Se você é um apreciador de vinhos, está sozinho e não tem ninguém para lhe acompanhar em uma tacinha da sua bebida preferida, calma. Agora o seu melhor amigo de quatro patas pode ser o seu companheiro de vinhos.

Claro que seu animal não pode tomar o mesmo vinho que você, pois eles não podem ingerir bebidas alcoólicas de jeito nenhum e, assim como o álcool, a uva também faz mal e não é nada indicada para cachorros.

Empresa criou um “vinho” próprio para os cães. (Foto: Reprodução / Instagram Apollo Peak / Revista Encontro)

Mas, com o enorme crescimento do mercado pet, as empresas estão investindo cada vez mais em produtos específicos para animais de estimação e agora já é existe até um vinho próprio para animais, que tanto cães como gatos podem beber sem medo.

Os vinhos para cães são preparados à base de hortelã-pimenta ou camomila e o vinho para gatos é composto pela famosa erva-dos-gatos (Nepeta cataria). Já para obter as colorações, é utilizada beterraba vermelha para o “vinho tinto” e o legume amarelo para o “vinho branco”.

As bebidas podem ser encontradas na versão “tinto” e “branco”. (Foto: Reprodução / Instagram Apollo Peak)

A empresa responsável por criar o primeiro vinho para pets é a Apollo Peak, que fica em Denver, no Colorado, Estados Unidos. Os nomes das réplicas da bebida, como também são chamados os vinhos para animais, são Pinot Meow, Moscato, Zinfantail e Chardognay, todos inspirados em nomes de vinhos reais e famosos.

Apesar de as bebidas serem feitas à base de produtos naturais que podem ser cosumidos por animais, a empresa recomenda que os tutores sempre conversem com o médico veterinário do animal antes de dar o vinho para seus bichinhos.

Beterrabas são utilizadas para dar as colorações das bebidas. (Foto: Reprodução / Instagram Apollo Peak / Revista Encontro)

Ainda não existe nenhuma informação oficial sobre a vinda desses vinhos para pets para o mercado brasileiro.

Fonte: Revista Encontro