Um cachorro tossindo seco chama muita atenção do tutor. Afinal de contas, não é raro que a tosse seca indique outro problema. Pode ser mais grave ou mais leve. Mas indica.

Nesse caso, o tutor precisa procurar um veterinário o quanto antes para fazer um diagnóstico preciso. Quanto antes você descobrir por que o cachorro está tossindo seco, melhor.

O Portal do Dog vai te ajudar a entender mais sobre esse assunto. Neste artigo, entenda sobre cachorro tossindo seco, o que fazer, o que pode causar esse problema e como evitá-lo daqui pra frente.

Continue lendo!

Cachorro tossindo seco – O que pode ser?

Cachorro tossindo seco

Cão tossindo – Foto: Freepik

Um cachorro tossindo seco pode ser uma série de questões relacionadas a saúde do pet. Afinal de contas, um cachorro tossindo seco está indicando que algo está errado, pois normalmente os cachorros não tossem.

Se a tosse for úmida, isso pode estar relacionado algum problema pulmonar, como a pneumonia. Mas para um cachorro que está com tosse seca, isso pode indicar que algo está diferente na sua garganta.

Por isso, é importante que o tutor verifique o ambiente. Veja se o dog não engoliu nada e tente entender quando essa tosse começou. Faça uma análise crítica do que aconteceu nas horas anteriores a tosse e veja se você encontra algo fora do comum.

Alguns motivos que podem deixar um cachorro tossindo seco:

  • O cão pode estar engasgado.
  • Alergias ao ambiente (poeira, pólen, entre outras coisas).
  • Comer rápido demais.
  • Gripe canina.
  • Problemas na laringe.
  • Tosse de ganso em cachorro.

A seguir, entenda mais sobre o assunto.

O cão pode estar engasgado

Você certamente já sabe que um cão pode se engasgar com coisas no ambiente, não é mesmo? Se não sabe, saiba que esse é um problema grave e que o tutor precisa tomar cuidado rigorosamente 24 horas por dia.

O engasgo pode ser causado por brinquedos pontudos, que soltam partes, osso de couro e coisas que podem trancar na garganta do dog. Se for algo pequeno, ele vai ficar engasgado e pode tossir seco.

Mas se for algo maior, isso pode levar o dog a óbito. Afinal, a respiração dele é comprometida e, portanto, ele poderá morrer sem ar.

Assim sendo, se você notar o seu cachorro tossindo seco, verifique se ele não está engasgado. Procure pelo ambiente algo que ele possa ter ingerido e leve-o ao veterinário o quanto antes.

Cachorro tossindo seco

Cão com a língua de fora – Foto: Freepik

Alergias ao ambiente (poeira, pólen, entre outras coisas)

Outro fator que pode deixar o cachorro tossindo seco, é a alergia. Sim, os dogs têm alergias diversas e isso pode estar fazendo com que ele tenha uma tosse seca, uma vez que a sua garganta pode estar irritada.

Alergias a poeira, pólen e ácaros que estejam no ambiente é algo até comum. Por isso, é importante se certificar de que o seu dog não tenha acesso a esse tipo de contaminação. Deixe-o em um ambiente confortável, limpo e higienizado.

Algumas alergias caninas podem ser externadas a partir de uma tosse seca. Outras, podem aparecer a partir de sintomas como coriza, espirros e até coceiras constantes no corpo do dog.

Comer rápido demais

Se tem uma coisa que os cães adoram, é comer! Eles são realmente apaixonados por isso, uma vez que a alimentação tem tudo a ver com a sobrevivência. Ou seja, está atrelado ao instinto canino.

No entanto, há um problema grave que envolve esse excesso de vontade de comer. Quando o cão vai com muita sede (ou fome) ao pote, ele pode se engasgar e pode ter outros problemas, como a torção gástrica.

Portanto, não deixe o seu cachorro comer rápido demais. Por isso, alimentá-lo mais vezes ao dia é importante. De duas a três vezes ao dia, pelo menos. Assim o dog não acumula fome e vontade de comer.

Gripe canina

A gripe canina é outro fator que faz com que os cães tenham problemas sérios de tosse seca. A gripe, obviamente, faz com que o sistema respiratório do dog fique comprometido e a garganta pode ficar seca.

Tosse úmida, no entanto, é outra coisa. Ela também pode vir com uma gripe, mas a tosse úmida pode ter relação com outros problemas no pulmão, como a pneumonia.

A tosse seca pode ser causada por uma infecção a partir de alguma doença contagiosa. O dog pode ter pego isso na rua, no parque, no hotelzinho ou outro ambiente com mais dogs.

cão de boca aberta

Cão sentado – Foto: Freepik

Problemas na laringe

A laringe comprometida também pode ser conhecida a partir da tosse seca canina. A laringe, no entanto, indica que o dog está com algum problema relacionado a engasgo.

Só quem poderá identificar isso, é o veterinário. Portanto, se você notar o seu cachorro com tosse seca, não hesite. Leve ele ao veterinário o quanto antes. Não deixe passar muito tempo, pois o problema pode se agravar.

É melhor ouvir do veterinário que o dog não tem nada demais, do que ouvir que você deveria ter levado ele antes, não é mesmo?

Cachorro tossindo seco – Tosse de ganso em cachorro

Você já ouviu falar da tosse de ganso em cachorro? Essa é outra condição que pode deixar o cachorro tossindo seco. No entanto, de um jeito diferente do que o habitual.

A tosse de ganso pode estar relacionada a fatores como a torção gástrica. Acontece com os dogs que tendem a comer rápido demais por qualquer motivo que seja.

Inclusive, temos um artigo aqui no site sobre o tema: Cachorro com tosse de ganso – O que pode ser?

Como evitar que o cachorro tenha tosse seca

Um cachorro com tosse seca é um cachorro que está passando por algum problema. Pode ser algo simples, mas também pode ser algo mais grave. Por isso, é fundamental considerar a procura de um veterinário o quanto antes.

Mas muito melhor do que remediar, é prevenir, não é mesmo? Por isso, veja algumas dicas de como prevenir que o seu cachorro tenha tosse seca:

  • Consultas regulares ao veterinário.
  • Vacinação em dia.
  • Diagnóstico preciso (e não caseiro).
  • Enriquecimento ambiental seguro.
  • Cuidado com coisas que trazem alergia ao pet.

Veja essas dicas na prática.

cão deitado

Cão deitado – Foto: Freepik

Consultas regulares ao veterinário

Uma das melhores maneiras de evitar que o seu cachorro tenha tosse seca, é levá-lo a um veterinário de maneira constante. É claro que não precisa ser todo mês. Mas pelo menos duas vezes por ano, é interessante.

É a partir de uma consulta constante ao veterinário que você poderá, de fato, entender quais são as melhores práticas com o seu dog. O veterinário vai te explicar como lidar com algumas situações e isso é ótimo para prevenir problemas em casa.

Além disso, com as consultas regulares, o veterinário poderá examinar determinadas regiões que eventualmente estão diferentes. Se coincidir de o dog ter uma tosse estranha no dia da consulta, ele já sai de lá medicado.

Cachorro tossindo seco – Vacinação em dia

Outro fator determinante para garantir que o seu dog tenha saúde, é a vacinação. A vacinação em dia é o que garante que o dog não tenha nenhum problema que pode ser facilmente evitado, como alguns tipos de contaminações, vírus e parasitas.

Principalmente na fase de filhote, fornecer todas as vacinas que o seu dog precisa é muito importante. É nessa fase que o organismo do pet começa a ser induzido a criar anticorpos e, assim, ficar protegido de problemas no futuro.

Se você não sabe quais vacinas tem que dar para o cachorro, não se preocupe. Veja este artigo: Vacinas para o Cachorro: Quais tomar? Aprenda!

Diagnóstico preciso (e não caseiro)

Outra maneira de evitar um cachorro tossindo seco, é com um diagnóstico preciso. Ou seja, o diagnóstico precisa indicar exatamente o que o seu dog tem e assim tratar esse problema.

Isso quer dizer que você não deve, nunca, fazer diagnósticos caseiros. Ou seja, agir na base do achismo, de modo a “achar” que o cão tem isso ou aquilo.

Somente quem poderá fazer um diagnóstico adequado sobre a tosse seca do seu dog, é o veterinário. Lembre-se disso.

Cachorro tossindo seco – Enriquecimento ambiental seguro

Enriquecimento ambiental para o seu cachorro é importantíssimo. É isso que garante o melhor desenvolvimento dele, ele não fica entediado e gasta energia.

No entanto, cuidado com o que você coloca no ambiente. Compre brinquedos adequados, seguros, que não soltam partes e não possam ser engolidos com facilidade!

Cuidado com coisas que trazem alergia ao pet

E por fim, cuidado com situações que podem trazer alergia para o seu pet. Quanto mais você criar um ambiente seguro para o seu dog, melhor para o desenvolvimento, segurança e saúde dele.

Flores, plantas tóxicas, poeira, ácaros e outros tipos de questões, podem deixar o seu cão com quadros alérgicos. Além de coceiras e espirros, ele pode ficar com tosse seca e outros problemas.

Um cachorro tossindo seco precisa de atendimento veterinário e, assim, receber um tratamento adequado. Muitas vezes pode ser algo simples e rápido de ser tratado. Mas outras vezes, pode ser algo mais grave que requer uma ação rápida.

Cuide do seu dog!