4 sinais de que seu cachorro pode estar com demência

Desorientação, mudanças bruscas de reações, pouca energia, movimentos repetitivos e xixi no lugar errado podem ser sinais de demência nos cães

por Andrezza Oestreicher — publicado 9 maio 2018 - 9:40

A demência é uma condição que afeta pessoas idosas e que também pode afetar os cachorros de mais idade. Este problema de saúde prejudica a memória, a comunicação, a essência, o discernimento e outros pontos nos homens e nos animais.

Além de os sintomas serem sutis e aparecerem gradualmente, em relação aos cães é ainda mais difícil identificar, já que eles não conseguem nos dizer se está acontecendo algo diferente com eles.

Se o seu animalzinho está envelhecendo, além de ficar atento a mudanças de comportamento, de rotina, aparência física ou apetite, é importante prestar bastante atenção a alguns sinais que podem indicar demência, como:

1 – Desorientação

(Foto: Reprodução / Pinterest)

Nos humanos, a desorientação é um sinal muito comum de demência e os animais também podem apresentar isso. Se o cachorro está parecendo perdido dentro de casa e não consegue encontrar a localização de coisas do seu dia a dia, como vasilha de água e comida, é importante ficar mais atento.

Um cachorro com demência acaba entrando em espaços que, antes, sabia que não cabia, como atrás de algum móvel, e também podem ficar olhando fixamente para uma parede.

Além disso, a desorientação pode acabar afetando o sono dos animais. Eles podem deixar de perceber que está na hora de dormir e reverter seus horários. A condição também pode fazer com que um cachorro que dormia de forma tranquila fique subitamente inquieto, ativo e instável durante a noite.

2 – Reações diferentes

(Foto: Reprodução / Instagram @my_hero_mace)

Mudanças bruscas e repentinas na forma de interagir do animal ou nas reações que ele tinha a certas coisas também podem significar demência e pedem bastante atenção, pois um animal que era bastante amistoso pode acabar se tornando agressivo, por medo ou simplesmente por esquecimento.

Os cachorros com demência podem se esquecer, mesmo que momentaneamente, os relacionamentos que tiveram com suas pessoas favoritas e até o seu petisquinho favorito. Por exemplo, cães que amavam brincar com crianças podem ficar irritados com os pequenos.

Animais com essa condição podem perder o interesse em coisas que antes os deixavam muito animados, como o convite para um passeio ou seu tutor chegando em casa.

Porém, é preciso ficar atento se essas mudanças são realmente causadas pela demência, por algum tipo de dor ou outra condição.

3 – Xixi no lugar errado

(Foto: Reprodução / Bark Post)

No caso de cachorros que sempre fazem suas necessidades no fora de casa ou sempre em um mesmo local específico, fazer xixi no lugar errado pode significar muitos problemas de saúde, como infecção da bexiga, problemas nos rins ou diabetes e também a demência.

Além da desorientação, que pode fazer com que os cães não encontrem o lugar certo de fazer xixi, a demência também pode afetar a capacidade que eles têm de controlar suas funções corporais.

Os cachorros com demência podem acabar não percebendo que está com vontade de fazer xixi, não conseguir mais avisar seus tutores que precisa ir para o lado de fora ou até mesmo perder o entendimento sobre o local correto de fazer suas necessidades.

4 – Queda de energia

A queda, ou diminuição, da quantidade de energia que um cachorro costumava ter também pode ser sinal de vários problemas, incluindo a demência.

(Foto: Reprodução / My Animals)

A queda de energia em cães idosos pode ser normal, mas a falta de energia acompanhada de falta de interesse e de curiosidade pode indicar problemas cognitivos.

Cães com demência podem se mostrar desinteressados em atividades que antes o agradavam, como brincar e farejar a grama, e apresentar movimentos repetitivos, como andar em círculos ou balançar a cabeça muitas vezes da mesma forma.

Em qualquer uma dessas situações, é de extrema importância que o animal seja levado para uma consulta com um médico veterinário, para que exames específicos sejam feitos e, caso a demência seja comprovada, o cão receba o tratamento correto e mais indicado.

Fonte: I Heart Dogs

A Dama e o Vagabundo: boa parte do elenco foi resgatada de abrigos

por Cristina Possamai — publicado 4 set 2019 - 9:45

A Dama e o Vagabundo Divulgação

Provavelmente, você já deve ter se emocionado com a história de amor canina da animação clássica A Dama e o Vagabundo. Portanto, há duas notícias boas para os fás ultimamente. A Disney está produzindo uma versão live-action (com cachorrinhos reais) e boa parte do elenco foi encontrada em abrigos para animais.

Vale salientar que o cãozinho que vai dar vida ao protagonista, o Vagabundo, foi salvo de um local bastante cruel.

 » Read more about: A Dama e o Vagabundo: boa parte do elenco foi resgatada de abrigos  »

Conheça as 12 melhores raças de cães para introvertidos

por Handreza Hayran — publicado 3 set 2019 - 9:45

Shiba inu

Se você está em busca de cães para introvertidos, você está no lugar certo! Confira nossa lista!

Em 1921 Carl Jung publicou um estudo sobre os tipos de personalidades. Então dentre eles estavam os introvertidos, descritos como pessoas quietas que preferiam se afastar de suas atividades diárias normais. Mas após a publicação outros pesquisadores começaram a seguir a mesma linha. Assim, as descrições à respeito dos introvertidos passaram a ser ainda mais radicais.

 » Read more about: Conheça as 12 melhores raças de cães para introvertidos  »

10 razões pelas quais o cachorro Chow Chow é um cão incomum

por Handreza Hayran — publicado 3 set 2019 - 9:45

chow chow

O Chow Chow é um cachorro bem incomum, mas eles ainda são populares, e possuem um grande número de amantes da raça. Sua aparência física é distinta e seu temperamento é muito diferente da maioria dos outros tipos de cães.

A raça existe há quase 3.000 anos. Embora a origem não seja conhecida, acredita-se que foi criado de um cruzamento. As raças dos possíveis antepassados eram: mastim romano e Spitz.

Os Chow Chows foram originalmente criados para ajudar no trabalho puxando trenós,

 » Read more about: 10 razões pelas quais o cachorro Chow Chow é um cão incomum  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

A Dama e o Vagabundo: boa parte do elenco foi resgatada de abrigos

por Cristina Possamai — publicado 4 set 2019 - 9:45

A Dama e o Vagabundo Divulgação

Provavelmente, você já deve ter se emocionado com a história de amor canina da animação clássica A Dama e o Vagabundo. Portanto, há duas notícias boas para os fás ultimamente. A Disney está produzindo uma versão live-action (com cachorrinhos reais) e boa parte do elenco foi encontrada em abrigos para animais.

Vale salientar que o cãozinho que vai dar vida ao protagonista, o Vagabundo, foi salvo de um local bastante cruel. Isso porque esse lugar tende a tirar a vida de alguns animais quando o ambiente está muito cheio. Ou ainda quando os pets ficam muito tempo por lá e não são adotados por novas famílias. Essa prática foi denunciada pela revista People recentemente.

Conheça Monte: um dos protagonistas de “A Dama e o Vagabundo”

O bichinho escolhido para dar vida ao novo Vagabundo conta com 24 meses de idade e tem traços da raça terrier. Ele foi encontrado pelo Centro de Serviços de Animais do Vale Mesilla, em Las Cruces, Novo México, e encaminhado para a HALO Animal Rescue, no Arizona.

Posteriormente, ele chamou a atenção de um dos responsáveis por encontrar o elenco canino e até ganhou um novo lar. Isso ocorreu porque Monte foi adotado por um dos treinadores de animais do longa. O novo tutor de Monte é um profissional de Hollywood chamado Mark Forbes.

De acordo com as anotações, Monte é extremamente amigável, cumprimenta carinhosamente à todos a sua volta e distribui beijos e adora receber carinho. Alem disso, ele sabe como se sentar e se porta muito bem com a coleira sempre que preciso.

Os responsáveis optaram por Monte como um dos protagonistas em um processo seletivo realizado em sigilo no abrigo. Os diretores do local sabiam que uma equipe estava buscando por um animal para uma produção de Hollywood, só que não sabiam necessariamente para o que.

Afinal, toda a produção foi efetuada em segredo absoluto e a procura contava com um perfil bastante especifico. Além disso, Monte não foi o único ator com quatro patas que foi achado em um dos abrigos.

Outros cães de A Dama e o Vagabundo também foram achados em abrigos

Como citado anteriormente, os abrigos não forneceram somente o novo Vagabundo para o filme live-action. Na apresentação do remake no decorrer do tradicional evento da Disney, a D23, foi divulgado que boa parte do elenco foi acolhida pela produção.

Yvette Nicole Brown, que interpreta a Tia Sarah no filme, relatou que se encantou tanto com um dos dublês que não conseguiu se despedir. Sendo assim, ela resolveu levar Harley para a sua casa após o encerramento das gravações.

Nova versão de A Dama e o Vagabundo

Segundo informações oficiais, A Dama e o Vagabundo está agendado para estrear no dia 12 de novembro. No entanto, o longa live-action não vai passar nos cinemas de todo o mundo. Porque o lançamento do filme se sucederá no novo serviço de streaming da Disney.

É importante lembrar que a animação original estreou em 1955 e é classificada como um dos principais clássicos da Disney até os dias de hoje. O enredo apresenta a história de uma cachorra rica que se afasta de casa e se depara com um vira-lata.

Os dois se conectam prontamente, enquanto o “Vagabundo” apresenta as delicias e os riscos da cidade na qual reside. Esse é o início dessa história de amor canina que faz sucesso há mais de seis décadas.

O lançamento da Disney+ está previsto para acontecer no dia 12 de novembro nos Estados Unidos com assinatura de 6,99 dólares por mês (cerca de 30 reais na cotação atual). Na América Latina, as produções da plataforma estarão disponíveis somente no segundo semestre do ano que vem, ainda sem uma data oficial.

Confira o trailer oficial da nova versão:

Conheça as 12 melhores raças de cães para introvertidos

por Handreza Hayran — publicado 3 set 2019 - 9:45

Shiba inu

Se você está em busca de cães para introvertidos, você está no lugar certo! Confira nossa lista!

Em 1921 Carl Jung publicou um estudo sobre os tipos de personalidades. Então dentre eles estavam os introvertidos, descritos como pessoas quietas que preferiam se afastar de suas atividades diárias normais. Mas após a publicação outros pesquisadores começaram a seguir a mesma linha. Assim, as descrições à respeito dos introvertidos passaram a ser ainda mais radicais. Assim eles foram descritos como excessivamente retraídos com relação à sociedade e ao mundo.

Entretanto ser introvertido não é um problema. De acordo com os embasamentos de Dale Carnegie:

Os extrovertidos fazem as coisas da maneira correta, os introvertidos as fazem de um modo diferente.

Mas as pessoas mais introspectivas também podem aproveitar muito a vida. E uma das melhores formas de fazer isso é vivendo ao lado de um cão!

Então se você possui um perfil mais introvertido que prefere ler um livro ou assistir um filme ao invés de ir à uma festa lotada, esse artigo é para você!

Cães para introvertidos

Você pode precisar de bastante tempo longe das pessoas para conseguir descansar. Mas ainda pode ficar bastante feliz na companhia de um cão.

Porém é preciso encontrar uma raça que se adapte ao seu estilo de vida para que vocês possam conviver e dividir os melhores momentos de suas vidas. Desta forma os introvertidos e seus amigos cães podem viver muito bem juntos.

Então saiba que existem muitas raças de cães que são adequadas para pessoas mais quietas. Esses cães são bastante amigos e leais. Além disso não são cães bagunceiros que saem por aí mexendo com todas as pessoas com as quais cruzam em um passeio.

Assim você não vai ser obrigado a conversar com várias pessoas durante uma caminhada com seu cão. Então seguem as 12 raças mais adequadas para pessoas introvertidas:

1. Basenji

Raças de cachorros mais quietas

Foto: Freepik

Essa raça, conhecida como “cães sem barba” é uma das mais independentes. Então os Basenjis não têm a necessidade de serem afagados o tempo todo. Dessa forma esse cão e seu tutor podem ter seus espaços respeitados mutuamente, mas ao mesmo tempo serem muito companheiros.

Além disso seu jeito tranquilo de ser bem como a sua aparência distinta faz deles um dos ótimos cães para os introvertidos. Ademais esses cães são muito higiênicos, sendo muito adequados para a vida em apartamento. Mas se você escolher ter esse cão, lembre-se de que apesar de calmo, ele precisa de bastante estímulo físico e mental para viver bem.

2. Galgo

galgo

Foto: Freepik

Os cães galgos são muito conhecidos por terem uma postura poderosa e elegante. Além disso são bastante conhecidos como sendo ótimos atletas. Mas apesar de ótimos corredores, eles apreciam muito ficar em casa com seus donos.

Então por serem cães dóceis, sensíveis e carinhosos, eles são muito felizes estando a penas na companhia dos tutores. Assim os Galgos podem ser os cães perfeitos para pessoas introvertidas.

3. Shiba Inu

cães para introvertidos

Foto: Freepik

O Shiba Inu é o cão que mais se assemelha à um gato. Portanto ele é bastante calmo e reservado, gostando muito de ficar em seu cantinho. Além disso ele não costuma dar confiança à pessoas desconhecidas. Por fim são demasiadamente inteligentes.

Então pode-se dizer que esse cão é a combinação perfeita de tudo o que um introvertido pode esperar de seu amigo canino!

4. Basset Hound

cães para introvertidos

Foto: Freepik

Se você é do tipo de pessoa que adora ficar em casa, um basset hound pode ser uma companhia maravilhosa. Esses cães são muito discretos, calmos e até mesmo bastante preguiçosos. Então eles não gostam muito de sair. E quando saem, logo querem voltar para casa.

Entretanto por serem muito fofos eles acabam chamando muito a atenção das pessoas quando vão para a rua. Portanto você pode ter que lidar com muita gente se aproximando para ver o cão.

5. Lébrel irlandês

lébrel irlandês

Foto: Freepik

Esses cães são bastante calmos e gentis com seus donos, mas também são bastante reservados. Então eles podem não ficar pedindo atenção o tempo todo, mas adoram deitar aos pés do tutor.

Além disso eles são o tipo de cachorro que prefere observar o que acontece ao redor ao invés de sair por aí correndo e latindo. Dessa forma os Lébreis irlandeses podem ser ótimos cães para introvertidos.

6. Norsk lundehund

Essa raça não é tão popular na América, sendo mais famosa na Europa por ser norueguesa. Mas esses cães apesar de terem bastante energia e serem muito rápidos, não costumam ser muito amigáveis com os desconhecidos. Esses cães são bastante leais à família, mas não saem por aí fazendo amigos tão facilmente.

Dessa forma se você for um introvertido que adora praticar atividades físicas ao ar livre, o Norsk lundehund pode ser o cachorro certo!

7. Skye terrier

Esse pequeno cãozinho doce, desajeitado e destemido podem ser a companhia ideal para um introvertido que goste de aventuras e esportes. Eles adoram se manter ativos.

Entretanto esses cães podem ser também bastante teimosos, precisando de treinamento constante. Então é preciso que o skye terrier tenha o tutor certo, que seja firme, equilibrado e ao mesmo tempo carinhoso.

8. Chihuahua

Deixar o cão com um amigo

Foto: Freepik

O Chihuahua é famoso por não gostar de pessoas estranhas. Então ele é o cão certo para os introvertidos que não querem sair por aí fazendo amigos.

Mas não se engane porque esse cão costuma ser bastante charmoso e divertido com seu tutor.

9. Pug

pug

Foto: Freepik

Se você for um introvertido com tendência à ser sociável, o pug pode ser o cão ideal. Então esses cães costumam se socializar muito bem, fazendo amigos e chamando bastante a atenção das pessoas. Mas ao final do dia precisam de algum tempo sozinhos para recuperar suas energias. Assim em alguns momentos tudo o que vocês dois vão querer será a companhia um do outro.

10. Maltês

Maltese Bichon

Foto: Freepik

O maltês é o clássico cão que adora ficar no colo do dono. Mas apesar do apego com o tutor, esse cão é do tipo que prefere ficar em casa quietinho. Assim esses podem ser os cães certos para introvertidos!

Entretanto é preciso lembrar que eles pode ser bastante resistentes ao treinamento. Então é preciso ter firmeza e paciência com eles.

11. Terra Nova

cachorros que mais babam

Foto: Freepik

Esse gigante é extremamente doce e paciente, se mostrando um ótimo amigo para seu tutor. Além disso eles não são muito ativos, precisando apenas de alguns pequenos passeios ou brincadeiras para se sentirem bem. Então esse grandalhão adora ficar em casa.

Assim se você for um introvertido carinhoso que busca por um cão muito companheiro, o Terra Nova pode ser o animal adequado para o seu estilo de vida. Juntos vocês poderão dividir ótimos momentos.

12. Vira latas também podem ser ótimos cães para introvertidos!

Entre os milhares de cães que estão em abrigos aguardando a adoção, com certeza existe um que pode se adequar ao seu estilo. Então se você optar por adotar um novo amigo, faça perguntas aos cuidadores do abrigo. Assim você pode escolher um cãozinho mais calmo e introspectivo.

Portanto seja qual for o seu perfil de introspecção, saiba que sempre haverá um cão ideal para você!

Dentre as centenas de raças existentes, há diversos perfis de cão. Mas o importante é selecionar os mais quietos e que gostam bastante de ficar em casa. Então esses cachorros mais calmos são os cães ideais para os introvertidos.