Adestramento com Método Clicker

Aprenda o que é este método e como usá-lo.

por Camila Da Silva — publicado 2 jul 2019 - 9:45

O adestramento com método clicker está entre os processos mais eficazes no treinamento de cachorros. No texto de hoje, vamos apresentar alguns conhecimentos básicos a respeito deste assunto. Por isso, acompanhe para entender e aprender como você pode aplicá-lo de forma prática com o seu cão.

Adestramento com método clicker

O adestramento com método clicker é famoso por sua praticidade. Todo mundo sabe que para ter um cão saudável fisicamente e mentalmente, o adestramento é um processo extremamente importante. Por isso, nada melhor que encontrar aquele que seja perfeito para você e para o cachorro, não é mesmo? Desta forma, recomendamos a atenção a alguns critérios que precisam necessariamente ser levados em consideração.

Adestramento com Método Clicker

Afinal, adestrar um cachorro pode ser fácil ou difícil. Tudo vai depender da sua disposição, da raça e, claro, da idade do animal. E para que você consiga atingir resultados mais satisfatórios, é importante fazer da forma certa, sem pressionar o cão e sem perder as esperanças. Assim você garantirá que o processo seja saudável. Acompanhe para entender melhor.

Como surgiu o método clicker?

Antes de mais nada, é preciso entender como surgiu o método clicker. Esta é uma forma de adestramento feita através de um objeto plástico que emite um ruído simples, objetivo e muito fácil de ser captado pelo cão. Ele foi desenvolvido nos anos 50, nos Estados Unidos. Por mais que hoje ele seja ótimo para cães, saiba que o primeiro uso foi em baleias e golfinhos.

No entanto, nos anos 80 o autor do livro “Don’t Shoot The Dog” ou, na tradução, “não atire no cachorro”, padronizou o uso do clicker para o adestramento de cães. Assim sendo, Karen Pryor foi responsável por introduzir este método no mercado de forma revolucionária e inteligente.

Sabemos que cães possuem padrões comportamentais que podem ser moldados de acordo com algum treinamento. Assim sendo, a base do clicker é, fundamentalmente, condicionar o cachorro a situações que nós, humanos, queremos. Desta forma, Ivan Pavlov ajudou a formalizar estes critérios comportamentais, ganhando inclusive um Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia em 1904. Os estudos dele pautavam justamente estes reflexos a partir de alguma ação. Entendendo, então, que havia uma certa relação entre um comando ou situação e o comportamento canino.

Adestramento com Método Clicker

Aplicando o método clicker

Depois de entender um pouco de onde surgiu o método clicker, é hora de entender como aplicá-lo. Basicamente o que precisamos captar é que o cão sabe entender. Ou seja, condicioná-lo é possível. E por isso, existe o adestramento. Desta forma, podemos aderir o clicker como ferramenta para ter um cão mais respeitoso.

Tudo que você precisa fazer é ter o equipamento certo. Trata-se de um objeto de plástico que produz um ruído compatível com a audição canina. Após adquirir o clicker, você deverá seguir alguns critérios para trabalhar o adestramento da forma correta e saudável.

Funciona da seguinte forma: toda vez que o seu cachorro efetuar algo que seja positivo, ou seja, agir de acordo com o que você quer, você acionará o clicker e dará um presente. Este presente pode ser um biscoito canino da preferência dele. Com o passar do tempo, o cão associará o ruído do clicker com o biscoito. Logo, ele saberá o que precisa fazer. E é assim que o adestramento com método clicker funciona.

Assim sendo, talvez você pense que está muito fácil, não é mesmo? Mas não está. Afinal, não é tão simples assim treinar o cachorro. Leva tempo e exige paciência. Por isso, é importante seguir nossos critérios para entender como proceder.

A ambiente precisa ser calmo

Como você sabe, cachorros se distraem com uma série de coisas ao seu redor. Seja uma rua movimentada, seja algum vizinho ou seja um cachorro passeando na calçada. Fato é que, se você estiver buscando entender o adestramento com método clicker, é importante fazê-lo de forma calma em um ambiente propício.

Adestramento com Método Clicker

Por exemplo, se você estiver tentando ensinar o seu cachorro métodos de educação em um local com muito barulho, dificilmente ele captará o sinal do clicker e, consequentemente, não surtirá efeito nem em curto nem em longo prazo. Assim sendo, o que você precisa fazer é evitar justamente isso e proporcionar um treinamento mais focado e objetivo.

Recomendamos buscar quintais sem intervenções exteriores ou áreas abertas em que não haja outros cães. Entretanto, também é possível experimentar ambientes internos, caso você more em apartamento. Mas o mesmo critério precisa ser válido: nada de distrações e desfoco.

Evite a zona de conforto

Evitar a zona de conforto é uma forma extremamente útil de manter o cão interessado no que você tem a ensinar. O que você pode fazer, por exemplo, é testar novos métodos quando os atuais estiverem saturados. Afinal, o clicker é dinâmico e você poderá criar situações diferentes a todo instante.

Entretanto, tome cuidado para não causar confusão na mente do cachorro. Variar não significa pulverizar o adestramento. Ou seja, testar dezenas de formas a todo momento não tirará o cão da zona de conforto. Pelo contrário, manterá ele sem saber o que está acontecendo. O que é extremamente negativo para o processo.

Seja objetivo no treinamento

Há centenas de métodos de treinamento para cães. Mas se tem uma regra básica em todos eles, é a objetividade. Afinal, de nada adianta você criar situações extremamente complicadas e desafiadoras para o cão, pois ele ficará sem entender nada. E isto não é bom. Por isso, objetividade é sempre importante.

Isto pode ser aplicado, por exemplo, com palavras de ordem. O cão dificilmente entenderá se você disser: “pare de morder o tapete, isto é feio!”. Agora, se você disser uma palavra em tom forte, curta e rápido, como por exemplo: “pare!”, a chance de surtir efeito é muito maior. Com o tempo, ele associará que o conjunto sonoro “pare!” é um comando para ele não fazer o que está fazendo.

Por isto o adestramento com método clicker é tão poderoso. Afinal, o ruído que o objeto cria na mente do cachorro é o suficiente para ele entender que algo que ele fez foi bom. E por isso, ganhará um presente. Desta forma sim, com o tempo, o cão aprenderá a ter uma conduta respeitosa e educada a base de condicionamento.

Não exagere nas recompensas

Como falamos no decorrer do texto, oferecer recompensas é muito importante para o cachorro. É isto que fará ele repetir o ato. Ou seja, repetir algo que seja positivo. Entretanto, há um limite muito estreito entre recompensar o cachorro e agradá-lo em excesso.

Afinal, já sabemos que o cão obedece comandos e podemos condicioná-lo de diversas formas. Logo, oferecer biscoitos em exagero e a todo momento, condicionará ele a querer sempre. E isto não é saudável nem para o psicológico e muito menos para o físico do animal.

Evite o treinamento quando estiver cansado

Cães entendem quando estamos felizes, tristes ou cansados. Sendo assim, um fator muito importante no adestramento com método clicker, é não praticá-lo quando você estiver cansado. Se o dia não foi bom, deixe para o outro dia. Esta é uma forma eficaz de não transparecer descontentamento para o cão na hora que ele acertar.

Afinal, ele precisa enxergar a sua felicidade para com ele nos momentos em que ele merecer. Caso contrário, causará confusão na forma que ele interpreta a situação, podendo surtir efeitos negativos. Ou seja, transpareça felicidade ou descontentamento nos momentos certos e as chances de ter bons resultados no médio e longo prazo são muito maiores.

Brigar com o cachorro não ajuda em nada

Talvez você já tenha ouvido falar que brigar com o cachorro é negativo para ele, não é mesmo? De fato, é. Ainda mais quando ele estiver sendo submetido a um treinamento ou adestramento. Cães são sensíveis. Se eles perceberem que você está bravo com eles, as chances de surgir depressão ou excesso de agressividade são muito grandes.

Assim sendo, se o cachorro não respeitar o comando de primeira, tudo bem. Não brigue com ele nem deixe-o envergonhado. Vá com calma e aos poucos, sem pressionar. Lembre-se sempre que eles são animais e, dependendo da idade, tudo que eles querem é brincar, comer e ficar perto de você.

cães e donos

Adestramento é importante e saudável

Caso precise, nunca deixe de buscar ajuda profissional especializada. Adestramento inteligente é saudável para o cachorro, seja qual método for usado. Desde que se use empatia, carinho, amor e as palavras certas, a chance de ter um cão mais feliz e saudável também aumenta. Boa sorte!

Filhotes de Pastor Alemão: Tudo o que você precisa saber

por Handreza Hayran — publicado 19 jul 2019 - 9:45

filhote de cachorro

Não é de surpreender que os pastores alemães sejam uma das raças mais populares. Com sua resistência física e mental, esse célebre animal é apreciado por muitos. Os filhotes de pastor alemão, querem brincar o dia todo, todos os dias. Assim, esses adoráveis ​​animais adoram aprender e se relacionar intimamente com seus humanos.

Sendo uma raça relativamente nova, eles não entraram em cena até o final do século XIX. Quando um oficial da cavalaria alemã,

 » Read more about: Filhotes de Pastor Alemão: Tudo o que você precisa saber  »

Traços de personalidade do shitzu: O que esperar dessa raça?

por Handreza Hayran — publicado 17 jul 2019 - 9:45

shih tzu

Os Shih tzus podem ser pequenos em tamanho, mas são grandes em personalidade. Querendo nada mais do que ser seu melhor amigo, este cãozinho é um companheiro afetuoso, alegre e de temperamento doce. Este artigo vai detalhar a personalidade do shitzu e o temperamento que você deve esperar dessa raça.

A maioria dos criadores concorda que o shih tzu é originário da China antiga, onde, por mais de mil anos, a realeza considerava esses cães como animais de estimação queridos.

 » Read more about: Traços de personalidade do shitzu: O que esperar dessa raça?  »

130 Nomes de cachorro: Grandes ideias para nomear seu filhote

por Handreza Hayran — publicado 17 jul 2019 - 9:45

Você trouxe para casa o filhote perfeito e agora você precisa escolher o nome perfeito. Alguns proprietários gostam de nomes específicos para o país de origem da raça. Outros são inspirados pela aparência ou personalidade do novo filhote. Confira nossa lista com 130 nomes de cachorro!

Comida, bebida e cultura popular são temas favoritos. Mas existem tantas opções! E é uma decisão importante; Afinal, um bom nome pode melhorar a capacidade de resposta do seu cão e melhorar a comunicação entre vocês.

 » Read more about: 130 Nomes de cachorro: Grandes ideias para nomear seu filhote  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Filhotes de Pastor Alemão: Tudo o que você precisa saber

por Handreza Hayran — publicado 19 jul 2019 - 9:45

filhote de cachorro

Não é de surpreender que os pastores alemães sejam uma das raças mais populares. Com sua resistência física e mental, esse célebre animal é apreciado por muitos. Os filhotes de pastor alemão, querem brincar o dia todo, todos os dias. Assim, esses adoráveis ​​animais adoram aprender e se relacionar intimamente com seus humanos.

Sendo uma raça relativamente nova, eles não entraram em cena até o final do século XIX. Quando um oficial da cavalaria alemã, capitão Max von Stephanitz, começou a promover essa raça porque adorava a versatilidade e a inteligência que eles tinham.

Fatos dos filhotes de pastor alemão

Os filhotes de pastor alemão são muito curiosos. Sendo assim, devido à sua natureza curiosa, eles adoram ser treinados para muitas tarefas e truques diferentes. Além disso, eles são uma raça altamente inteligente que adora se exibir quando tem a chance. Portanto, aqui estão alguns fatos interessantes antes de levar para casa seu novo cachorro.

1. Um pastor alemão não é um Golden Retriever

filhotes de pastor alemão

Às vezes eu sinto que muitas pessoas assumem que um golden retriever é apenas a “personalidade do cão”. Seu pastor não pensa que toda pessoa que conhece é sua melhor amiga, e isso faz parte de sua herança. Os pastores são um pouco desconfiados de estranhos. Além disso, esteja preparado para o seu pastor escolher alguém para ser sua pessoa favorita em sua família.

2. Cuidado com os tubarões terrestres

filhotes de pastor alemão

Filhotes de pastor alemão ganharam o apelido de “tubarão da terra” por causa de sua boca. Essa raça pode ser uma raça tentadora com crianças pequenas, que muitas vezes se tornam alvos involuntários para mordidas brincalhonas. Sendo assim, comece a ensinar os filhotes de pastor alemão que morder seres humanos é um comportamento inadequado e canalize esse apetite para brinquedos mastigáveis ​​e jogos que não envolvam mãos humanas.

3. Fique atento a sinais de timidez

filhotes de pastor alemão

Muitos filhotes de pastor alemão, especialmente cães de linha americana criados para se mostrarem, tendem a ter timidez e ansiedade. Se não for tratada, essa timidez pode se transformar em agressão baseada no medo. Por esta razão, socialize os filhotes de pastor alemão a partir do minuto que ele chega em casa com você, e não pare por toda a sua vida.

4. Espere um cão que quer saber sobre o que você faz o tempo todo

pastor alemão

Se você não gosta de ter um cachorro seguindo você em todos os lugares, até mesmo no banheiro, talvez reconsidere receber um pastor alemão. Esses cães são intrometidos e querem saber onde você está e o que está fazendo em todos os momentos, no caso de suas ações comprometerem a segurança da casa e da família. Saiba que eles estão apenas fazendo o trabalho deles.

5. Você verá pelo de cachorro em todos os lugares

Há uma razão pela qual as pessoas os chamam de “shedders alemães”. Os filhotes de pastor alemão têm pelo duplo, o que equivale ao dobro de pelos em todo o chão, no sofá, nas roupas, etc.

6. Filhotes de pastor alemão gostam de brincar

filhotes de pastor alemão

Os pastores têm uma tendência a brigar com as pessoas e outros cães. Eles são animais intensos! Eles não têm as “bocas moles” dos retrievers ou a delicadeza brincalhona das raças menores. Mesmo na brincadeira, os filhotes de pastor alemão gostam de ir para a garganta. Supervisione suas interações com outros cães e ajude seu pastor a fazer várias pausas e intervalos para que a brincadeira não seja muito complicada.

7. Prepare-se para percepções públicas negativas

Graças à mídia, à história, à cultura popular e, certamente, a muitos cães maltratados, os filhotes de pastor alemão não possuem exatamente a melhor imagem pública. Se dói seus sentimentos que algumas pessoas automaticamente tenham medo de seu cão, um pastor alemão pode não ser certo para você. Se você tem um pastor alemão, deixe que isso o motive a fazer do seu cão um grande embaixador da raça e ajude a mudar os estereótipos negativos.

8. Esteja preparado para um cachorro vocal

cachorro

Os filhotes de pastor alemão tendem a ser vocais. Latir pode ser um comportamento muito difícil de refrear, especialmente se for tecido na linhagem de um cachorro, como tem sido feito com pastores. Esteja ciente desse problema e esteja preparado para começar a treinar seu cão a quando e como ficar quieto.

9. Considere um grande número de problemas de saúde

Os filhotes de pastor alemão e os adultos, são famosos por sua série de problemas de saúde. Em um intervalo de mais benigno (alergias) a risco de vida (osteossarcoma, hemangioma), os pastores parecem ter todos eles. A raça ainda tem predisposição para doenças que parecem ocorrer exclusivamente dentro da linhagem pura (por exemplo, mielopatia degenerativa , que já foi chamada de “neuropatia do pastor alemão”).

É de partir o coração, mas é uma realidade se você quiser um pastor. Encontre um bom veterinário (de preferência um com experiência em pastor) e comece a tomar medidas para manter seu pastor em bom estado e saudável.

10. Mantenha o cérebro do seu cachorro envolvido

pastor alemão

Caso contrário, você vai ter um pouco de terror em suas mãos. Os filhotes de pastor alemão são cães grandes, ativos, atléticos e altamente inteligentes. O que isto significa é que, se eles ficarem entediados, você vai se arrepender seriamente de trazer esse cachorro para sua casa.

Um cão esperto sem trabalho para fazer é igual a um tornado de travessuras. Tente dar aulas de obediência, agilidade, pastoreio, etc. Os pastores podem se destacar em muitos esportes e atividades caninas! Comece agora a pensar sobre como manter o cérebro de seu filhote de pastor alemão envolvido.

11. Os filhotes de pastor alemão são cães de família

pastor-alemão

Os pastores alemães adoram fazer parte de uma família de alta energia ou de alguém que leva uma vida ativa. Um estilo de vida sedentário não funciona para essa raça de pastoreio, pois eles adoram aprender, brincar e fazer parte de seu bando humano! Filhotes de pastor alemão podem se distrair facilmente. Mesmo que eles amem as crianças e a vida familiar, enquanto treinam, é melhor que eles se concentrem apenas na tarefa que estão aprendendo, de modo a evitar a sobrecarga sensorial.

Os pastores alemães são um cão da família experimentado e verdadeiro. Eles adoram nadar (mesmo com seus humanos!). Eles são cães altamente sociáveis ​​e amigáveis, então uma casa ocupada funciona bem para eles. Eles também precisam de muito carinho e aconchego.

Traços de personalidade do shitzu: O que esperar dessa raça?

por Handreza Hayran — publicado 17 jul 2019 - 9:45

shih tzu

Os Shih tzus podem ser pequenos em tamanho, mas são grandes em personalidade. Querendo nada mais do que ser seu melhor amigo, este cãozinho é um companheiro afetuoso, alegre e de temperamento doce. Este artigo vai detalhar a personalidade do shitzu e o temperamento que você deve esperar dessa raça.

A maioria dos criadores concorda que o shih tzu é originário da China antiga, onde, por mais de mil anos, a realeza considerava esses cães como animais de estimação queridos.

Hoje, o shih tzu é consistentemente um dos cães mais populares. Mas o shih tzu é certo para você? Leia para saber mais sobre as características adoráveis e às vezes não tão adoráveis dessa raça.

Primeiro, no entanto, é necessário conhecer um pouco sobre sua história para poder entender sua natureza.

História do Shih Tzu

shih tzu

Shih Tzus é uma das 15 raças de cães mais antigas existentes. Apesar de não sabermos a época exata, o que se sabe é que Shih Tzus acabou por se integrar ao estilo de vida da realeza chinesa. Durante séculos e séculos, estes pequenos cães, semelhantes a leões eram bens valorizados entre a nobreza.

Embora ShihTzus seja uma raça orgulhosa, real e digna, de maneira alguma são arrogantes ou pomposos. Quando as pessoas descrevem Shih Tzus como indiferentes, sarcásticos ou agressivos, eles estão fazendo referência a um cão que não foi criado corretamente, foi um produto de criação irresponsável, ou ambos.

Na realidade, o temperamento e a personalidade do shitzu estão longe do que você esperaria de um cachorro que pudesse ser considerado “elegante” ou “mimado”. Sua história tem um grande papel na construção de sua reputação atual, mas deve-se saber que uma representação mais próxima das características da raça é leal, amorosa e atenciosa.

Personalidade do shitzu

personalidade do shih tzu

A personalidade do shitzu é uma mistura dinâmica do cachorro de colo atencioso e afetuoso e do companheiro digno. Dentro de casa, esses bichinhos só querem fazer parte da família. Embora a confiança deles possa ser bastante proeminente, isso não quer dizer que eles sejam arrogantes.

Com isso dito, esses pequenos caninos são encantadores. A personalidade do shitzu é grandemente influenciada por sua inteligência, pois eles processam o mundo ao seu redor em um ritmo mais rápido do que a maioria dos cães, e eles adoram aprender.

Este é um cão que passa pela vida com a confiança de um leão. É cauteloso, mas entusiasmado com estranhos e ambientes desconhecidos, e expressa o amor por toda a casa.

Enquanto o Shih Tzu não é necessariamente tão brincalhão, eles estão sempre prontos para um rápido passeio pela vizinhança ou algumas rajadas de energia dentro de casa. Uma das coisas que fazem do Shih Tzu um animal tão cobiçado é a sua adaptabilidade.

Eles podem viver em praticamente qualquer ambiente e com a maioria das famílias. Eles podem ser um cão de uma pessoa, ou o companheiro da família amável. Eles são naturalmente confiantes, dignos e afetuosos. Para uma raça de brinquedo, o Shih Tzu expressa uma das personalidades mais completas.

A vida é um jogo. E o shih tzu adora brincar com você!

shih tzu

Se a atividade do diaé brincar de esconde-esconde, o shihtzu está pronto pra isso!

Não deixe que seu tamanho pequeno e sua boa aparência enganem você, achando que são apenas aquecedores de colo e cães de show. Esses pequenos leões gostam de fazer caminhadas e, gostam de passar o tempo correndo na casa.

Não importa qual jogo você escolheu jogar, contanto que você goste, seu shih tzu provavelmente vai gostar também.

Ao treinar seu shih tzu, a consistência e a paciência são fundamentais

shih tzu

A única desvantagem de um Shih Tzu é que eles podem ser cães teimosos. Criada para ser a  companhia perfeita, quando se trata de treinar essas características, pode tornar o processo um pouco mais difícil.

Quando se trata de aprender comandos básicos, como sentar, ficar e descer, o shih tzu não é rápido em aprender. Os entusiastas da raça culpam a tendência independente do cão. Mas no livro do autor Stanley Coren “The Intelligence of Dogs”, mais de 200 juízes de obediência profissional classificaram as raças com base em sua treinabilidade como um indicador de QI, e o shih tzu não se saiu tão bem.

De acordo com os juízes, o shih tzu e várias outras raças precisavam de 80 a 100 repetições de um comando antes de finalmente obedecerem apenas 25% do tempo. O border collie, por outro lado, dominava novos comandos rapidamente, em menos de cinco repetições e os obedecia pelo menos 95% do tempo.

Portanto, ao treinar seu shih tzu, a consistência e a paciência são fundamentais. E esteja preparado para levar mais tempo do que o esperado.

O Shih Tzu não é barulhento

shih tzu

O shih tzu não foi criado para ser um cão de guarda, então ele não tagarela, embora ele possa latir para avisar que o carteiro está na porta da frente. Além disso, você não ouvirá muito barulho dele.

Alguns shih tzus podem ser um pouco mais barulhentos do que outros. Mas muitos latidos? Bem, essa é uma história diferente, e geralmente decorre de cães não serem socializados adequadamente.

O Shih Tzu pensa que seus visitantes são visitantes deles

Quando amigos e familiares chegam à sua porta, o shih tzu pensa que o visitam, não você. Ser extrovertido e amigável está em seus genes, é claro, e ele não vê mal em espalhar o amor por aí. Dê-lhe um presente, esfregue sua barriga ou jogue-lhe um brinquedo estridente e você terá um novo melhor amigo.

Agora conhecendo a personalidade do shitzu, ele pode ser um cão ideal para você adotar. Contanto que você mostre a ele amor, ele o devolverá.

O Shih Tzu é muito companheiro

O shihtzu foi originalmente criado para ser um companheiro, e é aí que ele se destaca. Quando você chegar em casa do trabalho, ele abanará o rabo descontroladamente e seguirá você pela casa com devoção. E quando você se acalma para assistir televisão, ele vai se enroscar alegremente no seu colo.

Ele pode exaltar uma arrogância natural, com a cabeça minúscula erguida e curvada delicadamente sobre as costas, mas quem pode culpá-lo? Se seus antepassados ​​viveram dentro do palácio imperial, descansando em travesseiros de seda bordados o dia inteiro, ele pensaria que você é muito especial também.

Mas não se preocupe. É apenas um ato. O shih tzu realmente pensa que você é o rei ou a rainha em seu mundo.

Verdade seja dita, apesar de quão digno o Shih Tzu pode ser, quão belo na aparência, ou tenha seu lugar na história (tendo sido criado para a realeza chinesa), esses cães são pequenas bolas que só querem amar e ser amadas em troca.