Consequentemente, o beagle poderá se tornar obeso em poucos meses. Inclusive, obesidade canina é uma tendência desses amáveis cãezinhos.

É claro que, visualmente, o beagle fica muito fofo sendo gordinho. Porém, é preciso tomar muito cuidado com isso. Quem vai adotar um beagle, não pode cair na tentação de deixá-lo bem gordinho. Agir de maneira emocional quanto isso, vai fazer o cão ter um montão de problemas que tirarão a qualidade de vida dele.

Um beagle gordinho pode ter problemas ósseos, além de doenças como a diabetes canina. Por isso, é fundamental que você, tutor ou futuro tutor, cuide bem da alimentação dele, ok?

cão sentado

Beagle sentado – Foto: Freepik

Ele não é um dos cães mais inteligentes do mundo

E por fim, algo que muitas vezes faz um beagle parecer bravo, é o fato de que ele não é um dos cães mais inteligentes do mundo. No ranking, ele fica bastante pra trás com relação a várias outras raças. E por isso, pode ser um pouco mais difícil de adestrá-lo e ensinar comandos básicos que garantem um melhor comportamento.

Porém, ainda assim, o beagle é super inteligente para várias situações. Ele pode, sim, ser adestrado com reforço positivo e é isso que você precisa providenciar, ainda quando o cão é filhote.

A sua “falta” de inteligência, não reflete no fato de ele aprender ou não. Mas sim, no fato de que ele é menos concentrado para aprender. Ele é agitado e muito teimoso. Por isso, o adestramento apenas vai demorar um pouco mais – porém, ainda assim, o beagle pode ser adestrado. Paciência, cuidado e amor são fundamentais.

Beagle é bravo com crianças e outros animais?

O beagle é bravo em situações que ele se sente em risco. Ou seja, situações que o deixem estressado, ansioso e por vezes até acuado. Porém, nesses casos, todos os cães, de todas as raças, tendem a reagir de maneira mais agressiva e até com braveza. E o beagle, claro, não é diferente.

Por isso, em situações com crianças, o beagle pode reagir de maneira inesperada. Principalmente quando as crianças apertam ou cercam o bichinho. Por isso, é muito importante que haja conscientização das crianças, para que elas não apertem ou encurralem o beagle. Afinal, assim como qualquer outro cão, ele poderá reagir.

No entanto, de maneira geral, o beagle é super carinhoso e dócil com crianças. Em um primeiro momento, ele pode latir bastante – principalmente se a criança for visita. Mas depois, eles vão se entender.

E quanto a outros animais, o beagle também pode apresentar sinais de desconforto. Principalmente se o cão não receber nenhum tipo de adestramento e socialização na fase de filhote. Se o beagle não for socializado com outros cães, ele pode reagir com bastante ansiedade e estresse em contato com outros animais.

cão sentado

Beagle com a língua de fora – Foto: Freepik

Como fazer um beagle crescer saudável

Até aqui, entendemos vários pontos relacionados ao dia a dia e comportamento de um beagle. Você já sabe como o beagle reage em várias situações e já sabe, também, que ele não é bravo. Porém, para que o dia a dia dele seja definitivamente saudável, você precisa intervir de maneira inteligente, com alguns passos:

  • Adestramento e socialização são fundamentais.
  • Ele precisa de espaço para brincar – mas é ótimo para apartamentos.
  • Você precisa de paciência para a teimosia do beagle.

Entenda, a seguir, todos esses passos para deixar o seu beagle mais confortável e tranquilo no ambiente.

Adestramento e socialização são fundamentais

Assim como outros cães, o beagle exige um cuidado extra no que diz respeito a socialização e adestramento.

Afinal, ele é um cão que precisa de muito cuidado com relação a isso, visto que ele pode ser um cão ansioso caso não seja treinado. O beagle adora latir, farejar e se aventurar por aí. E justamente por isso, ele precisa ser bem adestrado ainda na fase de filhote. Apresentar o beagle a outros cães, pessoas e crianças, vai ajudá-lo a crescer de forma mais equilibrada.

Ele precisa de espaço para brincar – mas é ótimo para apartamentos

Ainda que é um cão adequado para apartamentos, o beagle precisa de espaço. Ele precisa correr, brincar e precisa de muito estímulo olfativo, visto que ele adora farejar as coisas por aí. Espaços para se aventurar e correr, fazem com que o seu beagle possa crescer de maneira muito mais tranquila e saudável.

Você precisa de paciência para a teimosia do beagle

E por fim, você precisa de muita paciência para lidar com seu beagle. Ele não é um cão agressivo. Porém, ele pode ser um cão bem teimoso para entender determinados comandos básicos. Ensine seu beagle de maneira calma e com paciência. Não brigue e nunca haja com violência.

Para que você crie um beagle de maneira adequada e saudável do ponto de vista físico e mental, conte com um adestrador profissional que possa organizar os treinos com seu dog.

Cuide bem do seu beagle!