As fezes de cachorro com giardia é uma das formas mais comuns de transmitir a zoonose. Tanto para outros animais, quanto para os seres humanos.

Essa contaminação é comum acontecer em locais como canis de cachorro, parques, ruas e demais locais de circulação dos animais. Inclusive, os gatos e outros animais também podem contrair o parasita!

Assim sendo, um dos sinais de giardia nas fezes dos cães é a presença de sangue e inflamações intestinais como a diarreia em cachorros.

Se você quer saber mais sobre fezes de cachorro com giardia, sintomas e como prevenir a contaminação do parasita, continue a leitura deste post. O Portal do Dog vai trazer tudo sobre essa zoonose.

Fezes de cachorro com giardia

Cachorro fazendo cocô – Foto: Freepik

Fezes de cachorro com giardia – Entenda o que isso significa

Antes de falarmos sobre as fezes de cachorro com giardia, vamos explicar o que significa uma zoonose.

Assim sendo, a zoonose nada mais é do que uma contaminação que pode ser transmitida dos animais para os seres humanos através de contato com água contaminada ou vestígios da contaminação direto nos animais.

Isto é, o cachorro com giardia ou giardíase, como também é conhecida a contaminação, sofre com um protozoário chamado giárdia lamblia. Ele se aloja e se desenvolve no intestino, causando sintomas bastante desconfortáveis.

Mas esses desconfortos nada mais são do que uma eliminação dos cistos do protozoário. Assim sendo, eles podem sobreviver por meses nas fezes do animal. Por isso, essa contaminação é considerada uma das mais fáceis de se contrair.

Como saber se meu cachorro está com giardia?

Existem alguns sinais de como saber se o cachorro está com giardia. Assim sendo, um deles é pela própria fezes do cãozinho que indica a contaminação.

Por isso, abaixo selecionamos os principais sintomas da giardíase em cães que vão além da observação das fezes de cachorro com giardia.

Mudanças comportamentais nos cachorros

As mudanças comportamentais nos cachorros podem indicar que algo não vai bem com a saúde do animal. Afinal, como eles não falam como o ser humano, uma das formas de comunicar dor e outros sintomas é através do seu comportamento.

Assim sendo, o cãozinho com giardia pode apresentar falta de apetite. Inclusive, recusando os petiscos preferidos pelos pets.

Mas também no seu dia a dia pode apresentar uma fraqueza durante as brincadeiras ou atividades diárias. Querendo, na maioria das vezes, ficar deitado na sua caminha.

Fezes de cachorro com giardia

Cachorro fazendo cocô – Foto: Freepik

Problemas intestinais nos cães

Os problemas intestinais nos cães são os principais sintomas da contaminação. Principalmente porque são os comportamentos mais notáveis de que algo não vai bem.

Assim sendo, os vômitos podem indicar a contaminação pelo protozoário, causando dores abdominais que podem ser observadas ao tocar a barriga do cãozinho.

Com a falta de apetite o cachorro fica desidratado, já que o parasita suga todos os nutrientes do organismo canino prejudicando o funcionamento total.

Mudanças nas fezes dos animais

Outro sintoma bastante comum são as fezes de cachorro com giardia. Isto é, as mudanças no conteúdo defecado pelo bichinho.

Assim sendo, como o protozoário libera cistos com ovos minúsculos, a giardia não dá para ver ao olho nu. Por isso é transmitida com tanta facilidade.

No entanto, algumas alterações nas fezes dos cachorros podem ser notadas. Como por exemplo, presença de sangue, fezes líquidas ou pastosas, com coloração acinzentada ou amarelada.

Além disso, a presença de gosma nas fezes do cachorro também é um alerta. Além do cheiro forte do conteúdo.

É preciso se atentar nos episódios de diarreia em cães. Afinal, eles são facilmente confundidos com outras infecções que possam passar despercebidas.

Como é transmitida a giardíase em cães e pessoas?

Depois de conhecer os sintomas, saiba que as fezes de cachorro com giardia podem estar em toda parte, já que os cistos são bem resistentes. Assim sendo, confira quais são as formas de transmissão do parasita. Inclusive para as pessoas.

Continue lendo.

Fezes de cachorro com giardia – Transmitida entre fezes dos animais

Uma das formas mais comuns de transmitir a giardia é entre as fezes dos animais. Principalmente pelo método fecal-oral.

Assim sendo, como muitos cachorros transitam na rua é normal que eles façam cocô por onde passam. Mas isso é um risco para outros animais e também para o ser humano.

Desta forma, os cachorros usam a língua e o olfato para se comunicar com outros cães ou animais através dos feromônios. Por isso, a prática de cheirar e lamber coisas ou superfícies é um comportamento bem comum.

Sendo assim, por conta desse contato com substâncias e objetos, os pets estão propensos a contrair invasores no seu organismo, como a giardia!

cachorro fez cocô no chão

Cachorro fez cocô no chão – Foto: Freepik

Contato com água contaminada

Outra forma de contrair o parasita é através do contato com água contaminada com os ovos do parasita.

Por isso, tenha cuidado ao deixar o doguinho tomar água de poças de água na rua ou de casas com cachorros que já foram contaminados.

Fezes de cachorro com giardia – Superfícies contaminadas pelo parasita

As superfícies contaminadas pelo parasita também transmitem com facilidade o parasita. Inclusive, os pertences do cachorro como potes de ração, água ou bolinha.

Assim sendo, os humanos precisam lavar bem as hortaliças, legumes e frutas. Afinal, esses alimentos também podem ser contaminados.

Contato direto com o pelo do cachorro contaminado

O contato direto com o pelo do cachorro contaminado com giardia também é um fator de risco. Afinal, já que ao defecar, alguns ovos e cistos podem prender no pelo, patas e acessórios do doguinho.

Como é feito o diagnóstico da contaminação por giardia?

Os comportamentos do cachorro são alertas importantes que todo tutor precisa observar. Porém, para a realização do diagnóstico de giardia é preciso um exame mais detalhado das fezes do cachorro.

Assim sendo, coletam-se as amostras em dias alternados. Afinal, nem sempre se elimina todos os protozoários nas fezes de cachorro com giardia. Por isso, a importância de identificar os sintomas e fazer os exames corretamente.

Tratamento de cachorros com giardia

O tratamento de cachorros com giardia é feito com a indicação de antibióticos para o cachorro. Afinal, eles ajudam eliminar os sintomas e combater a infecção pelo parasita.

Assim sendo, higienize as superfícies do ambiente onde o doguinho costuma transitar. Bem como os brinquedos e acessórios do pet.

tutor e cão

Tutor e cão – Foto: Freepik

Dicas para prevenir as fezes de cachorro com giardia

Somente o veterinário poderá prescrever o melhor tratamento para o seu cachorro. Mas você pode prevenir que as fezes do cachorro tenham giardia, ou seja, contaminado na rua ou em locais com muitos animais.

Fezes de cachorro com giardia – Cuidados durante os passeios com o pet

Os cuidados durante os passeios com o pet são indispensáveis na hora de prevenir a contaminação.

Evite que o doguinho tome água de poças ou tenha contato com locais onde as fezes dos animais estão expostas no ambiente.

Mantenha a higiene do ambiente onde vive o cachorro

Essa dica vai para o ambiente onde o animal vive. Assim sendo, priorize sempre a higiene do local, limpe com produtos que eliminam bactérias e sempre lave as roupinhas, caminhas e brinquedos do doguinho.

Mas a mesma dica vale para sua casa, mantendo tudo bem limpo e higienizado para prevenir tais contaminações. Aqui vale também a higienização dos alimentos antes do preparo, ok?

Fezes de cachorro com giardia – Vacinação contra giardia em cães

Uma das formas mais eficazes de prevenir a infecção é a vacinação contra a giardia em cães. Aplique após 8 semanas de vida do filhote.

Mas os adultos que nunca receberam a dose também devem receber as duas doses da vacina contra giardia em um período recomendado pelo veterinário.

Faça consultas regulares com o veterinário

Priorize as consultas regulares com veterinário. Assim sendo, mantendo os exames clínicos e laboratoriais em dia para sempre verificar o estado de saúde do pet.

Mas os vermífugos a cada 4 ou 6 meses também são importantes. Além, claro, da observação das fezes de cachorro com giardia. Afinal, elas podem apresentar mudanças na coloração, cheiro e consistência.