Quem é apaixonado por animais de estimação e tem dentro de si um lado Felícia, personagem que adora animais e mostra todo o seu amor através de abraços extremamente apertados, sabe como é difícil se segurar e não passar o dia inteiro abraçando seus pets.

Porém, você já se perguntou se os cachorros, incluindo o seu, o do seu amigo e o do seu vizinho que você também insiste em abraçar, gostam de ser abraçados e apertados o dia inteiro?

(Foto: Reprodução / Makistock / Shutterstock)

Para desânimo de muitos humanos, eles nem sempre gostam de ser tão abraçados e alguns deles não gostam desse tipo de carinho em nenhum momento.

O abraço mais apertado ou até o simples ato de ficar no colo, principalmente quando o humano que o carrega está de pé, pode acabar causando bastante ansiedade em alguns cães.

Quando você vai pegar o seu cachorro e ele se contorce e tenta fugir, não é porque ele não gosta da demonstração de amor e carinho que o abraço significa para nós, ele não gosta é da sensação de prisão e de ser contido que o abraço pode passar para ele.

De acordo com Stanley Coren, professor de psicologia que adora cães, os cachorros são animais “projetados” para correr rápido e esse é o primeiro instinto desses animais quando se sentem em risco ou diante de um perigo. Para eles, ficar nos braços e serem abraçados os deixa presos e incapazes de correr e fugir.

(Foto: Reprodução / 279photo / Shutterstock)

Uma experiência anterior ruim também pode ser a culpada pelo fato de o cão não gostar de abraços. Ele pode ter sido contido nos braços durante algum procedimento médico, como uma vacina, para cortar as unhas ou fazer algum exame ou também pode ter sido machucado durante um abraço, uma criança pode o ter apertado o animal muito forte, por exemplo.

Tudo isso pode ter trazido dor ou muita ansiedade para o animal, que acaba sem querer repetir momentos assim e fogem de abraços e colo.

Além de choramingar e tentar fugir dos seus braços, os cachorros podem mostrar outros sinais quando não gostam de abraços ou de serem carregados no colo, como ficar virando a cabeça para o chão, ficar com as orelhas caídas para trás e abrindo a boca, como se estivesse bocejando, repetidamente.

Assim como nós, os cães podem ter seus gostos pessoais, uns podem aceitar mais os abraços e serem segurados no colo, outros já não suportam esse tipo de carinho. É importante lembrar entender e aceitar esses gostos deles.

(Foto: Reprodução / Pinterest)

Lembre-se que os cachorros adoram receber carinhos em forma de coçadinhas e alisados nas costas e na barriga. Escolher essa opção na hora de demonstrar seu afeto para o animal será sempre uma escolha certeira para agradá-los.

Fonte: Vetstreet