Se o cachorro vomitou é sempre um sinal de alerta para o tutor, não é mesmo? Afinal, o vômito nunca é algo que vem “de graça” e sempre precisa de uma atenção ágil.

Por isso, neste artigo do Portal do Dog, você vai entender um pouco mais sobre os motivos que fazem um cachorro vomitar.

Além disso, entenda o que fazer quando o cachorro vomitou e quais são as prováveis causas disso.

Continue lendo e saiba mais.

cachorro vomitou

Cão vomitando – Foto: Freepik

O que fazer quando o cachorro vomitou

Se você tem pets em casa ou mesmo se você está pensando em adotar um agora, é importante ter em mente que alguns problemas de saúde podem acontecer.

Em todos os casos, a grande e principal recomendação é que você sempre leve o seu dog ao veterinário. Afinal, é ele quem vai diagnosticar e criar um tratamento adequado para qualquer problema.

Além disso, nunca autodiagnostique o seu dog ou faça tratamentos caseiros que você não sabe os reais efeitos colaterais.

Mesmo que o vômito seja pouco ou esporádico, ainda assim, buscar ajuda especializada é importante.

Mas ainda em casa, você precisa agir para ajudar o dog. Veja o que fazer quando o cachorro vomitou:

  • Busque entender o motivo.
  • Observe os comportamentos do cão.
  • Veja o que ele pode ter comido.
  • Frequência do vômito.
  • Leve-o ao veterinário.

Cachorro vomitou – Busque entender o motivo

Um cachorro não vomita “de graça”. Isto é, ele não vai vomitar sem um real motivo que esteja incomodando ele de alguma maneira.

Por isso, a sua primeira função para garantir a saúde do seu dog é buscar entender o motivo do vômito.

Muitas vezes esse motivo pode estar aparente, como a digestão de algum alimento proibido para cães ou algo do tipo.

No entanto, em outras circunstâncias pode ser que você não encontre o motivo de imediato e o veterinário precisa ser acionado.

Mesmo que o cão aparente estar bem após o vômito, não deixe de enviar enviar uma mensagem para o seu veterinário ou ligar pra ele e informar do ocorrido.

Continue observando o dog.

Observe os comportamentos do cão

Uma das principais ações que um tutor pode considerar na hora de cuidar do seu dog é a observação. Observar o dog é fundamental para entender se ele está bem ou não.

Afinal, é a partir da observação diária e constante que você sabe que o seu dog está estranho ou diferente.

Você só vai notar as diferenças no comportamento caso você entenda como o cão age naturalmente no dia a dia.

Portanto, após ele vomitar, busque entender os comportamentos dele. Veja se ele vai continuar “de boa” ou se ele vai agir de maneira diferente.

Ficar deitado, buscar aconchego, ficar com o rabo entre as pernas ou sem ânimo nenhum são sinais de que ele não está legal.

cachorro vomitou

Cão doente – Foto: Freepik

Cachorro vomitou – Veja o que ele pode ter comido

Se o cachorro vomitou, certamente ele está sentindo algum desconforto. Pode ser algo muito simples ou pode ser algo mais complexo.

Entre os motivos do vômito, claro, estão os eventuais banquetes do seu cachorro. Afinal, a comida que não desceu bem pode gerar um sinal de expulsão e o corpo expulsa.

Portanto, busque analisar o ambiente e veja o que o cão pode ter ingerido por gula ou por estar “dando sopa” em cima de alguma mesa.

Se você perceber que ele ingeriu algo perigoso para a saúde, busque um veterinário com muita urgência.

Mas saiba que o cão pode vomitar inclusive com a própria ração. Isto é, ele pode comer rápido demais e o corpo pode expulsar a ração por causa disso.

Frequência do vômito

Outro fator que você precisa observar com muita atenção quando o cachorro vomitou é a frequência desse vômito. Isto é, o tanto de vezes que o vômito vem e vai.

A frequência diz muito sobre o que o seu cão está passando naquele momento. Pode ser algo passageiro ou pode ser algo mais grave que vai perdurar.

Se o vômito persistir em uma frequência alta, leve o dog ao veterinário com urgência.

Mesmo que o vômito não persista com frequência e o cão pareça estar bem, pergunte ao veterinário o que pode ser e deixe-o sabendo da situação.

Ele vai recomendar ações que você pode colocar em prática para acompanhar o seu dog e assim ter bons critérios para ligar o “sinal de alerta”.

Cachorro vomitou – Leve-o ao veterinário

Nunca deixe de levar o seu dog ao veterinário quando algo está estranho com ele.

Por mais que você tenha confiança de que é algo passageiro, ainda assim, o veterinário precisa avaliar.

Afinal, o veterinário é quem vai poder te passar mais confiança sobre monitoramento e acompanhamento do dog.

cão doente

Cão deitado doente – Foto: Freepik

Por que o cachorro vomitou?

Se o cachorro vomitou é sinal de que alguma coisa não desceu bem. Ou, ainda, pode ser um sinal de que algo mais grave está acontecendo na saúde do doguinho.

Portanto, alguns fatores que podem levar o seu dog a quadros de vômitos, são:

  • Sintoma de doenças mais graves.
  • Apenas má digestão momentânea.
  • Intoxicação alimentar.
  • Problemas estomacais.
  • Ansiedade ou estresse.

Sintoma de doenças mais graves

O vômito é também um sintoma de que algo não está indo bem no organismo do seu dog. Por isso, você precisa ficar atento aos mais diferentes problemas.

Assim sendo, saiba que alguns sinais de doenças graves também podem estar associados a vômitos.

Cinomose, câncer, infecções em geral, verminoses, doença do carrapato e outras doenças podem trazer vômitos na rotina do seu dog.

Portanto, é fundamental que você busque ajuda veterinária para tratar todo e qualquer sintoma que possa aparecer junto com o vômito.

cão doente

Cão deitado com mal estar – Foto: Freepik

Apenas má digestão momentânea

Assim como nós, os cães também têm má digestão. Isto é, pode ser que algum alimento não tenha caído muito bem no organismo do dog e por isso ele vai sentir má digestão.

Essa má digestão pode ser momentânea, a partir de uma refeição, ou pode ser mais longa, caso seja por algo mais grave.

Comer rápido demais, por exemplo, pode trazer má digestão. E não são poucos os cães que tem esse hábito de comer rápido demais.

Isso está relacionado a ansiedade e estresse. A falta de controle para comer pode trazer problemas graves e o tutor precisa agir para que isso não aconteça.

Existem muitas coisa que você pode fazer para o cão parar de comer tão rápido. A maioria das ações são comportamentais.

Mas há também recipientes de comida que ajudam a controlar a quantidade de comida.

Leia mais sobre o tema: Comedouro lento para cachorro – O que é? Vale a pena?

Intoxicação alimentar

Há chances de o seu dog estar intoxicado! Sim, os vômitos caninos são sinais claros de que o cão pode ter se intoxicado com alguma coisa no ambiente.

Os vômitos com espuma branca são os mais comuns nesse caso. Mas não são exclusivos. Por isso, é muito importante entender por onde o dog andou.

Inclusive o seu dog pode ter uma intoxicação alimentar que vai levá-lo a quadros prejudiciais de vômitos constantes.

Controlar o alimento do dog e criar uma rotina saudável de alimentação é fundamental.

Leia mais sobre intoxicação alimentar.

Problemas estomacais

Você sabia que os cães também têm problemas estomacais como nós, humanos? Sim, eles podem ter azia, má digestão, gastrite e outros problemas que estão relacionados a isso.

Portanto, é fundamental buscar ajuda veterinária para entender se é isso que o cão tem e controlar caso seja.

Alguns alimentos podem favorecer o aparecimento desse tipo de problema e você precisa entender quais são para cortar da dieta do cãozinho.

Muitas vezes os problemas estomacais podem gerar vômitos mesmo que o dog não tenha comido nada.

Um cão com azia, por exemplo, pode vomitar em momentos aleatórios mesmo de estômago vazio.

Caso o cão tenha ingerido um bichinho sem querer, isso também pode gerar um reflexo do estômago e ele pode vomitar.

Fique de olho!

Ansiedade ou estresse

E por fim, mais um dos fatores que pode fazer o cachorro vomitar é o estresse e a ansiedade. Sim, os cães também podem vomitar por causa disso e é mais comum do que você imagina.

Afinal, estresse e ansiedade geralmente estão presentes em cães com rotinas desequilibradas.

Isto é, o cão não tem hora pra comer, pra dormir, pra passear e pra se divertir.

Inclusive, a própria ansiedade por separação pode ser muito prejudicial para a rotina e saúde do seu dog.

Portanto, busque entender onde estão os erros na rotina do seu dog e tente corrigir o quanto antes.

Quando um cão vomita por estresse ou ansiedade é sinal de que ele já está em um nível muito alto desse problema.

Afinal, o corpo começa a apresentar reflexos do que a mente está passando e recuperar o dog pode dar mais trabalho do que se você evitar o problema.

Agora que você já sabe o que fazer quando o cachorro vomitou, observe os sintomas e procure sempre um veterinário.

Cuide do seu melhor amigo!