Você sabe dizer qual a relação entre crianças, cães e livros? Curiosamente, esses três elementos podem ser uma combinação formidável para elevar o interesse dos pequenos nos livros. Ou seja, as crianças tendem a ler mais quando tem cachorros por perto.

Ao menos, essa foi a conclusão apresentada por uma pesquisa feita por profissionais da Universidade Britânica de Columbia. O estudo ganhou importância em um período no qual os bons hábitos da leitura nos primeiros anos de vida estão perdendo espaço para videogames, celulares e tablets.

Portanto, uma equipe de pesquisadores avaliou 17 crianças que estavam cursando primeiro, segundo ou terceiro ano do Ensino Fundamental. Esses jovens foram analisados enquanto liam tanto com cachorros por perto quanto sem a presença dos animais.

cachorros por perto

Foto: Freepik

O trabalho mostrou que os pequenos se sentem mais motivados a seguir lendo e tentar mais quando estão em partes mais desafiadoras na companhia dos mascotes. Cada participante foi escolhido devido a sua capacidade de leitura.

Antes da experiência, os alunos tiveram a sua habilidade calculada para assegurar que recebessem conteúdos adequados. No entanto, os pesquisadores não queriam que os assuntos fossem simples demais. Por isso, eles optaram por obras ligeiramente mais complexadas do que o nível de leitura de cada jovem.

Como foram as sessões de leitura com os cachorros por perto?

Ao longo de cada sessão, os participantes foram chamados a ler em voz alta, com e sem um cão de terapia presente. Nas duas oportunidades, as crianças foram questionadas se desejavam prosseguir lendo ao finalizar a primeira página da história.

As pesquisas indicaram que os pequenos ficaram muito mais tempo lendo e demonstraram mais vontade quando um cachorro, independentemente da raça ou idade, estava na sala. Além disso, os leitores afirmaram que se sentiram mais animados e competentes.

Felizmente, há projetos com cachorros por perto em escolas, universidades e organizações comunitárias. Assim, os pesquisadores acham que o estudo pode auxiliar na elaboração de estratégias de interferência canina padrão ouro. Tudo para que as crianças possam aprender a ler de modo mais tranqüilo e divertido.

Todavia, esse foi o primeiro trabalho acadêmico que escolheu com cautela e repassou uma leitura desafiadora as crianças. Mesmo que a equipe de pesquisa acredite que os cachorros contem com uma influencia positiva em leituras divertidas para o público infantil, eles ainda defendem que o valor do trabalho está em outro ponto.

Ou seja, o estudo pode mostrar muito mais utilidade na adesão de uma leitura educacional mais desafiadora do que as crianças costumam acham no dia a dia escolar.