Visitas em domicílio de veterinários é uma tendência que está voltando

por Samantha Kelly — publicado 27 ago 2012 - 8:38

Visitas em domicílio de veterinários é uma tendência que está voltando.

 

Há uma tendência crescente entre os 85,000 veterinários norte-americanos quanto as visitas em domicílio aos pacientes, segundo a Dr Bonnie Beaver.

Pelo menos para McCarthy e seu gatinho Duke, que tinha tanto medo de ir ao veterinário que precisava de um tranquilizante para sair de casa, a visita em domicílio foi um salva vidas. Com o tempo, e com a adição da cadelinha Pooch (raça Shih Tzu), eles acharam uma veterinária que fazia visitas em casa, Elisabetta Coletti.

“Quando Pooch comeu uma tortinha de hortelã na semana passada, a veterinária chegou rápido com conselhos, o que nos tranquilizou durante a noite”, disse McCarthy, professora no Brooklyn, em Nova York.

A tendência é uma tradição que está voltando, segundo Beaver “Nós costumávamos chamá-las de visitas à fazenda. Enquanto o veterinário cuidava das vacas e cavalos, aproveitava a viagem e também cuidava dos cachorros e gatos da família.”

“Visitas em casa costumavam ser o pão e a manteiga do nosso negócio.” continua a Dr. Margarita Abalos.

E então as clínicas e os hospitais, onde ficavam os raios X e o ambiente para cirurgia, se tornaram a norma.

Agora as visitas em domicílio estão voltando a ser comuns, pelo menos em cidades grandes e em áreas com um poder aquisitivo maior, segundo Dr. Abalos.

Os veterinários acreditam que visitar um animal em sua casa aumenta o laço entre o veterinário, o bichinho de estimação e seu dono.

Começando pelo estresse que diminui, disse Lisa Beagan. Não há espera e o tempo de chegar ao local.

“Para muitos animais, é estressante ir em um hospital estranho com os mais variados tipos de odores. Como cachorros e gatos são muito sensitivos quanto ao cheiro, é como ser bombardeado com um caleidoscópio de cores. Em casa, eles nem percebem que estão sendo examinados ou recebendo remédios”, afirma Lisa.

As visitas em casa podem ajudar em problemas comportamentais.

Beagan tinha um cliente que não conseguia entender porque seu gato não estava fazendo xixi dentro da caixa. Parece que a caixa estava perto da portinha do gato e quando ele passava pela porta e ia para a caixa, a aba da porta batia atrás da caixa, empurrando-a. Foi só tirar a aba e o problema foi resolvido, disse Beagan.

Em outros casos, alguns donos de pet precisam de uma dose de realidade.

“Eu tive uma cliente que tinha esses gatos muito, muito gordos. Eu acompanhei o caso por muitos anos para lidar com o problema do excesso de peso. Ela continuava dizendo que eles só comiam a medida certa de comida. Então eu resolvi fazer uma visita a casa dela de surpresa. Havia tigelas com comida em todo canto. Só então conseguimos começar a tratar o problema”, disse Abalos.

Outra parte do público são donos de pets idosos que têm dificuldade em sair de casa.

Visitas em casa podem custar o dobro do que as convencionais na clínica, pois os veterinários incluem no preço o tempo gasto na viagem.

Em Nova York, por exemplo, visitas em casa podem ser necessárias pela conveniência, diz Coletti, já que muitos motoristas de taxi não param para pessoas que estão com um cachorro ou gato, e também pelo fato de Nova Yorkinos não constumarem andar de carros.

Os veterinários que fazem visitas dizem que a eutanásia em casa é uma das partes mais importantes para os pacientes. “Foi tão importante. Nós estávamos de coração partido. Nós pudemos ter nosso último momento com nosso gato sem sermos apressados ou puxados em várias direções. Ela estava tão interessada em respeitar o animal quanto nós.” disse Dirks Amodeo.

 

 

Texto traduzido por Portal do Dog. Fonte Washington Post.

 

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos?

por Camila Da Silva — publicado 17 abr 2019 - 9:45

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Uma dúvida que causa muita insegurança, é como acostumar dois cachorros a conviverem juntos. E é muito comum que as pessoas tenham este receio, visto que cães são muito territoriais e defensores de seus donos. No entanto, saiba que este processo pode não ser tão complicado quanto parece. Seguindo alguns passos, você conseguirá ter sucesso. Acompanhe para entender.

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem JuntosComo Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos
Como acostumar dois cachorros a conviverem juntos?

A primeira coisa para entender como acostumar dois cachorros a conviverem juntos,

 » Read more about: Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos?  »

Como Fazer o Cachorro Parar de Latir – Dicas e Truques

por Camila Da Silva — publicado 16 abr 2019 - 9:45

Hoje, vamos entender como fazer o cachorro parar de latir e entender um pouco as principais motivações dele.

Hoje vamos entender como fazer o cachorro parar de latir e entender um pouco as principais motivações dele. Pois se tem uma coisa que pode se tornar facilmente irritante, são os latidos do nosso cachorro em excesso. Em praticamente todas as vezes, obviamente, ele não faz por mal ou para irritar. Ele faz, pois algo está estranho ou diferente em sua rotina.  Acompanhe o texto para saber mais.
Como fazer o cachorro parar de latir

Antes de mais nada,

 » Read more about: Como Fazer o Cachorro Parar de Latir – Dicas e Truques  »

Prepare-se Para se Apaixonar Pela Raça de Cão Mais Rara: A Sloughi

por Handreza Hayran — publicado 15 abr 2019 - 9:45

Todos os anos, o American Kennel Club compila sua lista das raças de cães mais populares. O topo da lista é exatamente o que você esperaria (o Labrador, o Pastor Alemão e o Golden Retriever garantem pontos consistentes nos cinco primeiros), mas o final da lista é cheio de raças que são um mistério para a maioria das pessoas. E o maior mistério de todos? A raça no final da lista de 2018, o Sloughi.

 » Read more about: Prepare-se Para se Apaixonar Pela Raça de Cão Mais Rara: A Sloughi  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos?

por Camila Da Silva — publicado 17 abr 2019 - 9:45

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Uma dúvida que causa muita insegurança, é como acostumar dois cachorros a conviverem juntos. E é muito comum que as pessoas tenham este receio, visto que cães são muito territoriais e defensores de seus donos. No entanto, saiba que este processo pode não ser tão complicado quanto parece. Seguindo alguns passos, você conseguirá ter sucesso. Acompanhe para entender.

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Como acostumar dois cachorros a conviverem juntos?

A primeira coisa para entender como acostumar dois cachorros a conviverem juntos, é o motivo dos cães brigarem ou se desentenderem em ambientes já dominados. Isto ocorre pelo fato da conquista de território. Quando um cachorro sente-se dono de um lugar, ele fará de tudo para proteger o mesmo.

Assim sendo, podemos constatar também que os cachorros sentem ciúmes de seus donos. Ou seja, se já tiver um cachorro no ambiente previamente dominado e ainda este cão estiver próximo do seu dono, o cão que já habita o lar vai estranhar, podendo avançar ou morder.

Existem casos em que este convívio pode acontecer de maneira absolutamente comum e normal, como se sempre houvessem dois cães naquele ambiente. Algumas raças são mais abertas a socializar e acabam facilitando o processo. Entretanto, para as que não são assim, acompanhe o que você poderá experimentar e testar para aprender como acostumar dois cachorros a conviverem juntos.

Apresente os cães em um ambiente longe de casa

Como falamos, cães são territoriais. Ou seja, eles consideram determinados territórios como sendo somente deles. E isto faz com que possa ser difícil introduzir outro cão ao lar. Portanto, para facilitar o processo, recomendamos que você experimente apresentar os cães longe da sua casa.

Como fazer isso? É muito simples, basta levar o seu cão atual para conhecer o novo integrante da família, em um parque ou simplesmente em um passeio. Isto fará com que eles possam se cheirar e se ver longe da habitação que eles teoricamente teriam de defender.

Quando os cachorros se conhecem previamente em outro ambiente, a adaptação em casa posteriormente se torna muito mais simples, pois não haverá aquela desconfiança grande nem a sensação de invasão por parte do cão que já mora com você.

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Canse bastante os cachorros para que eles se conheçam

Outra boa prática para acostumar os cães juntos, é cansá-los antes mesmo de fazê-los se conhecer. Para isso, basta você levá-los previamente para passear, correr ou brincar. Após algum tempo praticando atividades e gastando a energia deles, experimente fazer a apresentação entre um e outro.

Neste caso, também é importante que a apresentação seja feita longe do lar. Ou seja, depois de cansar seu cão, leve-o para conhecer o novo irmão longe do território que ele domina. Fazendo isso, as chances de eles brigarem ou se estranharem são remotas, pois ninguém estará disposto a defender nada e a passividade para se conhecer será benéfica para ambos.

Como Acostumar Dois Cachorros a Conviverem Juntos

Prepare sua casa para recebê-los

Agora que você já conseguiu apresentá-los de uma maneira menos invasiva, é hora de ir para casa com ambos. Antes mesmo de sair com eles, deixe sua casa pronta para quando você voltar. E isto envolve potes de ração separados e brinquedos para ambos.

Lembre-se que seus cães estarão cansados, e tudo que eles querem é um carinho para descansar. Neste momento, é importante que você dê isso a eles dentro de casa. Pois é lá que eles passarão a maior parte do tempo e precisam se acostumar um com o outro.

Entretanto, é importante levar em consideração que eles também são muito sentimentais e ciumentos com seus donos. Ou seja, não é apenas a introdução que você deverá zelar: é também a atenção que dará para eles.

Jamais divida a atenção e foque somente em um cachorro. Isto fará com que um dos dois sinta-se abandonado, podendo causar desequilíbrios no comportamento e, até mesmo, gerar aquela desconfiança entre ambos.

Não provoque ciúme nem em um, nem em outro. Trate-os iguais, principalmente no início da fase da adaptação. Pois acredite, eles farão de tudo para chamar a sua atenção. E isto poderá gerar problemas desnecessários para você.

Assim sendo, vá com cautela, com calma e dê tempo ao tempo. Certamente a fase de adaptação será difícil, mas, depois eles irão se entender e tudo ficará bem. E você terá um lar repleto de carinho com seus cachorros.

Como Fazer o Cachorro Parar de Latir – Dicas e Truques

por Camila Da Silva — publicado 16 abr 2019 - 9:45

Hoje, vamos entender como fazer o cachorro parar de latir e entender um pouco as principais motivações dele.

Hoje vamos entender como fazer o cachorro parar de latir e entender um pouco as principais motivações dele. Pois se tem uma coisa que pode se tornar facilmente irritante, são os latidos do nosso cachorro em excesso. Em praticamente todas as vezes, obviamente, ele não faz por mal ou para irritar. Ele faz, pois algo está estranho ou diferente em sua rotina.  Acompanhe o texto para saber mais.

Como fazer o cachorro parar de latir

Antes de mais nada, é importante entender que o instinto de um cachorro é, obviamente, latir assim que algo estiver fora de seu controle. E ele poderá fazer isso de diversas formas. Na grande maioria das vezes, o que ele quer, na verdade, é indicar algo para o seu dono.

Assim sendo, para aprender como fazer o cachorro parar de latir, antes de mais nada é importante que você entenda as possíveis motivações e, posteriormente, trabalhe para tentar evitar e deixar seu amigo mais confortável nestas situações.

Hoje, vamos entender como fazer o cachorro parar de latir e entender um pouco as principais motivações dele.

O que faz um cachorro latir?

Como já falamos, o latido de um cachorro pode significar inúmeras coisas. Entretanto, esta é a forma com que ele faz para mostrar os sentimentos para o dono. Ou seja, toda vez que o seu cão estiver necessitando de ajuda, atenção ou precisar de sossego, ele vai latir em forma de “chamado”.

Por exemplo, quando ele estiver muito tempo sozinho e longe de seus donos, ele poderá latir em forma de tristeza. Isto poderá ser identificado facilmente em casos que você vai dormir, por exemplo, e deixa o cão sozinho. Ou, quando sai de casa para ir ao mercado e o cachorro fica lhe esperando.

Outras motivações dos latidos são as necessidades fisiológicas. Ou seja, quando seu cão precisar ir ao banheiro ou sentir fome, tenha certeza que ele vai lhe chamar latindo. No entanto, isto pode não ocorrer em cães que não são acostumados desta maneira. Ou seja, dependerá de como ele foi criado e treinado.

Além disso, é muito comum também que os cães emitam latidos de felicidade, quando você chega em casa, por exemplo. E muitas vezes eles já sabem que você está chegando somente pelo horário.

Caso seu cão não esteja acostumado com a vizinhança e ambientes externos, saiba que ele poderá latir quando ver pessoas diferentes, movimentos ou cães na rua. Isso se dá ao fato do confinamento. Ou seja, o cão se acostuma com um ambiente e tudo que for diferente daquilo, é estranho aos seus olhos. E eles reconhecem isso latindo.

Hoje, vamos entender como fazer o cachorro parar de latir e entender um pouco as principais motivações dele.

O que fazer para seu cachorro parar de latir

Agora que já entendemos um pouco dos principais motivos de um cachorro latir por muitas vezes, está na hora de entender o que você pode fazer para ajudar a contê-lo.

Antes de tudo, é preciso entender que a natureza dele, será latir. É a sua forma de se expressar e mostrar importunação.

Entretanto, tente prestar atenção em que momentos seu cachorro late. Isso fará com que você consiga interpretar as motivações de forma mais fácil para, posteriormente, tentar evitar.

Por exemplo, se o seu cão late quando você sai ou quando você vai dormir, possivelmente ele senta a falta da sua presença. Tente deixar um rádio ligado ou até mesmo a TV para que ele se sinta mais confortável e perceba alguma presença humana no local.

Se o seu cão costuma latir para a vizinhança, procure levá-lo aos poucos para conhecer as pessoas que moram próximo de você. Isso fará com que ele se acostume aos poucos e, posteriormente, pare de latir.

Hoje, vamos entender como fazer o cachorro parar de latir e entender um pouco as principais motivações dele.

Assim sendo, você também poderá testar as coleiras anti latidos. Elas são polêmicas, porém, podem funcionar. Hoje em dia já existem estes tipos de produtos que, quando o cachorro late, algum sinal é emitido para o cão. Seja um mini choque (mini mesmo, apenas para tirar a atenção dele do latido), ou emissão de odores quando ele late.

São duas situações que podem ajudar a controlar e educar o seu pet de uma forma não agressiva. Você pode testar caso ache viável.

Procure ajuda especializada

Sabemos que criar bem-estar é fundamental para nossos bichinhos. Afinal, não queremos fazê-los parar de latir de maneira forçada ou dolorosa. Para isso, recomendamos que você sempre procure um especialista para falar do assunto e, assim, aprenda a como fazer o cachorro parar de latir de uma maneira eficiente. Boa sorte!