Um incêndio quase terminou em tragédia na cidade de Cachoeirinha, Rio Grande do Sul. Se não fosse o cachorro da família, uma menina de cinco anos não teria acordado a tempo de sair da casa em chamas.

Enquanto a mãe da criança cozinhava, a válvula de segurança do botijão de gás se rompeu e o fogo se espalhou rapidamente. O pai da menina tentou jogar o botijão pela janela, sofreu graves ferimentos e continua internado no hospital.

Nesse momento, a menina Ana Karolina dormia sozinha no quarto e só acordou, porque o cachorro lambeu sua bochecha. Ela conseguiu sair de casa sem nenhum ferimento e considera o cão seu grande herói.

O cachorro, que se chama Uísque, pertence a uma tia da menina que estava indo morar com a família de Ana Karolina naquele dia.

 

Ana Karolina com seu herói canino, Uísque. (Foto: Reprodução / G1)

Ana Karolina com seu herói canino, Uísque. (Foto: Reprodução / G1)

 

Fonte: G1