Será que dormir com cachorro faz mal? Esta é uma das dúvidas mais comuns que os tutores podem ter. Afinal, quem não gosta de passar o maior tempo possível com o cachorro em casa, não é mesmo? Porém, é preciso considerar alguns aspectos relacionados a sua saúde e também a saúde e bem-estar do pet. Afinal, por mais que haja uma relação de cumplicidade entre vocês, ele ainda é um animal e você um ser humano, ok?

E para te ajudar a entender tudo sobre o assunto, acompanhe o texto a partir de agora. Vamos lá?

cão na cama

Cão na cama – Foto: Freepik

Dormir com cachorro faz mal? Veja aqui o que você precisa considerar sobre o tema antes de deixar seu cão dormir com você na cama

Muitas pessoas acreditam que dormir com cachorro faz mal. Outras, acreditam que não há nenhum tipo de problema com isso. Mas a resposta certa para quem quer saber se dormir com cachorro faz mal é a seguinte: depende. Afinal, há vários motivos para acreditar que a presença do cachorro na sua cama pode ser bom e pode ser ruim – dependendo da situação.

E para entender isso, antes de mais nada, precisamos considerar que um cachorro é um animal. Por mais que ele seja o nosso melhor amigo, precisamos entender que um cão tem algumas necessidades específicas e precisamos ficar atentos a isto. Por exemplo, se o cão não for condicionado a fazer xixi e cocô no lugar certo, ele poderá fazer isso em cima da cama (pois é um lugar que ele se sente confortável).

Ou, ainda, se o cão tiver pulgas e você deixá-lo ficar na cama, o problema poderá passar para você e alguns problemas graves podem se desenvolver.

Então, a partir disso, é mais do que importante que você considere sempre um pensamento crítico e racional a respeito do assunto. Por mais que seu cãozinho seja muito limpo e totalmente independente, ainda assim ele é um animal e não podemos criar uma rotina “humana” para eles.

Para te ajudar a entender melhor se dormir com cachorro faz mal, separamos uma lista de itens que você precisa levar em consideração. Veja só:

  • O cachorro vai adorar passar mais este tempinho com você – Mas ele pode desenvolver a síndrome da ansiedade da separação;
  • É preciso tomar cuidado com as bactérias e microorganismos presentes no pelo do animal – Isto pode causar alergias;
  • Se você dorme com outra pessoa na cama, é preciso ter um acordo mútuo para não criar desconfortos;
  • Troque as roupas de cama com uma maior frequência para evitar sujeiras e bactérias;
  • Mantenha o cãozinho sempre limpo caso você queira que ele fique na cama com você;

Vamos explorar um pouco mais cada um deste tópicos, de maneira que você consiga entender os detalhes de cada situação e, então, tomar uma decisão mais segura. Acompanhe!

dormir com cachorro faz mal

Cão na cama – Foto: Freepik

Dormir com cachorro faz mal? – O cachorro vai adorar passar mais este tempinho com você – Mas ele pode desenvolver a síndrome da ansiedade da separação

Já entendemos que dormir com cachorro faz mal em algumas situações e, em outras, nem tanto. E a nossa primeira consideração a respeito do assunto não está relacionada com bactérias, pulgas ou sujeira na cama. Mas sim, está relacionada com a saúde mental do cachorro. Afinal, cães também têm saúde mental e ela é importantíssima para manter a qualidade de vida deles sempre em dia.

Neste caso, a saúde mental do cão pode ficar muito afetada caso ele passe muito tempo dormindo com você na cama, pois ele poderá desenvolver a síndrome da ansiedade da separação. Esta síndrome está relacionada com a necessidade que o cachorro tem de ficar perto de seu tutor o tempo inteiro. E quanto isto não acontece (e ele se sente sozinho) muitos problemas podem acontecer na rotina do animal.

Com a síndrome da ansiedade da separação, o cachorro poderá sofrer de diversas maneiras mentais: ele fica o tempo todo esperando você (tutor) e, com isso, deixa de comer, de brincar, de gastar energia, de beber água e de relaxar. Ele fica, literalmente, esperando você. É claro que o fato de o cachorro ficar na cama com você não é causador principal da síndrome. Porém, é um forte potencializador dela.

O cão vai adorar poder ficar mais esse tempinho com você, ainda mais se ele ficar relaxado e recebendo carinho. Porém, no longo prazo, isto poderá afetar a saúde mental do animal e ele poderá ficar muito triste quando ele não puder ficar na cama – ou quando você não estiver em casa.

Dormir com cachorro faz mal – É preciso tomar cuidado com as bactérias e microorganismos presentes no pelo do animal – Isto pode causar alergias

Quando pensamos em deixar o cachorro dormir na cama com a gente, precisamos considerar uma série de questões relacionadas a higiene e a saúde. Afinal, conforme mencionamos anteriormente, por mais que consideremos nosso pet o nosso filho, ele ainda é um animal. E, como você sabe, animais podem ser hospedeiros de bactérias e microorganismos. O que é um problema para nós.

O pelo do animal, por mais que seja limpo por você constantemente, ainda assim vai ser um local muito bom para o desenvolvimento de bactérias ou microorganismos que são invisíveis a olho nu. E isto poderá causar muitos problemas de saúde para nós, humanos. Desde uma simples alergia na pele (coceiras), ou outros problemas mais graves que podem ter algum tipo de associação com as bactérias do pelo dos animais.

Por mais que a higienização do cachorro aconteça, ainda assim ele poderá passar alergias para você, tutor. O que acaba por deixar suas noites de sono menos tranquilas e relaxantes. No longo prazo, isso poderá afetar, inclusive, seu desempenho no trabalho ou nos estudos. Pois dormir de maneira incômoda é realmente muito ruim, não é mesmo?

dormir com cachorro faz mal

Tutora com seu cão na cama – Foto: Freepik

Se você dorme com outra pessoa na cama, é preciso ter um acordo mútuo para não criar desconfortos

Dormir com cachorro faz mal para outras situações, que não só aquelas relacionadas a saúde. Pode, inclusive, afetar os seus relacionamentos dentro de casa. Afinal, se você dorme com alguém na cama e esta pessoa não gosta ou se sente incomodada com o cachorro, isto pode ser desgastante e gerar desconforto para a noite de sono da outra pessoa.

Por isso, é muito importante que haja algum tipo de acordo mútuo, de forma que o cachorro não se torne um incômodo. Afinal, ele só está querendo fazer companhia para você e não tem culpa da situação. Assim sendo, busque sempre treinar e adestrar seu cachorro para que ele entenda o que ele pode e o que ele não pode. Assim, ele se condiciona de maneira mais inteligente e acaba não sofrendo em ter que ficar do lado de fora do quarto ou mesmo no tapete na frente da cama.

Um cachorro dormindo na cama pode ficar deitado a noite inteira com você, ou pode levantar várias vezes durante a noite para ir ao banheiro. O que é natural para ele, pode ser um desconforto muito grande para você ou para a outra pessoa que dorme com você na cama. É fundamental que o cão não seja punido por ter que levantar, pois ele poderá condicionar erroneamente as idas ao banheiro.

Antes de brigar com o animal que levanta várias vezes por noite, adestre ele para que ele possa dormir na caminha dele ou em algum local próximo da cama, que não seja em cima. Brigar ou punir o cachorro nunca será a melhor alternativa, caso você não quer que ele suba na cama.

Troque as roupas de cama com uma maior frequência para evitar sujeiras e bactérias

Dormir com cachorro faz mal se você não trocar a roupa de cama com frequência. Conforme explicamos anteriormente, é muito importante que você sempre tome todos os cuidados para que bactérias e microorganismos diversos não “pulem” para você, vindos da pelagem ou do corpinho do animal. E uma maneira de fazer isso é justamente mantendo a roupa de cama sempre limpa, trocando-a com frequência.

Ou seja, se você quer manter o seu cachorro em cima da cama, é importante manter o seu conforto e bem-estar, de modo que isto não vire um problema no longo prazo. E não apenas com relação a possíveis bactérias que podem ficar na roupa de cama. Mas também, pela questão do conforto em si. Afinal, dormir de maneira confortável é fundamental para que você tenha um dia mais produtivo e equilibrado. Uma noite de sono mal dormida por falta de conforto pode refletir em muitos problemas no futuro.

Outra dica sobre as roupas de cama: opte por aquelas mais escuras, que fazem os pelos do animal ficarem mais “escondidos”. Isto ajuda a manter o quarto mais organizado. Porém, o outro lado da moeda também é válido: use roupas de cama clarinhas para enxergar os pelos do cão e, assim, saber o momento exato de trocar as peças.

No momento da lavagem das roupas de cama, é muito importante que você não use produtos químicos que possam fazer mal ao cachorro. Afinal, o excesso de amaciante ou sabão em pó pode fazer com que o cachorro desenvolva alergias e, neste caso, será ruim para ele fazer companhia para você em cima da cama.

dormir com cachorro faz mal

Cão na cama – Foto: Freepik

Mantenha o cãozinho sempre limpo caso você queira que ele fique na cama com você

E por fim, não podemos esquecer também da higienização do cachorro. Manter o animal sempre limpinho não é bom apenas para que ele possa ficar em cima da cama. Mas também, é bom para que ele tenha saúde no médio e longo prazo. A higiene do animal é importantíssima para que ele não desenvolva doenças vindas de alergias, como a própria sarna.

Dar banho todos os dias ou com uma frequência muito alta, também não é o melhor caminho. Pois, conforme já mencionamos, cães são animais e precisam ter uma vida diferente da nossa. Um boa frequência de banhos pode ser a cada dois ou três dias, ou até uma semana. Em casos mais específicos em que o cão sai para passear e suja as patinhas, uma pano úmido já pode resolver o problema.

Cuide do seu pet e ofereça a ele boas condições de conforto!