O temperamento do Border Collie é algo que você precisa conhecer. Afinal, este é um dos cachorros mais inteligentes do mundo e, claro, esta inteligência é refletida diretamente em seu comportamento no dia a dia. Porém, há também uma série de situações que você precisa considerar na hora de oferecer a melhor qualidade de vida para o bichinho.

Por isso, no texto de hoje, vamos entender todas estas nuances e como um Border Collie pode ter uma vida repleta de saúde, carinho e muito amor. Afinal, como você sabe, ter um cão de estimação não se reflete apenas em oferecer uma caminha quentinha e ração de qualidade. É preciso muito mais do que isso e tudo começa pelo fator da “individualidade”.

Ou seja, conhecer a individualidade da raça para é fundamental. De nada adianta você pegar uma “receita pronta” de como cuidar de um cão da forma certa e ignorar completamente as necessidades daquela raça, não é mesmo? Justamente por isso, vamos trabalhar em alguns pontos considerados essenciais para a saúde e felicidade do Border Collie.

Vamos lá?

temperamento do border collie

Cãozinho Border Collie – Foto: Freepik

O temperamento do Border Collie – Será que ele é um cão para você?

Para entender o temperamento do Border Collie, precisamos passar por algumas situações diferentes. Afinal, não há uma resposta única para esta pergunta. Muito pelo contrário! O Border Collie pode ser um cão de diversas personalidades, dependendo de como o tutor cuida dele.

Ele é um cão agitado, carinhoso, atencioso e muito atento. E dentro de cada uma destas características, há uma série de nuances que devem ser levadas em consideração. Afinal, por que ele é agitado? O que faz ele ser atento? Por que ele é atencioso? Tudo isso tem a ver com os cuidados, as brincadeiras, o gasto de energia, a alimentação, etc.

E por isso, separamos uma lista de itens que certamente vão te ajudar a entender melhor tudo sobre o Border Collie. Veja abaixo:

  • O que o Border Collie gosta de fazer?;
  • Border Collie late muito?;
  • Quanto espaço preciso para ter um Border Collie?;
  • Como o Border Collie reage a pessoas estranhas e crianças?;
  • A inteligência incrível do Border Collie;
  • Um cão feito para trabalhar – Ele adora se sentir útil;

Para que tudo fique mais claro, falaremos detalhadamente sobre cada um destes pontos acima a partir de agora. Por isso, continue lendo para entender tudo sobre o comportamento do Border Collie!

O que o Border Collie gosta de fazer?

Para começar, vamos entender o que o Border Collie gosta de fazer. Antes de mais nada, podemos afirmar: este é um cão extremamente extrovertido, divertido, alegre e “sorridente”. E isto tem muito a ver com sua personalidade de trabalhador. Mas, por que trabalhador?

O Border Collie é um cachorro que teve suas origens no Reino Unido. Por lá, trabalhava principalmente como guia de rebanhos e organizador de grandes travessias de ovelhas. Isto fez do animal um ser com muita energia e necessidades neste sentido, mesmo quando anos depois, foi domesticado.

Por isso, esta raça de cachorro adora brincar, correr, se divertir e gastar energia com as mais diversas situações que você pode oferecer ou que ele encontrar pelo caminho. Então, se ele encontrar um brinquedo pela casa, ele certamente se divertirá.

Mas, esta questão de se divertir sozinho também pode ter um lado negativo. Como ele é um cão que adora gastar energia e correr, ele pode se sentir tentado a fazer isso quando uma moto, carro ou bicicleta passar na rua. Portanto, toda atenção é pouca para garantir a segurança dele, ok? Falaremos mais sobre isso logo mais.

temperamento do border collie

Cãozinho Border Collie – Foto: Freepik

Border Collie late muito?

Depende. O Border Collie, conforme entendemos até aqui, é um animal que ama gastar energia. Logo, esta é uma de suas principais características marcantes que, obviamente, precisa ser levada em consideração para que ele tenha qualidade de vida. Logo, se o cão sentir-se desconfortável (querendo correr e brincar) e não podendo, ele vai sim latir.

Em outras situações que o animal pode latir demasiadamente, é quando há pessoas estranhas no perímetro. Neste caso, significa que o animal não foi treinado e adestrado suficientemente para entender que pessoas estranhas são normais e que não há necessidade de agitação.

Outros motivos que podem levar o Border Collie a latir demais, é quando ele quer chamar sua atenção. Por isso, se você está pensando em ter um cão desta raça, saiba que é preciso de muita atenção e entrega para que o cachorro se satisfaça, ok? Caso contrário, ele poderá sentir muita falta de várias coisas e isto se refletirá em um cachorro latindo em excesso.

Para facilitar, lembre-se: um cachorro late porque algo está errado ou estranho. Seja no ambiente, seja com o tutor ou seja com o próprio corpo do animal. Por isso, toda atenção é pouca.

Quanto espaço preciso para ter um Border Collie?

Muito espaço. Ou, muita prática de exercícios. Esta talvez seja a resposta mais coerente para proporcionar tudo que o temperamento do Border Collie necessita. Afinal, ele é um cachorro que nasceu da necessidade de correr atrás de ovelhas em largos e compridos campos rurais na Escócia e Reino Unido de forma geral. Logo, isto está no DNA do animal e precisa ser considerado.

Então, recomendamos que para ter um Border Collie, você possa oferecer um quintal bem vedado, mas com bastante espaço para ele correr durante o dia. Principalmente se você não pode dedicar muito tempo ao animal. Caso possa oferecer sua atenção por bastante tempo ao pet (o que é o mais indicado), frequentar parques e praticar exercícios pode sanar um pouco a necessidade do animal.

Porém, ter um espaço dedicado ao cão, que não seja um apartamento pequeno ou sem nenhum tipo de área para ele brincar a vontade, talvez você deva considerar outra raça.

Veja aqui: 15 raças de cachorro para apartamento

temperamento do border collie

Cachorro deitado no sofá – Foto: Freepik

Como o Border Collie reage a pessoas estranhas e crianças?

Como já vimos até aqui, o Border Collie é um cãozinho que precisa gastar muita energia e ter espaços amplos para correr e brincar. Mas, e como ele se comporta com crianças e pessoas estranhas? Ele não é considerado agressivo. Mas, também não se pode simplesmente “confiar”. Principalmente se o seu cão não tiver recebido algum tipo de treinamento ou adestramento.

Neste caso, é fundamental que você faça um treinamento e socialize seu cão desde filhotinho. Isto ajudará (e muito) ele a entender que ele não pode atacar ou ser agressivo com outras pessoas que não fazem parte da família. Além, claro, de fornecer mais qualidade de vida e saúde mental ao animal. Pois quanto menos estressado ou com raiva um cão fica, mais “tranquilo” ele vive.

E isto reflete significativamente em sua qualidade de vida. Afinal, um cachorro estressado, como você sabe, é maléfico para todos: para o animal e para o tutor. Por isso, para evitar qualquer tipo de inconveniente neste sentido com seu Border Collie, não hesite em treiná-lo!

A inteligência incrível do Border Collie

O temperamento do Border Collie também diz muito sobre a inteligência dele. Um cão que adora brincar, correr e “trabalhar”, é também um cão considerado extremamente inteligente. Sim, ele é um animal considerado uma das raças mais inteligentes do mundo. E não é por menos. Afinal, ele consegue interpretar sons, gestos e movimentos de forma muito rápida.

Então, treinar e educar o Border Collie certamente não será um problema para o tutor. Muito pelo contrário! Será uma grande solução, pois o animal passa a ter uma vida muito mais saudável mentalmente por conta disso. E, claro, ele é muito receptivo a estes ensinamentos, pois ele realmente “quer” aprender.

Alguns cães desta raça conseguem, inclusive, reagir a simples gestos do tutor, como um estalar de dedos ou até mesmo uma piscada, tamanha a dedicação e inteligência do animal. E isto, claro, pode e deve ser usado a favor de proporcionar uma vida mais tranquila e saudável para todos que frequentam o lar.

temperamento do border collie

Cachorro sentado no sofá – Foto: Freepik

O temperamento do Border Collie faz ele ser um cão que ama trabalhar

O Border Collie é um animal extremamente afim de trabalhar. Isso parece engraçado a primeira vista, mas é verdade. Afinal, ele nasceu com esta função. Conforme mencionamos anteriormente, este é um cão que habitou as terras antigas do Reino Unido, fazendo pastoreio de ovelhas por enormes campos abertos.

E para isso, muita responsabilidade e disciplina eram necessárias. Mas, também, algo importante: a vontade! Eles são cães enérgicos e que não vão abrir mão de oferecer toda sua energia em prol de algo positivo para o tutor. Naquele tempo, era o pastoreio de ovelhas.

Mas, como o DNA fica, hoje em dia ainda podemos ver estes traços de um cão trabalhador. Se você está pensando em ter um Border Collie em seu sítio, por exemplo, saiba que o animal não hesitará nem um pouco em “fazer parte” do seu dia a dia de trabalho.

E isto também tem um reflexo muito grande para quem deseja ter o animal em apartamentos ou casas sem espaço. Nestes critérios, recomendamos uma raça diferente ou que haja muito gasto energético. Caso contrário, o Border Collie poderá exalar toda sua energia em comportamentos não tão aceitáveis (como morder, rasgar objetos, roer móveis, etc).

Veja aqui 5 coisas que os cães amam roer, mas não deviam.

Saúde do Border Collie – O que você precisa saber?

Até aqui, entendemos o comportamento do Border Collie de forma geral. Mas, o que devemos considerar para que ele tenha, de fato, uma vida plena e saudável, no sentido da saúde em si? Entenderemos isto a partir de agora, com base em algumas recomendações também relacionadas ao dia a dia do animal.

Como você sabe, todos os cães são diferentes uns dos outros. Cada raça é única e cada animal é também único. E isto, logicamente, interfere diretamente na saúde do cachorro. Um cão que é sedentário e não gosta de praticar exercícios, pode ter alguns problemas. Já um cão que é extremamente enérgico e alegre, pode ter outros tipos de problema.

E você, tutor, é responsável não só por proporcionar mais qualidade de vida ao animal, como também a fornecer os subsídios que ele precisa para suprir determinadas necessidades. Por isso, separamos uma lista de itens que podem fazer toda diferença para um cuidado mais adequado do Border Collie. Veja abaixo.

  • Ele adora perseguir – E isto pode ser maléfico para ele;
  • O pelo do animal é resistente – Mas não hesite em escová-lo;
  • É preciso dar banho no Border Collie?;
  • Escovar os dentes do animal é fundamental;
  • As unhas precisam ser aparadas todos os meses;
  • A alimentação precisa ser balanceada para não sobrar nem faltar;

Falaremos sobre cada um destes tópicos a partir de agora de forma detalhada. Acompanhe.

temperamento do border collie

Cãozinho Border Collie – Foto: Freepik

Ele adora perseguir – E isto pode ser maléfico para ele

O comportamento do Border Collie, conforme entendemos até aqui, é de muita energia, vontade de correr, brincar e “ser feliz”. Porém, isto também pode trazer alguns riscos bastante importantes para a vida do animal. Principalmente se você mora em cidade grande ou com a casa perto da rua.

Esta raça de cachorro adora correr atrás de bicicletas, carros ou motos. É claro que eles fazem para gastar energia e pelo fato de estas necessidades estarem em seu DNA. Afinal, eles perseguiam e guiavam ovelhas no passado. Porém, atualmente isto pode ser tornar um grande problema.

Se o seu cachorro correr atrás de carros na rua, ele pode se machucar ou causar um acidente. Então, mantenha o pátio sempre bem fechado para que o cão não escape ou mesmo não tenha contato visual com o que está acontecendo do lado de fora. Isto garante não só a saúde física dele. Mas também, a saúde mental. Algo que é muito importante para todas as raças.

Mas, por que saúde mental? Se o seu Border Collie tiver acesso visual ao lado de fora do pátio ou do muro, certamente vão ter coisas que chamarão a atenção dele. Logo, ele poderá ficar impaciente e angustiado, querendo sair e “resolver” aquele “problema”. Por isso, quanto mais vedado for o pátio, melhor para a segurança do seu pet.

O pelo do animal é resistente – Mas não hesite em escová-lo

Esta raça de cachorro possui os pelos um pouco mais longos do que outras raças. Mas, isto não quer dizer que há mais “fragilidade” nos pelos. Pelo contrário! Os pelos do Border Collie são realmente muito resistentes. Porém, de forma sazonal, ocorre a troca dos mesmos. E isto precisa ser bem observado por você, tutor.

Para garantir que o comportamento do animal não seja de angustia e estresse, escovar os pelos de tempos em tempos é importante para eliminar os excessos. Principalmente quando a troca está ocorrendo. Nestes casos, além de deixar sua casa com aspecto de sujeira, o cachorro poderá sentir-se mal pelo fato de sentir coceiras ou outras sensações devido a queda dos pelos.

Então, faça de tudo para que ele não tenha problemas com isso e, assim, possa ter uma vida mais leve e tranquila.

cão da raça border collie

Cãozinho Border Collie – Foto: Freepik

É preciso dar banho no Border Collie?

Assim como todos os outros cães, o Border Collie é um animal que precisa de cuidados higiênicos regulares. É claro que você não precisa dar banho no animal todos os dias. Porém, fazer isto de forma regular é importante. E regular, neste caso, é pelo menos 1 vez por mês. Porém, há tutores que preferem um tempo maior, como de 2 em 2 meses.

Este banho deve ser feito de forma profissional e de preferência em locais que não deixem o animal estressado. E por isso, uma das melhores alternativas, é ensinar o cão que ele precisa tomar banho desde filhote. Quanto antes ele condicionar este fato, melhor ele saberá “resolver” este problema de forma mental.

Lembre-se sempre de utilizar somente produtos para animais, ok? Jamais use produtos higiênicos de humanos em animais. Isto poderá trazer muitos problemas como alergias caninas, irritações e até problemas mais severos no médio e longo prazo.

Caso seu Border Collie esteja muito sujo ou com muito cheiro ruim, significa que você precisa dar um banho nele. Mas lembre-se: cães possuem um cheiro “particular” por natureza. Querer deixar o animal com cheiro de sabonete durante 24h por dia não é indicado e nem saudável, ok?

Veja aqui como dar um banho relaxante no seu dog.

Escovar os dentes do animal é fundamental

Você já ouviu falar de tártaro em cães? Pois é, esta é uma das principais causas de doenças mais graves nos dentes dos animais. Afinal, este é um acúmulo de sujeira e bactérias que pode fazer com que seu cãozinho sofra muito com tratamentos e dores.

Então, escovar os dentes do seu Border Collie de forma regular é mais do que importante. Faça isso de 2 a 3 vezes por semana. Se você conseguir fazer todos os dias, melhor! Mas, claro, nós sabemos o quanto este trabalho nem sempre é fácil, principalmente se o cachorro não é acostumado.

Por isso, mais uma vez: ensine este tipo necessidade desde cedo para o animal. Quanto mais ele conseguir condicionar desde filhote suas necessidades e deveres, menos angustiado e estressado ele ficará no médio e longo prazo. E isto vale para tudo, não só para a escovação de dentes.

Mas, caso seu Border Collie já não seja mais tão novinho assim, não se preocupe! É também possível adestrar e ensinar bons modos. Mas é preciso, neste caso, de mais paciência e tranquilidade, com métodos diferentes. A inteligência da raça poderá tornar o processo menos doloroso e o temperamento do Border Collie, então, mais equilibrado.

cão da raça border collie

Cãozinho Border Collie – Foto: Freepik

As unhas precisam ser aparadas todos os meses

Aparar as unhas do Border Collie é outra função que poderá fazer com que o comportamento dele seja mais tranquilo no médio e longo prazo. Mas, não só isso. Aparar as unhas é uma recomendação importante para que o cachorro não se machuque ou não machuque o seu tutor.

Esta é uma atividade de muito cuidado e atenção. E fazer isso com um cão enérgico como este, talvez a melhor indicação seja pedir ajuda para um profissional. Com as ferramentas certas e com um local indicado, tudo se torna mais fácil e saudável para o bichinho.

Se você optar por aparar as unhas em casa, de forma caseira, não deixe de ler nosso artigo sobre o tema. Esta é uma atividade muito minuciosa e todo cuidado é pouco. Lembre-se disso, ok?

A alimentação diz muito sobre o temperamento do Border Collie

E por fim, não poderíamos deixar de mencionar a alimentação! Seja ela uma alimentação natural ou mesmo uma alimentação via ração especial, é fundamental que tenha um balanceamento saudável para o animal não acumular energia e muito menos faltar.

Para isso, conte com um profissional de nutrição canina. Uma boa alimentação pode fazer toda a diferença para que o temperamento do Border Collie seja algo natural, mas sem excessos para nenhum dos lados. Cuide bem do seu dog e aproveite todo o amor que ele pode oferecer!