Um candidato a vereador adotou um pitbull durante sua campanha eleitoral em Nova York e, depois de perder a eleição, abandonou o cachorro em um abrigo que realiza a eutanásia.

John Mancuso adotou o pitbull Tiger, de 1 ano de idade, em outubro do ano passado, quando prometeu uma reforma no sistema de abrigos de animais:

 

Eu sou um tutor feliz de um cão resgatado ‘Tiger’ que eu salvei de um abrigo que realiza a eutanásia aqui em Staten Island, e estou ansioso para ajudar abrigos a expandirem e promoverem a adoção de bichos de estimação, para acabar com a eutanásia de animais inocentes

 

Mancuso acusou o abrigo onde o pitbull estava antes de ser resgatado, Animal Care & Control, de ser mal administrado e de não divulgar corretamente a adoção de animais.

 

John Mancuso com o pitbull Tiger. (Foto: Reprodução / NY Daily News)

John Mancuso com o pitbull Tiger. (Foto: Reprodução / NY Daily News)

 

Mas, após perder a eleição, Mancuso devolveu o cão Tiger à esse mesmo abrigo, que ele criticou anteriormente.

A notícia sobre o abandono se espalhou no último domingo (27/04) e causou a ira de defensores de animais, que estão chamando Mancuso de desprezível, oportunista e muitas coisas piores.

Ao ser procurado pelo NY Daily News, Mancuso colocou a culpa do abandono do cão em seus vizinhos:

 

O proprietário do imóvel estava recebendo reclamações dos vizinhos, dizendo que o Tiger era muito barulhento

 

Ele afirmou que procurou diversos grupos de resgates de animais, porém nenhum deles conseguiu encontrar um novo lar para o cão. Então, decidiu levar o Tiger de volta para o abrigo, onde eles garantiram que encontrariam um novo tutor.

Felizmente, com a grande repercussão da história na internet, o pitbull Tiger foi adotado novamente.

 

O pitbull Tiger conseguiu um novo lar. (Foto: Reprodução / Dogster)

O pitbull Tiger conseguiu um novo lar. (Foto: Reprodução / Dogster)

 

Fontes: NY Daily News / Dogster