Alho para cachorro – Será que nossos amigos peludinhos podem comer esse alimento tão usado no tempero de diversos tipos de pratos? Para nós humanos o alho é um ingrediente natural para nossas receitas, com um sabor diferenciado e que deixa a nossa comida mais gostosa.

Além disso, para nossa saúde ele apresenta muitos benefícios, entre eles está a ação anti-inflamatória e ação antisséptica no organismo. Mas será que para os pets o alho faz bem ou mal?  Se você ficou interessado em saber se o alho para cachorro é benéfico ou maléfico, continue a leitura desse post que vai tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Alho para cachorro

Dentes de alho em cima da mesa – Foto: Freepik

Alho para cachorro – Faz mal ou faz bem para o animal?

Não é tão comum querer dar alho para o cachorro, mas alguns tutores têm essa dúvida, já que muitos são os adeptos a este alimento natural e saudável. Por muito tempo se pensou que alho pudesse fazer mal ao cachorro, e essa dúvida tem chegado a diversas conclusões, inclusive as que apresentam benefícios.

Todo tutor sabe que o melhor alimento para seu cão é uma ração de qualidade, pois nela contém ingredientes indispensáveis para saúde animal. Porém, assim como como o tomate, tangerina para cachorro e maçã, quando oferecida em pequenas quantidades, não faz mal algum ao pet.

Nessa mesma temática de alimentos que podem ser dados aos cães, trouxemos alguns tópicos que podem responder a sua pergunta sobre: alho para cachorro faz mal ou faz bem?

Benefícios do alho para o cachorro

Algumas pesquisas de zootecnistas e veterinários holísticos trazem que o alho pode sim trazer benefícios para saúde do cachorro. Diante disso, é preciso ter muita cautela, pois dar alho para cachorro não deve ser algo recorrente e exclusivo, pois como já falamos, a ração sempre será a melhor comida para os cães.

O alho quando oferecido em pequenas quantidades apresenta alguns benefícios, mas que não substituem medicamentos prescritos por veterinários. Quando decidir dar alho para o cachorro, converse também com um veterinário de sua confiança, dessa forma você estará mais seguro para oferecer ao animal.

Os alimentos naturais podem trazer muitos benefícios à saúde do peludinho, mas sempre oferecidos da maneira correta e nas quantidades suficientes.

Alho para cachorro

Dentes de alho em cima da mesa – Foto: Freepik

Ajuda a reduzir o colesterol nos cães

Levando em consideração a ingestão pequenas quantidades, o alho para os cães ajuda a reduzir o colesterol e triglicerídeos no organismo canino. Essa ação é promovida pelo aumento da secreção de suco gástrico, transformando as proteínas em aminoácidos para serem absorvidos pelo organismo que faz a digestão.

Desintoxica o fígado

O alho para o cão age na desintoxicação do fígado, eliminando as gorduras acumuladas e prevenindo intoxicações e doenças hepáticas. Dessa forma, ele pode melhorar a imunidade canina, agindo como antioxidante natural que não agride o intestino ou estômago do cachorro.

Auxilia no controle do açúcar no sangue canino

O alho controla a glicemia canina, ou seja, ajuda a diminuir o açúcar no sangue do cachorro, e também auxilia no sistema imunológico, estimulando a produção de glóbulos brancos. Por isso, esse alimento natural pode ser usado sob orientação de um veterinário de confiança, que indicará para dietas de cães com diabetes.

Tem ação antiparasita

Um ponto bem importante é que o cheiro do alho tem ação antiparasita, combatendo as pulgas, carrapatos e parasitas que se alojam no intestino. Com ação de repelente natural, seu cão estará protegido de picadas de carrapatos, inclusive da sarna, que pode atacar as defesas do organismo do doguinho.

Reduz os riscos de derrame

Quando oferecido em moderação para os cães, o tempero auxilia na redução de risco de derrame canino, combatendo parasitas e evitando problemas cardíacos, pois favorece a circulação sanguínea.

Alho combate e previne os tumores nos cães

O combate aos tumores é um dos benefícios do alho no organismo dos cães, pois em sua composição possui o composto selênio. Sendo o selênio um importante antioxidante, que combate ao desenvolvimento das células cancerígenas, promovendo um cuidado paliativo para os cães com câncer.

Alho para cachorro

Cachorro comendo em sua tigela de ração – Foto: Freepik

Malefícios do alho para o cachorro

Por outro lado, existem riscos do consumo de alho quando ingerido pelo cachorro, que pode estar relacionado a uma dieta em excessos do alimento. Se você chegou até aqui, conheça também quais os malefícios do alho para cachorro. Acompanhe.

Alho pode causar anemia canina e falência renal

Um dos principais malefícios do alho no organismo dos cães é a anemia canina, causada principalmente por substâncias presentes nas propriedades do alimento. O tiossulfato, encontrado na cebola, é a principal substância que pode resultar em anemia hemolítica, através da destruição das células vermelhas do sangue.

Quando consumido em excesso pelo cão, ocorre um fenômeno danoso chamado de corpúsculos de Heinz, onde o organismo do cachorro elimina as células vermelhas entendendo que estão doentes. No entanto, algumas pesquisas apresentam que os níveis de tiossulfato presente no alho são muito pequenos, mas o que complica é a ingestão em grandes quantidades.

O alho também pode causar falência renal, influenciada principalmente pela perda de hemoglobina do organismo do pet.

Qual a quantidade de alho e a frequência ideal para dar ao cão?

Depois de conhecer os benefícios e malefícios do alho para seu cachorro, é hora de saber quais as quantidades que podem ser consumidas. Alguns veterinários orientam que tudo depende das características do pet, levando em conta o tamanho, peso, idade e se existe doenças que possam piorar com o consumo.

  • Os cães com até 8 kg, você poderá oferecer meio dente de alho;
  • Aqueles com mais de 8 kg e até 18 kg, podem consumir um dente de alho inteiro;
  • Já os cães de 18 kg a 30 kg, pode oferecer um limite de dois dentes de alho;
  • Para os cachorros maiores de 30 kg e acima de 45 kg, esses podem ingerir de dois a três dentes de alho em sua dieta.

Mas cuidado, existem orientações que devem ser evitadas, que você pode conferir ao final desse artigo sobre alho para cães. A frequência é muito importante quando falamos de dar alho para o cachorro, pois é através de uma frequência correta que os benefícios podem, de fato, aparecer.

Você pode oferecer no máximo de três a quatro vezes por semana, na quantidade adequada com o peso do animal, conforme recomendamos acima.

tigela de ração

Tigela de ração para o cachorro – Foto: Freepik

Cuidados ao oferecer alho para seu cãozinho

Além das quantidades excessivas, alguns pontos devem ser observados, como a própria saúde do animal e a sua idade. Por isso, se você é tutor e decidiu oferecer este alimento para o seu animal, confira quais são os cuidados antes de dar alho ao seu cãozinho.

Cães anêmicos e com doenças nos rins

Os cães com anemia ou doenças nos rins não podem de maneira nenhuma consumir alho, pois como vimos, existem substâncias que podem agravar os quadros dessas enfermidades caninas. Neste caso, você pode prejudicar ainda mais a saúde do seu melhor amigo e influenciar negativamente no tratamento com medicamentos para as devidas doenças.

Casos de lúpus canina

Nos casos de cães com lúpus, o consumo desse alimento também deve ser suspenso e eliminado, isso porque a doença de lúpus afeta o sistema imunológico. Certifique-se antes de adicionar alho na dieta do seu pet, pois muitas vezes queremos ajudar e neste caso pode piorar certas situações.

Cachorros que vão passar por cirurgias

Outro cuidado é que se o cachorro estiver com uma cirurgia programada, a ingestão de alho deve ser evitada para não comprometer o processo.

Cachorros filhotes

Cachorros filhotes de 6 a 8 meses incompletos também estão proibidos de consumir alho em sua dieta, pois estão em crescimento e estão produzindo células novas.

Fêmeas grávidas

As cadelas que estão grávidas e aquelas que ainda estão amamentando, também estão na lista de restrições ao consumo de alho.

Cães que estão tomando medicação

Se o cachorro estiver tomando alguma medicação, é importante se informar com um veterinário se você poderá oferecer o alho para seu cachorrinho. Alguns remédios para cães como os de tratamento para imunidade, medicamentos para o coração, pressão alta, quimioterápicos, diluentes de sangue e insulina, não devem ser misturados com o alho.

Como usar o alho para combater vermes no seu cachorro

Um dos benefícios do alho é sua ação antiparasita, e neste caso vamos te orientar como desparasitar o seu cachorro com esse remédio natural caseiro. O primeiro passo é pegar a quantidade de alho recomendada para seu cachorro e picar em pequenos pedaços ou apenas esmagar o alimento.

Depois, pegue a quantidade usada para desparasitar o doguinho e misture com a ração que ele está habituado a consumir todos os dias. Uma dica é misturar bem a comida do peludinho, e caso ele ignore a ração, use alguns molhos caninos sobre o alho e a ração.

Você poderá realizar o tratamento por uma semana, todos os dias. Se não resolver, pode prosseguir para a segunda e terceira, sem exceder um mês. Como trouxemos neste post, existem diversos prós e contras para o consumo de alho pelo animal. E assim como qualquer outro alimento natural, alguns aspectos devem ser observados.

Sabemos perfeitamente que os tutores fazem de tudo pelos seus doguinhos, mas antes de acrescentar qualquer outro alimento junto a ração, se informe sobre os benefícios e malefícios. O algo tem sim muitos agentes protetores do organismo. Mas também pede um cuidado e um acompanhamento próximo do tutor, uma vez que a ingestão errada pode proporcionar danos ao organismo do animal.

Cuide do seu cachorro, ofereça uma alimentação adequada e, qualquer dúvida, deixe um comentário abaixo.