Será que os cachorros grandes obedecem mais, ou isso é apenas um mito? Neste artigo, o Portal do Dog vai te ajudar a entender um pouco mais sobre esse assunto. Afinal, não é incomum notar tutores que relatam situações de desobediência em cães menores.

Porém, será que isso tem alguma relação com o tamanho ou será que é apenas uma coincidência? A verdade é que existem muitos fatores que estão relacionados ao comportamento dos cães. Um cão de grande porte pode ser tão bagunceiro quanto um cão de pequeno porte.

Por isso, continue lendo e saiba mais sobre o assunto. Seja se você está pensando em adotar um cão ou se você já tem um melhor amigo, este artigo vai te ajudar.

cachorros grandes obedecem mais

Cão comendo – Foto: Freepik

Cachorros grandes obedecem mais?

Sim, em média, cachorros grandes obedecem mais. Porém, isso não é necessariamente uma verdade quando consideramos um adestramento adequado para todos os cães.

Ou seja, mesmo que o cão seja de pequeno porte, ainda assim, é possível criar uma rotina adequada e de obediência.

No entanto, não é incomum notar comportamentos bastante “valentes” de cães de pequeno porte. Certamente você já reparou que alguns cães de pequeno porte, tipo o Pinscher, costumam ter comportamentos bastante motivados quando o assunto é “defender” o tutor ou o território.

Isso acontece por inúmeros motivos, mas principalmente pelo fato de que os cães de pequeno porte tem muita energia pra gastar. Essa energia, quando não diluída, pode ser facilmente concentrada em comportamentos, como:

  • Pular na perna das visitas;
  • Morder o calcanhar;
  • Fazer xixi fora do lugar;
  • Latir por várias coisas;
  • Etc.

Porém, é preciso tomar cuidado para não colocar tudo numa “cesta” só. Afinal, precisamos, muito, considerar os estímulos do dia a dia e também os comportamentos da raça em si. E não simplesmente concluir que “cachorros pequenos são mais desobedientes”. Nunca faça isso, ok?

Por que cachorros grandes obedecem mais

É verdade que é comum ver cachorros de pequeno porte bastante ativos no que diz respeito a proteção do tutor e do ambiente.

Porém, ainda assim, isso não significa dizer que esses cães não estão se comportamento. Eles estão. Porém, de uma foram que não foram acostumados e de uma forma que o tutor, de alguma forma, estimula.

Ou seja, de nada adianta simplesmente “torcer” para que seu cãozinho de pequeno porte obedeça seus comandos. Se não houver uma adequação do ambiente e da rotina, o cão poderá facilmente se comportar de maneira inadequada.

Aqui no Portal do Dog, temos inúmeros artigos falando sobre adestramento e os benefícios dessa prática logo nos primeiros meses de vida do cão. Veja: Quais são os principais tipos de adestramento canino?

De maneira geral, os cães de grande porte tendem a obedecer mais pela maior dosagem de energia que eles têm. Porém, ainda assim, se não houver um gasto de energia adequado e um adestramento correto, o cão de grande porte pode também ser desobediente.

Então, está muito mais para a rotina e o dia a dia dos animais, do que propriamente para o porte deles.

cachorros grandes obedecem mais

Cão observando – Foto: Freepik

O que fazer para seu cachorro pequeno obedecer

Se você tem, ou quer ter, um cachorro de pequeno porte, é preciso considerar algumas coisas relacionadas ao comportamento dele. Ou seja, você precisa estimular o cãozinho a ter uma rotina saudável do ponto de vista físico e mental. Como fazer isso? Principalmente, com adestramento e ensinamentos.

Cachorros grandes obedecem mais quando são bem treinados. E os pequenos, claro, também tendem a seguir essa mesma lógica. E uma dica importante, é: respeite as raças em si.

Descubra quais são os comportamentos, limites e necessidades do seu doguinho e, com isso, prepare um plano de adestramento.

Veja abaixo algumas dicas para te ajudar a fazer seu cão obedecer mais.

  • Cachorros pequenos têm muita energia pra gastar.
  • Adestre seu cão pequeno desde filhote.
  • Entenda o comportamento da raça que você adotou.
  • Faça reforço positivo desde cedo.
  • Ensine comandos básicos ao cão.
  • Evite situações de reforço punitivo.
  • Seja coerente com seu cachorro.
  • Estabeleça uma rotina bem definida.

A seguir, vamos entender cada item na prática. Continue lendo.

Cachorros pequenos têm muita energia pra gastar

Antes de mais nada, é preciso entender o seguinte: cachorros de pequeno porte têm muita energia para gastar. Somente isso já é mais do que suficiente para que seus cãezinhos possam, de alguma forma, ter comportamentos de desobediência.

Afinal, se eles têm energia para gastar, essa energia vai ser gasta – queira o tutor ou não. Um cão de pequeno porte com muita energia pode latir muito, carregar chinelos, roer móveis e até procurar “encrenca” fora de casa, caso você more em uma casa térrea.

Portanto, considere ter uma rotina que o cão gaste energia adequadamente. Brincadeiras, passeios e enriquecimento ambiental ajudam muito.

cão sentado

Cão sentado – Foto: Freepik

Cachorros grandes obedecem mais – Adestre seu cão pequeno desde filhote

Um cachorro de pequeno porte precisa ser adestrado desde muito cedo. Cerca de 6 a 7 semanas após o nascimento, o cãozinho já pode começar a receber seus primeiros ensinamentos e comandos básicos.

Se você deixar para treinar o cão muito tarde, ele pode adquirir manias caninas e, por isso, ele pode ter maus comportamentos.

Portanto, está no controle do tutor criar um ambiente adequado e propício para que o cãozinho possa aprender comandos básicos logo no início da vida. Quanto antes ele aprender, melhor.

Porém, cuidado para não estressa-lo ou forçar a barra. Um adestramento mal sucedido tem o poder de deixar o cãozinho ainda mais inquieto e até agressivo.

Entenda o comportamento da raça que você adotou

Outro fator relevante e que faz toda a diferença na hora de fazer um cão de pequeno porte ter bons comportamentos, é o entendimento da raça em si.

Ou seja, você precisa conhecer o máximo possível da raça que você adotou. Caso contrário, pode ser que você submeta seu cão a situações ruins para ele.

Por exemplo, se você adotar um pug, precisa saber que ele é um cão braquicefálico e que, em atividades físicas pesadas, o animal pode sofrer e até vir a óbito. Afinal, ele tem dificuldades para respirar.

E isso já é o suficiente para entender que, por mais que precisa gastar energia do pet, isso precisa ser feito com cautela.

Esse é apenas um exemplo. Mas você deve considerar sempre um estudo e entendimento sobre a raça que está adotando. Conheça-a de perto e, somente então, elabore um adestramento adequado.

cão pulando

Cão pulando – Foto: Freepik

Cachorros grandes obedecem mais – Faça reforço positivo desde cedo

O reforço positivo ajuda o cão a entender o que ele pode e o que ele não pode. Geralmente, o reforço positivo é usado para condicionar o animal a uma situação que é importante para o seu comportamento. Ou seja, o cão se condiciona positivamente aquilo que o tutor quer.

Por exemplo, ao ensinar o cão a sentar, o reforço positivo pode entrar em cena. Todas as vezes que ele respeitar o comando que o tutor dá, o cão deve receber um petisco. E quando o animal não respeitar o comando, não ganha nada.

Com o tempo, o cão vai entender que, ao fizer o que o tutor pede, ele será recompensado – e a tendência é ele se condicionar por isso.

Cachorros grandes obedecem mais – Ensine comandos básicos ao cão

Cachorros grandes obedecem mais comandos básicos quando ensinados desde filhotes. No entanto, se não forem estimulados, não terão nenhum tipo de entendimento sobre o que o tutor está pedido. E o mesmo acontece com os cães de pequeno porte.

Portanto, estimule comandos básicos logo no início da vida do animalzinho. Ou seja, ensine ele comandos como “senta”, “fica” e “não”. Use reforço positivo para treinar isso e certamente o cãozinho terá mais limites com a presença do tutor.

Cuidado para não forçar situações para estressar o animal, ok? Veja este artigo: Comandos básicos para cachorro – Quais são eles?

Cachorros grandes obedecem mais – Evite situações de reforço punitivo

O reforço punitivo é uma das piores coisas que você pode fazer com seu cão. Alguns tutores ainda acreditam que os cães aprendem por “medo”. Porém, mesmo que aprendam, isso é muito ruim para o animal. Afinal, você não quer ter um cão que tem medo das coisas e de você, não é mesmo?

Ao invés de punir o animal quando ele erra, recompense ele quando ele acerta. Assim, o cãozinho vai ser condicionado a situações positivas e, no longo prazo, ele terá bons comportamentos.

cachorros grandes obedecem mais

Cão sentado – Foto: Freepik

Seja coerente com seu cachorro

Uma das coisas mais importantes em qualquer tipo de adestramento e ensinamento ao cão, é a coerência. É fundamental que o tutor seja plenamente coerente com o pet, principalmente em momentos de adestramento.

Mas, o que é ser coerente? Basicamente, você deve repetir os mesmos processos e regras. Por exemplo, se você chama o cão no sofá e, logo depois, pede para ele sair, isso é uma incoerência para o animal. Ele não vai entender a situação e pode desenvolver comportamentos ruins a partir disso.

Estabeleça uma rotina bem definida

E por fim, estabeleça uma rotina bem definida para o seu pet.

Quanto mais você estabelecer uma rotina adequada a ele, melhor. Afinal, cães gostam de rotina. Eles não gostam de situações aleatórias. Quanto mais “marcado” for o dia, melhor. Isso ajuda o cão a não ficar ansioso, estressado e desequilibrado.

É por isso que, ao mudar de casa, os cães tendem a ficar tristes e até agressivos. Afinal, é uma mudança brusca na rotina e, pra eles, é terrível. Principalmente quando o cão for mais velho.

Anote as nossas dicas, coloque-as em prática e certamente você terá um cachorro de pequeno porte bem comportado. Preferencialmente, procure ajuda de um profissional de adestramento para determinadas situações.

Cuide do seu dog!