Você já percebeu que alguns cães estão em posição normal e imediatamente se deitam com a barriga para cima quando estão assustados, se sentindo ameaçados ou estão sendo acusados?

Repare que muitos cachorros ficam de barriga para cima quando aprontam alguma coisa e seus tutores começam a falar em um tom mais autoritário perguntando o motivo e como os pets conseguiram fazer aquela bagunça ou coisa errada.

(Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Se você pensou que é essa é a forma que eles encontraram para se livrar de uma briga ou castigo, acertou!

De acordo com a Dra. Karen Sueda, behaviorista veterinária certificada, do VCA West Los Angeles Animal Hospital, este comportamento dos cães é um sinal clássico e normal de submissão ou apaziguamento.

Ainda de acordo com estudiosos do comportamento animal, quando um cachorro se coloca na posição de mostrar barriga e pescoço em situações como as que já comentamos, de se sentirem ameaçados, acusados ou confrontados, significa que o cão está expressando uma característica ancestral enraizada no comportamento dos lobos, que adotavam este comportamento para mostrar respeito e consideração aos animais considerados “alfa” da matilha.

(Foto: Reprodução / Dog Training Excellence)

Segundo pesquisadores, esse comportamento ajudou os lobos a evitar combates e até mortes. “O traço foi mantido através da evolução, bem como a domesticação”, disse a Dra. Karen Sueda, que explicou ainda que essa conduta não é necessariamente um sinal de fraqueza, mas sim de que o animal sabe se comunicar muito bem e é capaz de transmitir via linguagem corporal que não há necessidade de uma briga.

Porém, quando esse comportamento se torna muito frequente e acontecer em situações específicas, e em que não existe a necessidade, como quando você está varrendo a casa ou passando o aspirador de pó, por exemplo, pode mostrar que o cachorro tem algum medo excessivo, alguma fobia.

(Foto: Reprodução / Cuteness)

Não force o animal a conviver com o objeto que lhe causa medo e dê espaço ao cão. De acordo com a Dra. Karen Sueda, é importante evitar fazer qualquer coisa que possa piorar o medo.

Nesses casos, o ideal é consultar um médico veterinário e um adestrador para saber como fazer para ajudar o animal a melhorar a ansiedade e perder o medo do objeto específico que causa isso ao pet.

Fonte: Vetstreet