Será que cachorro irmão pode cruzar ou será que, a partir desse cruzamento, os cães podem sofrer com problemas de saúde no futuro? Essa é uma dúvida muito recorrente.

No entanto, a verdade é que tudo depende de uma série de fatores. O cruzamento entre cachorros irmãos pode ter benefícios científicos quando feito de maneira estruturada e extremamente controlada.

Mas de maneira geral, o cruzamento entre dois cães irmãos é algo totalmente ruim. Tutores não devem, em hipótese nenhuma, deixar cachorros irmãos cruzarem.

No entanto, não se preocupe.

Neste artigo do Portal do Dog, entenda mais sobre o cruzamento de cachorros irmãos e como isso pode afetar negativamente a vida deles.

Continue lendo.

Cachorro irmão pode cruzar?

Cachorro irmão pode cruzar

A tutora com seu cão – Foto: Freepik

Não. Em hipótese nenhuma você deve deixar cachorro irmão cruzar. Afinal de contas, isso é algo que pode facilmente trazer problemas graves de saúde para a cadela e também para os filhotes.

O cruzamento entre cachorros irmãos é uma condição bastante complexa do ponto de vista genético. A partir do cruzamento de dois cachorros irmãos, os filhotes podem nascer com vários problemas de saúde.

Isso sem contar as anomalias que podem aparecer no nascimentos dos doguinhos que não tem culpa de nada. Assim sendo, é uma irresponsabilidade muito grande cruzar dois cachorros irmãos.

Mas além da irresponsabilidade, é também maldade.

Afinal, os filhotes podem sofrer muito com os problemas após o nascimento. Sendo que o cruzamento é totalmente evitável.

Por isso, a resposta para “cachorro irmão pode cruzar?” é, majoritariamente, não!

Cachorro irmão pode cruzar – Quando o cruzamento é aconselhável

Cachorro irmão pode cruzar somente quando houver um ambiente favorável para isso.

No entanto, ainda assim, cruzar dois cachorros irmãos é algo muito ruim. O resultado é mais improvável do que jogar uma moeda pra cima e esperar que saia cara ou coroa.

O resultado da cruza entre cães irmãos, quando descontrolado, é jogar uma moeda pra cima e esperar que ela caia de pé. Isto é, algo totalmente improvável.

Em algumas ocasiões de estudos e com as consequências absolutamente ponderadas, cruzar dois cães irmãos pode acontecer em:

  • Canis com criadores profissionais e que sabem o que estão fazendo.
  • Desenvolvimento e preservação de uma raça específica, com controle e estudo.
  • Aprimoramento genético.

Fora isso, ou seja, em casa ou ambientes caseiros, nunca, mas nunca mesmo, deixe que seus cães irmãos cruzem entre eles, ok?

Cachorro irmão pode cruzar

Cachorro deitado no parque – Foto: Freepik

Como cruzar dois cachorros de forma saudável

A cruza entre dois cães irmãos deve ser evitada. Use todos os recursos que você tiver em mãos para que isso não aconteça.

No entanto, a cruza entre dois cachorros saudáveis e que não são da mesma família, pode acontecer. Desde que de maneira controlada e em um ambiente propício.

De maneira geral, você nunca deve deixar a sua cadela cruzar. É mito que ela pode ficar doente caso não cruze e engravide pelo menos uma vez na vida.

Pelo contrário. Evitar a cruza, com a castração da fêmea, é algo saudável e evitará uma série de doenças e problemas no futuro, como o câncer.

Caso você queira cruzar dois cachorros, é importante fazer uma preparação adequada para isso.

Veja algumas dicas:

  • Leve os cães ao veterinário.
  • Encontre um profissional adequado e certificado.
  • Ambiente controlado.
  • Deixe os cães se conhecerem antes.
  • Não force a barra.
  • Mantenha a observação.

Cachorro irmão pode cruzar – Leve os cães ao veterinário

Se você quer cruzar dois cachorros, é fundamental levá-los a um veterinário antes de qualquer tentativa. Afinal de contas, somente o veterinário poderá avaliar e afirmar se os cães estão ou não bem e prontos para a cruza.

Nunca deixe dois cachorros cruzarem se você não souber exatamente o estado de saúde deles.

É importantíssimo entender em que fase da vida estão esses dogs pra que a cruza seja saudável.

A cruza entre dois cães é algo sério. Principalmente por conta da fêmea que, se não estiver preparada, poderá sofrer bastante.

E depois, quando os filhotes nascerem, eles podem sofrer por alguma falta de preparo posterior dos tutores ou alguma doença não identificada a tempo.

Procure um veterinário antes de deixar os cães cruzarem!

tutora com seu cão

Tutora com seu cão – Foto: Freepik

Encontre um profissional adequado e certificado

Ao querer cruzar dois cachorros, você precisa preparar muito bem o ambiente. Isto é, você não pode simplesmente deixar que eles cruzem “do nada”.

Portanto, procure um profissional especializado não só nesse tipo de procedimento. Mas também, no tipo de raça de cachorro que você quer cruzar.

Afinal, cada raça é única e vai apresentar necessidades e características também únicas. Assim sendo, você estará mais seguro de colocar os dois cães, saudáveis e preparados, para a cruza.

Cachorro irmão pode cruzar – Ambiente controlado

Outro fator que você precisa, necessariamente, levar em consideração para a cruza de dois cães, é o ambiente. O ambiente precisa ser controlado e deve estar preparado para receber os dois cães que vão cruzar.

Isto é, o ambiente precisa ser extremamente organizado para que os cães se sintam confortáveis e não se estranhem. Afinal, o estranhamento pode ocorrer, principalmente se houver muitos estímulos externos.

Assim sendo, evite lugares com muito movimento, com outras situações acontecendo e que tirem a concentração dos cães. Os canis profissionais são os melhores lugares para a cruza, pois eles terão um ambiente específico para isso.

Deixe os cães se conhecerem antes

Antes mesmo de cruzar, os cães precisam se conhecer. Ou seja, você não pode simplesmente querer que a cruza aconteça rapidamente, em poucos segundos de eles se conhecerem.

Isso não é agradável para o momento e muito menos para a situação. Portanto, deixe os cães se cheirarem, se entenderem e ficarem juntos por algum tempo.

Até porque eles não vão cruzar imediatamente a partir do momento em que você os colocar juntos.

Cachorro irmão pode cruzar – Não force a barra

Não forçar a barra talvez seja a melhor dica de como cruzar dois cachorros. Afinal de contas, forçar a barra não vai acelerar o processo e muito menos fazer o processo acontecer.

Isto é, você não pode forçar o cachorro a chegar perto da cadela ou vice-versa. Esse processo precisa acontecer naturalmente e os cães precisam estar confortáveis.

Muitas vezes a cruza não vai acontecer no primeiro dia que os cães estiverem juntos. Portanto, tenha paciência e deixe que os cães resolvam a situação.

Não interfira.

dois filhotes no colo da tutora

Dois filhotes no colo da tutora – Foto: Freepik

Mantenha a observação

Manter a observação é o passo final para que os dois cães cruzem de maneira saudável.

Isto é, você deve observar atentamente para entender se em algum momento é hora de separá-los ou não.

Afinal, os cães podem ter certos desentendimentos antes da cruza e isso pode fazer com que eles briguem. Se a situação for para esse lado, é preciso interferir para que eles não se machuquem.

Por que você deveria evitar que a sua cadela cruze

Até aqui, você já entendeu que cachorros irmãos não podem cruzar e que, para cruzar dois cães saudáveis, é preciso preparo.

No entanto, ainda assim, é mais recomendável que você não deixe a sua cadela engravidar.

Afinal, muitos tutores acreditam que a cadela precisa engravidar para evitar doenças e ela ser saudável no futuro. Mas isso não é verdade.

Muito pelo contrário, na verdade.

Evitar que a cadela fique grávida ajuda ela a ter mais qualidade de vida. Principalmente se o tutor não estiver preparado para receber os filhotes e todos os cuidados que a gravidez requer.

Abaixo, veja alguns motivos para não cruzar a sua cadelinha:

  • Evita sofrimento e trabalho.
  • Você economiza com veterinário.
  • A castração evita problemas de saúde.

Cachorro irmão pode cruzar – Evita sofrimento e trabalho

A partir do momento que uma cadelinha engravida, ela precisará passar por inúmeros processos para que a gravidez seja saudável.

Isto é, ela poderá sofrer com ansiedade, estresse e outras situações, pelo fato de ter que ir ao veterinário para acompanhar a gestação. Além de que, obviamente, a cadela sente dor e desconforto.

Evitar que ela engravide, portanto, é o melhor caminho. Afinal, ela não precisa engravidar para ser saudável.

Você economiza com veterinário

Uma cadela grávida exige investimentos importantes de saúde. Isto é, você precisará, sim, levá-la ao veterinário com frequência para o acompanhamento da gestação.

Assim sendo, se você não deixar a sua cadela engravidar, não há porque ter custos com esse tipo de situação. Assim você poderá investir em conforto e saúde para o dog.

Inclusive, se você tem uma cadela grávida em casa, veja como cuidar da cadela grávida e algumas dicas para mantê-la saudável.

A castração evita problemas de saúde

E por fim, mais um motivo para não cruzar a sua cadelinha, é que ela poderá ser mais saudável no longo prazo por conta da castração. Isto é, a castração evita uma série de doenças e problemas em geral, como o câncer.

Portanto, castrar a sua cadela é um fator importantíssimo para mantê-la saudável e com uma vida longa. Além de que, ao castrá-la, ela não vai entrar no cio e passar por esse processo “turbulento”.

Anote as nossas dicas e lembre-se: cuide bem dos seus cães!