Dog Walker ou Passeador de cães. Conheça mais sobre a profissão. Foto: Reprodução

 

Os exercícios para o cachorro são essenciais para sua saúde física e mental e por conta disso, para auxiliar donos de cães que por diversos motivos não podem passear com seus pets, o profissional Dog Walker, ou passeador de cachorros, surgiu no mercado.

Você já considerou contratar um Dog Walker? Conheça mais sobre o profissional e os benefícios que essa relação pode trazer para o seu cachorro.

 

Porque contratar um Dog Walker:

Um cão que caminha de maneira correta é mais estável e melhora o comportamento em geral do animal.

Estímulo mental e físico.

Ótima chance para se trabalhar a convivência com a matilha, já que em muitos casos, são formados grupos de cães para passearem juntos.

 

Público-alvo de Dog Walker:

Donos de cães que não possuem tempo ou não sabem como passear com seus cachorros.

Pessoas com dificuldades físicas.

Pessoas com problemas de saúde em geral.

 

O que um bom Dog Walker precisa saber e ser:

Um Dog Walker precisa conhecer o funcionamento de uma matilha e como os cães se comportam e se comunicam.

Precisa saber passear um cão. Isso mesmo! Não basta simplesmente andar. Um passeio só é completo quando o cachorro está em sintonia, gastando energia não só física mas mental. O Dog Walker precisa ser o líder da matilha.

Existem cursos que preparam para a profissão de Dog Walker. Nesses cursos o profissional irá aprender todos os deveres e tarefas necessários  para se habilitar devidamente, para assim, garantir mais qualidade de vida para o animal.

Precisa ser acima de tudo responsável, compreender que o bem estar do animal está em suas mãos, e amar verdadeiramente os animais.

 

Antes e durante a contratação de um Dog Walker…

Como todos os serviços e áreas, existem profissionais excelentes e ruins. De preferência, conheça o profissional que está contratando. Peça referências de conhecidos e/ou de pet shops e veterinários que provavelmente poderão indicar algum Dog Walker capacitado e apto para levar o seu cão.

Durante o processo, observe a relação entre o passeador e o seu pet. Como o pet reage ao encontrá-lo? O passeio deve ser uma hora divertida do dia e a relação entre os dois deve ser alegre. Se não for, é bom investigar a causa.

 

Separamos diversas matérias sobre a profissão e o dia a dia dos Dog Walkers. Acesse e assista aos vídeos: Matérias sobre Dog Walkers