O cachorro Boxer que conhecemos hoje nasceu graças a alguns amantes de cães que cruzaram o Bullebeisser com o Bulldog Inglês.

Mais tarde, o primeiro clube Boxer nasceu em Munique, mas hoje, o Boxer se espalhou por todos os países.

Ainda há quem duvide do bom caráter destes cães, mas a realidade é que os Boxers são cães bastante amigáveis, calmos e fiéis ​​com as pessoas.

Eles têm uma personalidade única que conquista imediatamente os amantes de cães. Na verdade, existem muitos motivos para adotar um desses cães.

Se você está pensando nisso ou acabou de dar um passo, continue lendo para descobrir mais curiosidades da raça Boxer.

1 – Descendente de cães caçadores de ursos

boxer

Cão Boxer. Foto: Pixabay

Desenvolvido na Alemanha no final do século 19, entre os ancestrais da raça está o Bullenbeisser, um cão alemão especializado na caça de ursos, veados e javalis.

Também encontramos o velho Bulldog Inglês, um cão robusto que foi muito usado por açougueiros durante a Idade Média.

Apesar desses antecedentes, com o tempo a raça se adaptou à vida doméstica e seus traços mais agressivos foram se diluindo geração após geração.

2 – O cachorro Boxer tem sua própria lenda

Quando Deus criou os animais, diz a lenda, ele dedicou seu tempo delineando cada raça de cachorro com argila. Uma vez definidas, disse: “falta um que combine poder, nobreza, rapidez, coragem e bondade”.

Resolveu então dar forma ao Boxer, mas, vendo que o barro era macio, deixou-o de lado. O Boxer tinha ouvido tudo e começou a se comportar com altivez, sentindo-se melhor do que os outros.

Muitas cães ficaram incomodadas com essa atitude e começaram a ofendê-lo. Mas o Boxer, fiel ao seu temperamento orgulhoso, atacou os outros sem se lembrar que o barro não havia secado. Ao bater neles, segundo o mito, seu focinho se achatou e Deus decidiu deixá-lo assim para que aprendesse a lição.

3 – O cachorro Boxer leva muito tempo para amadurecer

boxer

Cachorro Boxer olhando para camera. Foto: Freepik

Filhotes desta raça tem um processo de amadurecimento muito lento, então seu temperamento infantil dura até a idade adulta. Isso ocorre por volta dos 3 anos.

Mesmo assim, eles continuarão a exibir essa característica por toda a vida. Devido à sua natureza travessa e energia inesgotável, os boxers são considerados por muitos como o “Peter Pan” do universo canino.

4 – Existem duas variedades de Boxer

Muitos exemplares da raça mudaram-se para os EUA após as guerras europeias. Uma vez lá, eles começaram a se desenvolver de forma diferente.

A variedade antiga se parece mais com o velho Bulldog, mas com uma construção mais robusta e um físico musculoso.

Os americanos são diferenciados por sua aparência mais estilizada e uma maior altura na cernelha.

5 – Eles são cães amorosos

O Boxer é uma raça afetuosa como poucos. Por isso, são ótimos cães de família, que estabelecem um bom relacionamento com todos.

Com os adultos costumam ser atenciosos e prestativos, sendo capazes de sentir o humor das pessoas. No caso das crianças, são companheiros de brincadeira tolerantes e protetores.

6 – Celebridades gostam de ter cachorro Boxer

boxer

Cachorro Boxer olhando para frente. Foto: Freepik

Muitos exemplares desta raça tiveram muito sucesso, ou por alguma participação em um filme ou por serem amigos inseparáveis ​​de presidentes importantes, como:

  • A atriz cameron diaz é inseparável do seu boxer;
  • O boxer ficou em 48º lugar no ranking de Stanley Coren em inteligência canina;
  • Continua a ser escolhido como cão policial K-9 em diferentes partes do mundo;
  • No ano de 2012-2013, em levantamento realizado pela International Cynological Federation, obteve o nono lugar entre as trinta raças mais populares de todos os países membros;
  • Em 2012, ficou em sétimo lugar na lista do American Kennel Club.

7 – Cachorro boxer branco não é albino

O boxer branco é um animal que não é aceito pela International Cynological Federation (FCI) como dentro da raça, mas é popularmente aceito.

É um peludo com tendência à surdez. Esses cães não são albinos, eles só têm pelo branco.

8 – Eles não se dão bem com temperaturas altas

O boxer é um cachorro internos e não apenas por causa de sua personalidade.

Seu corpo não está preparado para passar muito tempo ao ar livre, nem no verão nem no inverno.

Quando as temperaturas são muito altas, seu nariz achatado pode causar problemas respiratórios, enquanto se estiver muito frio seus pelos curtos não os protegerão como deveriam.