10 jul 2016 - 17:47

marley

Tutor(a): Janice Novaes

Oi, meu nome é Marley, sou um vira lata e a minha historia é essa: quando eu era bebezinho fui abandonado no meio do mato com meus irmãozinhos, até que uma titia dona de uma clinica aqui da minha cidade foi passear por lá. No começo ela viu a gente e não parou pra ajudar, só que depois ela ficou com pena e voltou e pegou eu e os meus irmãozinhos e levou a gente lá pra clinica dela. Cuidou muito bem da gente, deu todos os remédios que a gente precisava e o mais importante, muito carinho porque era o que a gente mais precisava, só que ela não podia ficar conosco lá porque la era o local de trabalho dela e também porque não ia ter tempo pra cuidar da gente, foi ai que ela teve a ideia de botar a nosso foto na internet e foi assim que todos os meus irmãozinhos acharam um lar. Eu fiquei, ninguém me queria porque o meu rabinho tava dodói, não tinha nenhum pelinho por causa de alguém muito malvado que jogou água quente nele. A titia não quis amputar ele porque ela falava que eu adora mexer ele pra brincar, e é ai que entra minha mamãe e o meu papai na historia. Minha mamãe queria muito um cachorrinho ela viu a minha foto e logo ligou pra saber de mim e marcou de me visitar pra me conhecer. Meu papai não gostou muito da ideia, queria até levar uma caixa pra me botar dentro pra eu não mijar no carro. Quando eles chegaram foi amor a primeira vista de ambas as partes. Fiquei muito nervoso, fiz xixi umas 4 vezes em 5 minutos porque achei que eles não iam gostar de mim, mas foi ai que eu corri pra brincar com meu papai e ja conquistei ele. Minha mamãe me pegou no colo e disse que era eu que ela queria, meu papai concordou e já mudou de ideia, nem quis mais me por numa caixa pra me levar embora. A titia da clinica continuou cuidando de mim, me dando remédios e consultas pra acompanhar a cicatrização do meu rabinho.
Agora com 9 meses sou o rei da casa e sou muito amado. O meu rabinho ja ta bem melhor, já cresceu varios pelinhos. Aqui tenho tudo que eu preciso sou muito arteiro pelo fato de ser um filhote ainda, destruo tudo que tiver no meu alcance, faço xixi na cama as vezes quando escapa eles ficam bravos na hora mas logo passa e ja me dão muito amor de novo, e sobre o meu papai ele morre de amor por mim e eu por ele, tenho ate ciumes dele, ai se eu vejo ele perto de outro cachorro ja caiu no choro e ele já vem me dar carinho. Atá da mamãe tenho ciumes, na cama deito do lado dele e me estico bem pra ela nem chegar perto, mas amo ela muito também e agradeço tudo que eles fazem por mim, queria que todos os cachorros de rua tivessem a sorte que eu tive de ter um lar e uma família com muito amor e que todos os humanos pudessem ver a humanidade de um cãozinho. Deixo aqui meus lambeijos a todos…