Entender como adotar um cachorro nem sempre é simples. Principalmente para quem será tutor de primeira viagem. Muitas dúvidas podem surgir e, claro, muita insegurança. E justamente por isso, no texto de hoje vamos tentar desmistificar e tornar isso um pouco mais simples e claro.

Por mais que adotar um cão exija sim alguns critérios básicos do tutor, isto não significa que é um processo longo, demorado e dolorido. Pelo contrário. Muitas vezes a adoção certa pode estar a poucos metros da sua casa, em um canil ou ONG responsável por dar mais qualidade de vida e conforto para cães abandonados ou filhotes recém nascidos.

Para entender tudo sobre o tema, acompanhe a partir de agora.

Vamos lá?

como adotar um cachorro

Cachorro carinhoso – Foto: Freepik

Como adotar um cachorro?

Para entender como adotar um cachorro, antes de mais nada, é fundamental que você se certifique de que isto é o certo a fazer no seu momento atual de vida. Ou seja, entender o ambiente ao seu redor como um todo. A partir disso, tudo ficará mais fácil, pois diversos empecilhos simplesmente não surgem.

ONGs responsáveis e preparadas para dar um lar cheio de conforto e carinho aos cães que lá se encontram, certamente vão querer entender um pouco mais sobre o perfil do futuro tutor. Ou seja, você terá que passar por um processo de “triagem” para que a adoção possa ser feita de forma racional.

Por isso, separamos alguns tópicos importantes de serem entendidos para que você possa adotar um cão:

  • Encontre uma ONG próxima da sua casa;
  • Saiba exatamente o motivo da adoção;
  • Seja coerente e honesto durante as entrevistas;

Falaremos mais detalhadamente sobre cada um a partir de agora. Acompanhe.

Encontre uma ONG próxima da sua casa

O primeiro passo é encontrar uma ONG ou lar de cães perto da sua casa. Pode ser longe? Pode. Mas, muitas vezes, o seu cãozinho ideal está mais perto do que você imagina. E ajudar a comunidade e o bairro em si também pode ser uma excelente ideia e você terá mais praticidade e flexibilidade para uma possível adaptação futura.

Entender como cuidar de um cachorro muitas vezes pode ser um processo demorado e complicado. Afinal, não há uma “regra” para seguir. É claro que critérios básicos como saúde, amor e carinho são indispensáveis. Mas, ao mesmo tempo, você precisa entender o animal de forma singular. E a sua vida, obviamente, também.

Ou seja, cada cão é único. Cada tutor, claro, também é único. E isto por si só, faz com que você possa ter uma série de divergências e diferenças que precisam ser encaradas e entendidas. É importante respeitar as necessidades do animal e também as suas necessidades. Lembre-se sempre disso.

como adotar um cachorro

Filhote de cachorro no quintal – Foto: Freepik

Saiba exatamente o motivo da adoção

O segundo passo, é entender a motivação da adoção. Ou seja, você precisa ter em mente os motivos racionais pelo qual quer adotar um cachorro. Por mais que fatores emocionais acabam tomando conta neste momento, saiba que pensar de forma lógica a respeito do assunto é importantíssimo.

Por exemplo, se você busca adotar um filhote mas não tem tempo para oferecer o gasto de energia que ele precisa, talvez esta não seja a melhor ideia. Ou, se você busca um animal de grande porte para lhe fazer companhia mas não pode oferecer um espaço amplo, talvez deva repensar.

Dentro da sua necessidade, você deve encontrar um cão que possa ser feliz dentro daquelas condições. Afinal, a adoção é uma troca de amor e carinho, não é mesmo?

Seja coerente e honesto durante as entrevistas

Além dos dois tópicos acima, você ainda precisa considerar a honestidade na hora da entrevista. Conforme mencionamos anteriormente, será muito comum que a ONG em questão faça algum tipo de questionário e analise o seu perfil de tutor. Isto é para o seu bem e, claro, para o bem do cãozinho.

Entender como adotar um cachorro é simples e pedir honestidade, por mais que seja óbvio, acredite, há quem não o faz. Por exemplo, se você quer adotar um cão de grande porte mas não tem espaço para ele em casa, não omita esta informação. A qualidade de vida do bichinho depende da análise que a ONG fizer.

Certamente haverá um cãozinho esperando por você e que possa se sentir bem dentro daquilo que você pode oferecer. Veja aqui algumas responsabilidades ao adotar um cachorro.

como adotar um cachorro

Cão deitado – Foto: Freepik

Cuidados ao adotar um cachorro

Já entendemos o que você precisa considerar na hora de adotar um cachorro. Agora, vamos entender também alguns cuidados que você precisa ter na hora de tomar sua decisão em si. Conforme mencionamos anteriormente, as ONGs poderão fazer uma série de questionários para saber se você está apto para a adoção. Não se assuste com isso.

E para que você possa passar por esta fase de forma mais tranquila, separamos alguns tópicos que, por mais que sejam óbvios, é sempre importante lembrar. Veja abaixo:

  • Saiba que gastos irão surgir;
  • Adote o cão ideal para seu perfil e estilo de vida;
  • Se adeque as necessidades do animal;

Falaremos sobre cada um dos aspectos detalhadamente a partir de agora.

Saiba que gastos irão surgir

O primeiro critério para tomar a decisão e entender como adotar um cachorro, é o fator financeiro. Sim, gastos irão surgir. Você precisa saber que deverá investir tempo e dinheiro no seu novo pet. Não há como fugir disso. Portanto, tenha algum tipo de preparo e planejamento prévio. Não adote de forma aleatória e sem ter algum tipo de sobra financeira.

Você precisará levar o cão ao veterinário, precisará comprar remédios, alimentações adequadas, brinquedos, pet shop, etc. Os gastos podem ser os mais variados possíveis. É claro que isto não é para te assustar. Mas sim, para você se preparar e entender que os cuidados, a partir de agora, deverão acontecer de forma constante.

cuidar de um cão

Mulher feliz com seus cães – Foto: Freepik

Adote o cão ideal para seu perfil e estilo de vida

O segundo aspecto, é entender a sua vida em si. Ou seja, você precisa interpretar o seu estilo de vida e adotar um cachorro dentro destes “padrões”. Por exemplo, se você adora sair para caminhar ou praticar exercícios e quer levar o cão, saiba que ele precisa ter alguma personalidade para este tipo de atividade.

Por outro lado, se você busca um cãozinho para fazer companhia para os seus filhos pequenos, atente-se para a docilidade do animal. Cães estressados ou com algum tipo de viés agressivo certamente não serão os mais indicados (embora que um bom adestramento sempre possa ajudar).

A qualidade de vida do animal passa diretamente pelo seu estilo de vida.

Se adeque as necessidades do animal

E por fim, você precisa se adequar ao seu novo amigo. Entender como adotar um cachorro é também entender que sua vida vai mudar. E você precisa se adequar as necessidades básicas que o animal possa vir a ter a partir de agora.

É claro que um bom adestramento de cachorro sempre pode ajudar e será fundamental. Mas, você precisará adaptar a sua vida para oferecer bem-estar ao pet.

Por exemplo, se antes você não saía de casa para caminhar, talvez agora precise. Ou ainda, se antes não entendia muito sobre a vida dos pets em geral, agora precisará ter um entendimento maior.

Adote com responsabilidade e boa sorte!