Não há pets mais famosos do que gato e cachorro. Esses animais são maiorias em lares dos humanos, e muitas vezes são criados juntos.

Essa dupla é conhecida por uma certa rivalidade, mas essa inimizade não passa de uma falta de adaptação de convivência entre os dois.

Se em comum eles possuem o amor dos humanos, essas duas espécies podem ser bem distintas em seus comportamentos e em características físicas.

Confira quais são as principais diferenças entre esses pets amados pelos humanos.

1. São de famílias distintas

Gato comendo areia

Gato comendo areia. Fonte: Freepik

Gato e cachorro são os animais mais comuns domesticados, eles são mamíferos, mas são de famílias distintas.

O gato é da família felidae, grupo de animais mamíferos digitígrados, de ordem carnívora. Os felídeos são divididos em dois grupos, os pantherinae e os felíneos, grupo dos gatos domésticos. Já o cachorro é um mamífero carnívoro da família dos canídeos.

2. Uma diferença entre o gato e o cachorro é o padrão social

cachorro enrolado na toalha

Cachorro enrolado na toalha – Foto: Freepik

Essa é uma das grandes diferenças entre o gato e o cachorro. Eles são socialmente diferentes.

O cão possui uma grade habilidade em socializar com pessoas e até com animais. São ótimos em recepcionar visitas e fazem um maior alvoroço para chamar a atenção do humano para ter sua companhia.

Já o felino é muito conhecido por não ter essa necessidade social. Ele é mais territorial e tem um grande extinto de sobrevivência, o que faz com que ele se adapte onde ele se sinta seguro.

Mesmo sendo um pouco antissocial, o gato nutre grande sentimento por sua família humana, mas não necessita de tanto contato social como o cachorro.

3. O gato é mais independente do que o cachorro

gato comendo areia

Gato comendo areia. Fonte: Freepik

Uma característica que faz com que muitas pessoas acreditem que o gato é um bichinho sem sentimento é por sua independência, já que assim, ele não tem uma grande necessidade de ficar na cola do tutor e em alguns casos pode passar dias longe de casa, mas isso é só uma característica da personalidade do pet.

O cachorro precisa de uma maior atenção do tutor. Algumas raças são até mais independentes, porém, precisam de uma maior assistência do que um gato em alguns casos como passeios, na higienização e alimentação.

4. Cachorro tem mais dentes do que gato

cachorro-com-filhotes-amamentando-111451

Filhotes na barriga da mãe. Foto Freepik

O cão e o gato são bem diferentes fisicamente, e uma dessas diferenças é a quantidade de dentes que cada um possui.

Enquanto o cão possui 42 dentes, o gato tem 30. A diferença também está na mordida de cada animal.

Um cão, dependendo da raça, pode ter uma mordida tão forte que chega a causar fratura em osso, já a mordida do gato não é tão forte assim, mas é bem afiada.

5. O gato tem hábitos noturnos

Gato siamês

Gato siamês. Fonte: Freepik

É bem comum encontrar o gato usando o dia para curtir um momento de descanso, já que durante a noite esse animal costuma ter hábitos noturnos. Essa é uma característica herdada por seus ancestrais selvagens.

Algumas raças de cachorros também podem ter esse hábito, principalmente os cães de guarda.

4. Cachorros adoram água enquanto os felinos evitam

Vira lata. Fonte: Freepik

Uma grande maioria dos cães gostam de brincar com água, alguns são até ótimos nadadores.

A hora do banho é uma diversão para uma boa parte dos caninos. Os gatos em sua maioria evitam o contato com água, essa é uma característica de seus ancestrais, outro detalhe é que o felino possui um sistema respiratório frágil, fazendo com que ele tenha um certo temor em tomar banho.

5. Diferentes reações ao serem enfrentados

Gato siamês. Fonte: Freepik

Eles reagem de forma distintas ao serem enfrentados. Ao se sentir ameaçado o gato possui uma grande facilidade para fugir. O corpo do felino tem uma grande habilidade para saltar, escalar e se equilibrar em lugares altos.

Já o cão, costuma atacar. A agressividade é um dos meios que o animal encontra para enfrentar um perigo ou ameaça.

6. O gato e o cachorro apresentam diferenças ao fazerem as necessidades

Uma outra diferença do gato e o cachorro é a forma que aprendem a fazer as necessidades.

O gato tem uma grande facilidade para aprender a usar a caixa de areia. Ele é muito higiênico e com pouco tempo de vida já consegue identificar o local correto para fazer as necessidades.

O cão apresenta uma maior dificuldade para essa tarefa, tendo que passar por um treinamento maior e muitas vezes tendo que usar acessórios e produtos para ensiná-lo o local correto.

7. Cão é facilmente treinado

O cachorro é um animal que gosta de obedecer e agradar o seu líder. São vários comandos que um cão pode aprender durante a vida, o que facilita em um adestramento do pet.

Já o felino por sua natureza independente não terá esse comportamento obediente como o de um cão.

8. Diferença na alimentação

Gato comendo. Fonte: Freepik

Enquanto o cachorro tem uma maior resistência para ficar sem alimentação, o gato não suporta um grande período sem alimentação sem causar danos em sua saúde.

Ao ficar em jejum o gato desenvolve alterações no fígado que pode ser fatal para o animal.

Uma outra diferença é que mesmo os dois animais sendo carnívoros, o cachorro pode ter uma alimentação com base vegetal, já o gato necessita de carne em sua dieta para sobreviver.

9. Gato tem mais memória do que cachorro

Um detalhe que diferencia essas espécies é a memória. Um exemplo é que o gato consegue sair e retorna para o lar com facilidade, o que nem sempre acontece com os cães, que podem acabar se perdendo ao sair escondido para rua.

Esse feito do felino é graças à sua grande capacidade de guarda informações.

10. Outra diferença entre o gato e o cachorro são as garras

Gato assustado. Fonte: Freepik

As garras são características físicas desses pets que são bem diferentes. A do gato é retrátil, ele só mostra as garras em momentos de ataque ou quando está brincado.

Elas também são mais finas e afiadas, sendo um grande meio de defesa do felino. A garra do cachorro permanece sempre exposta, elas são mais grossas e por ter sempre contato com o solo, costuma ser desgastada.