Aprender com quanto tempo pode dar banho em cachorro castrado é fundamental para manter a saúde do seu dog em dia. Afinal, o processo pós-castração nem sempre é fácil.

E não porque a cirurgia é complicada ou invasiva demais. Mas sim, porque o dog pode ficar muito incomodado com os procedimentos de recuperação.

E este incômodo todo pode fazer com que o animal se suje e precise se higienizar, ainda com os curativos no local da operação. Por isso, além de que você deve ter um cuidado redobrado com o animal neste período, é preciso saber com quanto tempo pode dar banho em cachorro castrado.

Entenderemos tudo isso a partir de agora. Portanto, continue lendo.

Com quanto tempo pode dar banho em cachorro castrado?

Com quanto tempo pode dar banho em cachorro castrado

Cão enrolado na toalha – Foto: Freepik

Para entender com quanto tempo pode dar banho em cachorro castrado, é preciso, sempre, considerar as recomendações médicas. Afinal, a quantidade de tempo vai depender exclusivamente da recuperação do cachorro após a cirurgia de castração.

Em média, o tempo de recuperação total é de 60 dias. Ou seja, depois de 60 dias, você pode dar banhos no seu cachorro, pois neste período a cicatriz já estará bastante avançada e o não haverá problemas de infecção.

No entanto, é fundamental que este diagnóstico seja dado exclusivamente pelo veterinário. Os 60 dias de recuperação são baseados no tempo que a anatomia canina, em geral, leva para cicatrizar com segurança.

Só que o seu cão poderá levar mais ou menos tempo do que isso. Afinal, cada cão é único e, por isso, precisa de um acompanhamento também único.

Por exemplo, um cão com diabetes canina pode levar um tempo a mais para a cicatrização. Enquanto que um cão saudável, pode levar menos.

Entender com quanto tempo pode dar banho em cachorro castrado é importante para que você não molhe o curativo e eventualmente infeccione a ferida com produtos químicos tóxicos.

Produtos recomendados para dar banho em cachorro castrado

Até aqui, entendemos com quanto tempo pode dar banho em cachorro castrado. Uma média de 60 dias é o mínimo de tempo para que você possa deixar o seu pet se recuperando e, somente depois disso, banhá-lo.

E quanto este momento chegar, é fundamental que você use produtos altamente seguros para o banho canino. Jamais utilize produtos humanos em cachorros e busque, sempre, por alguma indicação veterinária para produtos de higiene que sejam saudáveis para o seu cão.

O grande problema de dar banho em cachorro castrado, é que, embora a cirurgia não seja invasiva, há um tratamento que precisa ser seguido.

E ao dar banho ainda com os pontos prendendo o corte, pode ser muito prejudicial. Os produtos, mesmo que pets, podem causar infecções ou irritações. E isto vai fazer com que demore ainda mais para o machucado sarar.

Banho a seco em cachorro castrado

Com quanto tempo pode dar banho em cachorro castrado

Preparando o banho – Foto: Freepik

Uma dica bem interessante para quem precisa dar banho no cachorro recém castrado, é fazer um banho a seco. Afinal, o banho a seco permite que o cão seja higienizado sem que ele precise ser molhado por completo.

Este tipo de banho é ideal para aqueles cães que eventualmente se sujam no dia-a-dia. Se o cão for ao quintal ou mesmo dar uma volta lá fora em um dia de chuva, pode ser que ele fique sujo e precise, sim, de uma limpeza.

O banho a seco funciona como um banho comum, só que com produtos como shampoo spray ou em pó (sem precisar de água). Ambos podem ser usados diretamente nos pelos para eliminar a sujeira.

No entanto, é fundamental que você não coloque estes produtos no machucado, ok? Se você der um banho a seco no seu cachorro, faça isso somente nas regiões longe do curativo da castração.

Todo cuidado é pouco, principalmente com aqueles cães mais enérgicos e que podem se mexer demais na hora do banho.

Quais cuidados levar em consideração com cão recém castrado?

banho pós castração

Cão sendo tratado – Foto: Freepik

Como já vimos até aqui, o ideal é que você espere cerca de 60 dias até poder dar um banho completo no seu cachorro castrado. Antes disso, pode ser perigoso e pode fazer mal para o animal. Logo, a recuperação demorará ainda mais.

No entanto, o banho não é o único gatilho para um problema após a castração do cachorro. Outros fatores também são importantes para garantir que o seu cão possa se recuperar rapidamente e de forma saudável.

Separamos algumas dicas abaixo que vão te ajudar a cuidar bem do seu cãozinho após a castração. Acompanhe.

Evite brincadeiras e agitação após a cirurgia

A cirurgia da castração do cachorro, embora seja muito simples, não deixa de ser uma cirurgia e, por isso, precisa receber a devida atenção no pós-operatório.

Por isso, é muito importante que você tome todas as precauções para que a cicatrização ocorra de maneira rápida, saudável e não dolorida para o dog.

Uma das maneiras de fazer isso, é evitar brincadeiras com muitos movimentos e agitação. Afinal, quando o cão se movimenta demais ou quando corre pela casa, os pontos podem soltar e o corte da cirurgia pode abrir.

Neste caso, vai demorar ainda mais para que o cão se recupere 100%.

Além disso, a agitação pode fazer com que o cão tenha que voltar ao veterinário para colocar novos pontos. E isto poderá gerar um estresse grande no animal.

Não tire o colar elizabetano do dog

banho pós castração

Cão sendo tratado – Foto: Freepik

Muitos veterinários indicam a utilização do colar elizabetano para os dogs que foram recém castrados.

Por mais que o cão não fique muito confortável com ele, é fundamental deixá-lo no pescoço. Afinal, é este colar que faz com que o animal não interaja com o curativo da cirurgia e eventualmente abra os pontos.

O colar elizabetano gera uma segurança maior para que seu cãozinho possa se recuperar sem problemas da cirurgia de castração. Se ele ficar lambendo a ferida, coçando ou mordendo, os pontos vão abrir e podem surgir infecções graves por conta disso.

Sim, dá pena de ver o cãozinho com o colar elizabetano. Mas ele é importantíssimo para a saúde do cão.

Limpe regularmente o local da cirurgia, se assim o médico recomendar

Alguns veterinários poderão pedir que o tutor limpe a ferida da cirurgia da castração. Neste caso, você terá que fazer isso regularmente. Afinal, se o veterinário pediu, tem que ser feito.

Muitas vezes a necessidade de limpeza é justamente para manter o cão mais confortável, de forma que a região não infeccione e crie problemas maiores.

No entanto, somente faça a limpeza se houver uma autorização expressa do veterinário, ok? Caso contrário, não há necessidade de você, tutor, mexer no curativo da cirurgia.

Não fure consultas veterinárias após a cirurgia

Embora a cirurgia de castração seja bastante simples e rápida, isto não quer dizer que você pode simplesmente abandonar o acompanhamento da cicatrização. Afinal, é um corte que o cão terá em seu corpo e precisa ter um acompanhamento de perto para perceber a evolução da cicatrização.

De maneira nenhuma fure as consultas veterinárias marcadas para acompanhamento do pós-operatório, ok? Afinal, se o veterinário marcou um retorno para avaliar a cicatrização da cirurgia, é porque é necessário. Lembre-se sempre disso e cuide bem do seu dog.