Em um dia bastante comum, uma mulher chamada Lidiane Braga Carlos pegou sua filha na escola e foi resolver alguns problemas pessoais, tudo isso usando seu carro. Até o momento em que o automóvel parou completamente e La não conseguia fazer ele ligar novamente de jeito nenhum.

Lidiane nunca poderia imaginar qual era a real causa do “problema” no seu carro. Pensando que fosse um defeito no radiador, ela pegou uma garrafa de água e abriu o capô do carro. Foi quando tomou um baita susto. Ali dentro, no meio do motor do automóvel, estava um cachorrinho.

Apesar de estar próximo a um dos locais mais quentes do carro, o cachorrinho não sofreu nenhum machucado. (Foto: Reprodução / Tribuna PR / Lidiane Braga Carlos)

“Quase morri do coração. Ele estava preso em cima da bateria, em um dos lugares mais quentes do carro. O cachorro estava muito assustado e a gente não conseguia tirá-lo de lá. Achávamos que ele estava preso”, explicou ela, que logo teve seu carro cercado de pessoas que queriam saber o que estava acontecendo.

A dona do carro até acionou o Corpo de Bombeiros, mas antes que os oficiais chegassem ela conseguiu retirar o cão, que assim que foi colocado no chão correu para debaixo do carro bastante assustado.

Quando finalmente conseguiu pegar o cão novamente, Lidiane o colocou dentro do carro e o levou até uma associação de animais, onde ele passou por uma consulta e confirmou-se que ele não estava machucado, porém tomou uma medicação para dor.

Apesar de não poder manter o cachorro em sua residência, por morar em um local pequeno e já ter um cão, Lidiane levou o cachorro para sua casa, deu banho, comida e um cantinho para ele dormir. Ela não teve coragem de deixá-lo na rua.

A mulher, então, divulgou nas redes sociais a história do cão, que tem cerca de oito a 10 meses de idade, e logo encontrou pessoas interessadas em adotar o animal.

Fonte: Tribuna PR