3 problemas que podem deixar o seu cão mancando

Ferimentos nas pernas, contusões, machucados nas almofadas das patas e até unhas muito grandes podem fazer com que seu animal ande mancando

por Andrezza Oestreicher — publicado 12 abr 2017 - 19:04

Assim como nós, humanos, cães também podem apresentar problemas em suas pernas, no caso deles nas patas, que causam cansaço, câimbras e faz com que eles passem a andar mancando.

A maioria dos tutores de cachorros já se deparou com o seu animal andando mancando em algum momento da vida. Apesar do susto que dá, nem sempre a causa é grave, mas é preciso sempre um cuidado para que o cão melhore e volte a andar normalmente.

Confira a seguir três condições e problemas nas patas que podem fazer o seu cachorro andar mancando:

Machucados e ferimentos podem deixar o seu cão mancando. (Foto: Reprodução / Max Total Alimentos)

1 – Machucados e contusões nas pernas

As causas mais comuns para esse tipo de problema são os machucados, como feridas mesmo, e as contusões, lesões musculares mais difíceis de encontrar sem exames.

Os ferimentos normalmente são acompanhados de sangue, podem acontecer por diversos motivos e podem ser pequenos ou mais graves. Já as contusões costumam acontecer durante algum exercício físico, enquanto o animal corre, pula ou brinca, e também podem ser das mais simples até as mais graves.

Se você perceber algum machucado no cachorro, cuide da ferida para que ela cicatrize e o animal melhore. Se você reparou que o cão ficou mancando após alguma atividade, o médico veterinário indicará a melhor forma de tratar aquela lesão.

Problemas ósseos também podem afetar o caminhar do animal.
(Foto: Reprodução / Good Friends Animal Hospital)

2 – Osteoartrite

Com a idade avançada, os cachorros também começam a sentir fraqueza musculoesquelética. A osteoartrite, que causa rigidez nos ossos e articulações, afeta o cão independente de sua saúde e os cães idosos são os mais atingidos.

Se o seu animal já tem certa idade e está apresentando uma dificuldade em se locomover e em se levantar ou alguma rigidez nas patas, procure um médico veterinário para que ele indique qual o melhor tratamento para o cão.

Ferimentos nas almofadas das patas também podem fazer com que o cão ande mancando. (Foto: Reprodução / Dawg Business)

3 – Problemas nas patas

Às vezes, o problema não é nem na perna do animal, mas especificamente na pata, e as causas podem ser várias. Ferimentos, machucados nas almofadas, unhas muito grandes ou quebradas, dedo fraturado e até uma unha cortada errada podem fazer com que o cão ande mancando.

Ao ver o seu cão mancando o ideal é dar uma verificada nas patas e pernas do animal para tentar identificar algum machucado nessa área e ver se as unhas do cão não estão muito grandes.

Em qualquer caso, você identificado ou não o que está fazendo o seu cão mancar, o ideal é levar o animal ao médico veterinário para ter a certeza do que o bichinho tem e começar o tratamento mais indicado para ele.

Fonte: I Heart Dogs

Como Acabar Com as Pulgas no Quintal de Terra

por Camila Da Silva — publicado 14 mar 2019 - 17:41

como acabar com as pulgas no quintal de terra

Saber como acabar com as pulgas no quintal de terra é essencial para manter o ambiente sempre limpo e saudável. Principalmente se os seus pets adoram transitar pelo local.

Porém, a infestação de pulgas é uma realidade em diversas casas brasileiras. Geram uma dor de cabeça e tanto, e muitas vezes os tutores encontram dificuldades para acabar com a infestação.

Em contrapartida, algumas medidas simples podem acabar com o problema facilmente.

 » Read more about: Como Acabar Com as Pulgas no Quintal de Terra  »

As Cadelas Mais Velhas Entram na Menopausa?

por Handreza Hayran — publicado 14 mar 2019 - 0:10

cadelas

A menopausa é definida como a cessação dos ciclos mensais. Ao contrário dos humanos, as cadelas não passam pela menopausa, pois os caninos não têm um ciclo mensal. Em vez disso, eles entram em ciclo estral a cada seis meses mais ou menos. A regularidade do seu ciclo reprodutivo depende da idade e raça.

À medida que o cão envelhece, os ciclos de estro podem se tornar irregulares, mas a cadela ainda é fértil.

 » Read more about: As Cadelas Mais Velhas Entram na Menopausa?  »

Filhotes de Cachorro: Desenvolvimento de 1 a 8 Semanas

por Handreza Hayran — publicado 9 mar 2019 - 16:49

Filhotes de cachorro precisam de cuidados especiais. Na idade de uma semana, um filhote ainda é um recém-nascido e extremamente dependente de sua mãe. Muitas mudanças excitantes acontecem em filhotes entre a idade de 1-8 semanas.
Desenvolvimento físico

filhotesfilhotes

Com uma semana de idade, os olhos dos filhotes ainda estão fechados. Seus olhos começarão a se abrir na segunda semana de vida, geralmente entre 10 e 14 dias de idade.

 » Read more about: Filhotes de Cachorro: Desenvolvimento de 1 a 8 Semanas  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Como Acabar Com as Pulgas no Quintal de Terra

por Camila Da Silva — publicado 14 mar 2019 - 17:41

como acabar com as pulgas no quintal de terra

Saber como acabar com as pulgas no quintal de terra é essencial para manter o ambiente sempre limpo e saudável. Principalmente se os seus pets adoram transitar pelo local.

Porém, a infestação de pulgas é uma realidade em diversas casas brasileiras. Geram uma dor de cabeça e tanto, e muitas vezes os tutores encontram dificuldades para acabar com a infestação.

Em contrapartida, algumas medidas simples podem acabar com o problema facilmente. E para te ajudar, trouxemos algumas dicas que darão “um fim” para a infestação de pulgas no seu quintal. Acompanhe:

Dicas de como acabar com as pulgas no quintal de terra

Com algumas medidas simples e práticas você já saberá como acabar com as pulgas no quintal de terra. Lembrando que é necessário ter paciência e ser persistente, ok?

Afinal, este tipo de inseto tende a se proliferar e reproduzir de uma maneira muito acelerada, gerando ainda mais desconforto. Portanto, persista nos cuidados abaixo e diga adeus aos problemas relacionados às pulgas.

1- Mantenha o ambiente mais úmido ao longo do dia

Esta é a primeira dica que apresentaremos para você: procure manter o ambiente um pouco mais úmido. Isso porque as pulgas tendem a preferir ambientes mais quentes e sequinhos, e por isso se proliferam em quintais de terra. Afinal, ali há bastante pó para elas.

Portanto, ao longo do dia utilize um regador ou um balde para dar aquela “encharcada” no chão. Assim o ambiente se mantém mais úmido e por mais tempo. Inibindo que o mesmo fique “do jeitinho” que elas gostam.

como acabar com as pulgas no quintal de terra

2- Evite acumular entulhos que possam intensificar a manifestação

Como já mencionamos, as pulgas adoram ambientes mais sequinhos e quentes para se reproduzirem. E, por essa razão, é muito importante que você evite acumular entulhos em seu quintal.

Isso inclui papelão e madeira, por exemplo. Pois estes acúmulos podem se tornar na casa ideal para a proliferação das tão temidas pulgas.

Dessa maneira, faça regularmente aquela faxina no seu quintal. E se tiver que armazenar qualquer tipo de material, procure fazer isso de uma maneira organizada. Sempre mantendo limpo e bem embalado, se possível.

Assim você diminui as chances das pulgas impregnarem neste tipo de material. Além de deixar o seu quintal mais visualmente interessante.

3- Mantenha o ambiente sempre limpo

Já ficou claro que manter a higiene do local é essencial para inibir a proliferação das pulgas. Saber como acabar com as pulgas no quintal de terra está diretamente atrelado à organização.

Dessa forma, tente sempre manter o seu quintal arrumado e limpo. Mantenha os vasos de plantas, por exemplo, sempre bem cuidados e podados. Quanto menos “bagunça” tiver no seu quintal, menos cantinhos haverá para as pulgas.

Porém, lembre-se também que a organização não é a única aliada na luta contra as pulgas, ok? E tampouco a sua manifestação se dá apenas a partir de ambientes “sujos”.

Esta é apenas mais uma maneira de inibir a proliferação. Mas, ainda sim é possível que as pulgas se reproduzam. Uma vez que elas são super resistentes e conseguem se adaptar a diversos tipos de ambientes.

4- Livre o seu cão das pulgas!

Com os passos anteriores postos em prática, é hora de aguardar o resultado, certo? Errado!

Agora você precisa verificar se o seu cachorro não está apresentando a proliferação de pulgas. Para que assim, caso ele esteja, você possa encontrar o remédio adequado para o porte e raça.

Neste caso é essencial que você utilize shampoo específico, bem como converse com o seu veterinário de confiança para saber qual o melhor remédio para o seu cão. Evite, dessa forma, medicá-lo por conta própria, pois é possível que ele apresente reações adversas, ok?

como acabar com as pulgas no quintal de terra

5- Verifique os outros ambientes da casa

É essencial que você também faça uma vistoria “pesada” em todos os ambientes de sua casa. Pois se o seu cão apresenta a manifestação, é bem possível que haja a proliferação de pulgas até mesmo dentro de casa.

Dessa forma, você deverá higienizar e desinfetar toda a sua casa, utilizando a receita caseira que apresentaremos no fim deste artigo.

Troque as roupas de cama regularmente e, em caso de contaminação severa, sempre cuide muito bem das possíveis “picadas” que você pode levar. Lave-as com água e sabão antibacteriano, a fim de evitar maiores complicações.

O processo pode parecer um pouco difícil, e até mesmo demorado. Mas, como já mencionamos, o ideal é que você não desista. Pois é possível acabar com as pulgas!

6- Observe o ambiente para evitar a proliferação

Com todos os outros pontos postos em prática, você precisará acompanhar o desempenho de toda a limpeza que tem feito até então. E assim, poderá analisar se dentro de casa já está livre do problema, por exemplo.

Do mesmo modo é essencial que você acompanhe de perto a eliminação no seu quintal de terra, a fim de garantir que não haja um aumento repentino no número de pulgas.

Mantendo assim, um maior controle.

7- Aprenda a fazer um remédio caseiro

Por fim, aprenda a fazer um poderoso remédio caseiro e saiba de uma vez por todas como acabar com as pulgas no quintal de terra. Você vai precisar de pouquíssimos ingredientes. São eles:

  • 5 litros de vinagre branco;
  • 2,5 litros de água filtrada;
  • 600 ml de suco de limão;
  • 300 g de extrato de hamamélis.

Para preparar o seu remédio, basta você misturar bem todos os ingredientes, deixando descansar por 10 minutinhos. Depois, chacoalhe bem e coloque-os dentro de um grande pulverizador.

A partir disso, pulverize a mistura em todo o seu quintal – já previamente limpo e organizado – a fim de matar todas as pulgas. Repita este processo por, pelo menos, 7 dias.

como acabar com as pulgas no quintal de terra

Dica: Se perceber que a manifestação também está dentro da sua casa, utilize a mesma mistura para acabar com o problema. Para isso, faça uma faxina com o auxílio do aspirador de pó, e pulverize a mistura em todos os cantinhos e superfícies. Repita até eliminar o problema.

Cuidados simples que fazem a diferença

Viu só como acabar com as pulgas no quintal de terra é mais simples do que parece? Com alguns cuidados práticos você poderá fazer a diferença no seu quintal e na sua vida. Gerando mais qualidade de vida e conforto para você e para o seu cão. Depois é só nos contar os resultados que você obteve!

As Cadelas Mais Velhas Entram na Menopausa?

por Handreza Hayran — publicado 14 mar 2019 - 0:10

cadelas

A menopausa é definida como a cessação dos ciclos mensais. Ao contrário dos humanos, as cadelas não passam pela menopausa, pois os caninos não têm um ciclo mensal. Em vez disso, eles entram em ciclo estral a cada seis meses mais ou menos. A regularidade do seu ciclo reprodutivo depende da idade e raça.

À medida que o cão envelhece, os ciclos de estro podem se tornar irregulares, mas a cadela ainda é fértil. A gravidez ainda é uma possibilidade.

Gravidez é um risco

cadelas

A gravidez em cães de meia-idade ou idosos é considerada um risco maior do que em cães jovens, devido a condições relacionadas à idade ou doenças (conhecidas ou subclínicas) que podem estar presentes.

Gravidez Falsa

A falsa gravidez pode ocorrer em qualquer idade, independentemente de ela estar acasalada ou não. Durante uma pseudogravidez, o corpo lúteo (a estrutura temporária do ovário que secreta progesterona depois que um óvulo é liberado, necessário para promover as mudanças necessárias para manter uma gravidez) não regride como deveria.

Com níveis elevados de progesterona, o corpo e o cérebro respondem como se a cadela estivesse grávida, resultando em sinais que são comuns no final da gravidez:

  • Comportamento de nidificação
  • Territorialidade
  • Comportamento maternal (coleta de brinquedos, etc.)
  • Desenvolvimento da glândula mamária
  • Produção de leite

A maioria dos casos de pseudogestação leve resolve-se em 2-3 semanas. O tratamento sintomático pode ser necessário para reduzir o desconforto mamário e os problemas comportamentais (ansiedade) associados a essa condição.

Piometra

cadelas

A piometra é um acúmulo de pus na cavidade uterina. É causada por elevações no hormônio progesterona. Como parte do ciclo normal do estro ou como parte de uma falsa condição de gravidez, os níveis de progesterona aumentam, fazendo com que o revestimento do útero seja espesso e “exuberante”, pronto para a gravidez.

No útero não grávido, as bactérias entram e fazem com que o útero fique cheio de pus. O colo do útero pode estar aberto ou fechado, resultando na drenagem da vulva ou não. A piometra pode ser letal se não for tratada.

Câncer Mamário

Semelhante aos seres humanos, o câncer de mama é comum em cães. O câncer pode ocorrer em qualquer uma das oito glândulas mamárias, ou como múltiplos cânceres nas glândulas mamárias ou nos gânglios linfáticos associados.

Quando é necessário levar cadelas ao veterinário?

cadelas

A única maneira de interromper os ciclos de estro no cão (sem dar hormônios) é esterilizar o cão (histerectomia) ou remover os ovários (ooforectomia).

Se seu cão é letárgico, não quer comer e está bebendo mais água do que o habitual, é hora de ver seu veterinário. Isso é especialmente verdadeiro para as cadelas de meia-idade e mais velhas que não são esterilizadas, já que a piometra seria uma das principais condições médicas a ser descartada.