Dois cachorros brigando pode ser algo bastante prejudicial para os dogs e também para o tutor. Afinal, essa é uma situação que pode facilmente sair do controle e, assim, trazer ferimentos graves para os dois animais e para o tutor que eventualmente “se meter” na briga.

Porém, o que fazer? É possível separar dois cachorros brigando? E se sim, como fazer isso da forma certa e sem interferir de maneira abrupta na situação?

É o que vamos entender neste artigo. Portanto, continue lendo e entenda tudo sobre o assunto. Assim, se você tiver dois cachorros brigando, saberá o que fazer para ajudá-los.

Vamos lá.

Cachorros brigando entre si – Por que eles se estranham?

cachorros brigando

Dois cachorros brigando – Foto: Freepik

Dois cachorros brigando, ou se estranhando, é algo pesado de ver. A briga pode ser realmente muito feia e as consequências disso, claro, são terríveis. Mas, além dos problemas físicos que a briga pode trazer, tipo mordidas e sangramentos, problemas mentais também estão muito presentes.

Depois de uma briga entre dois cachorros, os animais podem passar a se estranhar pra sempre. E isso, claro, é algo que você não quer, uma vez que a vivência em harmonia entre dois cachorros é muito importante.

Então, antes mesmo de interferir na briga ou tentar separar os dois, é importante entender o motivo das brigas. E eles podem ser os mais diferentes possíveis. Porém, todos estão relacionados com o instinto canino.

Veja alguns motivos que fazem dois cachorros se estranhar:

  • Disputa de território;
  • Defesa de alimentos ou brinquedos;
  • Disputa por fêmeas;
  • Atrair a atenção de seus tutores;
  • Disputa pela caminha ou tapete de descanso;

Essas situações podem acontecer tanto com dois cachorros que são amigos e moram juntos, quanto com dois cachorros que se conheceram há pouco tempo no parque. Basta um olhar atravessado ou um passo a mais na direção errada, e pronto: o instinto aflora e a briga começa.

Veja detalhes de cada situação acima.

Disputa de território

Um dos motivos mais comuns pelos quais dois cachorros podem começar a brigar “do nada”, é pela disputa de território. Afinal, o território é algo realmente importante para os cães. Tanto é que, quando não castrados, eles marcam território por qualquer lugar que eles passam. Isso faz parte do senso de defesa deles.

Por isso, quando eles notam que um outro cachorro intruso está pelo pedaço, uma briga pode começar sem mais nem menos. Pra gente, aquilo talvez não faça o menor sentido. Mas pra eles, faz todo sentido.

Inclusive, a disputa de território pode acontecer até mesmo dentro de casa. Se você tem dois cachorros que não foram apresentados corretamente, eles podem travar grandes batalhas para decidir quem vai ficar com a sala e quem vai ficar com a cozinha.

É claro que tudo isso pode ser evitado. Mas pra isso, você precisa criar processos adequados de apresentação e, desta forma, acostumar dois cães juntos.

cachorros brigando

Cães juntos – Foto: Freepik

Defesa de alimentos ou brinquedos

Outro fator muito comum que faz dois cachorros brigarem, é a defesa de alimentos ou de brinquedos. Isso também está totalmente dentro dos instintos caninos, visto que faz parte da sobrevivência e, portanto, eles vão fazer de tudo para manter isso o mais seguro possível.

Não é incomum ver dois cachorros brigando após um ir até a tigela de ração do outro. E também, não é incomum ver uma forte agressividade quando um está brincando com um brinquedo e vem o outro para querer brincar junto. Essas situações podem facilmente sair do controle do tutor e, claro, fazer os dois cães se confrontarem e se machucarem.

Disputa por fêmeas

Se a briga for entre cachorros machos e nenhuma das situações acima ocorreu, pode ser que eles estejam, ainda, disputando alguma fêmea que está pela rua. Muitas vezes, a fêmea apenas passou pela rua e os feromônios que ficam no ar podem atrair os machos. Se eles estiverem juntos, portanto, podem brigar.

Esse tipo de situação pode ser facilmente resolvida, a partir do momento que você faz a castração segura e saudável de seus pets. Castrar o cachorro macho é uma das melhores formas de evitar alguns tipos de brigas e intervenções, que podem ser causadas pelos instintos.

Aqui no blog, temos um artigo que fala sobre o assunto, veja: Castrar Cachorro Macho: Entenda os Benefícios.

Atrair a atenção de seus tutores

Outro motivo pelo qual temos cachorros brigando entre si, é o fato de que eles querem atrair a atenção do tutor de alguma forma. Muitas vezes, tudo começa com uma “briguinha de brincadeira”, com leves mordidas e rosnados. Até aí, tudo bem – eles estão brincando.

Porém, se o tutor começa a interagir, os cães podem ter reações adversas e, do nada, encarar aquela situação como provocativa. E um vai começar uma disputa para ver quem mais chama a atenção do tutor. Neste caso, a agressividade canina também pode ser grande e você precisará agir para que os cães parem de brigar.

Ainda neste artigo, vamos descobrir como fazer isso.

Disputa pela caminha ou tapete de descanso

E por fim, outro motivo muito perceptível que pode fazer um cachorro brigar com outro, é o fato de estarem disputando, no território, o poder pela caminha ou tapete de descanso. Aqui, entram as mesmas condições de defesa de território, que podem ser relacionadas aos objetos e pertences dos doguinhos.

A caminha é um lugar que tem o cheiro do cachorro. E por isso, é um lugar que o cão adora. Logo, se outro cão frequentar o espaço, pode ser que haja um desentendimento por isso e uma briga ou estranhamento, pode acontecer.

O ideal é que você tenha uma caminha para cada cachorro.

cães brincando juntos

Cães brincando – Foto: Freepik

Como interferir entre dois cachorros brigando

Uma briga de cachorro pode ser algo verdadeiramente feio. Principalmente se os dois cães têm muita força, a agressividade pode deixá-los feridos com gravidade. E por isso, o tutor precisa intervir, de modo que os cães não se machuquem e parem de brigar.

Porém, isso não é tão simples. Interferir em uma briga de cachorro ou quando eles estão se estranhado, pode ser algo bastante comprometedor e pode, inclusive, deixar o tutor machucado.

Como proceder? Veja algumas dicas para colocar em prática:

  • Não tente separá-los manualmente;
  • Faça barulhos altos no ambiente para chamar a atenção deles;
  • Não aumente o tom de voz ou brigue com os cachorros;
  • Borrifar água nos cães pode ajudar a quebrar o padrão;

Entenda, em detalhes, cada uma dessas situações para que você possa lidar bem com a situação de dois cachorros brigando. Acompanhe.

Veja também como educar um cão sem bater.

Cachorros brigando – Não tente separá-los manualmente

Antes de mais nada, você precisa entender que, ao tentar separar os cães, você pode se machucar. Portanto, nunca tente separar uma briga de cachorro, interferindo fisicamente. Ou seja, interferindo na briga de modo a tentar puxar um para um lado e o outro para o outro lado.

Essa até pode ser a nossa primeira reação. Afinal, a gente entende que isso vai separá-los. Porém, não vai. Se um dos cachorros estiver mordendo o outro e você puxar, pode ser que haja, ali, uma ruptura e o problema vai ser maior. Além disso, se você encostar nos cães, eles podem tentar se defender e vão acabar te atacando também.

Não interaja de maneira física nessa situação.

Faça barulhos altos no ambiente para chamar a atenção deles

Uma das coisas mais interessantes que você pode fazer para lidar com cachorros brigando, é chamar a atenção deles para outra coisa. Ou seja, fazer com que eles se desconectem da briga e comecem, a partir de agora, a prestar atenção em outras situações no ambiente.

Para isso, você pode, por exemplo, bater panelas ou fazer barulhos “irritantes”. Os cães vão ouvir e vão parar de brigar no mesmo instante. Afinal, esses barulhos chamam muita atenção e, neste caso, tudo que você quer é que eles se desconectem do foco da briga e foquem em outra coisa.

cães brincando juntos

Cães brincando – Foto: Freepik

Não aumente o tom de voz ou brigue com os cachorros

Por falar em chamar a atenção para outras coisas, considere, também, não aumentar o tom de voz com os cães. Por mais que fazer um barulho seja algo muito promissor para separá-los em uma briga, é fundamental que você não interaja com eles de forma pejorativa, falando alto, brigando ou proferindo palavras de baixo calão.

Quando eles perceberem que o tutor deles está falando em tons grosseiros, eles vão se sentir ainda mais perdidos e descontrolados. E isso, claro, é um gatilho muito grande para gerar ainda mais estresse e ansiedade naquele momento para os cães. Brigar não vai resolver.

Borrifar água nos cães pode ajudar a quebrar o padrão

E por fim, outra técnica que você pode tentar para separar seus cães em uma briga, é usar um borrifador de água para chamar a atenção deles e fazê-los se desconcentrarem da briga. Por mais que cães gostem de água, as borrifadas precisas vão fazer eles se desfocarem da briga e focarem em fugir da água.

Lembre-se que esse é um momento muito tenso. Quando um cachorro está agindo instintivamente e com agressividade, o tutor não pode simplesmente considerar essa situação como normal e rotineira para interagir com o dog. Isso pode trazer consequências graves, pois você (e o cão) podem se machucar.

Veja também este artigo: 7 razões pelas quais os cachorros podem ser agressivos com outros cães.

O que fazer para os cães não voltarem a brigar

Ok – até aqui, entendemos por que os cachorros brigam e como separá-los em caso de uma briga grave. Porém, é importante que os cães, inclusive, não voltem a brigar. O que fazer para resolver esse problema e fazê-los conviverem em paz novamente?

Para isso, você precisará considerar essas dicas abaixo:

  • Mantenha dois potes de ração (um pra cada);
  • Tenha mais de um brinquedo pra cada;
  • Apresente os cães corretamente;
  • Crie situações de diversão entre os dois cães;

Entenda a seguir e em detalhes.

Cachorros brigando – Mantenha dois potes de ração (um pra cada)

É muito comum, conforme entendemos nesse artigo, que os cachorros brigando sejam motivados para a briga justamente pelo fator “comida”. Ou seja, quando eles percebem que precisam defender a sua comida, as coisas podem esquentar e uma briga grave pode acontecer.

Nesse caso, o melhor que você tem a fazer, é manter dois potes de ração separados: um pra cada cão. E de preferência, um bem longe do outro. Assim, você evita que, no momento da alimentação, os cães se desentendam e comecem a criar atritos de convivência no longo prazo.

Tenha mais de um brinquedo pra cada

A mesma dica da alimentação, vale para os brinquedos: o ideal, é que você faça um enriquecimento ambiental propício para dois cães, de forma que cada um deles tenha brinquedos separados e possam se divertir igualmente. Não crie disputas com brinquedos, pois isso pode desencadear uma autodefesa e, claro, criar uma briga.

Preferencialmente, dê um brinquedo para cada cão no momento que estão se divertindo. Se você notar que um quer brincar com o brinquedo do outro, interfira e chame a atenção para oferecer um brinquedo pra cada.

Cachorros brigando -Apresente os cães corretamente

Uma das coisas mais importantes para que dois cachorros não briguem, é a convivência em harmonia.

E essa convivência só é possível a partir de uma apresentação correta entre os dois cães. Se eles forem filhotes e chegarem juntos, vai ser mais fácil. Porém, se você já tem um cão e quer trazer outro, é preciso tomar cuidado com as primeiras interações.

Aqui no blog, temos um artigo explicando como você pode apresentá-los corretamente: Como apresentar dois cães adultos? O guia COMPLETO.

Crie situações de diversão entre os dois cães

E por fim, nunca deixe de criar situações de diversão entre seus cães. É fundamental que eles se divirtam juntos e entendam que um faz companhia para o outro. Caso contrário, eles podem entender que um é uma ameaça para o outro. E aí, o problema pode ser bem grande.

Cuide de seus dogs!