Um cachorro barrigudo pode ser um sinal de inúmeros problemas. Mas também, pode ser apenas um sinal de obesidade canina. Portanto, investigar e entender caso a caso é fundamental.

Assim sendo, um cachorro barrigudo pode representar um problema para a saúde do animal em determinados casos. Mas principalmente pelo fato de que, se houver alguma doença, o sinal pela barriga será evidente.

Assim sendo, continue lendo para entender mais sobre o assunto. Neste artigo, o Portal do Dog vai te ajudar a entender mais sobre cachorros barrigudos e o que isso pode representar.

Continue lendo.

Cachorro barrigudo é um problema?

cachorro barrigudo

Cachorro gordinho – Foto: Freepik

De maneira geral, cachorro barrigudo é um problema. Afinal, um cachorro barrigudo pode facilmente estar com algum problema de saúde que requer atenção do tutor e veterinário.

Mesmo que a barriga grande do cachorro represente apenas obesidade canina, ainda assim, isso pode ser um problema.

Afinal, a obesidade canina é grave. Isto é, a obesidade canina pode trazer com ela várias doenças. Como por exemplo, diabetes e problemas no coração.

Portanto, a nossa primeira dica, é: evite que o cão fique obeso. Controle a alimentação dele para que ele esteja sempre em forma.

Por outro lado, um cachorro barrigudo também pode estar com outros problemas, como:

  • Vermes;
  • Ingestão de corpo estranho;
  • Torção gástrica;
  • Infecções no intestino;
  • Problemas hepáticos;
  • Tumores;
  • Problemas no coração;
  • Erliquiose.

Tudo isso precisa ser investigado e diagnosticado por um veterinário. Nunca faça autodiagnóstico no seu cão e nunca medique ele em casa, com remédios humanos.

Se você tem um cão barrigudo em casa, leve ele ao veterinário para entender o que isso pode ser. Principalmente se a barriga dele cresceu em poucos dias.

Como evitar de ter um cachorro barrigudo

Até aqui você já entendeu que um cachorro barrigudo pode ter um problema de saúde, como a própria obesidade canina. Ambas situações representam um problema grave.

Assim sendo, você precisa considerar alguns cuidados e prevenções, de modo que você não tenha um cachorro barrigudo em casa.

Desta forma, para te ajudar com isso, separamos uma lista de ideias que você pode incorporar na rotina para evitar de ter um cachorro com a barriga grande ou inchada.

Veja:

  • Passeios e atividades físicas em geral;
  • Enriquecimento ambiental em casa;
  • Alimentação saudável e equilibrada para a idade/fase do dog;
  • Idas frequentes ao veterinário;
  • Vacinas e vermífugos em dia;
  • Tratamentos adequados em caso de algum diagnóstico;
  • Comedouro lento para cachorro;
  • Mantenha o quintal e o ambiente sempre limpo;
  • A mudança de ração pode causar problemas de indigestão;

A seguir, entenda mais sobre o tema.

cachorro obeso

Cachorro grande – Foto: Freepik

Passeios e atividades físicas em geral

Os passeios e as atividades físicas precisam vir sempre a frente da lista de atividades saudáveis para o cachorro. Afinal, essas atividades são realmente importantes para os dogs.

Fazer atividades físicas frequentemente e passear com o cão dentro de uma rotina ajuda ele em vários fatores. Isto é, o cão fica mais saudável fisicamente. Mas também, ele fica mais saudável mentalmente.

Afinal, ele tem estímulos diversos quando sai por aí para passear. Ele sente cheiros, pode farejar, encontra pistas e expande a mente. Tudo isso é muito importante para o dog.

Enriquecimento ambiental em casa

O enriquecimento ambiental é também um fator determinante para a saúde física e mental do cachorro.

Afinal, é a partir do enriquecimento ambiental que ele pode ficar saudável e confortável em casa, mesmo quando está sozinho.

Isto é, o enriquecimento ambiental ajuda o cão a ter estímulos independentes. Ele pode brincar, correr e se divertir. Crie atividades e dê brinquedos interativos para o seu pet.

Um bom exemplo de brinquedo interativo para o dog, é o tapete para enriquecimento ambiental. Ele é repleto de costuras e entranhas, onde você pode esconder biscoitos e fazer o cão farejar para encontrar.

Alimentação saudável e equilibrada para a idade/fase do dog

Um cachorro barrigudo pode estar barrigudo por inúmeras razões diferentes. Algumas mais graves, outras menos. Mas todas igualmente importantes de considerar.

Assim sendo, um dos fatores mais importantes que você deve considerar para manter o seu dog sempre saudável é a alimentação dele. Afinal, os cães são o que eles comem. Isto é, a saúde deles está totalmente atrelada a alimentação.

Portanto, ofereça uma alimentação adequada para o seu dog. Isto é, observe a idade do dog, a fase de vida dele, castração ou não e outros fatores que interferem na escolha da ração.

cão deitado com seu cupcake

Cachorro com seu cupcake – Foto: Freepik

Cachorro barrigudo – Idas frequentes ao veterinário

As idas frequentes ao veterinário não só ajudam o pet a resolver o problema na barriga. Mas também, ajuda o pet a evitar uma série de outros problemas.

Afinal, as idas frequentes ao veterinário ajudam a criar uma rotina de saúde que você pode cumprir com o seu melhor amigo.

Leve o seu cão idoso duas vezes ao ano no veterinário. E os cães mais jovens, pelo menos uma vez por ano. Essa rotina ajudará o seu dog a ter mais saúde e você vai prevenir uma série de problemas.

Cachorro barrigudo – Vacinas e vermífugos em dia

Se tem uma coisa que você precisa prestar atenção na rotina do seu pet, é a rotina de vacinas e vermífugos. Essas duas coisas são muito importantes para criar um dog saudável.

Afinal, as vacinas ajudam a prevenir e evitar um montão de doenças. Basta vacinar o cão e ele ficará livre de problemas graves, como a raiva.

Já os vermífugos não agem de maneira preventiva.

Mas vermifugar de seis em seis meses, ou de acordo com o seu veterinário, é importante. Afinal, nesse período será possível eliminar os vermes que se “acumulam” no organismo do dog.

Tratamentos adequados em caso de algum diagnóstico

Se você levar o seu dog ao veterinário e tiver algum diagnóstico de algum problema, é fundamental tratar. Isto é, você precisa tratar o seu melhor amigo para que ele fique saudável novamente.

Afinal, muitos diagnósticos precoces são fáceis de lidar e basta adequar a rotina, medicar ou criar um plano de tratamento. Em pouco tempo, o seu dog pode estar saudável novamente.

Um cão barrigudo pode ter diagnóstico de obesidade, de vermes, problemas no coração e outros pontos que abordamos no início deste artigo.

Assim sendo, veja a lista de possibilidades de problemas que o dog pode ter ao estar com a barriga inchada ou grande.

Cachorro barrigudo – Comedouro lento para cachorro

Um comedouro lento para cachorro é, muitas vezes, uma ótima saída para adequar a rotina do dog.

Afinal, o cachorro barrigudo pode estar barrigudo justamente por problemas de digestão/alimentação desequilibrada.

O comedouro lento ajuda a fazer o dog comer devagar. Você pode aplicar uma velocidade em que a ração cai para o dog mastigar e assim ele vai comer de pouco em pouco.

Isto é, o cão come, literalmente, de grão em grão. Para saber mais sobre o tema, leita este artigo: Comedouro lento para cachorro – O que é? Vale a pena?

cachorro sentado

Cão sentado – Foto: Freepik

Mantenha o quintal e o ambiente sempre limpo

Um cachorro barrigudo, como você sabe, pode estar barrigudo por vermes ou algum parasita. Portanto, evitar essas pragas é importantíssimo para a saúde do dog.

Assim sendo, você deve manter um quintal sempre limpo e organizado para que o seu dog fique tranquilo e saudável. Isto é, você precisa limpar a grama, remover entulhos e coisas do tipo.

Se notar a presença de carrapatos ou outros parasitas, é fundamental considerar uma dedetização. Isso vai ajudar a deixar o seu dog muito mais saudável.

A mudança de ração pode causar problemas de indigestão

Trocar a ração do cachorro é sempre um desafio. Afinal, nem sempre o cachorro se acostuma rapidamente com a nova rotina de ração e, portanto, isso pode ser um problema.

Assim sendo, é fundamental considerar uma mudança gradativa. Isto é, troque a ração aos poucos. Faça misturas com a nova e a antiga, até que o pet esteja 100% habituado.

Afinal de contas, quando a ração é nova, ela pode representar problemas de indigestão no seu dog. O cachorro pode ficar desconfortável, o intestino pode não funcionar corretamente e a barriga pode crescer.

Barriga d’água em cachorro – o que é isso?

Até aqui, você entendeu alguns fatores que podem levar o cachorro a ficar barrigudo. No entanto, há algo que também pode acontecer e que merece uma atenção dedicada: barriga d’água em cachorro.

A barriga d’água em cachorro é um tipo de inchaço que ocorre na região abdominal do doguinho. Esse problema acontece pelo fato de que o cachorro está com algum acúmulo de fluídos na região abdominal.

Esses fluídos podem vir dos órgãos internos, dos vasos sanguíneos ou dos nódulos linfáticos.

A barriga d’água também é conhecida como ascite em cachorros e ela não chega a ser grave, desde que você procure um veterinário rapidamente.

Caso contrário, o problema pode, sim, piorar.

Como prevenir barriga d’água em cachorro

Para prevenir a barriga d’água em cachorro você precisa considerar alguns fatores, como:

  • Leve o dog ao veterinário de tempos em tempos.
  • Sempre dê alimentos com pouco sal.
  • Nunca automedique o cachorro.
  • Seguir o esquema vacinal completo.

Todos esses fatores são importantíssimos para a saúde em geral do seu dog. E não apenas para evitar a barriga d’água ou inchaço na região abdominal.

Afinal, os cães precisam de uma atenção especial em alguns fatores da rotina. A alimentação sem sal é fundamental. Mas também, evitar a automedicação ajuda a não piorar algum quadro.

Lembre-se das vacinas: elas são fundamentais para garantir a saúde do seu dog no longo prazo.

Além de que as vacinas ajudam a proteger outros cães e também humanos, para o caso de eventuais zoonoses.

Cuide do seu dog!