Alimentar seu gato por dia: Se você tem um novo gatinho ou um gato adulto, descobrir com que freqüência alimentá-los pode ser confuso. A quantidade e o tipo de alimento que seu gato precisa depende de sua idade, peso e nível de atividade.

Aqui está um guia para ajudá-lo a descobrir a quantidade e a frequência de alimentação de seu gato.

Com que frequência alimentar o gato

areia do gato 03

Gato na cesta de areia. Foto Freepik

Há muito debate sobre a freqüência com que você deve alimentar seu gato, com algumas pessoas defendendo uma refeição por dia enquanto outras pensam que os gatos devem ter várias refeições pequenas. Então, qual é a resposta certa?

Aqui está uma visão dos prós e contras de ambos os métodos de alimentação para ajudá-lo a decidir o que é melhor para seu gatinho.

Com que frequência alimentar o gato? 1 ou 2 vezes ao dia

Os gatos são normalmente alimentados uma ou duas vezes ao dia. Alguns proprietários de gatos preferem alimentar seu gato livremente, o que significa que a alimentação está disponível o tempo todo.

Outros optam por alimentar seu gato em um horário específico, seja uma ou duas vezes por dia. Há prós e contras em ambos os métodos.

gato

Gato malhado – Fonte: Freepik

A alimentação programada (1 a 2 vezes por dia) pode ajudar a evitar a superalimentação e pode facilitar o monitoramento da ingestão de alimento de seu gato.

Alimentação livre para os gatos

A alimentação livre pode ser útil para gatos que comem pequenas refeições durante o dia ou que tem condições médicas que exigem que eles comam com mais frequência.

Também pode ser conveniente para proprietários de gatos ocupados que nem sempre conseguem cumprir um cronograma de alimentação rigoroso.

gato Sphynx

Gato Sphynx. Fonte: Freepik

Entretanto, a alimentação livre também pode levar ao aumento de peso, pois os gatos podem comer mais do que necessitam.

Quais são os melhores tipos de alimentos para gatos

Os gatos são carnívoros obrigatórios, o que significa que sua dieta deve consistir principalmente de carne. Isto pode tornar difícil escolher o tipo certo de alimento para gatos, já que muitas marcas comerciais contém uma quantidade significativa de carboidratos.

Na natureza, os gatos comem uma dieta de pequenas presas, que normalmente é de cerca de 70% de umidade. Este alto teor de umidade ajuda a manter os gatos hidratados e lhes fornece os nutrientes necessários para se manterem saudáveis.

gato na caixa de papelão

Gato na caixa de papelão. Fonte: Freepik

Ao escolher um alimento comercial para gatos, procure produtos que contenham uma alta porcentagem de umidade e que listem as proteínas de origem animal como os primeiros ingredientes.

Além disso, os gatos precisam de certas vitaminas e minerais que são encontrados nos tecidos animais, mas não nas plantas. Portanto, ao comprar comida para gatos, procure marcas que listam a carne como o primeiro ingrediente.

Você também deve evitar alimentos que contenham conservantes artificiais e outros aditivos.

Embora possa custar um pouco mais, a escolha de um alimento de alta qualidade ajudará a manter seu gato saudável.

Como você pode saber se seu gato está acima ou abaixo do peso

Gato angorá

Gato angorá. Fonte: Freepik

Os gatos vêm em todas as formas e tamanhos, mas como você pode saber se seu gato tem o peso certo?

Uma maneira de verificar é sentir as costelas do seu gato. Você deve ser capaz de sentir cada costela individual, com uma pequena camada de gordura sobre elas. Se você não puder sentir nenhuma costela, ou se houver uma camada grossa de gordura, é provável que seu gato esteja acima do peso.

Por outro lado, se você puder ver as costelas ou a coluna vertebral de seu gato, ele provavelmente está abaixo do peso.

Outra maneira de descobrir se o gato está no peso ideal é olhando o seu gato de cima. Você deve ser capaz de ver uma leve cintura atrás das costelas do gato. Se o corpo dele for uma curva contínua do pescoço para as patas traseiras, ele provavelmente está carregando muito peso.

Com que frequência alimentar o gato: o que fazer se o gato estiver acima do peso

Os gatos são um dos animais de estimação mais populares na América, e é fácil ver o porquê. Eles tem manutenção relativamente baixa, são ótimos companheiros e são bonitinhos.

Gato siamês. Fonte: Freepik

No entanto, os gatos também podem ser propensos à obesidade, o que pode levar a uma série de problemas de saúde.

Se seu gato está carregando alguns quilos a mais, há algumas coisas que você pode fazer para ajudá-los a emagrecer:

  1. Dê uma olhada de perto na dieta deles e veja se há alguma mudança que você possa fazer. Talvez você esteja alimentando-os demais, ou eles estão comendo alimentos ricos em gordura e calorias.
  2. Certifique-se de que ele esteja fazendo exercícios suficientes. Um estilo de vida sedentário é um dos principais fatores de risco para a obesidade.
  3. Leve ao veterinário. Ele irá oferecer as melhores informações sobre como cuidar de um gato obeso.

Com que frequência alimentar o gato se ele estiver abaixo do peso

Gatos siamês. Fonte: Freepik

Os gatos geralmente são muito bons em manter seu peso ideal. Entretanto, há momentos em que um gato pode perder peso devido a doenças ou estresse. Se você notar que seu gato está abaixo do peso, é importante tomar medidas.

O primeiro passo é consultar o veterinário. Ele será capaz de determinar se existe uma condição médica subjacente que está causando a perda de peso.

Caso contrário, ele pode recomendar uma mudança de dieta ou suplementos que ajudarão seu gato a recuperar o peso perdido.

Além disso, certifique-se de proporcionar ao seu gato muitas oportunidades de exercício.

Brincar com eles regularmente não só os ajudará a queimar calorias, mas também reduzirá os níveis de estresse. Com um pouco de esforço, você pode ajudar seu gato a alcançar seu peso ideal em pouco tempo.

  • Veja também: Scottish Fold: origem, caracterísicas e cuidados com os filhotes

Como saber se o gato está recebendo água suficiente

Gato assustado. Fonte: Freepik

Os gatos são carnívoros obrigatórios, o que significa que eles precisam de proteína animal para sobreviver. Como eles obtem a maior parte da água que precisam de sua comida, os gatos geralmente não bebem muito por conta própria. Entretanto, isso não significa que eles não precisem de acesso à água.

Se seu gato não beber o suficiente, isso pode levar à desidratação, o que pode ser perigoso.

Como qualquer amante de gatos sabe, os gatos são notoriamente exigentes com relação à sua água. Eles muitas vezes preferem beber de uma torneira aberta em vez de uma tigela fechada, e podem ser muito exigentes quanto à limpeza de seu prato de água.

Gato marron assustado. Fonte: Freepik

Como resultado, pode ser difícil dizer se seu gato está recebendo água suficiente ou não. No entanto, há alguns sinais indicadores de que seu gato está desidratado.

Primeiro, verifique a cor da urina do seu gato. Se for amarelo escuro ou laranja, isso pode ser um sinal de desidratação.

Segundo, dê uma olhada nas gengivas do seu gato. Elas devem ser rosadas e úmidas, e não secas ou pegajosas. Finalmente, sinta a pele do seu gato, ela deve ser flexível e elástica.