Gatos são animais esplêndidos e com caportamentos bem inusitados. Não é nada fora do normal que o seu pet apareça com alguma peculiaridade como correr atrás do próprio rabo. Veja porquê o gato está perseguindo o rabo!

Esse é um comportamento engraçado e até fofo, mas ele pode trazer uma preocupação aos tutores, já que perseguir o próprio rabo pode estar ligado com algum problema.

Assim, sempre que o gato apresentar uma mudança comportamental, o ideal é procurar atendimento médico, para um diagnóstico correto.

Veja o que pode estar relacionado com o comportamento do gato de perseguir o próprio rabo.

1. Uma forma de se distrair

gato

Gato. Fonte: Freepik

Os gatos são animas ativos e que adoram uma perseguição e o rabo pode acabar sendo bastante atrativo, principalmente para os filhotes.

Durante a infância, o gato é bem curioso, o que torna comum encontrá-lo algumas vezes perseguinho o próprio rabo.

Na fase adulta, o gato pode ter esse comportamento quando se encontra entediado, porém é mais comum nos filhotes.

2. Gato perseguindo o próprio rabo pode sinalizar um problema

Mas nem sempre o comportamento de perseguir o próprio rabo significará que é uma diversão para o felino.

Em certos casos, esse comportamento pode sinalizar problemas na saúde do animal. Um sinal de alerta é perceber quando um gato que nunca apresentou essa perseguição pelo próprio rabo, de repente começa a ter esse comportamento.

Muitos problemas estão relacionados com esse comportamento, veja os principais motivos.

Dermatite Alérgica

Gato comendo areia

Gato deitado. Fonte: Freepik

Um problema que pode ser comum no gato é a dermatite alérgica. Vários agentes podem desencadear essa reação no animal como: a ração, pó, pólen, parasitas e até mesmo desequilíbrio hormonal.

Entre os sintomas estão:

  • Marcas vermelhas na pele;
  • Caroços na pele;
  • Perda de pelo;
  • Coceira;
  • Desconforto na pele.

O animal que está sofrendo com uma dermatite alérgica pode ficar correndo atrás do próprio rabo para tentar amenizar a coceira no local, porém, quando é um caso alérgico, o gato sente desconforto e coceira em outras partes do corpo.

Para tratar uma dermatite alérgica, primeiro deve-se descobrir o agente causador, por isso é normal que antes de tratar, o veterinário solicite exames para identificar e assim iniciar um tratamento adequado.

Gato perseguindo o rabo: Pulgas

gato perseguindo o rabo

Gato na rua. Fonte: Freepik

Os gatos podem ser acometidos pelas pulgas, parasitas que podem trazer complicações para a saúde do animal.

Além da coceira, a infestação de pulgas no gato pode causar micoplasmose felina, que em casos graves manifesta uma anemia severa e em alguns casos pode ser fatal.

Um dos lugares onde a pulga costuma ficar é no rabo do gato, assim, o felino tentar pegar o próprio rabo para se aliviar da coceira.

Outras manifestações de uma infestação de pulgas no gato é a presença de locais com queda de pelo, caroços, feridas e vermelhidão na pele. Ao pentear o animal, é possível encontrar pulgas ou sujeira preta, que são as fezes dos parasitas.

O comportamento da animal também muda, além de correr atrás do rabo, o gato pode ficar lambendo-se excessivamente e inquieto. Para tratar o animal, procure um veterinário.

Como as pulgas podem transmitir outras doenças para o gato, ele precisa ser avaliado pelo profissional.

A eliminação das pulgas deve seguir o procedimento mais adequado. Assim que eliminar as pulgas do animal, a casa também terá que ser limpa para eliminar qualquer pulga do ambiente.

Gato perseguindo o rabo: Síndrome da Hiperestesia Felina

gato perseguindo o rabo

Gato dormindo. Fonte: Freepik

Essa é uma condição rara, mas que pode afetar qualquer gato. A síndrome da hiperestesia felina (SHF) é pouco compreendida, mas tem em seus sintomas a perseguição do próprio rabo, o excesso de mordidas e lambidas no rabo e na região do ânus, espasmos musculares, vocalização, alteração do comportamento e alucinações.

Como o diagnóstico é difícil, nem sempre o gato será diagnosticado de forma correta, mas ao ser confirmada essa síndrome no animal, ele deve ser tratado com medicamentos para amenizar os sintomas.

Gato perseguindo o rabo: cauda de Garanhão

Essa é uma rara doença cutânea também conhecida como seborreia. É mais comum em machos não castrados, porém pode ocorrer em qualquer gato.

A cauda de garanhão ocorre quando o órgão supra caudal produz sebo de forma excessiva, causando alterações na pele do rabo e na parte traseira do tronco como a presença de exuberâncias vermelhas, inchaço na pele e surgimento de lesões que parecem com espinhas.

Outra característica presente em casos de cauda de garanhão é um acúmulo de oleosidade no local afetado.

O procedimento correto ao detectar esses sintomas é procurar atendimento médico que com o diagnóstico positivo para a doença indicará o melhor tratamento a prosseguir.

Em grande parte dos casos, o tratamento consiste em manter o local limpo e a utilização de medicamento.

A melhor forma de prevenir um problema como a seborreia é com banhos frequentes, principalmente higienizando o local do rabo e das costas. Além disso, alguns produtos de higiene ajudam a controlar a oleosidade no local.

  • Veja também: Gatos siameses: 10 Fatos interessantes sobre esses gatinhos!

O que fazer para o gato parar de correr atrás do rabo?

gato perseguindo o rabo

Gato assustado. Fonte: Freepik

A primeira coisa a fazer ao notar esse comportamento no gato é procurar outros sintomas que possam indicar alguma alteração na saúde do animal.

Caso note algo, procure um profissional para tratar o problema, até resolver o que está causando o sintoma no animal.

Caso o animal só apresente essa peculiaridade, ele pode só estar entediado e encontrou uma diversão no rabo.

Para que o gato pare de fazer isso, invista em brinquedos que chamem sua atenção. Também procure atividades para que o animal não fique ocioso.

Em gatos filhotes são bem mais comuns esse comportamento de perseguição, mas em qualquer idade o gato pode apresenta essa peculiaridade.

Outro fator que pode causar esse comportamento no felino é a tosa completa do rabo, ele pode acabar achando estranho essa parte do corpo e ficar perseguindo por curiosidade.

Mas se o gato persistir em perseguir o rabo após um tempo, então o ideal é buscar orientação com um profissional.