O carrapato na orelha do cachorro pode ser um verdadeiro perigo, pois além da presença do parasita, a orelhinha do doguinho é um dos locais mais sensíveis do corpo. Diante disso, a remoção deve ser realizada com muito cuidado, sendo que em qualquer movimento mais brusco, você pode ferir o cachorro.

Ao verificar a presença do carrapato na parte interna ou externa da orelha do cachorro, você pode levá-lo ao veterinário, ou fazer a remoção no local, com ferramentas adequadas para combater o problema. E para saber como remover o parasita, trouxemos informações bem importantes para que você consiga, então, ajudar seu cão. Vamos lá?

carrapato na orelha do cachorro

Cãozinho com coceira por conta dos carrapatos – Foto: Freepik

Carrapato na orelha do cachorro – Como remover com cuidado?

O carrapato é um parasita que adora locais inapropriados, se escondendo no meio dos pelos e regiões mais quentinhas. Esses animais costumam se alimentar de sangue. Não só mamíferos, mas também anfíbios, repteis e até as aves não escapam das “garras” dos carrapatos.

Eles sugam o sangue do cachorro e, quando não removido adequadamente, podem prejudicar ainda mais a saúde do animal. Existem duas formas de retirar o parasita: levando ao veterinário e na forma mecânica com instrumentos corretos para remoção.

No entanto, a primeira sugestão é a mais adequada (o veterinário). Mas se isso não for possível, a remoção mecânica pode ser uma solução, já que o cãozinho sofre muito com a picada desse animal. A picada de carrapato pode gerar muita coceira. Logo, o cachorro pode não permanecer quieto na hora de retirar o parasita, ficando irritado com a situação.

Portanto, o primeiro passo antes de iniciar a retirada do carrapato da orelha do cachorro, é pedir ajuda para uma outra pessoa, assim terá um responsável para segurar o pet de maneira cuidadosa.

Veja também: Como tirar carrapato de cachorro?

Escolha os instrumentos corretos

A escolha dos instrumentos corretos para a remoção é primordial, já que a orelha do cão é um local sensível e precisa de bastante cuidado. A ideia é que o instrumento não seja afiado, para não machucar o pelo do cão ou cortar o parasita ao meio, deixando restos na orelha do doguinho.

Sendo assim, com a ajuda de uma tesoura sem ponta, pinças ou fórceps, você consegue agarrar o corpo do animal, sem machucar a pele do cachorro. É importante escolher um local com bastante claridade, ou você pode usar uma lanterna para enxergar o visitante na orelha do animal.

carrapato na orelha do cachorro

Removendo carrapato do cachorro – Foto: Freepik

Retire o carrapato na orelha do cachorro com muito cuidado

Com os instrumentos adequados, certifique-se da localização do parasita e aproxime a ferramenta o mais próximo da pele do pet. Tente agarrar o corpo inteiro do carrapato, puxando-o para fora da orelha. Mas cuidado para não apertar o parasita, pois ele pode explodir ou ser cortado ao meio. Se isto acontecer, o trabalho de remoção será ainda mais difícil.

Deste modo, você tira o indesejável visitante por inteiro. Se você não tiver cuidado nesse processo, as consequências podem ser prejudiciais para o pet, machucando ou irritando o local, podendo até comprometer a audição do peludo. Por esses motivos, é tão importante que uma pessoa te ajude, segurando o cachorro para que não ocorra nenhum acidente, ok?

Não jogue o carrapato em qualquer lugar

O processo de remoção não para por aí. É preciso descartar o carrapato em um lugar correto, que não seja o lixeiro ou a descarga do banheiro. Desse modo, você vai prevenir que ele sobreviva ou entre em contato novamente com outros animais, ou até mesmo com os humanos.

Após a retirar o parasita, coloque-o em um recipiente com álcool para matá-lo de vez, deixando por algumas horas antes do descarte final.

carrapato na orelha do cachorro

Removendo carrapato do cachorro – Foto: Freepik

Higienize o local da picada

Enquanto o carrapato está no recipiente com álcool, priorize a higienização da orelha do cachorro, para evitar inflamações. Para isso, utilize um antisséptico próprio para cachorro, limpando com algodão e gases na área onde ocorreu a picada.

Se for um local de difícil acesso para limpeza, utilize uma haste flexível, colocando o antisséptico canino e, se preciso for, um remédio para o machucado. Como se trata de um local sensível, nessas horas é preciso ter muita calma, buscando ajuda de um parceiro para segurar o dog.

Não se esqueça de averiguar em outras áreas do corpo, como o pescoço e embaixo das patas, pois pode haver a presença de outros carrapatos. A remoção de todos os animais é indispensável, pois uma infestação de carrapatos pode estar também relacionada ao ambiente onde o cachorro vive.

Entenda aqui sobre a paralisia do carrapato.

Eliminando carrapatos do ambiente

Muitas vezes, o ambiente onde o cãozinho está vivendo pode contribuir com a proliferação de carrapatos, visto que eles adoram um local escondidinho. Por isso, depois de remover o carrapato da orelha e corpo do cachorro, limpe o local onde o cão dorme, avaliando também as frestas e buracos na parede ou no chão.

O desinfetante de limpeza e aspirador de pó podem auxiliar na higienização do ambiente, assim como a lavagem da caminha do cachorro, brinquedos e as roupinhas. Na área externa, cuide da grama alta, britas e madeira acumulada, pois são lugares onde os carrapatos gostam de se instalar, procriando e infestando tudo ao seu redor.

Por isso, é importante fazer a limpeza do quintal, cortando a grama, evitando acumulações de materiais e aplicando veneno específico para matar os carrapatos. De nada adianta retirar os carrapatos do animal, se o ambiente não estiver limpo e seguro para combater esses problemas, não é mesmo?

cão no veterinário

Procurando carrapato no cachorro – Foto: Freepik

Como prevenir a proliferação de Carrapato na Orelha do Cachorro?

A picada do carrapato pode trazer muitas enfermidades que prejudicam as células do sangue e transmitem doenças, como a erliquiose ou a hemoparasitose. Pode até causar anemia canina. Sendo assim, a melhor alternativa é prevenir a proliferação desses indesejáveis visitantes, cuidado do ambiente e aplicando produtos que protegem o seu cachorro.

banhos no cachorro frequentemente, usando sempre produtos específicos para cães, como coleiras antipulgas e antiparasitas para prevenir o contato com visitantes. As pipetas para carrapato são ótimas sugestões para acabar com as picadas de carrapatos e pulgas, permitindo que o animal não se infiltre nos pelos dos cachorros.

Alguns comprimidos ajudam a eliminar carrapatos e infestações emergenciais, bem como, auxiliam também na prevenção de picadas do carrapato. Com essas dicas, seu cãozinho estará a salvo de infestações de carrapatos, que podem se alojar em qualquer parte do corpo do animal.

Assim, você também previne situações complicadas como remover carrapato da orelha do cachorro, que causa desconforto para o cão e, claro, causa muito desconforto também para o tutor, que não quer machucar seu cãozinho.