Cão que perdeu uma pata vira herói de quadrinhos

Ao perceber que cão tinha a incrível capacidade de perceber quando uma pessoa estava triste e precisando de ajuda, seu tutor decidiu transformá-lo em herói de quadrinhos

por Andrezza Oestreicher — publicado 4 mar 2016 - 17:33

Quando o cãosinho Piggy foi encontrado em uma praia na República Dominicana, ele estava magro, sem pelos em várias partes do corpo e sua patinha esquerda estava inflamada, com uma infecção bastante grave. Locais disseram que um carro tinha atropelado o animal, mas por não ter veterinários nas proximidades, ele não teve os cuidados necessários após o acidente.

Para a sorte do cachorro, um grupo de resgate de animais chegou por lá e criou uma pequena clínica improvisada temporária, e os moradores da região levaram o cão até lá. A infecção na pata do animal era bem mais grave do que se imaginava. Mesmo a clínica não tendo sido equipada para cirurgias mais complexas, os veterinários que lá estavam conseguiram amputar a perna do cão e salvar sua vida.

Por falta de cuidados, um machucado na pata de Piggy pegou uma infecção grave e a pata teve que ser amputada. (Foto: Reprodução / Darwin Animal Doctors)

Por falta de cuidados, um machucado na pata de Piggy pegou uma infecção grave e a pata teve que ser amputada. (Foto: Reprodução / Darwin Animal Doctors)

Porém, os veterinários sabiam que cão precisava de um acompanhamento durante sua recuperação, e recomendaram que ele fosse transferido para os Estados Unidos.

O nome Piggy foi escolhido para o cão pelos colegas Tod Emko e Andrea Gordon, que decidiram levar o animal com eles para os Estados Unidos, porque ele estava tão magrinho e sem pelos quando foi resgatado que mais parecia um leitão.

Pouco tempo depois Piggy se mudou para Nova York, cresceu, ganhou uma bonita e espessa pelagem preta e branca e se adaptou muito bem com suas três patas. Emko, voluntário que adotou Piggy de vez, disse que o cachorro agora só quer saber de correr. “Ele é mais rápido do que a maioria dos cães de quatro patas”, contou o tutor ao site The Dodo.

Piggy tem progredido em sua nova casa, que ele divide com dois gatos resgatados por Emko. Porém, a parte mais surpreendente desta história não é que Piggy conseguiu se adaptar e hoje vive muito bem com três patas, o mais incrível é que o cão desenvolveu uma incrível capacidade de ajudar as pessoas.

Depois de ser levado para os EUA, o cão se recuperou muito bem, se adaptou a nova condição e ganhou novamente peso e pelos. (Foto: Reprodução / Tod Emko Darwin Animal Doctors)

Depois de ser levado para os EUA, o cão se recuperou muito bem, se adaptou a nova condição e ganhou novamente peso e pelos. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Darwin Animal Doctors)

“Logo depois que ele veio para cá, percebemos que ele tinha a capacidade de detectar quando alguém estava sofrendo”, disse Emko ao The Dodo. “Nós poderíamos estar no meio do Central Park e uma pessoa triste poderia estar fora de vista, mas Piggy poderia sentir e iria correr através das multidões para encontrá-la. Então ele vai rastejar para a pessoa, colocar uma pata sobre ela e a pessoa, que muitas vezes chega a chorar, pergunta: “Como você sabia que eu precisava disso? ‘”.

Emko percebeu que a capacidade do Piggy não era apenas um presente, era com um superpoder. Isto levou Emko a pedir ao artista Ethan Young para desenhar uma caricatura de Piggy para que ele pudesse usar em panfletos de educação humanitária.

O tutor queria transformar Piggy em um super-herói para trazer mensagens para as crianças, principalmente para que elas sempre cuidassem e tratassem bem os animais. Para que elas fossem como super-heróis para os animais.

A capacidade que Piggy tinha de saber quando as pessoas estavam tristes e precisavam de ajuda fez seu tutor quer transformá-lo em um super-herói. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Ethan Young)

A capacidade que Piggy tinha de saber quando as pessoas estavam precisando de ajuda fez seu tutor querer transformá-lo em um super-herói. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Ethan Young)

Os comentários em relação ao desenho animado foram tão positivos que Emko e o artista Ethan recorreram a um site de financiamento coletivo para que eles conseguissem arrecadar fundos para desenvolver uma história em quadrinhos completa chamada “As Histórias de Piggy”.

A primeira história em quadrinhos da série ilustrada conta o resgate de Piggy na República Dominicana, e mostra o cão voando em torno de Nova York para salvar gatinhos de crueldade, filhotes de afogamento e crianças que estavam sofrendo bullying na escola.

No começo, Emko e Ethan venderam “As Histórias de Piggy” Somente em Comic-Cons, eventos para fãs de quadrinhos, mas quando os professores começaram a pedir para usar os quadrinhos em salas de aula, eles perceberam que aquilo poderia ser algo grande.

O primeiro quadrinho mostra o cão salvando gatinhos de crueldade, filhotes de afogamento e crianças que estavam sofrendo bullying na escola. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Ethan Young)

O primeiro quadrinho mostra o cão salvando gatinhos de crueldade, filhotes de afogamento e crianças que estavam sofrendo bullying na escola. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Ethan Young)

Segundo Emko, “As Histórias de Piggy” parece apelar particularmente para as crianças com deficiência. “Recentemente, enviei os quadrinhos para um grupo de crianças no Saint Catherine Centre for Children, um centro que cuida de crianças com necessidades especiais, e as crianças decidiram que queriam superar suas deficiências, para que pudessem escrever cartas de agradecimento para Piggy “.

Mais de 2.000 cópias de “As Histórias de Piggy” foram impressas e distribuídas às escolas de todo os Estados Unidos. A história em quadrinhos também foi traduzida para o espanhol e distribuída nas escolas na Colômbia, Galápagos e outros países da América Central e do Sul.

De vez em quando, Piggy faz visita a escolas próximas a Nova York e, como sempre, ele sabe como consolar os que mais precisam.

Emko leva Piggy para fazer visitas em escolas próximas a Nova York. (Foto: Reprodução / Tod Emko Darwin Animal Doctors)

Emko leva Piggy para fazer visitas em escolas próximas da região onde vivem. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Darwin Animal Doctors)

Piggy também inspirou Emko e Andrea a fundarem o Darwin Animal Doctors, uma organização que fornece cuidados veterinários a animais selvagens e domésticos nas Ilhas Galápagos. “Ter um animal como este, que teve um começo de vida tão difícil, é verdadeiramente inspirador”, diz Emko. “Mas ainda existem milhares de animais que necessitam de cuidados e é importante lembrar que eles também podem ser tão incríveis quanto Piggy.”

Para quem ficou com vontade de ler as aventuras do cãosinho Piggy, é só comprar as revistinhas no site oficial feito para os quadrinhos “As Histórias de Piggy”.

Como levar cachorro no carro – Guia completo

por Camila Da Silva — publicado 19 mar 2019 - 3:27

como levar cachorro no carro

Saber como levar cachorro no carro é essencial para quem adora viajar e passear com os pets. Uma vez que, para além do que diz a lei, precisamos simplesmente pensar na segurança do cãozinho e de todos os passageiros que estão no veículo.

A seguir, no entanto, tiraremos todas as suas dúvidas acerca deste assunto. Acompanhe:
O que você precisa saber acerca da lei

Antes de qualquer coisa, vale salientarmos o que a lei defende sobre este tipo de transporte de animais de estimação.

 » Read more about: Como levar cachorro no carro – Guia completo  »

Como Acabar Com as Pulgas no Quintal de Terra

por Camila Da Silva — publicado 14 mar 2019 - 17:41

como acabar com as pulgas no quintal de terra

Saber como acabar com as pulgas no quintal de terra é essencial para manter o ambiente sempre limpo e saudável. Principalmente se os seus pets adoram transitar pelo local.

Porém, a infestação de pulgas é uma realidade em diversas casas brasileiras. Geram uma dor de cabeça e tanto, e muitas vezes os tutores encontram dificuldades para acabar com a infestação.

Em contrapartida, algumas medidas simples podem acabar com o problema facilmente.

 » Read more about: Como Acabar Com as Pulgas no Quintal de Terra  »

As Cadelas Mais Velhas Entram na Menopausa?

por Handreza Hayran — publicado 14 mar 2019 - 0:10

cadelas

A menopausa é definida como a cessação dos ciclos mensais. Ao contrário dos humanos, as cadelas não passam pela menopausa, pois os caninos não têm um ciclo mensal. Em vez disso, eles entram em ciclo estral a cada seis meses mais ou menos. A regularidade do seu ciclo reprodutivo depende da idade e raça.

À medida que o cão envelhece, os ciclos de estro podem se tornar irregulares, mas a cadela ainda é fértil.

 » Read more about: As Cadelas Mais Velhas Entram na Menopausa?  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Como levar cachorro no carro – Guia completo

por Camila Da Silva — publicado 19 mar 2019 - 3:27

como levar cachorro no carro

Saber como levar cachorro no carro é essencial para quem adora viajar e passear com os pets. Uma vez que, para além do que diz a lei, precisamos simplesmente pensar na segurança do cãozinho e de todos os passageiros que estão no veículo.

A seguir, no entanto, tiraremos todas as suas dúvidas acerca deste assunto. Acompanhe:

como levar cachorro no carro

(Foto: Freepik)

O que você precisa saber acerca da lei

Antes de qualquer coisa, vale salientarmos o que a lei defende sobre este tipo de transporte de animais de estimação. Veja:

  • Artigo 235: Não se deve carregar animais nas partes externas do veículo (a menos em casos em que exista autorização), cuja infração pode resultar em multa média de R$ 195,23, além de 5 pontos na CNH e possibilidade de retenção do veículo para transbordo.
  • Artigo 252: Não se deve transportar animais à esquerda ou entre braços e pernas do motorista, sob pena de multa média de R$ 130, 16 e 4 pontos na CNH.
  • Artigo 169: O artigo que trata da proibição de que animais possam circulem livremente pela cabine do veículo.
como levar cachorro no carro

Vai viajar? Saiba como levar cachorro no carro! (Foto: Freepik).

Sendo assim, é muito importante que possamos estabelecer um lugar confortável e seguro para o nosso cachorro. Pois assim você mantém o mesmo a salvo, em casos de acidente, além de estar cumprindo com o que a lei estabelece como regra.

Como levar cachorro no carro?

Agora que você já conhece a legislação, vamos lhe apresentar as possibilidades de como levar cachorro no carro. Uma vez que não existe apenas uma única forma de transportá-lo com segurança e consideração da lei de trânsito. Veja, portanto, quais são as possibilidades disponíveis atualmente:

1- Utilizando o cinto de segurança canino

A primeira e mais prática opção que você pode utilizar é a do cinto de segurança canino. Sendo que o mesmo pode ser acoplado no carro no momento em que for transportar o seu pet. E assim, é possível transportar o equipamento em sua bolsa, sem a necessidade de sempre adquirir um novo para cada veículo.

A diferença deste cinto com relação ao cinto comum que utilizamos, está na altura que o mesmo se “encaixa” em nosso cão. E assim gera a seguridade perfeita para que o animal fique preso de forma eficiente e confortável.

O formato do cinto é parecido com as coleiras peitorais. E, por essa razão, promove uma maior liberdade para o cãozinho, que poderá deitar e sentar tranquilamente.

como levar cachorro no carro

(Foto: Freepik)

2- Utilizando a grade divisória para carro

A grade divisória tem como objetivo separar o banco de trás do da frente, a partir de uma “tela” de proteção. Esta tela impedirá que o animal tente distrair o tutor, dirigindo-se ao banco dianteiro.

Porém, esta divisão, por si só, não pode ser utilizada sem o acompanhamento do cinto canino. Uma vez que não é permitido por lei que o pet fique se locomovendo livremente no interior do veículo.

Mas, para além disso, incluir o cinto canino é garantir que o seu cão fique super seguro e confortável durante toda a viagem.

Este tipo de equipamento é, portanto, ideal para animais de porte maior, que poderiam atrapalhar o motorista mesmo enquanto utilizam o cinto canino. Uma vez que poderiam se “pendurar” para frente, tentando alcançar o motorista.

3- Utilizando a caixa de transporte

A caixa de transporte, por sua vez, é uma ótima opção para animais que sejam de médio e pequeno porte. Podendo ser levada no banco traseiro, desde que seja presa no cinto de segurança do próprio carro.

Porém, é importante observar o comportamento do cão, enquanto o mesmo estiver dentro da caixa. Pois como se trata de um compartimento muito pequeno, é bem possível que o cachorro fique muito ansioso e estressado.

Nestes casos é preciso promover uma adaptação prévia para o animal. Incluindo passeios com a caixa de transporte, pouco a pouco. Antes de simplesmente se aventurar com deslocamentos de longa distância.

como levar cachorro no carro

(Foto: Freepik)

Caso contrário você poderá afetar a saúde mental do seu cachorro. Mas, além disso, ele poderá refletir isso mordendo a caixa, tentando sair. Bem como poderá ficar “chorando” ou latindo durante todo o trajeto. E ainda: poderá urinar e defecar dentro da caixa, obrigando você a parar e limpar a situação.

Lembre-se que qualquer mudança muito brusca pode gerar muito desconforto e medo nos nossos cães. E, por essa razão, é muito importante que você tenha paciência e estimule-o aos poucos, para que se acostume com este tipo de passeio.

4- Utilizando a cadeirinha de cachorro

As cadeirinhas de cachorro são encontradas em diversos tamanhos, contemplando todos os portes caninos. Este tipo de cadeirinha é super confortável e gera mais liberdade para o pet.

Além de sempre considerar a segurança do mesmo, que ficará “preso” em uma espécie de “cestinha”.

Como levar o cachorro em táxi e uber?

As alternativas acima são interessantes e contemplam as mais diversas necessidades de deslocamento de cães. Porém, precisamos manter este mesmo cuidado quando vamos viajar de uber ou de táxi.

Primeiramente é essencial que você se certifique com o motorista sobre a possibilidade de transportar o pet. Assim é possível evitar contratempos como atrasos, por exemplo.

como levar cachorro no carro

(Foto: Freepik)

A partir disso é imprescindível que você mesmo proporcione os subsídios para o transporte do animal. Ou seja, você poderá levar consigo qualquer uma das opções que citamos, embora saibamos que o cinto e a caixa de transporte sejam as mais práticas e fáceis de carregar.

Portanto, tenha sempre consigo alguma destas opções para gerar conforto e segurança para o seu pet.

E, além disso, lembre-se de sempre levar consigo uma toalha velha para forrar o carro em questão. Assim você evita que o mesmo possa ficar com alguma sujidade no fim da viagem. Afinal, o veículo não é seu e requer este cuidado com ainda mais atenção.

A segurança do pet em primeiro lugar!

Saber como levar cachorro no carro é garantir que o mesmo tenha conforto e segurança durante todo o trajeto. Além de promover a segurança de todos os passageiros presentes no veículo. Aposte nestas possibilidades e gere ainda mais conforto para o seu melhor amigo. E tenham uma ótima viagem!

Como Acabar Com as Pulgas no Quintal de Terra

por Camila Da Silva — publicado 14 mar 2019 - 17:41

como acabar com as pulgas no quintal de terra

Saber como acabar com as pulgas no quintal de terra é essencial para manter o ambiente sempre limpo e saudável. Principalmente se os seus pets adoram transitar pelo local.

Porém, a infestação de pulgas é uma realidade em diversas casas brasileiras. Geram uma dor de cabeça e tanto, e muitas vezes os tutores encontram dificuldades para acabar com a infestação.

Em contrapartida, algumas medidas simples podem acabar com o problema facilmente. E para te ajudar, trouxemos algumas dicas que darão “um fim” para a infestação de pulgas no seu quintal. Acompanhe:

Dicas de como acabar com as pulgas no quintal de terra

Com algumas medidas simples e práticas você já saberá como acabar com as pulgas no quintal de terra. Lembrando que é necessário ter paciência e ser persistente, ok?

Afinal, este tipo de inseto tende a se proliferar e reproduzir de uma maneira muito acelerada, gerando ainda mais desconforto. Portanto, persista nos cuidados abaixo e diga adeus aos problemas relacionados às pulgas.

1- Mantenha o ambiente mais úmido ao longo do dia

Esta é a primeira dica que apresentaremos para você: procure manter o ambiente um pouco mais úmido. Isso porque as pulgas tendem a preferir ambientes mais quentes e sequinhos, e por isso se proliferam em quintais de terra. Afinal, ali há bastante pó para elas.

Portanto, ao longo do dia utilize um regador ou um balde para dar aquela “encharcada” no chão. Assim o ambiente se mantém mais úmido e por mais tempo. Inibindo que o mesmo fique “do jeitinho” que elas gostam.

como acabar com as pulgas no quintal de terra

2- Evite acumular entulhos que possam intensificar a manifestação

Como já mencionamos, as pulgas adoram ambientes mais sequinhos e quentes para se reproduzirem. E, por essa razão, é muito importante que você evite acumular entulhos em seu quintal.

Isso inclui papelão e madeira, por exemplo. Pois estes acúmulos podem se tornar na casa ideal para a proliferação das tão temidas pulgas.

Dessa maneira, faça regularmente aquela faxina no seu quintal. E se tiver que armazenar qualquer tipo de material, procure fazer isso de uma maneira organizada. Sempre mantendo limpo e bem embalado, se possível.

Assim você diminui as chances das pulgas impregnarem neste tipo de material. Além de deixar o seu quintal mais visualmente interessante.

3- Mantenha o ambiente sempre limpo

Já ficou claro que manter a higiene do local é essencial para inibir a proliferação das pulgas. Saber como acabar com as pulgas no quintal de terra está diretamente atrelado à organização.

Dessa forma, tente sempre manter o seu quintal arrumado e limpo. Mantenha os vasos de plantas, por exemplo, sempre bem cuidados e podados. Quanto menos “bagunça” tiver no seu quintal, menos cantinhos haverá para as pulgas.

Porém, lembre-se também que a organização não é a única aliada na luta contra as pulgas, ok? E tampouco a sua manifestação se dá apenas a partir de ambientes “sujos”.

Esta é apenas mais uma maneira de inibir a proliferação. Mas, ainda sim é possível que as pulgas se reproduzam. Uma vez que elas são super resistentes e conseguem se adaptar a diversos tipos de ambientes.

4- Livre o seu cão das pulgas!

Com os passos anteriores postos em prática, é hora de aguardar o resultado, certo? Errado!

Agora você precisa verificar se o seu cachorro não está apresentando a proliferação de pulgas. Para que assim, caso ele esteja, você possa encontrar o remédio adequado para o porte e raça.

Neste caso é essencial que você utilize shampoo específico, bem como converse com o seu veterinário de confiança para saber qual o melhor remédio para o seu cão. Evite, dessa forma, medicá-lo por conta própria, pois é possível que ele apresente reações adversas, ok?

como acabar com as pulgas no quintal de terra

5- Verifique os outros ambientes da casa

É essencial que você também faça uma vistoria “pesada” em todos os ambientes de sua casa. Pois se o seu cão apresenta a manifestação, é bem possível que haja a proliferação de pulgas até mesmo dentro de casa.

Dessa forma, você deverá higienizar e desinfetar toda a sua casa, utilizando a receita caseira que apresentaremos no fim deste artigo.

Troque as roupas de cama regularmente e, em caso de contaminação severa, sempre cuide muito bem das possíveis “picadas” que você pode levar. Lave-as com água e sabão antibacteriano, a fim de evitar maiores complicações.

O processo pode parecer um pouco difícil, e até mesmo demorado. Mas, como já mencionamos, o ideal é que você não desista. Pois é possível acabar com as pulgas!

6- Observe o ambiente para evitar a proliferação

Com todos os outros pontos postos em prática, você precisará acompanhar o desempenho de toda a limpeza que tem feito até então. E assim, poderá analisar se dentro de casa já está livre do problema, por exemplo.

Do mesmo modo é essencial que você acompanhe de perto a eliminação no seu quintal de terra, a fim de garantir que não haja um aumento repentino no número de pulgas.

Mantendo assim, um maior controle.

7- Aprenda a fazer um remédio caseiro

Por fim, aprenda a fazer um poderoso remédio caseiro e saiba de uma vez por todas como acabar com as pulgas no quintal de terra. Você vai precisar de pouquíssimos ingredientes. São eles:

  • 5 litros de vinagre branco;
  • 2,5 litros de água filtrada;
  • 600 ml de suco de limão;
  • 300 g de extrato de hamamélis.

Para preparar o seu remédio, basta você misturar bem todos os ingredientes, deixando descansar por 10 minutinhos. Depois, chacoalhe bem e coloque-os dentro de um grande pulverizador.

A partir disso, pulverize a mistura em todo o seu quintal – já previamente limpo e organizado – a fim de matar todas as pulgas. Repita este processo por, pelo menos, 7 dias.

como acabar com as pulgas no quintal de terra

Dica: Se perceber que a manifestação também está dentro da sua casa, utilize a mesma mistura para acabar com o problema. Para isso, faça uma faxina com o auxílio do aspirador de pó, e pulverize a mistura em todos os cantinhos e superfícies. Repita até eliminar o problema.

Cuidados simples que fazem a diferença

Viu só como acabar com as pulgas no quintal de terra é mais simples do que parece? Com alguns cuidados práticos você poderá fazer a diferença no seu quintal e na sua vida. Gerando mais qualidade de vida e conforto para você e para o seu cão. Depois é só nos contar os resultados que você obteve!