Entrevista com Gustavo Vivacqua do programa Viagens Maneiras no TLC Discovery

Não perca o programa Viagens Maneiras, no ar no canal de tv a cabo TLC Discovery com Gustavo Vivacqua. Ana Machado e o cachorro, da raça Labrador Retriever, Tapa.

por Samantha Kelly — publicado 21 ago 2013 - 19:27

Tivemos o prazer de conversar com o administrador de empresas e aventureiro Gustavo Vivacqua. Ele,  a psicóloga Ana Machado e o “Labradoido”  Tapa fazem parte do programa Viagens Maneiras, no ar atualmente no canal da TV a cabo TLC Discovery. O programa nos transporta para a aventura dos três, que percorreram 46 países em dois anos, passando por América do Sul, América do Norte, Europa, África e Ásia.

Eles viajaram equipados com o Farofamóvel, um carro adaptado com toda estrutura necessária para garantir um trajeto mais confortável . O veículo foi projetado para ser enviado em contêiner, facilitando assim o seu transporte.

O programa conta com 15 episódios e narra a viagem e impressões to trio nos mais diferentes países e culturas. A viagem transformou Tapa no cachorro mais viajado do mundo!

Essa é o tipo de série que nenhum amante canino e de viagens pode perder e o mais legal é que é uma produção brasileira!

 

Assistam o incrível vídeo com uma compilação de imagens das viagens. Nele vocês já vão poder sentir um gostinho do que esperar.

 

Confira abaixo nossa entrevista com Gustavo Vivacqua:

 

1) Como tudo começou, então com o Haxixe, até hoje, com o Tapa?

Comecei a viajar com o Haxi, meu primeiro cachorro que era uma labradoberman no Natal de 1994. Ele tinha apenas 14 dias de vida ainda. Quando abriu os olhos pela primeira vez,  ele já estava bem longe de casa. O Haxi era um soldado, um cachorro sério, fiel e parceirão. Aquele cachorro, não me dava trabalho nenhum. Ainda tenho muita saudade dele…
Depois que ele se foi veio o Tapa. Um cachorro bem diferente e malucão , que dá muuuito trabalho. Tapa é um cachorro fanfarrão, sacana e peidão.  Com certeza se existisse recall de labrador, o Tapa estaria na série defeituosa. Na série mais defeituosa.

 

2) Como surgiu a oportunidade do programa Viagens Maneiras no TLC Discovery?

Através da Produtora Soul Filmes que apresentou um piloto de programa com as imagens da viagem, contando nossa estória. O programa ser aceito no nosso canal preferido, foi bem além das nossas expectativas.

 

Viagens Maneiras vai ao ar no canal TLC Discovery.


 

3) Quanto tempo de viagem e quantos países vocês visitaram?

Viajamos durante 2 anos e 16 dias por 46 países. Alguns países passamos, voltamos e passamos de novo de 2 a 4 vezes. Demos com a cara na porta várias vezes nas fronteiras.

 

4) O que o telespectador pode esperar ao assistir o programa?

O protagonista do programa é o Tapa, um labrador maluco que topa qualquer parada. Eu e Ana, contamos nossas impressões dos lugares, enrrascadas e encrencas que o Tapa se meteu. Tapa também  tem voz e dá o seu ponto de vista canino no programa.

 
*clique nas imagens para ampliar


 

5) Quais as maiores dificuldades de viajar com um cachorro e de que maneira vocês precisaram adequar algum aspecto da viagem por causa do Tapa? (Seja um aspecto de logística, vistos ou físico no “Farofamóvel”)

Viajar com um cachorro grande é muito difícil. As dificuldades aumentam geometricamente com o tamanho do cachorro. Quase ninguém quer aceitar um cachorro em um hotel, se ele for grande então… ai ferra tudo. Cia aéreas idem. A maioria só transporta cachorro pequeno, quando transporta. Tudo tem que ser feito com bastante antecedência e planejamento, coisa que numa viagem longuíssima como a nossa é bastante difícil. O carro facilitou muito porque nos dava autonomia para ir e vir  alem de dormir onde quiséssemos.

 

6) Em países muçulmanos, os cães são mal vistos. Vocês encontraram alguma dificuldade em levar o Tapa?

Só descobrimos “In loco” . Não sabíamos que os muçulmanos odeiam cachorro e os associam com o demônio. Eles detestam o cachorro preto ainda mais. O cachorro preto é o mais odiado. Foi difícil dar um jeito pro Tapa não levar pedrada por aquelas bandas.  Os adultos foram hospitaleiros e tolerantes com a gente, mas nosso grande problema  foi com as crianças. Sempre que viam o Tapa ,  elas catavam uma pedra no chão para tacar nele. Foi bem esquisito.

 
*clique nas imagens para ampliar


 

7) Como vocês lidam com a falta de estrutura para cães em hospedagens e estabelecimentos?

É ai que entra o Farofamovel, o carro que adaptamos para a viagem. É nele que o Tapa dormia com a gente.

 

8) Qual seria um momento inesquecível e a maior enrascada em todos esses anos de aventura.

Paramos em uma dura da policia americana anti-terrorismo perto de uma represa em Nevada. O tira se ajoelhou para ver  se tinha algo suspeito embaixo do carro com um espelho. Foi ai que o Tapa deve ter pensado: –  Ajoelhou tem que rezar …  e partiu pro estupro. Quase fomos em cana.

 

9) Geralmente cães da raça Labrador Retriever são cheios de energia e extremamente brincalhões. Como vocês descreveriam a personalidade do Tapa?

Fanfarrão, sacana e peidão. Mas ele é um cachorro muito bonzinho, extremamente social e gentil com desconhecidos. Se um ladrão tentar entrar na minha casa o Tapa vai levar a guia da coleira na boca e mendigar um passeiozinho. Esse é o Tapa.

 

10) Como a presença do Tapa alterou e deu um outro significado a viagem?

O Tapa foi o proposito principal da viagem. Queríamos transforma-lo no cachorro mais viajado do mundo com 46 países visitados. O carro foi a forma mais viável de realizar a missão. E deu certo!

 

11) Para os que querem acompanhar mais o Viagens Maneiras, quais os horários do programa e como seguir vocês online? 

Passa no TLC Discovery , toda sexta-feira, 2 episódios seguidos: 20:00 e 20:30, logo a seguir reprises dos mesmos episódios: 1:00 e 1:30 da madruga, 10:00 e 10:30 da manha de sábado e 15:00 e 15:30 da sexta seguinte.

 

Acesse o site (aqui) e página oficial no facebook (aqui).

 
*clique nas imagens para ampliar

 

Curiosidades da viagem

 

. 129.111 km percorridos;
. 746 dias viajando;
. 46 países visitados;
. 279 cervejas diferentes;
. 32 idiomas diferentes;
. 91 diários de bordo;
. 13 idas ao hospital;
. 40 idas ao veterinário;
. Nenhum pneu furado;
. 18 duras policiais;
. Uma extorsão policial;
. 8 “pernadas” aéreas;
. 3 viagens de navio feitas pelo Farofamovel;
. 19 ferry boats;
. 5 sumiços do Tapa;
. Sem furto ou roubo de dinheiro ou documentos;
 

O caminho percorrido pelo trio.

 

Mais fotos da viagem

 
*clique nas imagens para ampliar


* Todas as imagens foram retiradas do Facebook do programa.

Olhos dos Filhotes de Cachorro: Em Que Estágio de Desenvolvimento Eles Abrem?

por Handreza Hayran — publicado 19 abr 2019 - 9:45

olhos dos filhotes

Conforme o filhote cresce, sua curiosidade faz dele observador atento. Os cães gostam de satisfazer a sua curiosidade, absorvendo o ambiente e observando o que se desenrola ao seu redor. Mas eles não nascem com essa habilidade. Os olhos dos filhotes ficam fechados e, até os olhos se abrirem, ficam cegos para o ambiente.

Por que os filhotes nascem com os olhos fechados? Que finalidade serve? E em que estágio de seu desenvolvimento os olhos dos filhotes se abrem para que possam absorver o ambiente e vivenciar o mundo ao seu redor?

 » Read more about: Olhos dos Filhotes de Cachorro: Em Que Estágio de Desenvolvimento Eles Abrem?  »

Como Fazer o Cachorro Parar de Morder?

por Camila Da Silva — publicado 18 abr 2019 - 9:45

Como fazer o cachorro parar de morder

Neste artigo, você irá aprender como fazer o cachorro parar de morder. Pois sabemos que por mais que muitas vezes possa ser de brincadeira, as mordidas podem podem sim incomodar. Porém, é importante saber que este processo pode ser um pouco lento, e precisará de paciência e dedicação para que realmente funcione. Acompanhe o texto para entender.

Como fazer o cachorro parar de morderComo fazer o cachorro parar de morder
Como fazer o cachorro parar de morder?

Antes de mais nada, podemos adiantar: o ato do cachorro morder,

 » Read more about: Como Fazer o Cachorro Parar de Morder?  »

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos?

por Camila Da Silva — publicado 17 abr 2019 - 9:45

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Uma dúvida que causa muita insegurança, é como acostumar dois cachorros a conviverem juntos. E é muito comum que as pessoas tenham este receio, visto que cães são muito territoriais e defensores de seus donos. No entanto, saiba que este processo pode não ser tão complicado quanto parece. Seguindo alguns passos, você conseguirá ter sucesso. Acompanhe para entender.

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem JuntosComo Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos
Como acostumar dois cachorros a conviverem juntos?

A primeira coisa para entender como acostumar dois cachorros a conviverem juntos,

 » Read more about: Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos?  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Olhos dos Filhotes de Cachorro: Em Que Estágio de Desenvolvimento Eles Abrem?

por Handreza Hayran — publicado 19 abr 2019 - 9:45

olhos dos filhotes

Conforme o filhote cresce, sua curiosidade faz dele observador atento. Os cães gostam de satisfazer a sua curiosidade, absorvendo o ambiente e observando o que se desenrola ao seu redor. Mas eles não nascem com essa habilidade. Os olhos dos filhotes ficam fechados e, até os olhos se abrirem, ficam cegos para o ambiente.

Por que os filhotes nascem com os olhos fechados? Que finalidade serve? E em que estágio de seu desenvolvimento os olhos dos filhotes se abrem para que possam absorver o ambiente e vivenciar o mundo ao seu redor?

Por que os olhos dos filhotes permanecem fechados?

olhos dos filhotes

Biologicamente falando, bebês humanos nascem desenvolvidos e prontos para enfrentar o mundo. Mas esse não é o caso dos filhotes de cachorro.

No nascimento, o sistema nervoso central de um filhote ainda está em desenvolvimento, incluindo seus nervos ópticos. Como seus nervos ópticos não estão totalmente desenvolvidos, eles são delicados demais para a luz brilhante, e é por isso que os olhos permanecem fechados até que os nervos acabem de se desenvolver.

Não só os nervos precisam de mais tempo para se desenvolver, mas o próprio olho não está completamente formado quando um filhote nasce. Manter os olhos fechados permite que o olho se desenvolva com segurança, sem o risco de objetos estranhos (como sujeira ou poeira) entrarem no olho e causar uma infecção ou outros problemas de desenvolvimento.

Quando os olhos dos filhotes se abrem?

olhos dos filhotes

A maioria dos filhotes começa a abrir os olhos entre uma e duas semanas após o nascimento. Nesse ponto, o sistema nervoso central do seu filhote, os nervos ópticos e os olhos estão totalmente desenvolvidos.

Uma coisa a ter em mente:-o filhote deve abrir os olhos por conta própria. Você pode ser tentado a ajudá-los, mas deve deixar o processo acontecer naturalmente. As pálpebras do seu filhote se abrirão quando os nervos e os olhos estiverem prontos. Sendo assim, forçá-los a abrir mais cedo colocará o filhote em risco.

Quando falar com veterinário

veterinário

O processo de abrir os olhos virá fácil e naturalmente para a maioria dos filhotes. Mas você ainda deve ficar de olho nas coisas para ter certeza de que o processo está indo bem com o filhote.

Algumas bandeiras vermelhas que algo pode estar errado com o desenvolvimento do olho do seu filhote de cachorro incluem:

  • Inchaço sob a pálpebra. Se você perceber que há algum inchaço sob as pálpebras do seu filhote antes que ele se abra, pode ser um sinal de infecção.
  • Pus na área dos olhos. Se houver qualquer pus, corrimento ou sujeira nos olhos ou ao redor da área da pálpebra, também pode ser um sinal de infecção.
  • As pálpebras do seu cachorro não abrem por duas semanas de idade. Algumas raças levam mais tempo para abrir suas pálpebras do que outras. Mas se após duas semanas não abrir os olhos, isso pode ser um sinal de um problema de desenvolvimento.

Se você notar algum destes sintomas, marque uma consulta com veterinário. Ele será capaz de diagnosticar qualquer infecção ou problemas de desenvolvimento do olho e prescrever o melhor tratamento para o seu cachorro.

Como Fazer o Cachorro Parar de Morder?

por Camila Da Silva — publicado 18 abr 2019 - 9:45

Como fazer o cachorro parar de morder

Neste artigo, você irá aprender como fazer o cachorro parar de morder. Pois sabemos que por mais que muitas vezes possa ser de brincadeira, as mordidas podem podem sim incomodar. Porém, é importante saber que este processo pode ser um pouco lento, e precisará de paciência e dedicação para que realmente funcione. Acompanhe o texto para entender.

Como fazer o cachorro parar de morder

Como fazer o cachorro parar de morder?

Antes de mais nada, podemos adiantar: o ato do cachorro morder, é normal. Muitas vezes a mordida é uma diversão garantida para ele. Porém, não para o dono. Inclusive, pode se tornar insuportável com o tempo, pois caso seu cão acostume-se a morder você por qualquer motivo, pode ter certeza: ele vai adorar.

Isso geralmente acontece mais com cães filhotes, pois o que mais eles querem fazer, é brincar com você. E as mordidas são um jeito não muito carinhoso de eles fazerem isso. Há quem diga também, que eles gostam de morder pois os dentes estão em fase de crescimento, o que torna ainda mais prazerosa a brincadeira.

5 atitudes para você tomar que evitarão as mordidas

Agora que você já entendeu um pouco da motivação por parte dos cachorros em morder, podemos testar algumas técnicas e métodos que poderão ajudar a fazê-los parar de morder. Afinal, aprender como fazer o cachorro parar de morder pode ser demorado. Assim sendo, não espere resultados imediatos. Dar tempo ao tempo é fundamental.

  1. Mostre que você sente dores com as mordidas

Isso mesmo. Este é um dos pontos mais importantes para acostumar o seu cão de que determinadas ações machucam você. E acredite, eles não vão gostar de saber que você está se machucando. Cachorros são muito apegados aos seus donos e demonstram interesse pelos seus sentimentos. Logo, mostrar que as mordidas estão doendo ajudará no processo de fazê-lo parar com o tempo.

  1. Pare de brincar quando seu cachorro morder

Quando o seu cachorro estiver em estado de êxtase pura, ou seja, brincando, é o momento que ele mais se sentirá feliz. E isso poderá ser cortado pela raiz quando ele morder você. Experimente parar de brincar assim que ele morder. Com o tempo, ele assimilará que a diversão acaba quando ele pratica determinados atos. E isso poderá ajudar.

Como fazer o cachorro parar de morder

  1. Brigue com ele de maneira firme, mas não xingue

Assim como os cães ficam felizes quando seus donos brincam, eles também assimilam quando eles brigam. Ou seja, um método muito educativo, é falar com a voz firme para o cachorro parar de morder. Nunca xingue, apenas diga para ele parar de maneira dura. Estas ativações farão com que ele evite de morder você em longo prazo.

  1. Elogie e parabenize tudo aquilo que não envolve mordida

Assim como é importante você ser firme com ele quando precisar, também é importante elogiar e falar com uma voz em tom mais ameno quando ele fizer o correto. Da mesma forma que ele assimilará uma briga, ele assimilará algo positivo. E assim, seu comportamento é construído de maneira educada.

  1. Saia do ambiente em que o cão está quando ele morder

Quando você estiver brincando com o seu cão e ele estiver lhe mordendo, experimente deixá-lo sozinho brincando por um tempo. Apenas afaste-se e não demonstre mais vontade de brincar com ele. Se você fizer isso imediatamente após as mordidas, o cachorro entenderá que sempre que ele morder, você sairá. E acredite, tudo que eles mais gostam é da sua presença. E não a tendo, fará com que eles assimilem o que você quer.

Como fazer o cachorro parar de morder

Seu cachorro não é uma marionete

Estas sugestões podem funcionar muito bem no longo prazo. Entretanto, é muito importante que você entenda que seu cachorro não é uma marionete. Entender como fazer o cachorro parar de morder é muito mais complexo do que simplesmente uma receita pronta.

Envolve educação, muito treinamento e disciplina. E, claro, você terá de ter paciência com ele. Ainda mais se ele for filhote. Nunca exija muito em pouco tempo. Afinal, eles continuam sendo cães e tudo que eles mais querem, é aproveitar os momentos perto do dono, brincar até cansar e fazer companhia.

No entanto, o jeito deles representarem isso tudo, muitas vezes pode ser de um jeito que você não gostaria. O que é absolutamente normal. Entretanto, é importante respeitar o tempo do seu cão e educá-lo aos poucos.