Cachorro ou gato: como escolher?

Veja critérios para optar entre um ou outro.

por Camila Da Silva — publicado 5 out 2019 - 9:45

Cachorro ou gato? Eis a questão para quem está pensando em ter um animal de estimação. Esta é, sem sombra de dúvidas, uma das dúvidas mais comuns entre tutores de primeira viagem. E nem sempre é fácil de resolvê-la! Afinal, cada animal terá personalidade diferente.

E isto também gera pontos positivos e negativos, dependendo do que você está esperando. Por isso, vamos te ajudar a decidir! Veja abaixo um pouco mais sobre estes animais fofos.

Cachorro ou gato: como escolher?

Como você pode escolher entre cachorro ou gato? Se você está se fazendo esta pergunta, é porque muito provavelmente é o seu primeiro animal de estimação. Ou então, nunca teve um ou outro pet. E não há problema nisso! No texto de hoje, vamos apontar alguns critérios para que você possa usar de base para sua escolha.

cachorro ou gato

Foto: Freepik

E já podemos adiantar que nem sempre é uma escolha fácil. Afinal, um cãozinho ou um gatinho sempre são extremamente fofos e apegáveis. E alguns “pontos negativos” acabam nem fazendo diferença, neste caso.

Construir um lar perfeito leva tempo, pois é preciso entender comportamentos, manias, medos e vontades. Por isso, a primeira dica é: paciência. Dê tempo ao tempo e acompanhe o texto.

Todo animal de estimação merece amor e carinho

Antes mesmo de você sair escolhendo entre cachorro ou gato, entenda uma coisa: todo animal precisa (e merece!) muito amor e carinho. Estes são pontos fundamentais para que eles possam viver felizes e equilibrados. Sem isto, qualquer outro esforço para entregar um bom lar para eles pode ser em vão.

Há uma comparação que muitas pessoas fazem com relação ao pouco tempo de vida dos cães, mas que serve para gatinhos também. Se comparado ao tempo de vida de uma pessoa, é muito menos. E isto tem um motivo folclórico: basicamente, os animais vivem menos pois já nasceram sabendo amar. Já os humanos, levam tempo para isso e por isso, vivem mais.

É claro que esta é apenas uma metáfora. Mas que pode ser completamente adequada a realidade dos pets e vem de encontro com o que mencionamos anteriormente: eles são movidos a amor! Por isso, antes de escolher entre um e outro, saiba o que eles esperam de você!

amizade

Foto: Freepik

Saiba que tipo de personalidade você quer

Para que possamos começar a escolher entre cachorro ou gato, é importante entender que cada um deles vai ter personalidades e comportamentos diferentes. As necessidades vão ser diferentes. Os medos vão ser diferentes. A higiene vai ser diferente. Além de muitos outros pontos.

Assim sendo, quando estamos escolhendo um pet, precisamos nos atentar também ao nosso objetivo com eles. Nós já sabemos o que eles esperam de nós, conforme mencionamos anteriormente. Mas, e você, sabe o que esperar do seu mais novo membro da família?

É importante começar a entender isto, pois a escolha também passa muito pelo seu estilo de vida, afazeres, hobbies e necessidades. Principalmente se você morar sozinho ou sozinha, saiba que a atenção para o animal precisará ser ainda maior.

Caso não haja a atenção necessária, muitas vezes será um problema para quem busca um cãozinho ou um gatinho. O que é péssimo para o animal, pois gerará cães estressados e gatos ansiosos.

Assim sendo, vamos te ajudar a esclarecer um pouco mais as questões da personalidade de cada um e, desta forma, você terá mais base para escolher. Acompanhe.

cachorro ou gato

Foto: Freepik

Cachorro ou gato: Os cães são muito mais extrovertidos

Este é o primeiro ponto para que a escolha entre cachorro ou gato tenha um pouco mais de critério. Talvez você até já tenha percebido, mas os cães são muito mais extrovertidos que os gatos. E isto se deve por uma série de razões relacionadas, justamente, a personalidade do animal.

Se você é alguém que busca interação o tempo inteiro com o seu pet, brincadeiras e pouca economia de energia, um cachorro talvez seja a melhor opção. Se você tiver um quintal grande, por exemplo, um cachorro de grande porte pode ser uma ideia bacana. Pois ele sempre estará disposto a correr e se divertir.

Ou então, um cachorro de pequeno porte para viver dentro de casa também pode ser uma boa opção para buscar este “extravaso”. Os cães, no geral, tem este aspecto de mais “bobões”. O que pode ser muito positivo para quem busca este estilo de animal de estimação!

Mas não se engane: simplesmente pelo fato do animal correr e brincar o tempo inteiro, não significa que ele não tenha necessidades específicas para viver desta forma. Não se aproveite desta “boa vontade” deles. É sempre importante equilibrar tudo!

Já com relação ao gato, não ser extrovertido não significa ser mais “chato”. Os gatos apenas tem o tempo deles e não é de sua personalidade, por exemplo, fazer alvoroço assim que o tutor chegar em casa. O comportamento mais neutro nestes casos muitas vezes transparece indiferença com você. Mas isto não é verdade e vamos falar disso abaixo. Acompanhe.

cachorro ou gato

Foto: Freepik

Cachorro ou gato: Um gato pode ser muito mais independente

Já entendemos que um cão pode ser muito mais extrovertido em alguns pontos e um gato pode ser mais neutro em outros. Isto por si só já poderia ser um bom critério de escolha entre cachorro ou gato. Porém, há mais pontos a serem levados em consideração. E um deles, é a questão da independência.

Um cachorro independente muitas vezes é resultado e reflexo de muito trabalho, esforço e dedicação da sua parte para ensiná-lo e ter paciência o suficiente até que ele possa entender. Já o gato não. Ele pode ser muito mais independente e de maneira automática. Pois está na personalidade deles!

Por exemplo, enquanto que o cão não dá muita relevância para tomar banho, embora precise, o gato é muito mais preciso neste quesito. Ele sempre fará a limpeza do corpo de forma automática durante boa parte do dia. E isto acaba com que ele não precise de uma ducha com frequência.

De forma geral, gatos são mais independentes para uma série de questões. E se você procura um pet que possa “facilitar” o dia a dia, talvez o gato seja a melhor opção.

como escolher entre cão ou gato

Foto: Freepik

Cachorro ou gato: A felicidade do cachorro pode ser contagiante

Você já teve um dia ruim no trabalho em que tudo que você precisava era chegar em casa e encontrar alto-astral? Pois bem, entre um cachorro ou gato, certamente a felicidade aparente do dog poderá ser contagiante. Assim que você chegar em casa e vê-lo saltitando de felicidade, automaticamente seu dia já fica um pouco mais leve.

Afinal, este é um claro sinal de amor e de importância. E quando você pensava que ninguém ligava para você, o seu cachorro pode mudar seu pensamento facilmente! E isto ajudará muito você aprender a conviver com um cachorro, pois nestes momentos, tudo valerá a pena.

E esta característica também faz parte do que falamos anteriormente: cães são mais extrovertidos!

gatinhos dormindo

Foto: Freepik

Cachorro ou gato: O gato tende a ser muito mais higiênico do que os cães

Se manter a higiene do seu animal de estimação pode vir a se tornar um problema a longo prazo (devido a tempo e dinheiro), talvez a melhor opção seja ter um gato. Eles costumam ser muito mais higiênicos do que os cachorros. Muitas vezes, tudo que você precisa fazer é apenas limpar a caixa de areia uma vez por dia!

O restante muitas vezes acaba sendo automático devido a personalidade e ao estilo de vida do bichano. Conforme já mencionamos anteriormente, o gato passará boa parte do dia se lambendo. Isto significa que ele está tomando banho! Ou seja, mantendo a higiene.

Além de que na maioria das vezes você nem precisará ensinar o gato a usar o banheiro. Ele automaticamente entenderá onde deve fazer as necessidades. Enquanto o cão, por exemplo, fará em qualquer lugar, até entender, através de um adestramento de cachorro, onde é o local certo.

Com estes critérios, você já conseguiu tomar sua decisão entre cachorro ou gato? Independente da escolha, saiba que um animal de estimação transformará a sua vida para melhor. Boa sorte.

Artigos Relacionados

19 Raças de cães esportivos

por Handreza Hayran — publicado 16 out 2019 - 21:00

Collie

Existem vários cães esportivos que correspondem a cada personalidade, caráter e modo de vida de um dono. Existem cães esportivos e afetuosos, tranquilos, grandes e pequenos.

Antes de decidir adotar um cão esportivo, descubra 19 raças de cães esportivos, seu comportamento, suas características físicas, seus cuidados, seus problemas de saúde e etc.

Como você sabe, algumas raças de cães, pequenas, médias ou grandes, são mais atléticas que outras.

Se você procura um cão esportivo,

 » Read more about: 19 Raças de cães esportivos  »

Existe cachorro autista?

por Handreza Hayran — publicado 16 out 2019 - 9:45

cachorro com medo de chuva

Aqui está um assunto muito interessante e controverso. Ele gera muitos debates entre veterinários e criadores que têm problemas para diagnosticar. Infelizmente, o resultado nem sempre é claro para os tutores em dúvida. Neste artigo Cachorro autista, tentaremos esclarecer o máximo possível sobre o assunto.

Boa leitura!

Estudos científicos sobre autismo em cães

Há um grande debate sobre o autismo em cães, pois, no momento, nenhum resultado conclusivo tornou possível esclarecer a existência ou não dessa patologia em cães.

 » Read more about: Existe cachorro autista?  »

Qual é a diferença entre um rottweiler alemão e americano?

por Handreza Hayran — publicado 16 out 2019 - 9:45

O rottweiler é uma raça de origem alemã, mas sua origem pode ser rastreada até  até a época dos romanos. Se você está pensando em adotar um cão desta raça, é claro que você se deparará com a controvérsia das diferenças entre o rottweiler alemão e o americano.

Mas existem realmente diferentes tipos de rottweiler ou é um mito? Para descobrir qual é a diferença entre um rottweiler alemão e americano, leia este artigo na íntegra!

 » Read more about: Qual é a diferença entre um rottweiler alemão e americano?  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

19 Raças de cães esportivos

por Handreza Hayran — publicado 16 out 2019 - 21:00

Collie

Existem vários cães esportivos que correspondem a cada personalidade, caráter e modo de vida de um dono. Existem cães esportivos e afetuosos, tranquilos, grandes e pequenos.

Antes de decidir adotar um cão esportivo, descubra 19 raças de cães esportivos, seu comportamento, suas características físicas, seus cuidados, seus problemas de saúde e etc.

Como você sabe, algumas raças de cães, pequenas, médias ou grandes, são mais atléticas que outras.

Se você procura um cão esportivo, existem raças esportivas e afetuosas, esportivas e calmas, ou pelo contrário esportivas e sempre alertas: em resumo, existe raça para todos os gostos.

O Portal do Dog ajuda você a escolher o cão esportivo que melhor se adapta ao seu caráter e estilo de vida. Confira!

Cão esportivo: características

Um cão esportivo mantém uma rotina de treinamento físico muito mais intensa do que a grande maioria dos cães domésticos. Assim, tudo isso gera um gasto metabólico muito alto e um impacto mais intenso nos ossos e articulações.

Além de uma dieta muito energética, a raça de cães esportivos pode precisar complementar sua dieta com certas vitaminas, minerais e nutrientes essenciais.

Uma raça de cães esportivos é caracterizada por ter um corpo forte, musculoso e saudável. No entanto, é preciso entender que cachorro esportivo não significa cachorro grande.

As 19 raças de cães esportivos

1 – Border Collie

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/border-collie/

Esta raça de cães é considerada a mais inteligente do mundo. De acordo com Stanley Coren, é o cão ideal para todos os tipos de esporte. Graças à sua resistência e inteligência, Agility, Canicross e esportes com estímulo mental são perfeitos para o Border Collie.

2 – Pastor Australiano

pastor-australiano

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/pastor-australiano/

Se você está procurando um cão esportivo e afetuoso, o pastor Australiano é a raça ideal de cães. Mas este cão esportivo precisa de muito treino e, como o nome sugere, é um dos melhores cães pastores, sendo sempre muito fiel aos seus donos.

3 – Pastor Alemão

pastor alemão

Foto: Freepik

O pastor alemão é um cão policial que tem uma energia transbordante. Um ótimo cachorro para correr, o pastor alemão tem uma força incrível, conhecida graças ao personagem Rin Tin Tin.

4 – Labrador Retriever

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/labrador-retriever/

Se você está procurando uma raça de cachorro alegre e calma, o labrador pode ser o cão perfeito. De fato, ele precisa gastar muita energia, mas o Labrador é muito carinhoso em casa com seus donos.

5 – Golden Retriever

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/golden-retriever/

O Golden Retriever, primo do labrador retriever, também é um cão alegre e calmo. É um cão que corre, ideal para canicross ou para andar de bicicleta.

6 – Jack Russel Terrier

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/jack-russell-terrier/

Um cão desportivo ideal, por exemplo, para o canicross. O Jack Russel terrier é basicamente um cão de caça, que tende a latir muito.

7 – Spaniel Bretão

Este cão de caça popular da França precisa de muito trabalho. É um cão de porte médio, esportivo e afetuoso.

8 – Doberman

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/doberman/

O Doberman é um cão elegante, musculoso e poderoso. Segundo o PlanetAnimal, é um cão ideal para corrida e esporte em geral.

9 – Beagle

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/beagle/

O Beagle é um cão esportivo ideal para corrida e ciclismo. Esta raça de cães esportivos será perfeita para famílias com crianças.

10 – Dálmata

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/dalmata/

A atividade física do dálmata é muito alta. Este cão esportivo e afetuoso é, no entanto, reservado ou tímido com estranhos.

11 – Braco Alemão de pelo curto

braco alemão

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/voceamigo/caes-para-caminhada/

O Braco alemão de pelo curto é originalmente um cão de caça. Com muita energia, este grande cão esportivo será ideal para correr, pois ele gosta de gastar energia.

12 – Boiadeiro de Berna

cachorros mais peludos

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/noticias/cachorros-fofos-conheca-os-mais-famosos/

O Boiadeiro de Berna é uma raça de cachorro alegre e carinhosa. Este cão grande mede entre 64 e 70 cm com 50 quilos e, portanto, precisa de muito treino. É ideal para corrida, ciclismo ou mountain bike.

13 – Whippet

O Whippet é o cão mais rápido do mundo: este cão esportivo será ideal para correr, independentemente do tipo de esporte que você pratica: corrida, canicross etc.

14 – Pastor Belga

pastor belga

Foto: Freepik

O pastor belga é um cão que gosta de gastar muita energia e muito inteligente. Este cão esportivo e afetuoso será ideal para competições de agilidade e cães.

15 – Collie Barbudo

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/bearded-collie/

Este pequeno cão esportivo é muito inteligente e, portanto, será ideal como cão esportivo para o Agility. O Collie Barbudo é de origem inglesa e é usado especialmente como cão pastor.

16 – American Staffordshire Terrier

American Staffordshire Terrier

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/american-staffordshire-terrier/

Embora este cão seja considerado um cão perigoso, o American Staffordshire Terrier é esportivo e afetuoso é incrível, gosta de correr e brincar com seus donos.

17 – Akita americano

Akita

Fonte: Freepik

O Akita americano é uma “variante” do Akita inu, uma raça de cachorro japonês. Resistente e musculosa, esta raça de cães esportivos é muito resistente ao frio e ideal para caminhadas na neve.

18 – Husky Siberiano

husky

Foto: Pixabay

O Husky Siberiano é uma raça de cães esportivos amorosa e leal, ideal para caçar.

19 – Shiba Inu

Shiba inu

Foto: Freepik

É uma raça de cães esportivos geralmente muito carinhosa com tutores e muito adaptável a diferentes ambientes e famílias. Então, se você mora na cidade e gosta de praticar esportes, o Shiba Inu será ideal.

Cão desportivo: ração e suplementos alimentares

Muitas pessoas associam suplementos para cães esportivos a produtos industriais, mas o ideal é continuar oferecendo uma dieta natural para os cães, mesmo quando falamos em suplementar sua dieta com os nutrientes necessários para uma rotina intensa de exercícios.

Vários tipos de ração oferecem uma linha Premium dedicada exclusivamente a cães esportivos ou de alto desempenho. Assim, essas rações tendem a ter uma proporção maior de gordura e proteína, para obter uma fórmula de alta energia.

Mas essas rações são uma excelente opção prática para garantir que um cão esportivo receba as proporções corretas de nutrientes para compensar suas altas despesas metabólicas e permitir o fortalecimento de seus músculos, ossos e articulações.

Existe cachorro autista?

por Handreza Hayran — publicado 16 out 2019 - 9:45

cachorro com medo de chuva

Aqui está um assunto muito interessante e controverso. Ele gera muitos debates entre veterinários e criadores que têm problemas para diagnosticar. Infelizmente, o resultado nem sempre é claro para os tutores em dúvida. Neste artigo Cachorro autista, tentaremos esclarecer o máximo possível sobre o assunto.

Boa leitura!

Estudos científicos sobre autismo em cães

cachorro com medo de chuva

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/voceamigo/cachorro-com-medo-de-chuva/

Há um grande debate sobre o autismo em cães, pois, no momento, nenhum resultado conclusivo tornou possível esclarecer a existência ou não dessa patologia em cães.

Alguns estudos sugeriram que os neurônios presentes no cérebro de cães podem ser a causa dessa doença. Estes seriam neurônios afetados congenitamente, fazendo com que o cão pudesse nascer com esta doença, mas não adquiri-la durante a vida.

Sendo uma condição bastante incomum, muitos veterinários preferem chamá-lo de “comportamento disfuncional”.

Outros profissionais falam sobre doença idiopática de origem desconhecida, o que dificulta a detecção da origem do problema.

A última teoria, que nos mergulha ainda mais em problemas, alude a uma possível herança da doença de um parente do cão que teria sido exposto a muitas toxinas por um determinado período de tempo. Estas seriam vacinas desnecessárias ou em excesso. Essa teoria reforça a ideia de que a vacinação excessiva de cães não só prejudica sua saúde, mas também afeta seus descendentes por várias gerações.

Sinais de autismo

rabo cachorro

Fonte: Pixabay

Conseguir diagnosticar um cachorro autista é um desafio, principalmente porque muitos veterinários não estão convencidos da existência dessa doença em cães. No entanto, existem vários sinais comportamentais que podem estar relacionados a essa patologia. Esses são distúrbios comportamentais, como comportamentos obsessivos e/ou compulsivos.

Esses comportamentos estão associados aos do autismo humano, mas podem ser esclarecidos e diferenciados um pouco mais.

O distúrbio obsessivo-compulsivo canino é muito presente em raças, tais como o Pastor Alemão ou Doberman.

Eles têm comportamentos repetitivos de atitudes estereotipadas, como morder o rabo, virar-se, morder-se ou lamber certas partes do corpo de maneira obsessiva e repetitiva. Essas atitudes se tornarão mais intensas ao longo do tempo e assim, não terão descanso.

Os responsáveis ​​pelo cão devem prestar atenção à evolução desses distúrbios, se aumentam ao longo dos anos ou acabam causando lesões como a mutilação da cauda, ​​por exemplo.

É possível que um cão com um distúrbio possa ter dificuldade em interagir com outros cães (sendo muito desajeitado ou incapaz de se aproximar) ou até mesmo não interagir com eles.

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/noticias/cachorro-tem-pesadelo/

Ele pode adotar esse comportamento com cães, com outros animais e até com seus donos.

Essa característica não significa necessariamente que ele é autista; no entanto, é uma atitude preocupante e irritante, tanto para o animal quanto para os humanos que compartilham sua vida.

Nos casos mais extremos, o animal pode ficar preso em um local sem nenhum sinal de emoção. Esse sintoma é mais fácil de detectar em raças naturalmente ativas. Esses cães podem ficar de pé por muito tempo, com os olhos perdidos e fixos.

O que posso fazer para ajudar o cachorro autista?

Como explicamos no início deste artigo, ainda não podemos determinar se o autismo como o conhecemos realmente existe em cães, portanto não há tratamento oficial.

No entanto, os donos que percebem um comportamento incomum do cão devem visitar um veterinário ou etólogo para entender a fonte dessa atitude divergente.

Existem vários tipos de terapias, exercícios e jogos que você pode praticar com seu cão para retardar o processo.

Eles são animais que têm dificuldade em expressar o que sentem. Então precisarão de toda a compaixão e amor que você puder oferecer nessa situação. Por isso, será necessário ter paciência e entender bem que o processo será longo.

Outra dica: tente manter uma rotina rígida de caminhada, assim como nas refeições e nas brincadeiras. As mudanças devem ser raras, já que esses cães dificilmente se ajustam.

Uma rotina fixa lhe dará confiança e ele se sentirá mais seguro conhecendo seu ambiente. Manter a rotina é muito importante.

Obviamente, eles não devem ser punidos porque o castigo inibe a atitude natural, que só piora a situação. Ele não se sentirá livre, seja em casa ou fora, e deve estar livre para cheirar, explorar e se comunicar com os outros, se desejar, sem nunca forçar sua interação.

melhores brinquedos para cachorro

Foto: Freepik

Para melhorar sua atitude ao ar livre, você poderá realizar exercícios como busca, oferecendo brinquedos estimulantes (sonoros ou com comida).

Acima de tudo, lembre-se de que, para resolver o problema do seu cão, você precisará procurar um especialista, pois sem terapia, o comportamento dele não melhorará.

Fontes: Dr. Nicholas Dodman para a Conferência “Associação Internacional de Consultores de Comportamento Animal”, 2011.