Na hora de levar um cãozinho para casa é interessante tentar se informar o máximo possível sobre o temperamento e hábitos comportamentais do animal, para saber se você está apto a cobrir todas as necessidades dele.

Animais hiperativos, por exemplo, precisam de uma atenção maior e, principalmente, de atividades físicas regulares para gastarem energia e não ficarem ansiosos.

Qualquer animal pode ser hiperativo, porém existem raças que já vêm com o gene da hiperatividade enraizado em seu DNA, algumas já mais conhecidas que outras, como o Golden Retriever e o Chihuahua. Veja agora 3 raças que também podem ser bem hiperativas.

Pastor Australiano

(Foto: Reprodução / Vetstreet)

Muito inteligentes e ativos, os cães da raça Pastor Australiano foram originalmente criado para sempre animais de pastoreio. Por isso, eles precisam se manter ativos e fazer exercícios físicos diariamente para ficarem com a saúde do corpo e da mente em dia.

Antes de adotar um Pastor Australiano é importante ter a certeza de que você terá tempo para levar o animal para fazer caminhadas e atividades ao ar livre para ele gastar toda a sua energia. Caso contrário, eles podem ser ficar ansiosos, desobedientes e passar a destruir coisas em casa.

Husky Siberiano

(Foto: Reprodução / Dogtime)

Bastante sociável e também muito inteligente, os cães da raça Husky Siberiano têm muita energia, uma natureza caçadora e gostam de correr. Sendo assim, eles precisam ter um estilo de vida ativo, sempre fazer atividades ao ar livre e também ser exercitados mentalmente.

Por serem animais de temperaturas mais baixas, eles podem ficar ainda mais agitados em dias de calor. Por isso é importante se certificar de que o cão possa se refrescar sempre que sentir necessidade.

Jack Russell Terrier

(Foto: Reprodução / Psiotek / Wikipedia)

Esse pequeno pode causar um estrago na casa se ficar entediado. Apesar de pequeno, o Terrier foi criado para caçar raposas, o que mostra que essa raça possui muita energia.

Os cães da raça Jack Russell Terrier precisam de exercício todos os dias, incluindo uma boa corridinha. Uma dica também é oferecer muitos brinquedos. Eles precisam gastar sua energia para evitar um comportamento destrutivo.

A hiperatividade destes animais, que possuem alto nível de energia, pode ser controlada com atividades físicas e mentais diárias. Esses cães só vão causar algum tipo de problema caso não tenham o tratamento que precisam, com os exercícios, e fiquem entediados.

Fonte: 3 Million Dogs