Cachorro morre sufocado com saco de salgadinho e tutores fazem apelo nas redes sociais

O cãozinho encontrou um saco de salgadinho na cozinha, conseguiu abrir e enfiou a cabeça para comer os últimos farelos. O saco ficou preso na cabeça do animal, causando asfixia e sua morte

por Andrezza Oestreicher — publicado 4 abr 2018 - 9:38

Muitos tutores de cachorro trabalham fora e, por esse motivo, precisam deixar seus animais sozinhos por algum período de tempo. Pensando na segurança do cão, os tutores procuram deixar a área dos peludos livres de fios ou qualquer coisa que possa machucá-los.

Porém, quando falamos em animais de estimação, o cuidado deve ser redobrado, mesmo que eles fiquem sozinhos apenas por pouco tempo.

One week ago I kissed my baby boy goodbye on my way out for work. But I had no idea it would be for the last time….

Posted by Christina Young on Monday, February 26, 2018

É isso que Cristina Young e seu marido querem passar para todos os tutores de animais ao divulgar a causa da morte trágica de seu amado e tão bem cuidado cachorro Petey, da raça Pit Bull.

Em publicações emocionante em suas redes sociais, o casal contou que o marido teve uma surpresa terrível ao chegar em casa do trabalho. Normalmente, o cachorro sempre o recebe bastante animado na porta, mas neste dia não foi isso o que aconteceu.

O marido chegou a desconfiar que o animal estivesse escondido por ter feito alguma coisa errada, mas infelizmente não era nada disso.

Ao entrar na sala de jantar, o homem viu o cachorro sem vida com um saco de batatinha enfiado na cabeça.

O que aconteceu foi que o cachorro encontrou o saco de salgadinho, conseguiu abrir e começou a comer. Quando restaram apenas os farelos, o cão enfiou a cabeça no saco, porém, cada vez que ele respirava lá dentro para pegar os retinhos de batata, o saco ficava mais apertado em sua cabeça, até chegar ao ponto de sufocar o animal.

It’s 5 o’clock somewhere…

A post shared by Christian Villarreal (@cville7) on

Cristina sabia que seu animal era esperto e não entendia como ele não tinha conseguido tirar o saco de sua cabeça com as patas. Tentando entender o que tinha acontecido, o casal fez várias pesquisas para saber se casos assim são raros e tiveram uma grande surpresa ao ver que o número de morte por sufocamento como a de seu cachorro era bem maior do que imaginavam.

De acordo com as pesquisas do casal (números provavelmente indicando casos nos Estados Unidos, já que o caso aconteceu no Texas), cerca de três a cinco casos de animais de estimação asfixiados são informados a cada semana e 42% deles ocorrem enquanto o tutor está na sala ao lado do pet.

Porém, o que as pessoas não sabem é que os animais podem ficar sufocados muito rápido. De acordo com as informações encontradas pelo casal, leva apenas cerca de 3 minutos para o oxigênio cair para níveis fatais.

Apesar disso, os tutores ficaram impressionados com a falta de divulgação sobre esse assunto e de informações de cuidados para evitar a asfixia ou até de como agir caso alguém encontre um animal sufocando.

One week ago today I had to say goodbye to my baby boy.. My heart hurts and I miss him like crazy but I am so thankful I had him in my life at all. Although this is hard to talk about and probably not fun to read, I feel like @mschris99 and I need to share what happened to Petey to hopefully prevent this from happening to anyone else. Last Monday I came home and was not greeted at my door like usual. I thought Petey was hiding from guilt from getting on the couch but as I walked in further I discovered my poor sweet boy lifeless in our dining room with a chip bag over his head. He got it off our counter and after eating all the chips he went back for crumbs and got the bag stuck over his head. Each time he tried to get some he inhaled causing the bag to tighten ultimately resulting in suffocation. We have done a lot of research and the stats on how often this happens is insane. 3-5 pet suffocation’s get reported every week and 42% occurs when the owner is in the next room. It only takes roughly 3 minutes for their oxygen levels to drop to fatal limits. Chip bags, cereal bags, bread bags, popcorn bags, dog/cat treats bags are the most common. Petey was everything to me and I wouldn’t wish this feeling on anyone. If you are a pet owner please be extra careful and share this with other pet owners to help spread awareness. We thought we were so careful with Petey but it never occurred to us that he could lose his life from a chip bag.. Research also shows 90% of pet owners didn't know the dangers until it happened to their pet. Love and hug your pets extra tight and just be a little more cautious about these dangers in honor of my boy Petey Pablo. We love you so much boy. #preventpetsuffocation #pitbullsofinstagram @preventpetsuffocation

A post shared by Christian Villarreal (@cville7) on

Ainda de acordo com a pesquisa do casal, em 90% das ocorrências relatadas, os tutores afirmaram que nunca tinham ouvido falar de casos assim até que aconteceu com eles.

Sacos plásticos, de supermercado, sacos de batatinha, de salgadinho, pacotes de pipoca e até saco de pão, todos podem causar asfixia em animais de estimação.

O casal finalizou suas postagens pedindo que todos os tutores tenham um cuidado redobrado com seus animais e deixem sacos, sejam eles de que tipo for, longe de seus peludos e que compartilhem essas informações com outros tutores, para que juntos possam proteger o maior número de animais.

Como Fazer o Cachorro Parar de Morder?

por Camila Da Silva — publicado 18 abr 2019 - 9:45

Como fazer o cachorro parar de morder

Neste artigo, você irá aprender como fazer o cachorro parar de morder. Pois sabemos que por mais que muitas vezes possa ser de brincadeira, as mordidas podem podem sim incomodar. Porém, é importante saber que este processo pode ser um pouco lento, e precisará de paciência e dedicação para que realmente funcione. Acompanhe o texto para entender.

Como fazer o cachorro parar de morderComo fazer o cachorro parar de morder
Como fazer o cachorro parar de morder?

Antes de mais nada, podemos adiantar: o ato do cachorro morder,

 » Read more about: Como Fazer o Cachorro Parar de Morder?  »

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos?

por Camila Da Silva — publicado 17 abr 2019 - 9:45

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Uma dúvida que causa muita insegurança, é como acostumar dois cachorros a conviverem juntos. E é muito comum que as pessoas tenham este receio, visto que cães são muito territoriais e defensores de seus donos. No entanto, saiba que este processo pode não ser tão complicado quanto parece. Seguindo alguns passos, você conseguirá ter sucesso. Acompanhe para entender.

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem JuntosComo Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos
Como acostumar dois cachorros a conviverem juntos?

A primeira coisa para entender como acostumar dois cachorros a conviverem juntos,

 » Read more about: Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos?  »

Como Fazer o Cachorro Parar de Latir – Dicas e Truques

por Camila Da Silva — publicado 16 abr 2019 - 9:45

Hoje, vamos entender como fazer o cachorro parar de latir e entender um pouco as principais motivações dele.

Hoje vamos entender como fazer o cachorro parar de latir e entender um pouco as principais motivações dele. Pois se tem uma coisa que pode se tornar facilmente irritante, são os latidos do nosso cachorro em excesso. Em praticamente todas as vezes, obviamente, ele não faz por mal ou para irritar. Ele faz, pois algo está estranho ou diferente em sua rotina.  Acompanhe o texto para saber mais.
Como fazer o cachorro parar de latir

Antes de mais nada,

 » Read more about: Como Fazer o Cachorro Parar de Latir – Dicas e Truques  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Como Fazer o Cachorro Parar de Morder?

por Camila Da Silva — publicado 18 abr 2019 - 9:45

Como fazer o cachorro parar de morder

Neste artigo, você irá aprender como fazer o cachorro parar de morder. Pois sabemos que por mais que muitas vezes possa ser de brincadeira, as mordidas podem podem sim incomodar. Porém, é importante saber que este processo pode ser um pouco lento, e precisará de paciência e dedicação para que realmente funcione. Acompanhe o texto para entender.

Como fazer o cachorro parar de morder

Como fazer o cachorro parar de morder?

Antes de mais nada, podemos adiantar: o ato do cachorro morder, é normal. Muitas vezes a mordida é uma diversão garantida para ele. Porém, não para o dono. Inclusive, pode se tornar insuportável com o tempo, pois caso seu cão acostume-se a morder você por qualquer motivo, pode ter certeza: ele vai adorar.

Isso geralmente acontece mais com cães filhotes, pois o que mais eles querem fazer, é brincar com você. E as mordidas são um jeito não muito carinhoso de eles fazerem isso. Há quem diga também, que eles gostam de morder pois os dentes estão em fase de crescimento, o que torna ainda mais prazerosa a brincadeira.

5 atitudes para você tomar que evitarão as mordidas

Agora que você já entendeu um pouco da motivação por parte dos cachorros em morder, podemos testar algumas técnicas e métodos que poderão ajudar a fazê-los parar de morder. Afinal, aprender como fazer o cachorro parar de morder pode ser demorado. Assim sendo, não espere resultados imediatos. Dar tempo ao tempo é fundamental.

  1. Mostre que você sente dores com as mordidas

Isso mesmo. Este é um dos pontos mais importantes para acostumar o seu cão de que determinadas ações machucam você. E acredite, eles não vão gostar de saber que você está se machucando. Cachorros são muito apegados aos seus donos e demonstram interesse pelos seus sentimentos. Logo, mostrar que as mordidas estão doendo ajudará no processo de fazê-lo parar com o tempo.

  1. Pare de brincar quando seu cachorro morder

Quando o seu cachorro estiver em estado de êxtase pura, ou seja, brincando, é o momento que ele mais se sentirá feliz. E isso poderá ser cortado pela raiz quando ele morder você. Experimente parar de brincar assim que ele morder. Com o tempo, ele assimilará que a diversão acaba quando ele pratica determinados atos. E isso poderá ajudar.

Como fazer o cachorro parar de morder

  1. Brigue com ele de maneira firme, mas não xingue

Assim como os cães ficam felizes quando seus donos brincam, eles também assimilam quando eles brigam. Ou seja, um método muito educativo, é falar com a voz firme para o cachorro parar de morder. Nunca xingue, apenas diga para ele parar de maneira dura. Estas ativações farão com que ele evite de morder você em longo prazo.

  1. Elogie e parabenize tudo aquilo que não envolve mordida

Assim como é importante você ser firme com ele quando precisar, também é importante elogiar e falar com uma voz em tom mais ameno quando ele fizer o correto. Da mesma forma que ele assimilará uma briga, ele assimilará algo positivo. E assim, seu comportamento é construído de maneira educada.

  1. Saia do ambiente em que o cão está quando ele morder

Quando você estiver brincando com o seu cão e ele estiver lhe mordendo, experimente deixá-lo sozinho brincando por um tempo. Apenas afaste-se e não demonstre mais vontade de brincar com ele. Se você fizer isso imediatamente após as mordidas, o cachorro entenderá que sempre que ele morder, você sairá. E acredite, tudo que eles mais gostam é da sua presença. E não a tendo, fará com que eles assimilem o que você quer.

Como fazer o cachorro parar de morder

Seu cachorro não é uma marionete

Estas sugestões podem funcionar muito bem no longo prazo. Entretanto, é muito importante que você entenda que seu cachorro não é uma marionete. Entender como fazer o cachorro parar de morder é muito mais complexo do que simplesmente uma receita pronta.

Envolve educação, muito treinamento e disciplina. E, claro, você terá de ter paciência com ele. Ainda mais se ele for filhote. Nunca exija muito em pouco tempo. Afinal, eles continuam sendo cães e tudo que eles mais querem, é aproveitar os momentos perto do dono, brincar até cansar e fazer companhia.

No entanto, o jeito deles representarem isso tudo, muitas vezes pode ser de um jeito que você não gostaria. O que é absolutamente normal. Entretanto, é importante respeitar o tempo do seu cão e educá-lo aos poucos.

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos?

por Camila Da Silva — publicado 17 abr 2019 - 9:45

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Uma dúvida que causa muita insegurança, é como acostumar dois cachorros a conviverem juntos. E é muito comum que as pessoas tenham este receio, visto que cães são muito territoriais e defensores de seus donos. No entanto, saiba que este processo pode não ser tão complicado quanto parece. Seguindo alguns passos, você conseguirá ter sucesso. Acompanhe para entender.

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Como acostumar dois cachorros a conviverem juntos?

A primeira coisa para entender como acostumar dois cachorros a conviverem juntos, é o motivo dos cães brigarem ou se desentenderem em ambientes já dominados. Isto ocorre pelo fato da conquista de território. Quando um cachorro sente-se dono de um lugar, ele fará de tudo para proteger o mesmo.

Assim sendo, podemos constatar também que os cachorros sentem ciúmes de seus donos. Ou seja, se já tiver um cachorro no ambiente previamente dominado e ainda este cão estiver próximo do seu dono, o cão que já habita o lar vai estranhar, podendo avançar ou morder.

Existem casos em que este convívio pode acontecer de maneira absolutamente comum e normal, como se sempre houvessem dois cães naquele ambiente. Algumas raças são mais abertas a socializar e acabam facilitando o processo. Entretanto, para as que não são assim, acompanhe o que você poderá experimentar e testar para aprender como acostumar dois cachorros a conviverem juntos.

Apresente os cães em um ambiente longe de casa

Como falamos, cães são territoriais. Ou seja, eles consideram determinados territórios como sendo somente deles. E isto faz com que possa ser difícil introduzir outro cão ao lar. Portanto, para facilitar o processo, recomendamos que você experimente apresentar os cães longe da sua casa.

Como fazer isso? É muito simples, basta levar o seu cão atual para conhecer o novo integrante da família, em um parque ou simplesmente em um passeio. Isto fará com que eles possam se cheirar e se ver longe da habitação que eles teoricamente teriam de defender.

Quando os cachorros se conhecem previamente em outro ambiente, a adaptação em casa posteriormente se torna muito mais simples, pois não haverá aquela desconfiança grande nem a sensação de invasão por parte do cão que já mora com você.

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Canse bastante os cachorros para que eles se conheçam

Outra boa prática para acostumar os cães juntos, é cansá-los antes mesmo de fazê-los se conhecer. Para isso, basta você levá-los previamente para passear, correr ou brincar. Após algum tempo praticando atividades e gastando a energia deles, experimente fazer a apresentação entre um e outro.

Neste caso, também é importante que a apresentação seja feita longe do lar. Ou seja, depois de cansar seu cão, leve-o para conhecer o novo irmão longe do território que ele domina. Fazendo isso, as chances de eles brigarem ou se estranharem são remotas, pois ninguém estará disposto a defender nada e a passividade para se conhecer será benéfica para ambos.

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Prepare sua casa para recebê-los

Agora que você já conseguiu apresentá-los de uma maneira menos invasiva, é hora de ir para casa com ambos. Antes mesmo de sair com eles, deixe sua casa pronta para quando você voltar. E isto envolve potes de ração separados e brinquedos para ambos.

Lembre-se que seus cães estarão cansados, e tudo que eles querem é um carinho para descansar. Neste momento, é importante que você dê isso a eles dentro de casa. Pois é lá que eles passarão a maior parte do tempo e precisam se acostumar um com o outro.

Entretanto, é importante levar em consideração que eles também são muito sentimentais e ciumentos com seus donos. Ou seja, não é apenas a introdução que você deverá zelar: é também a atenção que dará para eles.

Jamais divida a atenção e foque somente em um cachorro. Isto fará com que um dos dois sinta-se abandonado, podendo causar desequilíbrios no comportamento e, até mesmo, gerar aquela desconfiança entre ambos.

Não provoque ciúme nem em um, nem em outro. Trate-os iguais, principalmente no início da fase da adaptação. Pois acredite, eles farão de tudo para chamar a sua atenção. E isto poderá gerar problemas desnecessários para você.

Assim sendo, vá com cautela, com calma e dê tempo ao tempo. Certamente a fase de adaptação será difícil, mas, depois eles irão se entender e tudo ficará bem. E você terá um lar repleto de carinho com seus cachorros.