Existem alguns critérios importantes de como escolher um hotel para cachorro que, se você não considerar, poderá colocar o seu pet em risco. Afinal, precisamos ponderar todas as possibilidades para que o nosso cão tenha uma qualidade de vida aceitável enquanto estiver longe de nós. E este momento de estar longe pode ser muito dolorido para eles, uma vez que alguns animais desenvolvem muito apego aos seus tutores.

Neste caso, como dica inicial, recomendamos que você faça um adestramento com seu cachorro, de modo que ele possa entender que, em alguns momentos, ele ficará sozinho. A famosa síndrome da ansiedade da separação é muito comum e pode fazer com que o processo de deixar seu cão em um hotelzinho seja muito complicado. Afinal, a síndrome faz com que o cachorro sofra muito por ter que ficar sozinho – e, neste caso, nem o melhor hotel do mundo será o suficiente para que o cão fique tranquilo.

E para te ajudar a tornar este processo um pouco mais fácil, no texto de hoje vamos entender 5 dicas de como escolher um hotel para cachorro, de modo que você possa oferecer o melhor aconchego para seu melhor amigo.

Acompanhe!

como escolher um hotel para cachorro

Mulher brincando com o cachorro – Foto: Freepik

Como escolher um hotel para cachorro – Veja 5 dicas importantes para uma escolha segura e confiável

Para entender como escolher um hotel para cachorro, você precisa sempre dar um passo atrás e fazer algumas constatações antes mesmo de sair para procurar o melhor local. Mas, que constatações são essas? Basicamente, você precisa entender o seu cachorro, de uma forma que você possa compreender a personalidade, características e comportamentos do animal. Este seria o pontapé inicial para qualquer pesquisa.

Ou seja, é muito importante que você saiba exatamente o que seu cachorro gosta, o que não gosta, quais são os brinquedos preferidos e como ele se comporta longe de você. Estes conhecimentos gerais ajudam a fazer com que qualquer tipo de adaptação possa ser muito mais tranquila para o animal, pois tudo aquilo que já sabemos que ele não gosta, podemos evitar – ou treinar para que ele se condicione.

Entre outras medidas que você precisa levar em consideração para que o cão possa aproveitar melhor suas “diárias de férias” em um hotel, são as seguintes:

  • Faça pesquisas e veja as avaliações do hotel para cachorro – Veja comentários, depoimentos e veja o Reclame Aqui;
  • Conheça o hotelzinho antes de só deixar seu cão – Observe se tem espaço suficiente e higiene em dia;
  • Desconfie de locais que não fazem muitas perguntas ou que abrem mão de documentações em dia;
  • Observe os diferenciais de cada local pesquisado e coloque na balança;
  • Veja se o hotel para cachorro tem algum tipo de parceria com veterinários ou clínicas para casos emergenciais;

Seguindo estas 5 dicas básicas, as chances são muito grandes de você encontrar um hotel que possa servir bem o seu pet. E é justamente isso que a gente busca. Afinal, queremos o melhor para nosso cãozinho, não é mesmo? Assim sendo, acompanhe os tópicos detalhados a partir de agora, para que você possa saber exatamente o que considerar em cada etapa do processo de seleção.

Vamos lá?

como escolher um hotel para cachorro

Cachorros dormindo abraçados – Foto: Freepik

Faça pesquisas e veja as avaliações do hotel para cachorro – Veja comentários, depoimentos e veja o Reclame Aqui

O primeiro passo, ou o passo número zero (como você preferir), deve ser aquele mais básico e importante: as pesquisas! Sim, tudo começa por um processo simples de pesquisa, de forma que você possa começar a mapear todos os hotéis para cachorro e, assim, possa iniciar um aprofundamento na seleção.

Aqui, você pode fazer pesquisas na internet ou pode fazer pesquisas na cidade onde mora, de maneira a encontrar possíveis locais que brilhem aos seus olhos. Porém, por mais que você encontre espaços em uma busca pela sua cidade, é através da internet que você poderá coletar mais informações e de maneira mais rápida. Afinal, em poucos segundos você já poderá ler comentários e depoimentos de maneira a começar a avaliação – como se estivesse reservando um hotel para suas merecidas férias.

O processo de como escolher um hotel para cachorro é muito semelhante ao processo que faríamos para escolher um hotel para nós. Afinal, a gente gosta de ouvir o que as outras pessoas têm a dizer sobre o local – isto é um ponto crucial para que, enfim, possamos tomar uma decisão de escolher ou não um espaço.

Dica: não procure apenas por comentários positivos. Muitas vezes você até poderá achar um hotelzinho com muitas avaliações positivas e a escolha é até fácil. Porém, olhe também para os comentários negativos – por mais que sejam poucos. Estes poucos comentários poderão balizar sua decisão de forma muito mais fácil e prática, uma vez que eles podem dizer mais do que centenas de comentários ou depoimentos positivos.

Outra boa dica do que você pode levar em consideração na sua pesquisa, é o Reclame Aqui. O site é ótimo para coletar informações e verificar autenticidade de uma empresa. E os hotéis para cachorros, claro, também podem estar lá, basta pesquisar para ver se você encontra. Veja se há avaliações negativas e veja se a empresa responde de maneira adequada tentando resolver os eventuais problemas.

Leia também: Como cuidar de um cachorro? O guia completo e definitivo

cão na cestinha

Cachorro na cestinha – Foto: Freepik

Conheça o hotelzinho antes de só deixar seu cão – Observe se tem espaço suficiente e higiene em dia

O processo de busca por um hotel para o seu cão começa muito cedo. Ou pelo menos, deveria começar muito cedo. Afinal, conforme mencionamos na introdução deste texto, você precisa entender o seu cão para buscar um hotel dentro destas características – ou aproximado a isso. E para isso, quanto mais cedo suas buscas começarem, melhor.

Planeje suas férias ou viagens com antecedência, de maneira que você possa ter tempo suficiente para tomar todas as decisões de forma racional e com todos os pesos colocados na balança. Esta é a melhor maneira de fazer uma escolha consciente, de maneira que você realmente escolha o melhor hotel para seu cão – não o primeiro que aparecer a sua frente, pois está atrasado para embarcar no avião.

Então, passe pelo tópico um deste texto (pesquisas) e avance para o tópico dois, de maneira que você possa ir visitar e conhecer cada um dos hotéis, antes mesmo de levar o seu pet. Conhecer o espaço é fundamental para que você possa saber se o seu cão vai ou não se adaptar a ele. Afinal, é preciso que haja espaço suficiente para seu dog, principalmente se ele for de grande porte.

Observe as instalações e faça muitas perguntas. Veja se o pet terá liberdade para correr e brincar, veja se os cães vão socializar e veja se não há nenhum potencial de fuga. Por mais que a maioria dos hotéis sejam bem profissionais, vale a pena buscar pelo máximo de informações que você conseguir para que de maneira inconsciente você fique mais tranquilo – pois nunca é fácil deixar o pet com estranhos, ainda mais se for a primeira vez.

Outro aspecto importantíssimo a se observar, é a higiene. Muito mais do que ser um ambiente impecável e brilhante, você precisa observar se a limpeza acontece de maneira constante. Afinal, cães podem sujar o ambiente. Mas manter a sujeira no local por muito tempo é uma opção de escolha – e você vai preferir hotéis que mantenham o espaço limpo por mais tempo.

Leia também: Daycare para cães

como escolher um hotel para cachorro

Cachorro na poltrona – Foto: Freepik

Desconfie de locais que não fazem muitas perguntas ou que abrem mão de documentações em dia

Os hotéis mais profissionais são aqueles que zelam pela saúde do seu cão. Ou seja, é preciso que haja uma preocupação muito grande com o bem-estar de todos os hóspedes, uma vez que é isto que fará o cão sentir ou não a falta do tutor de maneira excessiva. Mas como saber se o hotel vai ou não receber bem o cachorro? Ou melhor, como saber se o hotel vai cuidar bem do cachorro enquanto deixarmos ele lá?

Se não houver nenhum tipo de monitoramento a distância, dificilmente poderemos saber se o hotel cuida bem ou não do cachorro. Porém, há alguns sinais que você pode ficar atento ainda no processo de reserva ou de pesquisa. Observe atentamente como o atendimento se desenvolve. Quanto mais perguntas o hotel fizer para você a respeito do seu cão, mais confiável ele poderá ser.

Afinal, cada cão é único e, por isso, é importantíssimo entender as individualidades dele – e um hotel que considera estas individualidades, está um passo a frente do que aqueles hotéis mais convencionais e que não fazem muitas perguntas. A rigorosidade para a hospedagem do pet é muito importante. E não veja isso como um problema ou como uma burocracia. Veja isso com bons olhos, pois é nesta seleção e triagem que o bem-estar pode estar “escondido”.

Hotéis que não pedem carteira de vacinação canina ou qualquer tipo de informação sobre a personalidade do cachorro, dificilmente vão fazer um bom trabalho de hospedagem. E entenda que hospedar um cão é totalmente diferente de mantê-lo preso 24h por dia com ração e água na tigela (isto é o mínimo e o básico).

Observe os diferenciais de cada local pesquisado e coloque na balança

Até aqui, já entendemos que pesquisar, observar e entender tudo sobre o hotelzinho é um passo importante para selecionar o melhor local para hospedar seu cão. Porém, depois do processo de coleta de informações, você precisa começar a ponderar e analisar cada uma delas. Ou seja, é preciso colocar na balança tudo o que você conseguir captar de dados para que, desta forma, hajam critérios de seleção.

Portanto, observe muito bem cada um dos diferenciais do hotel. Pesquise e acumule o máximo de informações que você conseguir para que, desta maneira, você possa municiar muito bem sua decisão e balizar ela pelo fator racionalidade. Aqui você pode, inclusive, fazer uma lista de prós e contras, de maneira que considere os diferenciais de cada local.

Por exemplo, um hotel que tiver algum circuito de monitoramento 24h com acesso para os tutores, pode ter um peso maior com relação aquele que não tiver. Ou, ainda, o hotel mais perto da sua casa pode ter um peso extra, caso seu cão não goste de ficar muito tempo na gaiola dentro do carro. Todos estes dados são válidos e são muito importantes no seu processo de decisão. Pense sempre nisso.

cão na cestinha

Cachorro na cestinha – Foto: Freepik

Veja se o hotel para cachorro tem algum tipo de parceria com veterinários ou clínicas para casos emergenciais

E por fim, nossa última dica de como escolher um hotel para cachorro está relacionada com a saúde do pet em si. Por mais que você queira deixar o seu cachorro hospedado em um hotel enquanto você está viajando, é importante ponderar as possibilidades de algum problema de saúde. Afinal, isto pode acontecer.

Desta forma, veja se o hotel tem algum tipo de convênio ou parceria com bons veterinários ou clínicas da região. Quanto mais acessível for o atendimento ou uma potencial consulta em uma clínica durante a hospedagem, melhor para o seu pet e, claro, para a sua consciência enquanto estiver viajando. Afinal, pelo simples fato de saber que o pet está sendo bem cuidado e que ele tem tudo o que precisa, já podemos ficar muito mais tranquilos, não é mesmo?

E esta é uma dica que está completamente ligada com a nossa dica anterior, onde mencionamos a importância de procurar por locais que fazem muitas perguntas e que pedem informações de saúde do pet (como carteira de vacinação). Isto é um sinal que todos os pets hospedados recebem um cuidado profissional e, assim, todos podem ficar seguros.

O que vale mais a pena – Hotelzinho para cachorro ou pet sitter?

Agora que já entendemos como escolher um hotel para cachorro de maneira racional, há ainda algo que podemos ponderar e considerar para quando estivermos viajando, que são profissionais que podem ficar com nosso cão. São estes os famosos pets sitters. Ou seja, cuidadores de pets individuais, sem que haja uma estrutura de hotel por trás.

Bem, esta é também uma opção muito viável para quem precisa deixar o cão com alguém durante alguns dias da semana, uma vez que estes profissionais podem oferecer aquilo que os cães precisam. E, neste caso, há ainda um cuidado mais direcional e individual, pois um pet sitter poderá hospedar um cão de cada vez. O que pode ser vantajoso para quem prefere um cuidado mais pessoal com o cãozinho.

Porém, é importante sempre verificar a procedência e o profissionalismo do pet sitter, ok? Evite deixar seu pet com qualquer pessoa. Faça muitas perguntas e, de preferência, visite a casa que hospedará o cachorro. Observe tudo que mencionamos anteriormente. As dicas são válidas também para encontrar um bom pet sitter.

Há pontos positivos e pontos negativos em escolher um pet sitter ou um hotelzinho. Por isso, considere todos estes pontos no momento da sua decisão. É isto que ajudará a sua viagem ser um pouco mais tranquila, pelo simples fato de saber que seu cãozinho está sendo bem cuidado por um profissional competente e que, de fato, ame cachorros.

Leia também: Creche para cães – O guia completo com tudo que você precisa saber