Se apaixone pela Cuca! Fotógrafa Paola Vianna faz série incrível com sua cachorra

Inspiração e muito amor na história de adoção e confiança entre Paola Vianna e sua cadela Cuca

por Samantha Kelly — publicado 30 jun 2014 - 16:55

Cuca. Foto: Paola Vianna

Cuca. Foto: Paola Vianna

Foi amor a primeira vista quando vimos as imagens da Cuca, cadela da fotógrafa Paola Vianna.

Tendo como inspiração sua musa canina e amiga desde que foi adotada em junho de 2013, os ócios criativos de Paola nunca mais foram os mesmos. O resultado são fotografias que expressam um tipo de intimidade entre tutor e cão que emociona ao explorar o significado do ato de receber um pet em nossas vidas e os momentos sublimes de convivência, ganhando ares ainda mais românticos quando capturados pelas lentes de uma máquina.

A sensibilidade da Paola e seu olhar como fotógrafa realmente impressionam e podemos enxergar Cuca através de seus olhos.

E quando olhamos o todo, não só o visual, mas a história de vida por trás de Cuca, nos sentimos ainda mais felizes por ver tantas vidas mudadas, para a melhor.

Já uma senhora de idade, Cuca foi adotada após uma vida de  necessidade e muita dificuldade, vivendo desde filhote com sua antiga tutora, Marly, embaixo do viaduto na Espraiada, em São Paulo. Foram 6 anos nas ruas.

Por uma feliz coincidência do destino, o caminho de Cuca e Paola se cruzou.

 

Caminhos que se cruzam

Cuca. Foto: Paola Vianna

Cuca. Foto: Paola Vianna

 

Paola notou que, sempre que passava por determinada rua, havia uma mulher, Marly, no farol com muitos cachorros. Ela sentiu que deveria se aproximar e, logo após o primeiro contato, passou a ajudá-la com a alimentação dos cães.

Um certo dia, Marly avisou que havia recebido mais 2 cães, que se encontravam na casa de uma amiga, Maria, e perguntou se Paola poderia ajudar a achar um novo lar para eles.

Nesse meio tempo, uma tragédia aconteceu e Marly foi assassinada por seu então companheiro. Com o ocorrido, todos os cães ficaram com Maria, que os recebeu mesmo vivendo em uma casa minúscula em uma favela paulista e sem condições financeiras para tal.

Foi então que Paola resolveu pegar duas cadelas e procurar possíveis adotantes. O que ela não sabia é que uma ganharia seu coração.

Acabou ficando tudo em família, já que uma das cadelas ficou com a mãe de Paola, e a outra, Cuca, encontrou seu lar com Paola.

 

A vida hoje

 

Cuca. Foto: Paola Vianna

Cuca. Foto: Paola Vianna

Os dois pontos mais bacanas desse trabalho são:

1) A adoção e como todos os cachorros são incríveis, independente de raça definida;

2) Uma característica linda  inerente aos cães: sua capacidade de continuar, mesmo quando as circunstâncias são contrárias e ter uma felicidade tão inocente. Apesar de tudo que passou, Cuca voltou a confiar e construiu um laço muito forte com sua nova tutora, que é uma lição para todos nós.

Segundo Paola, Cuca respeita a casa e nunca faz suas necessidades dentro do ambiente, só come na companhia de Paola e sempre, após um passeio, faz festa, feliz por estar de volta ao aconchego de sua casa.

A relação das duas não poderia ser melhor:

 

– A Cuca hoje é uma alegria na minha vida. Minha grande parceirinha. O momento mais leve do meu dia; quando estamos juntas é um chamego só.

Meus amigos dizem que ela é minha Barbie… e eu acho que ser minha Barbie é só uma maneira dela de se deixar ser para arrancar meus sorrisos. Os momentos das fotos são sempre muito divertidos ; sempre me pego pensando como é “simples ser feliz”.

Ah, e ela faz tudo sem precisar de petiscos ou coisas assim…. uma “festa” depois das fotos é a melhor recompensa para ela. E eu, ganho vários beijos! 🙂

Deixo claro que é só uma brincadeira de Instagram, a considero um cachorro, não humanizo a Cuca; mas a amo de verdade.

 

Ao ser questionada o que acha da adoção, Paola respondeu:

 

Cuca. Foto: Paola Vianna

Cuca. Foto: Paola Vianna

– Eu acho que adotar é se doar e a recompensa que se recebe é algo impagável. Eu tive e tenho cachorros que não foram adotados e percebo muito claramente que há uma relação bem diferente até em relação ao respeito que existe. E quando falo em respeito eu quero dizer sobre as duas partes, a do animal e a do seu dono. Em animais filhotes eu acho que a diferença não é tanta, afinal é um bebê que precisa ser ensinado ( como qualquer outro ser); mas com  animais adultos vc precisa aprender a respeitar o que o animal viveu, seus possíveis traumas, suas limitações, suas manias …. E o contrario também, ele tem que se adequar ao seu dono, ao espaço, as espectativas, aos limites…  É preciso e natural que role uma conquista, e essa conquista é algo muito verdadeiro, porque são dois seres e em seus momentos mais intimos.

Eu particularmente estou achando deliciosa essa experiência. Sempre que me perguntam sobre onde comprar esse ou aquele cachorro, ou perguntam sobre essa ou aquela raça; a resposta sempre vem com uma pergunta: “Por que você quer comprar ? Por que não adota um? Cachorro é cachorro… e amor não tem valor monetário! É tudo igual… só que custa mais barato.

 

Para seguir o trabalho da Paola, acesse a conta instagram.com/paolavianna

Confira mais fotos abaixo:

 

 

 

 

Cachorro comeu chocolate: o que fazer?

por Camila Da Silva — publicado 15 jun 2019 - 9:45

Todo mundo sabe que chocolate faz mal para cachorro. Esta é uma guloseima feita para seres humanos que, se ingeridas pelos nossos cães, problemas sérios de saúde podem ocorrer. Entretanto, é importante entender que se o cachorro comeu chocolate, algumas medidas instantâneas podem ser tomadas por você para que o pior não aconteça. Acompanhe.
Cachorro comeu chocolate: o que fazer?

Se o cachorro comeu chocolate, certamente é um indicativo de que ele irá passar mal nas próximas horas ou minutos.

 » Read more about: Cachorro comeu chocolate: o que fazer?  »

Como fazer o cachorro gostar de mim?

por Camila Da Silva — publicado 15 jun 2019 - 9:45

Como fazer o cachorro gostar de mim? Esta é uma dúvida que permeia as pessoas que estão pensando em adotar um animal de estimação. O medo de ele não se acostumar é muito grande, visto que uma série de critérios precisam ser levados em consideração para que ele tenha uma vida plena e feliz. Por isso, acompanhe o texto para entender tudo sobre o assunto.
Como fazer o cachorro gostar de mim?

Para que você entenda como fazer o cachorro gostar de você,

 » Read more about: Como fazer o cachorro gostar de mim?  »

Por que é importante adotar cães?

por Camila Da Silva — publicado 14 jun 2019 - 9:45

Você sabe por que é importante adotar cães? Já parou para pensar nas consequências de apenas “adquirir” um novo animal de estimação? Se a sua resposta for não para qualquer um destes questionamentos, não deixe de acompanhar o nosso artigo de hoje. Pois nele iremos discutir alguns pontos importantes que precisam ser levados em consideração na hora de encontrar um novo melhor amigo para você.

A partir disso, você terá muito mais subsídios para tomar a melhor decisão,

 » Read more about: Por que é importante adotar cães?  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Cachorro comeu chocolate: o que fazer?

por Camila Da Silva — publicado 15 jun 2019 - 9:45

Todo mundo sabe que chocolate faz mal para cachorro. Esta é uma guloseima feita para seres humanos que, se ingeridas pelos nossos cães, problemas sérios de saúde podem ocorrer. Entretanto, é importante entender que se o cachorro comeu chocolate, algumas medidas instantâneas podem ser tomadas por você para que o pior não aconteça. Acompanhe.

Cachorro comeu chocolate: o que fazer?

Se o cachorro comeu chocolate, certamente é um indicativo de que ele irá passar mal nas próximas horas ou minutos. Dependendo da raça, as reações podem ser até instantâneas. E, em outras, pode sequer se manifestar. Pode acontecer do animal encontrar um pedaço no lixo ou em algum armário aberto e, por curiosidade, mastigar e engolir.

Desta forma, o melhor que você pode fazer assim que descobrir o que aconteceu, é levar o animal ao veterinário. A ajuda de um profissional especializado é altamente recomendável nestes casos, visto que alguns métodos devem ser seguidos. No entanto, veja o que você pode fazer em casa quando ver que o seu cão comeu chocolate.

Cachorro comeu chocolate: o que fazer?

Identificar os sintomas

Se o cachorro comeu chocolate, os sintomas são os mais clássicos possíveis. Caso você não tenha visto o que aconteceu e o cachorro começou a apresentar os sintomas abaixo, saiba que a ingestão do chocolate pode ter sido a causa provável:

  • Cão inquieto;
  • Diarreia;
  • Vômitos;
  • Muita sede (consumo de água exagerado);
  • O coração batendo de forma acelerada;
  • Urina descontrolada e exagerada;
  • Tremores pelo corpo;
  • Contrações musculares pelo corpo;

Caso algum destes sintomas seja detectado no animal, é sinal de que ele pode estar com alguma intoxicação alimentar causada por chocolate. Caso você não tenha presenciado a ingestão do alimento, o que você pode fazer é tentar identificar através dos sinais. Assim sendo, é recomendável que você não espere muito tempo. Se desconfiar do ocorrido (geralmente eles deixam pistas), leve o seu cachorro ao veterinário imediatamente.

Cachorro comeu chocolate: o que fazer?

Presenciar a ingestão de chocolate

Se você presenciar o seu cachorro comendo chocolate, o que você pode fazer na hora é tentar tirar da boca dele o máximo que conseguir. Entretanto, é importante tomar cuidado, pois se ele for um cão agressivo, poderá morder você caso tente remover o que ele está comendo.

Depois de tentar remover, leve o cão para uma área aberta e tente identificar a quantidade que ele ingeriu. Após isso, a ida ao veterinário é indispensável. O procedimento mais básico a ser seguido, é fazer com que o cão vomite o que comeu. Entretanto, isto só deve ser feito por pessoas com conhecimento técnico e profissional.

É importante você levar o máximo de informações possíveis ao veterinário, como a quantidade ingerida e a hora do acontecimento. Isto ajudará muito no tratamento mais adequado para o caso.

Cachorro comeu chocolate: o que fazer?

Tome os cuidados devidos para evitar acidentes

Se o seu cachorro comeu chocolate, muitas vezes pode ter sido por um descuido ou acidente. Desta forma, é importante entender que o melhor remédio é sempre a prevenção. Ou seja, cuidado onde você deixa suas guloseimas para que não fique acessível. Mantenha sempre guardado de forma segura e, quando for descartar, certifique-se de estar bem fechado.

Como fazer o cachorro gostar de mim?

por Camila Da Silva — publicado 15 jun 2019 - 9:45

Como fazer o cachorro gostar de mim? Esta é uma dúvida que permeia as pessoas que estão pensando em adotar um animal de estimação. O medo de ele não se acostumar é muito grande, visto que uma série de critérios precisam ser levados em consideração para que ele tenha uma vida plena e feliz. Por isso, acompanhe o texto para entender tudo sobre o assunto.

Como fazer o cachorro gostar de mim?

Para que você entenda como fazer o cachorro gostar de você, é importante entender que ele não é uma máquina e nem mesmo um ser humano. Por isso, você precisa tomar medidas que sejam viáveis para manter a vida dele saudável e feliz. Entretanto, estes critérios nem sempre são levados em consideração da forma certa.

Por exemplo, tudo que você faz com o cão precisa ser de forma equilibrada. Seja a alimentação, os passeios e até o carinho. Afinal, ter um cachorro feliz com você envolve a educação dele que, no longo prazo, fará muita diferença. Por isso, acompanhe algumas dicas para fazer o seu cachorro gostar de você.

Como fazer o cachorro gostar de mim: Dê atenção na medida certa

A primeira coisa que você precisa entender, é que seu cachorro é movido a sentimentos. Ele pode ficar triste como feliz em questão de minutos. Por isso, ele sempre vai querer a sua atenção, principalmente se ele for um filhote recém chegado na sua casa. É fundamental que você participe do dia-a-dia dele de forma equilibrada, para ele entender que você está presente.

Esta forma equilibra de atenção significa dizer que você não pode ficar nem tempo exagerado com o cão, nem tempo de menos. Se ficar tempo de menos, ele sentirá sua falta e as chances de ele não gostar de você são grandes. E se você ficar tempo demais dando atenção, ele irá se acostumar mal, achando que ele pode ter estes momentos a todo instante.

Um cão que é acostumado de forma incorreta desde o início da vida, pode se transformar facilmente em um cão dependente. E isso não é sinal de que ele gosta de você. É sinal de que ele não sabe os próprios limites e enxerga em você esta possibilidade de fazer o que quiser e quando quiser. Por isso, a atenção precisa ser na medida certa.

Como fazer o cachorro gostar de mim?

Ensine comandos para que ele obedeça

Outra forma extremamente eficiente de ter um cão que goste de você, é ensiná-lo comandos de obediência logo no início da vida dele. É por este motivo que é importante adestrar o cachorro, pois esta é uma forma de mostrar os limites e fazê-lo entender que existem momentos para tudo.

Por exemplo, ensinar o cão o que é “não” é uma das formas mais eficientes de fazer ele gostar de você. Pois com os métodos certos, ele saberá quando você está sendo imponente ou carinhoso. E isto é fundamental para a saúde mental do cão.

Use elogios quando ele se comportar bem

Ainda seguindo alguns conceitos de adestramento, temos que entender que o cachorro não entende a nossa língua. Ou seja, você precisa usar técnicas que façam ele entender o que é certo e o que é errado. Um bom exemplo disso, é usar elogios quando ele fizer algo que você queria que ele fizesse, como por exemplo, ir ao banheiro no lugar certo.

É muito mais usual elogiar o cão quando ele faz algo certo, do que criticá-lo ou usar tom de voz ameaçador quando ele fizer algo errado. Com o tempo, ele irá gostar do tom de voz que você usa quando ele faz algo certo. E ele irá repetir aquilo para ouvir os elogios. Ou seja, ele irá gostar de você e ainda estará fazendo o que é certo.

Como fazer o cachorro gostar de mim?

Como fazer o cachorro gostar de mim: Tom de voz

Como falamos anteriormente, cães são extremamente sentimentais. E o tom de voz importa muito quando você estiver falando com ele. Se você quiser que ele goste de você, é importante usar os tons de voz na medida certa em cada momento. Por exemplo, elogiando ou nos momentos de brincadeiras, você pode fazer uma voz mais receptiva e em tom de diversão.

Já em momentos de correção ou alinhamentos, um tom de voz mais grosso e imponente precisa ser usado. Esta é uma forma de fazer o cão respeitar você e, ao mesmo tempo, amar quando você usa um tom de voz carinhoso.

Brincadeiras são fundamentais

Brinque muito com o seu cachorro. Faça-o queimar as calorias necessárias e estimule o cérebro dele para que fique sempre ativo. Esta é uma prática saudável que aproxima o cachorro de você. É uma das formas mais assertivas de fazer o cachorro gostar do dono, principalmente quando ele for filhote.

As brincadeiras são extremamente saudáveis para estimular uma série de ações no organismo do cachorro. Muitas vezes eles esperam o dia inteiro por este momento, visto que eles sentem-se livres para ser feliz. E isto poderá ajudar e muito no processo de fazer o cachorro te amar.

Como fazer o cachorro gostar de mim?

O seu cachorro vai amar você

Como fazer o cachorro gostar de mim? Esta é uma pergunta que já vem praticamente respondida: ele já gosta de você. Cachorros são movidos a carinho e amor. E eles sabem que é o dono deles quem fornecerá isso de forma completa. Por isso, ame o seu cachorro, deixe-o ser feliz, ensine para ele algumas regras básicas de convívio e adestramento e certamente ele irá gostar de você.